Bolsas da Europa fecham em alta, com estímulo na China e balanços corporativos

O salto de 7,44% na ação da empresa de softwares alemã SAP após divulgação de resultado trimestral apoiou a Bolsa de Frankfurt

Estadão Conteúdo

Publicidade

As bolsas da Europa fecharam em alta nesta quarta-feira, 24, em sessão de apetite por risco aguçado na esteira de medidas de estímulo na China e de dados locais. A temporada de balanços corporativos e os recordes históricos dos índices acionários de Nova York também apoiam os papéis europeus.

“Os mercados europeus tiveram hoje uma sessão muito mais positiva, mantendo o dinamismo do resultado positivo de ontem nos EUA, mas também ganhando impulso depois de a China ter anunciado um corte de 0,5% nas taxas de compulsórios bancários a partir de 5 de fevereiro”, comentou o analista Michael Hewson, da CMC Markets.

A nível global, a medida do governo chinês para estimular o crescimento econômicos apoiou ativos de risco.

Treinamento Gratuito

Manual dos Dividendos

Descubra o passo a passo para viver de dividendos e ter uma renda mensal previsível, começando já nas próximas semanas

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

O desempenho em Wall Street ainda colaborou com o bom humor nos mercados acionários, já que as bolsas de Nova York operavam em alta hoje, com o índice S&P 500 a caminho de renovar máxima histórica pela quarta sessão consecutiva.

Mais cedo, os índices de gerentes de compra (PMIs, na sigla em inglês) da Alemanha, do Reino Unido e da zona do euro também apoiaram os ganhos das bolsas, após apontarem melhora em geral acima do previsto pelo mercado e alcançarem maior nível em meses. Os dados sinalizaram resiliência da economia e, principalmente na zona do euro, certa recuperação da indústria.

Entretanto, os números também oferecem motivos para o Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês) e Banco Central Europeu (BCE) adiarem perspectivas de cortes de juros, observa o ING, o que impulsionou o euro e a libra neste pregão.

Continua depois da publicidade

O salto de 7,44% na ação da empresa de softwares alemã SAP após divulgação de resultado trimestral apoiou a Bolsa de Frankfurt, que liderava ganhos entre as principais. O índice DAX fechou em alta de 1,58% na Alemanha, a 16.889,90 pontos. Em Londres, o balanço da EasyJet sustentava alta de 2,36% no papel. O índice FTSE 100 teve alta de 0,56%, a 7.527,67 pontos.

Na Bolsa de Paris, o CAC 40 subiu 0,91%, aos 7.455,64 pontos; em Milão o FTSE MIB avançou 0,87%, aos 30.338,35 pontos; em Madri, o Ibex 35 valorizou 1,16%, aos 9.974,00 pontos; e, em Lisboa, o PSI 20 ganhou 0,93%, aos 6.327,36 pontos. Todas as cotações são preliminares.