Fechar Ads
Conteúdo editorial apoiado por

IM Trader

Tempo Real

Petrobras (PETR4), bancos e varejo puxam perdas da Bolsa; Vale (VALE3) e siderúrgicas sobem

Ibovespa cai e perde os 128 mil pontos

Por  Equipe InfoMoney -

Ibovespa hoje

Confira as últimas dos mercados

update 18h44

Encerramos nossa cobertura dos Mercados Ao Vivo

Acessa o Ao Vivo do InfoMoney todos os dias? Então, adicione este link aos favoritos do seu navegador para acompanhar diariamente a cobertura a partir das 8 horas ou acesse o IM Trader, o novo canal do InfoMoney sobre Mercados!
update 18h43

Ibovespa futuro (DOLFUT) cai 0,45%, aos 4.937 pontos; dólar futuro (WINFUT) recua 0,55%, aos 128.315 pontos

update 18h42

Minicontratos: minidólar (WDOG24) cai 0,41%, aos 4.937 pontos; mini-índice (WING24) recua 0,55%, aos 128.315 pontos

update 18h35

Ibovespa: maiores baixas do dia

AtivoDia (%)NegóciosValor (R$)Variação (R$)SemanaMês
NaturaNTCO3-5,381452316,35-0,93-5,16-3,20
Casas BahiaBHIA3-4,5062718,7-0,41-6,95-23,55
YduqsYDUQ3-3,721216020,42-0,79-2,81-8,92
RDRADL3-3,532461925,99-0,95-3,38-11,60
ArezzoARZZ3-3,461392655,51-1,99-5,13-13,98
GolGOLL4-3,3478396,65-0,23-5,54-25,86
CarrefourCRFB3-3,201183110,9-0,36-7,86-12,45
update 18h32

Ibovespa: maiores altas do dia

AtivoDia (%)NegóciosValor (R$)Variação (R$)SemanaMês
UsiminasUSIM53,82189868,970,335,53-3,44
MarfrigMRFG32,99192839,630,284,11-0,72
AlpargatasALPA42,5268328,540,212,52-15,61
CSN MineraçãoCMIN32,44123956,730,161,05-13,30
GerdauGGBR42,311834921,720,493,08-8,59
CSNCSNA32,301615317,820,42,83-9,36
Met. GerdauGOAU41,831010810,040,182,87-7,55
update 18h23

Ibovespa: mais negociadas do dia

AtivoNegóciosDia (%)Valor (R$)Variação (R$)SemanaMês
ValeVALE3586521,0169,90,72,64-9,46
PetrobrasPETR451770-0,7637,88-0,290,931,72
Magazine LuizaMGLU351469-1,031,92-0,02-5,42-11,11
ItaúITUB441744-0,4632,4-0,15-1,64-4,58
BradescoBBDC441340-0,3915,32-0,06-2,05-10,27
Lojas RennerLREN332044-0,6915,8-0,11-5,50-9,30
ItaúsaITSA431247-0,909,96-0,09-0,80-3,95
update 18h20

Juros Futuros (DIs) fecham em queda

AtivoVariação (%)NegóciosTaxa (%)Variação (p.p.)SemanaMês/ano
DI1F25-0,251641910,060-0,025-0,400,30
DI1F26-0,41390419,750-0,0400,051,46
DI1F27-0,45235839,925-0,0450,462,11
DI1F28-0,49643110,180-0,0500,542,47
DI1F29-0,431934510,350-0,0450,492,78
DI1F31-0,47799110,580-0,0500,283,12
DI1F33-0,56308510,670-0,0600,092,89
update 18h19

Fechamento dos outros índices brasileiros

ÍndiceDia (%)Pontos
Small CapsSMLL-0,492.209
BDRsBDRX+0,0714.668
Fundos ImobiliáriosIFIX-0,163.324
update 18h18

Ibovespa fecha com queda de 0,35%, aos 127.815 pontos

Após abrir em alta, o Ibovespa virou ao longo da tarde, com a alta nos rendimentos dos Treasuries nos EUA e a piora das ações da Petrobras. No melhor momento da sessão, o Ibovespa atingiu os 129.445 pontos e, na mínima, os 127.679 pontos. O volume financeiro somou R$ 20,343 bilhões, com 3,305 milhões de negócios. Assim, no acumulado do mês e do ano, o Ibovespa recua 4,75%, enquanto na semana a Bolsa sobe 0,14%.

update 18h05

Bolsas em NY fecham mistas: Dow cai 0,28%; Nasdaq sobe 0,34% e SP500 avança 0,06%

update 17h56

Ibovespa fecha preliminarmente com queda de 0,38%, aos 127.774 pontos

update 17h47

Puxando as quedas, entre as mais negociadas, PETR4 cai 0,65% e ITUB4 cede 0,52%

update 17h46

Entre as mais negociadas, as ações da Vale (VALE3) sobem 0,97%

update 17h39

Ibovespa recua 0,35%, na reta final aos 127.833 pontos

update 17h38

Dow Jones cai 0,07%, mas SP500 sobe 0,25% e Nasdaq ganha 0,53%

update 17h32

Para Moody’s, Argentina deve ter contração de 3% neste ano; inflação deve bater 300%

Inflação é impulsionada em parte pela grande desvalorização cambial ocorrida após a vitória de Javier Milei na disputa presidencial.

update 17h23

Alpargatas (ALPA4) tem forte avanço: +2,40%

update 17h17

Natura (NTCO3), a ação com a maior perda do dia, bate a mínima: R$ 16,42/ação (-4,98%)

update 17h12

Brasil está barato? JPMorgan cita catalisadores para a Bolsa após janeiro “sem direção”

update 17h09

Companhias aéreas vão chegando ao final do pregão em queda: Gol (GOLL4), -3,05% e Azul (AZUL4), -1,26%

update 17h08

Ibovespa perde fôlego com Petrobras (PETR4) e Treasuries

O Ibovespa perdeu o fôlego na parte da tarde do pregão desta quarta-feira, passando a trabalhar no território negativo após superar os 129 mil pontos na primeira etapa do pregão, pressionado particularmente pelo declínio das ações da Petrobras, que também abandonaram os ganhos. Em NY, o Dow Jones opera próximo da estabilidade, mas os rendimentos dos títulos do Tesouro norte-americano reverteram a queda apurada mais cedo, corroborando o enfraquecimento da bolsa paulista. O yield do Treasury de 10 anos marcava 4,182%, de 4,142% na véspera, após mostrar 4,086% mais cedo. (Reuters)

update 17h07

Eletrobras: ELET3, +0,19% e ELET6, -0,11%

update 17h05

Vale (VALE3) vai se mantendo em alta no pregão de hoje, acima de 1%; neste momento, +1,32%

update 17h03

Dólar fecha com queda de 0,47%, cotado a R$ 4,931 na compra e a R$ 4,932 na venda

O dólar emplacou nesta quarta-feira a segunda sessão consecutiva de baixa ante o real, em sintonia com a queda da divisa dos EUA no exterior e ao avanço de commodities como o minério de ferro, após a China anunciar medidas para estimular sua economia. (Reuters)

  • Máxima: R$ 4,938
  • Mínima: R$ 4,908

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

update 17h00

Ibovespa, neste momento, em queda de -0,27%; aos 127.889 pontos, mas chegou à mínima de 127.705 pontos nesta tarde

update 16h58

Petroleiras júniores: em alta, Petroreconcavo (RECV3), +1,03% e PRIO (PRIO3), +0,02%; em baixa, 3R (RRRP3), -0,70%

update 16h51

Siderúrgicas seguem com as maiores altas: Usiminas (USIM5), +2,78%; Gerdau (GGBR4), +2,50% e CSN (CSNA3), +2,35%

update 16h47

Ouro fecha em baixa, mas resiste acima da marca psicológica de US$ 2 mil a onça-troy

Na Comex, divisão para metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), o ouro com entrega prevista para fevereiro de 2024 fechou com queda de 0,48%, a US$ 2.025,80 por onça-troy.

update 16h45

Com combate a senha compartilhada, Netflix “venceu guerra dos streamings”, diz BofA

Após lucro operacional e ganho de assinantes fortes, analistas renovam suas teses na empresa.

update 16h45

Preços internacionais do petróleo fecham com ganhos

  • WTI: 0,97%, a US$ 75,09
  • Brent: 0,62%, a US$ 80,04
update 16h43

Entre as cinco ações mais negociadas do dia, Itaú (ITUB4) e Bradesco (BBDC4) operam em baixa: -0,43% e -0,46%, respectivamente

update 16h35

Natura (NTCO3) é a ação com maior baixa: -4,51%

update 16h29

Dólar tem nova máxima: R$ 4,938

update 16h26

Iguatemi, Allos ou Multiplan? Quais são as ações de shoppings preferidas dos analistas para 2024

Analistas seguem otimistas com setor por considerar que a resiliência deve ser mantida e que ainda haverá crescimento de aluguel médio.

update 16h25

Vale (VALE3) opera em alta: +1,10% (R$ 69,96/ação)

update 16h22

Ibovespa: 127.752 pontos (-0,40%), nova mínima do dia

update 16h20

Ibovespa tem nova mínima: 127.810 pontos (-0,35%)

update 16h19

Dólar tem nova máxima: R$ 4,935 (-0,42%)

update 16h15

Ibovespa renova a mínima: 127.821 pontos (-0,34%)

update 16h13

Ibovespa em baixa: -0,32%, aos 127.847 pontos (nova mínima)

update 16h12

Ibovespa segue em queda: -0,30%, aos 127.873 pontos (mínima)

update 16h11

Ibovespa renova a mínima: 127.914 pontos (-0,27%)

update 16h10

Bolsas em NY sobem: SP500, +0,47%; Nasdaq, +0,86% – Dow Jones sobe só 0,06%

update 16h08

Ibovespa não segura e fica abaixo de 128 mil pontos: 127.967 pontos (-0,21%)

update 16h06

Dólar neste momento: R$ 4,930, sendo que a máxima de hoje é de R$ 4,932

update 16h05

Dólar comercial cai 0,51%, a R$ 4,930 na compra e a R$ 4,931 na venda

Na mínima, o dólar bateu nos R$ 4,908 e, na máxima, os R$ 4,932.

update 16h03

Minicontratos: WDOG24 cai 0,47%, aos 4.934 pontos; WING24 cede 0,25%, aos 128.710 pontos

update 16h02

Bolsas da Europa fecham em alta, com estímulo na China e balanços corporativos

O salto de 7,44% na ação da empresa de softwares alemã SAP após divulgação de resultado trimestral apoiou a Bolsa de Frankfurt.

update 15h58

Ibovespa vai se segurando acima dos 128 mil pontos; neste momento, 128.090 (-0,13%); poucos minutos atrás foi à mínima do dia de 128.005 pontos

update 15h57

Petrobras em baixa: PETR4, -0,76% e PETR3, -1,19%

update 15h51

Ibovespa em queda neste momento: -0,20%, com nova mínima: 128.005 pontos

update 15h45

Ações da Vale (VALE3) perdem força e passam a subir 1,08%, a R$ 69,96; na máxima do dia, bateu em R$ 70,83

update 15h45

Ibovespa vai ampliando perdas: -0,11%, e tem nova mínima: 128.122 pontos

update 15h44

Coluna: Ministro liga para acionistas da Vale e, em nome de Lula, pede Mantega na presidência da mineradora, diz O Globo

Segundo Lauro Jardim, de O Globo, Lula segue com a intenção de colocar Guido Mantega na presidência da Vale. “Hoje, Alexandre Silveira (ministro de Minas e Energia), a quem Lula incumbiu de executar esse seu desejo, arregaçou as mangas e começou a operar oficialmente. O ministro de Minas e Energia já ligou para mais de um acionista importante da mineradora e, falando em nome do presidente da República, disse que Lula não abre mão de ver Mantega na presidência da empresa.”

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

update 15h40

Ibovespa virou para queda: -0,06%, aos 128.190 pontos

update 15h39

Por que o mercado de commodities não está seguindo a queda das bolsas chinesas?

Siderúrgicas do gigante asiático têm mantido encomendas de minério de ferro, enquanto expectativa de cortes de juros no ocidente também evitam queda dos preços.

update 15h37

Lula inclui terminais de Santos e mais 8 portos públicos no PPI, para possível desestatização

Maior terminal tem 134 mil m² e fica no porto de Fortaleza (CE); governo incluiu também o museu do Exército e o Forte de Copacabana no PPI.

update 15h36

Microsoft atinge valor de mercado de US$ 3 trilhões pela primeira vez

As ações da Microsoft e da Apple têm disputado o primeiro lugar como as ações mais capitalizadas em Wall Street desde o início do ano.

update 15h35

Financiamento imobiliário em 2023 foi de R$ 251 bi, diz Abecip; alta é de 4% ante 2022

Foram financiadas 994 mil unidades, sendo que 500 mil receberam o crédito através da poupança e o restante via FGTS.

update 15h33

Governo atrasa regras para renovar concessões de energia e perde prazo de 1ª distribuidora

Renovação das concessões de distribuição envolve grandes grupos do setor, como Enel, CPFL, Neoenergia, Equatorial e Energisa.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

update 15h32

Quebra de safra leva CNA a pedir socorro ao governo

update 15h31

Nova política industrial: será que o dinheiro vai para o lugar certo?

update 15h27

Maiores perdas do Ibov: IRB (IRBR3), -4,25% e Natura (NTCO3), -3,59%

update 15h26

Siderúrgicas aparecem fortes na sessão: Usiminas (USIM5), +3,47%; CSN (CSNA3), +2,99% e Gerdau (GGBR4), +2,45%

update 15h23

Ações mais negociadas: Petrobras (PETR4), -0,08% e Vale (VALE3), +1,82%

update 15h22

Hapvida (HAPV3) avança: +1,78%

update 15h20

Redes de supermercados e atacarejos: em alta, só o GPA (PCAR3), +1,42%; em queda, Carrefour (CRFB3), -2,04%; Grupo Mateus (GMAT3), -0,60% e Assai (ASAI3), -0,44%

update 15h15

Varejo: em alta, Magazine Luiza (MGLU3), +0,52%; em baixa, Lojas Renner (LREN3), -1,13%

update 15h13

Sabesp (SBSP3) em baixa: -0,93%

update 15h12

Eletrobras em alta: ELET3, +0,41% e ELET6, +0,22%

update 15h10

Dólar: R$ 4,922 (compra) e R$ 4,923 (venda), -0,99%

update 15h08

Ibovespa segue em alta: 0,33%, aos 128.682 pontos

update 15h04

Investidores estrangeiros retiram R$ 550,9 mi da B3 em 22/01, quando o Ibov teve queda de -0,81%

IndividuaisInstitucionaisEstrangeirosBancosOutros
22/01+R$ 541 mi-R$ 239,1 mi-R$ 550,9 mi+R$ 150,4 mi+R$ 98,6 mi
Janeiro+R$ 3,903 bi-R$ 3,258 bi-R$ 4,952 bi+R$ 2,950 bi+R$ 1,356 bi
2024+R$ 3,903 bi-R$ 3,258 bi-R$ 4,952 bi+R$ 2,950 bi+R$ 1,356 bi
update 14h58

Hackers de plataformas cripto roubaram cerca de US$1,7 bi em 2023, diz relatório

Hackers de plataformas de criptomoedas roubaram cerca de 1,7 bilhão de dólares em 2023, cerca de 54,3% menos que no ano anterior, mostrou relatório da Chainalysis nesta quarta-feira. Os ataques cibernéticos têm sido um desafio persistente para a indústria de criptoativos, e um hacking generalizado é uma das razões pelas quais a maioria dos reguladores ao redor do mundo desaprova as criptomoedas. Embora a quantidade de fundos roubados tenha caído para mais da metade, o número de incidentes individuais de hacking cresceu para 231 no ano passado, ante 219 em 2022, disse a Chainalysis. (Reuters)

update 14h53

Microsoft ultrapassa os US$ 3 trilhões de valor de mercado e briga com Apple pelo posto de empresa mais valiosa do mundo

O valor de mercado da Microsoft ultrapassou hoje brevemente os US$ 3 trilhões nas negociações intradiárias, depois que as ações subiram mais de 1% e atingiram cerca de US$ 404 por ação. O marco ocorre quase duas semanas depois que a Microsoft eclipsou a Apple como a empresa pública mais valiosa do mundo em 12 de janeiro. A Apple recuperou o primeiro lugar e seu valor de mercado atingiu cerca de US$ 3,02 trilhões hoje, segundo a CNBC. As ações da Microsoft sobem mais de 7% no acumulado do ano, à medida que os investidores permanecem otimistas quanto aos investimentos da empresa em inteligência artificial. Analistas do Citi disseram esperar que a Microsoft apresente uma “superação sólida” em seu próximo relatório de lucros do segundo trimestre fiscal, em parte devido à sua posição de liderança em torno da IA ​​generativa. Os analistas aumentaram suas estimativas e preço-alvo e reiteraram sua classificação de compra das ações em nota na quarta-feira.

update 14h50

Boeing não colocará aviões no ar a menos que esteja 100% confiante, diz CEO

O presidente-executivo da Boeing, Dave Calhoun, disse nesta quarta-feira que a fabricante de aviões só apoiará a operação de seus aviões se estiver “100%” confiante em sua segurança. “Não colocamos no ar aviões nos quais não tenhamos 100% de confiança”, disse Calhoun a jornalistas no Capitólio, antes de uma das várias reuniões com senadores após a suspensão do 737 MAX 9 em 6 de janeiro. A declaração do CEO foi uma resposta à reportagem do Seattle Times segundo a qual mecânicos da Boeing teriam reinstalado inadequadamente a parte da fuselagem que explodiu em um MAX 9 da Alaska Airlines. (Reuters)

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

update 14h47

B3 (B3SA3): Banco projeta crescimento do volume médio diário negociado de 15% em 2024

O Santander destaca que os ganhos de eficiência deverão desempenhar um papel importante em 2024, de acordo com o guidance da B3 (B3SA3), o que implica em aumento nas estimativas. O banco reitera recomendação neutra para a B3, com preço-alvo de R$ 17/ação.

update 14h41

XP (XPBR31) segue como principal escolha de banco entre financeira não bancárias

O Santander relata a forte previsão de crescimento sequencial dos ganhos como as ações para 2024 (apoiado por comparações fáceis) e 2025 (apoiado pela recuperação das taxas de comissão, ativos sob custódia e novos verticais).

update 14h41

Ações de BRF (BRFS3) estão entre as maiores quedas do dia, com -2,60%, em dia de realização, após forte alta e recomendação de cautela para o ativo

Apesar de reconhecer que o resultado do 4T23 da BRF (BRFS3) possa ser mais forte do que esperava, o Goldman Sachs reforçou sua recomendação de venda para os ativos e listou 5 razões para ficar cauteloso. Já a análise técnica aponta que os papéis saltaram em meio a um movimento de correção técnica e queda dos preços do milho, importante commodity que serve de insumo para sua produção. Segundo o analista técnico Rodrigo Paz, as ações da BRF estão em tendência, neste momento, de alta no curto e no médio prazos, enquanto no longo é de queda. O Índice de Força Relativa Diário (IFR 14) está neutro.

update 14h36

Ações de Gafisa (GFSA3) são a maior queda entre Small Caps hoje, com -6,41%

Dois fatos importantes pesam sobre as ações da construtora hoje. A companhia registrou vendas líquidas de R$ 118 mi no 4º trimestre, queda anual de 56%, e também afirmou que analisará pedido de interrupção da AGE formulado pela Esh Capital.

update 14h23

Ibovespa opera com alta limitada, apesar do exterior favorável

O Ibovespa começou o dia em forte alta, ultrapassou os 129 mil pontos, mas estabilizou no início da tarde, acomodando-se na região dos 128,3 mil pontos. Agora tem leve alta de 0,09%, aos 128.375,46 pontos, de olho na política local e nos dados econômicos dos EUA, que mostraram atividade econômica forte com os números dos PMIs. Ajudam a bolsa brasileira as ações de Vale (VALE3) e Petrobras (PETR4), apoiadas pelas altas das commodities, diante dos estímulos divulgados à China. Na contramão, as maiores perdas do Ibov são Natura (NTCO3), com -3,36%, e BRF (BRFS3), com -2,81%. O dólar tem queda consistente de 0,65%, a R$ 4,923, e os juros futuros (DIs) recuam por toda a curva hoje.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

update 14h15

Brasil é autorizado a exportar bovinos vivos e outros produtos ao Paquistão, diz ministério

O governo federal recebeu nesta semana autorização para exportar bovinos vivos, embriões de bovinos (in vivo e in vitro) e sêmen bovino para o Paquistão, além de alevinos de tilápia para as Filipinas, informou o Ministério da Agricultura em comunicado nesta quarta-feira. O Brasil exportou ao Paquistão 298,1 milhões de dólares em 2023, sendo que 82% desse montante foram de fibras e têxteis, complexo soja e produtos florestais. Já para as Filipinas, as exportações do Brasil somaram 918,26 milhões de dólares no ano passado, com a carne representando 76% do valor total. A abertura desses mercados, segundo o ministério, é fruto de um trabalho conjunto com o ministério das Relações Exteriores adotado desde o ano passado, que tem ampliado as relações comerciais do Brasil com o exterior. (Reuters)

update 14h13

Dólar cai em meio a consolidação e antes de dados dos EUA e decisão do BCE

O dólar cai 0,71%, a R$ 4,920, depois de subir em oito das últimas dez sessões, conforme investidores consolidam ganhos estimulados por uma ampla reversão da queda da moeda em dezembro. No entanto, a divisa reduziu suas perdas depois que dados mostraram que a atividade empresarial dos EUA se recuperou em janeiro e que uma medida da inflação diminuiu. Um indicador dos preços cobrados pelas empresas por seus produtos caiu para o nível mais baixo em mais de três anos e meio, segundo os dados. Os investidores agora estão de olho na primeira leitura do PIB dos EUA para o 4T23, amanhã, e em outra leitura da inflação — os dados do índice PCE — na sexta. Desde o início do ano, o dólar tem alta de cerca de 1,7%. Analistas disseram que a moeda dos EUA ainda está no meio de uma correção de alta, até que o Fed comece a reduzir os juros. O índice dólar DXY cai 0,52%, aos 103,08 pontos. (Com Reuters)

update 14h02

Votorantim Cimentos vai investir R$ 5 bi até 2028

A Votorantim Cimentos anunciou nesta quarta-feira investimento de 5 bilhões de reais até 2028 para crescimento de capacidade e melhorar competitividade de operações da empresa no Brasil. Com os investimentos, a Votorantim Cimentos irá adicionar 3 milhões de toneladas por ano à capacidade de produção da empresa no Brasil, de cerca de 34 milhões de toneladas, afirmou a companhia em comunicado à imprensa. Os recursos para as expansões e modernizações, de acordo com a empresa, serão obtidos a partir do caixa próprio da Votorantim Cimentos. “Sob a ótica financeira, o investimento de expansão em operações já existentes maximiza nossa alavancagem operacional e nos permite obter retornos mais atrativos com um perfil de risco mais controlado”, disse o presidente-executivo da Votorantim Cimentos, Osvaldo Ayres Filho. (Reuters)

update 13h54

Lula: General Motors investirá R$ 7 bilhões até 2028 no Brasil

Em post publicado no X (antigo Twitter), o presidente postou fotos de reunião com o presidente da General Motors Internacional, Shilpan Amin, e o presidente da empresa para a América do Sul, Santiago Chamorro. “Esses investimentos vêm em boa hora, com a retomada do crescimento econômico brasileiro com programas como o Novo PAC e a Nova Política Industrial. Reindustrialização, geração de emprego e compromisso com o desenvolvimento sustentável”, afirmou Lula.

update 13h49

EUA: bolsas avançam hoje, com destaque para Nasdaq e ações de tecnologia após dados da Netflix

As ações dos EUA sobem hoje com a Netflix liderando uma recuperação mais ampla entre os nomes de tecnologia, levando o mercado a novos patamares. Destaque para a Nasdaq, que tem mais peso com ações de tecnologia, e avança mais de 1% hoje. Já o S&P 500 sobe 0,6%, a caminho de conquistar um novo recorde de fechamento de todos os tempos. As ações da Netflix subiram mais de 12% depois que o streaming disse que sua contagem total de assinantes atingiu o máximo histórico de 260,8 milhões. A receita superou as estimativas dos analistas, assim como a orientação de lucros para o trimestre atual.

  • Dow Jones: +0,31%
  • S&P 500: +0,60%
  • Nasdaq: +1,05%
update 13h46

Governo atrasa regras para renovar concessões de energia e perde prazo de 1ª distribuidora

O governo atrasou novamente a definição das diretrizes para a renovação de 20 concessões de distribuição de energia elétrica, perdendo o prazo legal para assinar um termo de compromisso com a primeira empresa a ter contrato expirando, a EDP Espírito Santo. Bastante aguardado pelo setor elétrico, o processo de renovação das concessões de distribuição está atrasado desde 2022, mas teve importante avanço no ano passado quando o Ministério de Minas e Energia propôs regras que foram bem avaliadas pelo mercado. A expectativa era de que o governo enviasse ao TCU as diretrizes finais no início de janeiro, conforme solicitado pelos ministro da corte na última sessão de 2023, quando a análise do tema foi adiada a pedido da Casa Civil. (Reuters)

update 13h34

Mercados da Europa fecham dia em alta após dados de PMI

Os mercados europeus subiram hoje, uma vez que os dados preliminares do índice de gestores de compras mostraram uma melhoria da atividade na zona do euro em Janeiro. Os dados compostos do PMI de serviços e manufatura indicaram um aumento na atividade empresarial, dando aos investidores um impulso antes da próxima reunião do Banco Central Europeu, na quinta-feira. Os números do PMI do Reino Unido subiram em Janeiro para o seu nível mais elevado em sete meses.

Dia (%)Pontos
Stoxx 600Europa1,11476.75
DAXFrankfurt1,5516,884.84
FTSE 100Londres0,587,529.01
CAC 40Paris0,907,454.43
IBEX 35Madri1,109,967.7
FTSE MIBMilão0,6930,285.90
 

 

update 13h26

Frigoríficos: em alta, Marfrig (MRFG3), +1,82% e Minerva (BEEF3), +0,56%; em baixa, BRF (BRFS3), -2,67% e JBS (JBSS3), -0,62%

update 13h23

EUA: estoques de petróleo bruto caem 9,233 milhões de barris na semana encerrada em 19/1

A expectativa era uma queda de 2,150 milhões de barris. Há uma semana, o estoque de petróleo bruto havia caído 2,942 milhões de barris.

update 13h18

Companhias aéreas em queda: Gol (GOLL4), -0,58% e Azul (AZUL4), -0,30%

update 13h14

Ibovespa se mantém em alta de 0,10%, aos 128.421 pontos

update 13h09

Dólar: Alckmin ajuda a ampliar alívio no câmbio puxado por Treasuries, PMIs e China

Balanços corporativos e PMIs apoiam um apetite por ativos de risco.

update 13h08

Santander eleva recomendação para ações de IRB (IRBR3) e corta para Porto (PSSA3)

Banco mantém recomendação neutra para ações da BB Seguridade.

update 13h06

Mercado livre de energia tem “corrida pelo ouro”, margem menor e chegada de “aventureiros”

Comercializadoras disputam 165 mil novos clientes com abertura do sistema para consumidores com conta mensal a partir de cerca de R$ 9 mil.

update 13h04

Estímulo na China leva ao avanço do Ibovespa pelo 2º pregão seguido

O bom humor externo espelha o corte no depósito compulsório bancário e de outras taxas no gigante asiático.

update 13h02

BRF (BRFS3): Goldman Sachs aponta 5 motivos para cautela e reforça venda para ações

update 13h01

S&P 500 atinge novo recorde com impulso de Netflix e ações de chips

O índice de referência S&P 500 atingiu um recorde intradiário pela terceira vez em menos de uma semana.

update 12h59

PMIs de serviços e da indústria dos EUA crescem forte e acima da previsão em janeiro

Indicador de serviços chegou a 52,9 em janeiro, no maior valor em 7 meses, e PMI industrial subiu para para 50,3, maior nível em 15 meses; índice composto foi para 52,3 no mês.

update 12h52

Siderúrgicas e minerados com altas expressivas: CSN (CSNA3), +2,87%; CSN Mineração (CMIN3), +2,44%; Usiminas (USIM5), +2,31%; Gerdau (GGBR4), +1,98% e Vale (VALE3), +1,86%

update 12h50

Grupos de educação: sobem Ser (SEER3), +4,06% e Anima (ANIM3), +1,53%; descem Cogna (COGN3), -0,32% e Yduqs (YDUQ3), -0,80%

update 12h47

Construtoras/Incorporadoras: em alta, MRV (MRVE3), +2,39%; Direcional (DIRR3), +0,23% e Tenda (TEND3), +0,20%; em baixa, Cyrela (CYRE3), -0,40%; Eztec (EZTC3), -0,44% e Cury (CURY3), -0,75%

update 12h41

Dólar para compra e venda: R$ 4,922 (-0,67%)

update 12h39

Petrobras: em alta, PETR4, +0,08%; em baixa, PETR3, -0,03%

update 12h38

Vale (VALE3) opera em alta de +1,94%

update 12h29

Itaúsa (ITSA4): Banco eleva preço-alvo de R$ 12 para R$ 14/ação, e mantém recomendação outperform

O Santander afirma que a Itaúsa (ITSA4) continua como ‘proxy’ para investir no Itaú (ITUB4), com desconto significativo.

update 12h28

Confira o Radar

update 12h21

CME/FedWatch: após PMI dos EUA, maioria do mercado volta a ver manutenção dos juros em março

5,25%-5,50%5,00%-5,25%4,75%-5,00%4,50%-4,75%4,50%-4,25%4,25%-4%4%-3,75%
31/0197,4%2,6%
20/0354,6%44,3%1,1%
1º/0516,4%51,5%31,3%0,8%
12/060,2%16%51,3%31,6%0,8%
31/071,8%19,6%49,4%28,5%0,7%
18/090,1%2,7%20,5%48,4%27,5%0,7%
7/110,1%2,7%20,5%48,4%27,5%0,7%

 

update 12h15

Banco Central informa terceira parcial PTAX com compra a R$ 4,9287 e venda a R$ 4,9293

update 12h11

Pátria Investimentos (P2AX34): Banco espera um sólido 4T23

O Goldman Sachs estima forte lucro do Pátria Investimentos (P2AX34) no período, bem como de ganhos relacionados ao desempenho.

update 12h05

Atividade empresarial dos EUA acelera em janeiro e inflação desacelera, mostra PMI

A atividade empresarial dos EUA acelerou em janeiro e a inflação pareceu diminuir, com uma medida dos preços cobrados pelas empresas por seus produtos caindo para o nível mais baixo em mais de três anos e meio, o que sugere que a economia começou 2024 com força. A S&P Global informou nesta quarta-feira que seu Índice de Gerentes de Compras (PMI na sigla em inglês) Composto preliminar dos EUA, que acompanha os setores de manufatura e serviços, aumentou para 52,3 neste mês, o nível mais alto desde junho passado. A alta em relação aos 50,9 registrados em dezembro foi impulsionada por ganhos tanto na atividade de serviços quanto na industrial. Uma leitura acima de 50 indica expansão no setor privado. O PMI preliminar de manufatura recuperou-se para 50,3, um recorde de 15 meses, em comparação com 47,9 em dezembro. A leitura de serviços subiu de 51,4 no mês anterior para 52,9, a mais alta desde junho passado. (Reuters)

update 12h05

Ibovespa apaga ganhos do início do pregão e agora tem leve alta de 0,15%, aos 128.459,94 pontos

update 11h59

VIX: índice de volatilidade nos EUA recua 1,04%

update 11h53

Barris de petróleo avançam e ganham até 1%; Brent volta aos US$ 80/barril

  • Petróleo WTI, +1,08%, a US$ 75,20 o barril
  • Petróleo Brent, +0,85%, a US$ 80,22 o barril
update 11h53

BRF (BRFS3): Banco vê 4T23 mais forte do que o esperado, mas aponta que tem mais a ver com ganhos do ciclo de pico do que com um crescimento normal

O Goldman Sachs continua a acreditar que a volatilidade do preço dos grãos, mercados internacionais com excesso de oferta e aumento da concorrência da Seara geram riscos à geração de fluxo de caixa livre da BRF (BRFS3). O banco tem recomendação de venda para a BRF, com preço-alvo de R$ 9,70/ação.

update 11h52

Ibovespa reduz alta para 0,31%, aos 128.659,25 pontos, após dados de PMI dos EUA

update 11h51

Dólar comercial reduz queda para -0,62%, a R$ 4,924, após dados dos EUA

update 11h49

EUA: SP500 atinge recorde com impulso de Netflix e ações de chips

O S&P 500 alcançou um novo recorde na abertura desta quarta-feira, depois que a Netflix disparou com a superação das expectativas de crescimento de assinantes, enquanto os fortes lucros da ASML ajudavam a impulsionar as ações de chips. O índice de referência S&P 500 atingiu um recorde intradiário pela terceira vez em menos de uma semana, alimentando um rali de mercado em alta que foi confirmada na sexta-feira, depois de fechar em um recorde histórico. (Reuters)

update 11h48

EUA: PMI Composto SP Global preliminar sobe a 52,3 em janeiro versus dezembro

update 11h47

EUA: PMI Serviços preliminar de janeiro sobe a 52,9 em relação a dezembro

update 11h46

EUA: PMI Industrial preliminar em janeiro sobe a 47,9 versus dezembro

update 11h38

Porto (PSSA3): Banco afirma que tem sido cauteloso com o seguro automóvel e com o pico de rentabilidade e agora vê preocupação com essas tendências

O JPMorgan afirma que os prêmios devem diminuir nos próximos meses, e preços mais baixos de carros usados deve continuar proporcionando alívio aos sinistros, mas isso é um detrator de longo prazo para os lucros. O banco tem recomendação neutra para a Porto, com preço-alvo de R$ 33/ação.

update 11h36

Após abertura positiva dos EUA, Ibovespa reduz alta e perde os 129 mil pontos; agora avança 0,55%, aos 128.963,37 pontos

update 11h32

Bolsas dos EUA abrem dia em alta com ganhos da Netflix e à espera de dados

Os mercados de Wall Street começam o dia em alta, em meio ao otimismo após o balanço de Netflix. As principais bolsas dos EUA continuam o rali de alta, em meio às expectativas sobre dados do PIB que saem amanhã, e às avaliações se o Fed irá começar o corte de juros em março – metade no mercado acredita que sim, mas outra metade aposta que a redução das taxas só começará em maio ou junho.

  • Dow Jones: +0,40%
  • S&P 500: +0,54%
  • Nasdaq: +0,84%
update 11h22

Bradesco (BBDC4) fechou mais agências que seus pares desde 2016 (2,2 mil), o que pode ser parcialmente explicado pela aquisição do HSBC

O levantamento é do JPMorgan, que afirma, no entanto, que o Bradesco (BBDC4) movimenta hoje quase duas vezes mais pontos físicos que seus pares privados, quando considerando todos os pontos de atendimento.

update 11h22

Dólar tem novo alívio após chegar a R$ 5 no início da semana; agora cai 0,85%, a R$ 4,913

O dólar volta a cair frente o real em meio ao apetite por ativos de risco no exterior. O mercado de câmbio acompanha a desvalorização externa dos juros dos Treasuries e da moeda americana frente a divisas rivais e várias emergentes e ligadas a commodities em manhã de apetite por ativos de risco. O índice dólar DXY recua 0,72%, aos 102,87 pontos.

update 11h11

Banco Central informa segunda parcial PTAX com compra a R$ 4,9117 e venda a R$ 4,9123

update 11h11

Ibovespa opera na máxima, com +0,91%, aos 129.426,44 pontos, com ajuda do exterior e de VALE3

O Ibovespa ensaia a segunda alta seguida da semana, sustentado por um cenário externo com alta dos futuros acionários norte-americanos e queda dos rendimentos dos Treasuries, além de novo avanço nos futuros do minério de ferro na China. Destaque para a alta de Vale (VALE3), de CSN (CSNA3) e de GPA (PCAR3). O dólar opera novamente em forte queda, com -0,87%, a R$ 4,911, enquanto os juros futuros têm alívio por toda a curva, com quedas mais acentuadas nas pontas longas, após falar do vice-presidente Geraldo Alckmin, indicando que o “governo não vai fazer aporte no BNDES, não vai colocar recurso a mais para o plano da indústria”.

update 11h08

Klabin (KLBN11): Banco afirma que houve resistência limitada de investidores à compra de terras pela empresa da Arauco por R$ 5,8 bi

O Itaú BBA, no entanto, afirma que investidores parecem concordar de um cenário potencialmente mais benigno para os preços da celulose a partir de 2025, na ausência de adições significativas de capacidade – o que favoreceria a Klabin (KLBN11).

update 11h04

Suzano (SUZB3): Potencial queda nos preços da celulose antes da entrada em operação do Cerrado no 2T24 é principal preocupação de investidores

Mas o Itaú BBA relata que investidores reconhecem que também poderia criar um ponto de entrada mais atraente para as ações da Suzano (SUZB3).

update 10h57

Ações de Vale (VALE3) renova máxima, com +1,99%, a R$ 70,58; mineradora segue alta do minério de ferro com notícias de estímulos à economia chinesa

Só nesta semana, VALE3 já sobe 3,56%, mas recua 8,65% no ano.

update 10h57

CSN (CSNA3): Investidores veem empresa como alternativa para enfrentar possíveis aumentos nos preços do minério de ferro

No entanto, o Itaú BBA afirma que investidores citam preocupação com aumento da alavancagem e o pesado pipeline de investimentos nos próximos anos da CSN (CSNA3).

update 10h53

Usiminas (USIM5): Investidores esperam melhora significativa a partir do 2T24

O Itaú BBA afirma que isso deve ocorrer dada a redução de custos esperada após o ramp-up do alto-forno nº 3 da Usiminas (USIM5), após as obras de manutenção realizadas em 2023.

update 10h49

Gerdau (GGBR4): Investidores acreditam que a margem Ebitda esperada no 4T23 para a unidade Brasil pode marcar o ponto mais baixo deste ciclo

No entanto, o Itaú BBA avalia que a margem Ebitda da Gerdau (GGBR4) deve potencialmente melhorar nos próximos trimestres. O banco crê que o forte impulso dos produtos de aços longos nos EUA deve durar mais tempo.

update 10h47

Ações de grandes bancos avançam hoje; ITUB4 lidera, com +1,25%, BBAS3 sobe 0,71%, BBDC4 avança 0,59% e SANB11 ganha 0,27%

update 10h45

Setor de telecom tem dia de queda; OIBR3 cai 1,56%, TIMS3 recua 0,06% e VIVT3 cai 0,26%

update 10h43

Vale (VALE3): Apesar do recente declínio nos preços do minério de ferro, os investidores continuam gostando da história de “carry” da mineradora

O Itaú BBA aponta que a principal reação contra uma visão mais otimista em relação a Vale (ativo=VALE3]) é o potencial declínio nos preços do minério de ferro em relação aos níveis atuais, caso a China não anuncie novas medidas de estímulo.

update 10h34

Banco vê tendências de consumo melhores nos próximos meses

O Itaú BBA afirma que, no geral, as tendências de consumo em dezembro não surpreendem, dado que os níveis de inadimplência no crédito ao consumidor livre já atingiram seu pico. Indo mais adiante, o banco vê melhoria na inadimplência na população com rendimentos mais baixos, o que sugere melhora do consumo nos próximos meses.

update 10h33

Ifix, índice de fundos imobiliários, sobe 0,05%, aos 3.328,30 pontos

update 10h27

Com Ibov em alta consistente, somente 6 ativos caem agora; BBSE3, TIMS3, RENT3, UGPA3, VIVT3 e NTCO3

update 10h25

Minicontratos: WDOG24 cai 0,75%, aos 4.920,50 pontos; WING24 sobe 0,70%, aos 129.925 pontos

update 10h22

Setor de siderurgia tem forte alta hoje; CSN (CSNA3) avança 2,24%, Gerdau (GGBR4) sobe 1,51% e Usiminas (USIM5) avança 1,62%

update 10h21

Banco Central informa primeira parcial PTAX com compra a R$ 4,9109 e venda a R$ 4,9115

update 10h21

Gafisa (GFSA3) afirma que analisará pedido de interrupção da AGE formulado pela Esh Capital; ações recuam 2,62%

AGE está programada para ser realizado no dia 7 de fevereiro.

update 10h20

Dia é de forte alta para varejistas: MGLU3 sobe 2,06%, BHIA3 avança 0,66%, LREN3 sobe 0,50% e ASAI3 ganha 1,25%

update 10h18

Ações de GPA (PCAR3) lideram ganhos do Ibov, com +7,35%, a R$ 4,53, após conclusão de desinvestimento na Éxito

O GPA (PCAR3) conclui na última terça-feira (23) a venda da totalidade de sua participação no Almacenes Éxito, da Colômbia, por US$ 156,4 milhões, equivalente a R$ 789 milhões, após a conclusão da Oferta Pública de Ações (OPA) lançada pelo Grupo Calleja. “A conclusão da venda do Éxito marca o estágio mais relevante do plano de venda de ativos não core com o objetivo de não apenas reduzir a alavancagem financeira da Companhia, mas também melhorar a eficiência na alocação de capital”, diz nota da empresa.

update 10h17

Na abertura, petroleiras júniores sobem: PRIO (PRIO3), +0,72% (R$ 44,65/ação); 3R (RRRP3), +0,21% (R$ 28,59/ação) e Petroreconcavo (RECV3), +0,90% (R$ 23,62/ação)

update 10h15

Ibovespa retoma os 129 mil pontos e quase todas as ações avançam hoje

O Ibovespa sobe 0,78%, aos 129.257,55 pontos, com investidores de olho na segunda maior economia do mundo depois que o banco central da China anunciou o maior corte de compulsório desde o final de 2021, enquanto digerem dados de atividade das principais economias e monitoram os desdobramentos da pauta política doméstica. Sobem as ações de Vale (VALE3), com a alta do minério de ferro, de Petrobras (PETR4), apesar da queda dos barris de petróleo, além de grandes bancos e varejistas. Avançam ainda as companhias aéreas, empresas de educação, de papel/celulose, petroleiras juniores, frigoríficas e siderúrgicas. Por aqui, os mercados continuam monitorando as relações entre governo e Congresso depois que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou nesta semana a LOA com veto de R$ 5,6 bilhões a emendas parlamentares, à espera de eventuais conversas do petista e membros do Executivo com lideranças parlamentares. Além disso, fontes disseram à Reuters que a nova política industrial apresentada pelo governo na segunda-feira – e encarada de forma negativa pelo mercado financeiro – foi recebida com decepção por Lula, que reclamou da versão final da proposta. Em Wall Street, índices futuros dos EUA operavam operam em alta após resultados da Netlfix e antes dos resultados das gigantes IBM e Tesla. Na frente de dados, os investidores estarão atentos aos indicadores da indústria e dos serviços dos EUA relativos a janeiro. (Felipe Alves)

update 10h15

B3 (B3SA3) começa sessão em alta: +1,89% (R$ 13,99/ação)

update 10h14

Companhias aéreas sobem no início da sessão: Azul (AZUL4|), +1,18% (R$ 13,69/ação) e Gol (GOLL4), +1,60% (R$ 6,69/ação)

update 10h12

Vale (VALE3) abre em alta: +1,88% (R$ 70,50/ação)

update 10h12

Ibovespa renova máxima, com +0,79%, aos 129.273,54 pontos

update 10h11

Banco tradicionais avançam nos primeiros minutos do pregão: Itaú (ITUB3), +0,49% (R$ 32,71/ação); Bradesco (BBDC4), +0,46% (R$ 15,45/ação); BB (BBAS3), +0,53% (R$ 56,84/ação) e Santander (SANB11), +0,37% (R$ 29,84/ação)

update 10h08

IRB (IRBR3) em queda na abertura: -2,61% (R$ 40,75/ação)

update 10h06

Embraer (EMBR3) inicia dia forte: +2% (R$ 22,95/ação)

update 10h05

Petrobras começa a sessão em alta: PETR4, +0,08% (R$ 38,20/ação) e PETR3, +0,03% (R$ 39,62/ação)

update 10h04

Yduqs (YDUQ3) começa o dia avançando: +0,99% (R$ 21,42/ação)

update 10h03

JBS (JBSS3) abre em alta de +0,49% (R$ 24,40/ação)

update 10h01

Ibovespa abre, preliminarmente, com alta de 0,03%, aos 128.306 pontos

update 9h59

Pedidos de hipotecas nos EUA sobem 3,7% na semana e taxa de juros vai a 6,78%

A taxa de juros fixa média de contratos de 30 anos avançou de 6,75% para 6,78% no período.

update 9h51

TOTVS (TOTS3): XP espera que a empresa apresente resultados fortes no 4T23

Segundo a XP, isso reflete a manutenção de um bom ritmo de vendas e transferências contratuais, demonstrando a resiliência de seu modelo de negócios no segmento de gestão e boa evolução em Business Performance. A casa tem recomendação de compra para a Totvs.

update 9h44

ADRs PBRA e PBR da Petrobras sobem, respectivamente, 0,06%, a US$ 15,44, e 0,50%, a US$ 16,02 no pré-mercado

update 9h38

Dólar comercial renova mínima, com -0,79%, a R$ 4,916

update 9h38

CME/FedWatch: mercado se divide entre manutenção ou queda de juros em março

5,25%-5,50%5,00%-5,25%4,75%-5,00%4,50%-4,75%4,50%-4,25%4,25%-4%4%-3,75%3,50%-3,75%
31/0197,4%2,6%
20/0348,7%50%1,3%
1º/0512,7%49%37,3%1%
12/0612,6%48,6%37,4%1,4%
31/071,4%16,6%47,3%33,4%1,3%
18/090,1%2,3%18,4%46,5%31,5%1,2%
7/111%8,9%29,9%40,4%19,1%0,7%

 

update 9h37

Alckmin diz que parte do dinheiro que irá financiar o plano de incentivo à indústria será captado no mercado

O vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviço reafirmou que não há recursos do governo e que o programa não tem qualquer impacto fiscal. Geraldo Alckmin responde às críticas de que o governo estaria aumentando os gastos com o plano.

update 9h29

PagSeguro (PAGS34): Banco eleva preço-alvo de US$ 9 para US$ 14/ação, mas mantém recomendação neutra

O Bradesco BBI afirma melhora no segmento de atuação da PagSeguro (PAGS34) ao longo de 2024, que deverá impulsionar o desempenho das ações, enquanto o foco na avaliação provavelmente ficará em segundo plano.

update 9h26

ADRs da Vale sobem 1,57%, a US$ 14,25, no pré-mercado

update 9h21

Stone (STOC31): Banco eleva recomendação de underperform para neutra e passa preço-lavo de US$ 12 para US$ 23/ação

O Bradesco BBI afirma que para a Stone (STOC31), embora a dinâmica dos lucros deva melhorar ao longo do ano, o mercado já antecipou um ambiente mais favorável em grande medida e vê menos espaço para revisões positivas dos lucros, o que neste momento parece depender mais de uma execução bem-sucedida.

update 9h17

Dólar cai forte frente ao real após sinal de suporte econômico da China

O dólar tem nova queda hoje frente ao real, com -0,64%, a R$ 4,923, nos primeiros negócios de hoje, em meio a forte apetite por risco global após novo sinal de suporte das autoridades chinesas à economia depois que o banco central do país reduziu a taxa de compulsório. O índice dólar DXY recua 0,45%, aos 103,15 pontos. Na B3, o contrato de dólar futuro recua 0,72%, aos 4.924,00 pontos. O Banco Central fará nesta sessão leilão de até 16.000 contratos de swap cambial tradicional para fins de rolagem do vencimento de 1° de março de 2024. (com Reuters)

update 9h16

Bradesco BBI eleva recomendação para XP e Stone ao ver momentum de lucro mais forte

Para os analistas do banco, ações devem ser beneficiadas por momentum de lucros mais fortes em comparação ao valuation.

update 9h16

Alckmin: Plano para indústria não tem nada a ver com questão fiscal, governo não fará novos aportes ao BNDES

Vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviço afirmou que o governo não está abrindo mão de impostos para incentivar renovação do parque industrial. Além disso, Geraldo Alckmin comentou que o Mercosul está isolado e “precisamos avançar em acordos comerciais”. (Reuters)

update 9h11

Setor de construção vê aceleração em demanda por mão de obra a partir do 2º semestre

O setor de construção no Brasil deve ter alta significativa na demanda por trabalhadores a partir do segundo semestre, com o impulso de novos projetos orçados pelo governo para 2024, disse o presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (Cbic), Renato Correia. “A gente já está vivenciando essa dificuldade de contratação de mão de obra há algum tempo e o incremento de mais recursos, seja na infraestrutura ou na própria habitação, nos traz uma preocupação” com relação à escassez de trabalhadores, afirmou Correia em entrevista à Reuters.

update 9h09

Minicontratos: WDOG24 cai 0,64%, aos 4.926,00 pontos; WING24 sobe 0,72%%, aos 129.970 pontos

update 9h08

XP (XPBR31): Banco eleva recomendação de neutra para outperform e passa preço-alvo de US$ 27 para US$ 32/ação

O Bradesco BBI avalia que a XP (XPBR31) apresenta o maior potencial para surpresas positivas em comparação com as atuais estimativas de consenso, se os cenários macro e de mercado continuarem a evoluir favoravelmente.

update 9h05

DIs: juros futuros recuam por toda a curva

Taxa (%)Dia (%)Variação (pp)NegóciosMáximo (%)Mínimo (%)Ano (%)
DI1F2510,055-0,30-0,03021010,06510,0500,25
DI1F269,740-0,51-0,0504619,7709,7401,35
DI1F279,910-0,60-0,0605479,9459,9101,95
DI1F2910,340-0,53-0,05535510,36510,3352,68
DI1F3110,570-0,56-0,06010310,59010,5503,02
DI1F3310,660-0,65-0,0702610,68010,6602,80
update 9h03

Dólar comercial abre em queda de 0,55%, cotado a R$ 4,927 na compra e a R$ 4,928 na venda

update 9h02

Dólar futuro abre em queda de 0,76%, cotado aos 4.922,00 pontos

update 9h01

Ibovespa futuro abre em alta de 0,84%, cotado aos 130.120 pontos

update 8h58

Confira o InfoMorning

update 8h57

Arena Trader: Day Trade ao vivo com Leandro Ross, Pam Semezzato, Ivy Hipólito e William Marques

update 8h57

CBIC espera que a construção civil atinja de 6% a 7% do PIB do país nos próximos anos e vê a reforma tributária como uma forma de atingir esse número

O Itaú BBA, que manteve encontro com o principal executivo da Câmara Brasileira da Indústria da Construção, disse que a entidade defende a industrialização do setor devido ao envelhecimento da mão de obra.

update 8h55

Confira análise técnica da XP para o Ibovespa

O IBOV superou os 127.850 formando um padrão de alta com projeções nos 131.500 ou 134.390 no curto prazo, segundo Gilberto Coelho, analista técnico da XP. Abaixo dos 125.875 anularia a figura de alta e projetaria teste de suportes em 120.000 ou 117.700. O fechamento acima da máxima anterior com um melhor volume negociado e o IFR saindo de sobrevenda, aumentam a chance de novas recuperações.

Ibovespa 24-01
Fonte: Relatório de análise técnica da XP

update 8h54

Confira análise técnica da XP para o SP500

O SP500 fechou em nova alta, renovando máximas e segue projetando teste dos 5.000 ou 5.200, segundo Gilberto Coelho, analista técnico da XP. O sinal de realização ganharia força abaixo dos 4.840 mirando suportes nos 4.710 ou 4.600. O IFR está sobrecomprado e se fechar apontando para baixo favorecerá realizações.

SP500 24-01
Fonte: Relatório de análise técnica da XP

update 8h52

Confira análise técnica da XP para o dólar futuro

O Dólar futuro G24 fechou em baixa interrompendo a reação de curto prazo, segundo Gilberto Coelho, analista técnico da XP.  Como está acima da média de 21 dias, acima dos 5.007 retomaria sinal de altas projetando teste dos 5.040 ou 5.132. Abaixo dos 4.950 traria sinal de realização mirando suportes em 4.910 ou 4.818. O IFR tocou a região de sobrecompra, apontou para baixo favorecendo novas quedas.

Dólar futuro 24-01
Fonte: Relatório de análise técnica da XP

update 8h46

Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) apoia o não aumento dos impostos de importação sobre o aço

É o que captou Itaú BBA em encontro com principal executivo da entidade. Apesar do alto custo dos materiais, o CBIC vê um cenário estável para o custo dos materiais no segmento de construção residencial.

update 8h42

Investidor estrangeiro retirou R$ 550,6 milhões da B3 em 22/01, quando Ibovespa caiu 0,81%

Assim, em janeiro, o saldo líquido acumulado no mercado secundário está negativo em R$ 4,95 bilhões.

update 8h37

Netflix (NFLX34) tem sólido 4T23, com perspectiva de receita acima das expectativas para o 1T24

O Itaú BBA afirma que a Netflix (NFLX34) espera que as adições líquidas caiam sequencialmente no primeiro trimestre do ano – refletindo a sazonalidade típica, bem como algum provável avanço do desempenho do quarto trimestre -, mas que aumentem em comparação com as adições líquidas pagas do 1T23 de 1,8 milhão.

update 8h33

XP: Oportunidades de swing trade para hoje, por Gilberto Coelho

C ou VAtivoGatilhoAlvoLossMotivoAlvo (%)Loss (%)Lim Entrada
CompraBRAP423,1425,4821,99IFR10,11-4,9723,37
CompraRADL326,9429,9925,99IFR11,32-3,5327,21
CompraRAPT311,7113,2911,29IFR13,49-3,5911,83

 

update 8h30

B3 manterá horário ampliado para negociação de futuros de dólar e Ibovespa a partir de março

A B3 manterá a negociação dos contratos e minicontratos futuros de Ibovespa (IND e WIN, respectivamente) até as 18h25 e dos contratos e minicontratos futuros de dólar comercial (DOL e WDO) até as 18h30 a partir de 11 de março. Esse horário, em vigor atualmente, já é praticado todos os anos entre novembro e março, quando não há horário de verão nos Estados Unidos. Agora, o horário seguirá ampliado também durante os meses de março a novembro, quando comumente os derivativos ligados ao Ibovespa encerram a negociação às 17h55 e os ligados ao dólar, às 18h. “O objetivo é proporcionar aos investidores mais tempo para negociar os produtos e integra os esforços da B3 para facilitar o acesso ao mercado de capitais”, afirma comunicado da Bolsa.

update 8h26

Suzano (SUZB3) anuncia de aumento de preço da celulose na América do Norte e Europa e não na China, sugere que nessa última região os preços lá se estabilizaram

A análise é do Morgan Stanley. Para o banco, isso está em linha com a visão de que os compradores de celulose na China começaram a resistir a novos aumentos de preços, uma vez que eles já estão bem acima do custo de produção. Além disso, o Morgan afirma que os aumentos de preços na América do Norte e na Europa não surpreendem, uma vez que nestas regiões a celulose ainda não havia sido reajustada como na Ásia. O banco tem recomendação equal-weight para a Suzano, com preço-alvo de R$ 60/ação.

update 8h24

EUA: rendimento dos Treasuries caem com dados econômicos no radar

  • Treasuries: T-note de 10 anos a 4,107% (-0,035)
  • Treasuries: T-note de 2 anos a 4,324% (-0,024)
update 8h22

Bolsa brasileira na contramão de Wall Street: o que explica o movimento neste começo de 2024?

Mercados americanos são impulsionados por ações de IA, apesar de ajuste na curva de juros; Brasil também sofre com fiscal.

update 8h16

IRBR3: Ações do IRB ganham tração após repicar suporte e disparar 10%, aponta análise técnica

Lucro em prévia de resultado de novembro fez papel disparar; confira até onde ação pode ir.

update 8h13

Governo avalia alternativas para evitar derrubada de vetos ao Orçamento

O governo do presidente Lula começou uma articulação para apresentar alternativas aos parlamentares e evitar a derrubada de vetos do presidente a uma parte das emendas de comissão. Os congressistas querem usar a rubrica para manter o controle dos recursos após o fim do orçamento secreto.

update 8h09

GPA (PCAR3) vendeu a totalidade da sua participação remanescente no Grupo Éxito para o Grupo Calleja por US$ 156,4 milhões, equivalente a R$ 789 milhões

update 8h08

Isenção para investimentos em portos custará até R$ 5 bi

A prorrogação até 2028 do Regime Tributário para Incentivo à Modernização e à Ampliação da Estrutura Portuária (Reporto) custará de R$ 4 bilhões a R$ 5 bilhões, disse na terça-feira (23) o ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho. O Reporto prevê isenção para investimentos em modernização de portos e de ferrovias ligadas a portos nos seguintes tributos: Imposto de Importação, Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), Programa de Integração Social (PIS) e Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins).

update 8h05

BC da China anuncia corte de compulsório e de outras taxas para impulsionar economia

Taxa do compulsório bancário será reduzida em 50 pontos-base a partir de 5 de fevereiro; ajuste irá injetar cerca de 1 trilhão de yuans (US$ 141 bilhões) na economia.

update 8h04

Índice EWZ sobe 1,28% na pré-abertura dos EUA

update 8h04

PMI composto do Reino Unido vai a 52,5 em janeiro, o mais alto em sete meses

PMI específico de serviços avançou de 53,4 para 53,8 entre dezembro e janeiro, atingindo o melhor nível em oito meses; indicador industrial avançou de 46,2 em dezembro para 47,3 em janeiro.

update 8h02

PMI composto na zona do euro sobre para 47,9 em janeiro, com melhora da indústria

PMI específico de serviços caiu de 48,8 em dezembro para 48,4 em janeiro, a maior baixa em três meses, mas indicador industrial avançou de 44,4 para 46,6, o melhor nível em nove meses.

update 8h01

Índice Dólar DXY cai 0,49%, aos 103,11 pontos

update 8h00

Barris de petróleo operam estáveis e minério de ferro avança 1,7%

As cotações do petróleo sobem devido as crescentes tensões geopolíticas. Uma coalizão de 24 nações liderada pelos EUA e Reino Unido conduziu novos ataques contra combatentes Houthi no Iêmen na terça-feira. Os ataques visavam impedir os ataques dos Houthis ao comércio global, afirmou o Reino Unido num comunicado em conjunto. As cotações do minério de ferro na China fecharam em alta, enquanto os preços do minério na bolsa de Cingapura operam em baixa, à medida que traders avaliam estímulo e perspectiva de demanda na China.

  • Petróleo WTI, +0,17%, a US$ 74,50 o barril
  • Petróleo Brent, +0,05%, a US$ 79,59 o barril
  • Minério de ferro negociado na bolsa de Dalian teve alta de 1,77%, a 979,00 iuanes, o equivalente a US$ 138,17 
update 7h58

Futuros dos EUA sobem após resultados da Netflix

Os índices futuros dos EUA operam em alta após resultados da Netlfix e antes dos resultados das gigantes IBM e Tesla. Na frente de dados, os investidores estarão atentos aos indicadores da indústria e dos serviços dos EUA relativos a janeiro. O Produto Interno Bruto do quarto trimestre será divulgado amanhã (25).

  • Dow Jones Futuro (EUA), +0,12%
  • S&P 500 Futuro (EUA), +0,40%
  • Nasdaq Futuro (EUA), +0,67% 
update 7h53

Confira as maiores altas, baixas e ações mais negociadas desta terça-feira

Maiores baixas

EmpresaTickerVariação/dia (%)NegóciosCotação (R$)Semana (%)Mês/ano (%)
3RRRRP3-2,131571528,53-3,458,56
GPAPCAR3-1,8659564,22-4,523,94
Casas BahiaBHIA3-1,4148559,11-2,57-19,95
SantanderSANB11-0,60672729,73-0,46-6,90
BradescoBBDC4-0,524051115,38-1,66-9,92
MagaluMGLU3-0,51335911,94-4,43-10,19
CarrefourCRFB3-0,441567911,26-4,82-9,56
PetroReconcavoRECV3-0,43948623,40-0,347,73

Maiores altas

EmpresaTickerDia (%)NegóciosCotação (R$)Semana (%)Mês/ano (%)
IRBIRBR310,601742241,848,53-5,55
BRFBRFS37,112027114,6112,385,79
MinervaBEEF35,63130757,135,16-4,55
HapvidaHAPV33,96393723,94-1,99-11,46
SomaSOMA33,57123226,96-0,29-6,58
EmbraerEMBR33,451674322,505,490,49
BraskemBRKM53,19951217,810,91-18,53

Mais negociadas

EmpresaTickerDia (%)NegóciosCotação (R$)Semana (%)Mês/ano (%)
ValeVALE32,066003269,201,62-10,36
ItaúITUB40,465531732,55-1,18-4,14
Petrobras PNPETR41,255443338,171,712,50
BradescoBBDC4-0,524051115,38-1,66-9,92
HapvidaHAPV33,96393723,94-1,99-11,46
B3B3SA31,853936513,73-0,44-5,04
ItaúsaITSA41,413839210,050,10-3,09
update 7h49

DIs: Juros futuros fecham em alta nos longos, e em baixa nos curtos e médios prazos nesta terça-feira

AtivoVariação (%)Taxa (%)Variação (p.p.)NegóciosMáxima (%)Mínima (%)
DI1F250,1510,0850,0152287110,11010,050
DI1F260,059,7900,005348829,8259,745
DI1F270,059,9700,0052181610,0009,920
DI1F280,1010,2300,010735310,25010,180
DI1F290,0510,3950,0051855810,42510,350
DI1F31-0,0910,630-0,010935310,68010,590
DI1F33-0,1910,730-0,020525010,78010,690
update 7h47

Dólar cai 0,66% nesta terça-feira, a R$ 4,95, após bater R$ 5, em dia de ajustes após salto da véspera

Na segunda (22), o dólar à vista subiu 1,23% após o governo divulgar o plano “Nova Indústria Brasil”. Terça-feira, a moeda americana inverteu seu sinal e fechou com queda de 0,66%. Participantes do mercado, ouvidos pela Reuters, afirmaram que a superação do patamar de R$ 5, que é importante nível técnico (resistência), na abertura dos negócios, pode ter chamado vendas por parte de agentes exportadores, levando a ajuste para baixo no dólar, ao longo da sessão. (Com Reuters)

  • Máxima/terça: R$ 5,002
  • Mínima/terça: R$ 4,949
update 7h45

Ibovespa fechou terça-feira com alta de 1,31%, aos 128.262 pontos

Desempenho das ações da Vale (VALE3) e de siderúrgicas contribuíram para os ganhos da Bolsa, junto com notícias do front interno, com a declaração de Fernando Haddad, ministro da Fazenda, reafirmando a busca pela meta de déficit zero em 2024. Assim, no mês de janeiro, as perdas reduzem-se a 4,41%, enquanto em doze meses o principal índice da Bolsa sobe 14,48%. Na mínima desta sessão, a Bolsa foi aos 126.611 pontos e, na máxima, ao 128.331 pontos. o volume negociado foi de R$ 21,757 bilhões, com 3,489 milhões de operações. Nesta semana, a Bolsa sobe 0,49%.

Acompanhe diariamente a cobertura sobre bolsa, dólar e juros a partir das 8 horas.

Sugestões, dúvidas e críticas entre em contato com o editor de Mercados Ao Vivo do InfoMoney: rodrigo.petry@infomoney.com.br.IM Trader: notícias, análises, vídeos, podcasts e guias no novo canal do InfoMoney sobre Mercados.

Compartilhe