Fechar Ads
Ao Vivo

AO VIVO – Acompanhe o que movimenta a Bolsa em tempo real

Ibovespa fecha em alta impulsionado por mineradoras e siderúrgicas; balanços corporativos estão no radar dos investidores

Por  Equipe InfoMoney -

Em um dia de poucos ruídos políticos como há semanas não se via, o Ibovespa encontrou espaço para repercutir a enxurrada de resultados corporativos que saíram antes da abertura da Bolsa e continuam após o fechamento. A temporada de balanços se aproxima do final e, por fim, o investidor arrumou algum espaço para tomar decisões com base nos fundamentos das companhias – e não apenas nas decisões do Congresso.

Nem mesmo a divulgação de dados do varejo pelo IBGE, com vendas caindo mais do que o esperado em setembro, atrapalhou. “O mercado preferiu enxergar o copo meio cheio. A atividade mais fraca pode induzir o Banco Central a não acelerar ainda mais o aperto monetário, reduzindo as apostas de aumento da Selic”, afirmo Alexandre Nishimura, economista e sócio da BRA.

No exterior também houve pouca surpresas. Com o feriado do Dia dos Veteranos nos Estados Unidos, as Bolsas em Nova York funcionaram normalmente, mas diante de uma agenda de indicadores econômicos esvaziada e com o mercado de títulos públicos fechado. O Dow Jones fechou em baixa de 0,44%, a 35.921 pontos; S&P teve alta de 0,05%, a 4.649 pontos; e o Nasdaq avançou 0,52%, a 15.704 pontos.

Leia aqui o fechamento na íntegra.

Últimas atualizações

18h30 – Segundo Guedes, conversa de ampliação do teto com política abriu espaço para outras tramitações

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

De acordo com o ministro, equipe econômica continua trabalhando duro e conversa acordo com ala política sobre a PEC dos Precatórios abriu espaço para outras demandas, como a postergação da desoneração da folha de pagamento e um melhor diálogo sobre a reforma administrativa.


18h20 – Ibovespa fecha em alta de 1,54% aos 107.594 pontos; o volume negociado foi de R$ 32,04 bilhões

O dólar comercial voltou a cair forte hoje e recuou 1,74% a R$ 5,404 na compra e 5,404 na venda

No mercado de juros futuros, os contratos recuaram: o DI para janeiro de 2023 caiu 24 pontos-base, a 11,96%; DI para janeiro de 2025 recuou 15 pontos-base a 11,75%; e o DI para janeiro de 2027 caiu nove pontos-base, a 11,64%


18h12 – Guedes defende PEC dos Precatórios e conversa com ala política

“Nós, da Economia, tivemos que ter um pouco de flexibilidade e bom senso para interagir com a ala política”, defendeu o ministro. Além disso, Guedes apontou que outros gastos já estavam fora do limite do orçamento (como com vacinas e unidade uniparental) e defendeu que uma transição social menos abrupta também era necessária.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Guedes ainda apontou que, apesar do “furo no teto”, os fundamentos fiscais estão mantidos. “Você sabe que a aceleração da inflação levava a espaço discricionário para nós. Teríamos uma descompressão do espaço discricionário que nenhum governo teve, mas estamos agindo para manter o espaço discricionário que tínhamos antes. Não houve abuso”, completou.


18h06 – Fechamento de Wall Street

  • Dow Jones fechou em queda de 0,44% a 35.921 pontos
  • S&P teve alta de 0,05% a 4.649 pontos
  • Nasdaq avançou 0,52% a 15.704 pontos

17h50 – Fiocruz confirma internação de duas pessoas no Rio com sintomas de doença associada ao mal da vaca louca


17h0 – Ações da Oi caem com resultado mostrando leve melhora das operações, mas dívida em alta

Às 16h40 (horário de Brasília), os papéis OIBR3 caíam 5,88%, a R$ 0,96, enquanto os ativos OIBR4 tinham baixa menos expressiva, de 1,85%, a R$ 1,59.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A margem Ebitda da companhia, vista como termômetro do desempenho operacional, avançou para 32,3%, alta de 300 pontos base no ano, impulsionada pelo avanço de rede de fibra ótica. Isso, porém, teve um custo: o aumento do endividamento.


16h27 – Petrobras diz que vai importar gás natural para atender demanda interna em 2022; expectativa é de alta nos preços

A companhia diz que está negociando novas modalidades de contratos de gás natural no âmbito das chamadas públicas, nas quais concorre com outras empresas.

De acordo com informações do Valor Econômico, que cita a Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás), a Petrobras apresentou propostas de contrato com diferentes prazos de validade e valores.

O preço, de US$ 8 o milhão de BTU (unidade térmica britânica), pode subir para níveis de US$ 35 o milhão de BTU no início do ano que vem. Nos contratos mais longos, de quatro anos, o preço do gás pode dobrar.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


16h16 – Valid (B3SA3) dispara 15% na Bolsa após balanço do terceiro trimestre

A empresa de certificação digital reverteu prejuízo e lucrou R$ 37, 5 milhões no período. Os papéis são negociados a R$ 8,93.

Outras instituições financeiras que divulgaram balanço têm desempenhos mistos na Bolsa. As ações do Banco Pine (PINE4) avançam 1,52% a R$ 2,01 depois que a empresa reverteu prejuízo e lucrou R$ 2,8 milhões no terceiro trimestre.

Já os papéis do Banrisul (BRSR6) caem 5,33% a R$ 11,01, apesar da alta de 45,6% no lucro do banco.


15h57 – Tesouro Direto: juros de papéis sobem; título de inflação que vence em 2055 paga juros semestrais na sexta-feira

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O mercado de títulos públicos negociados por meio do Tesouro Direto opera com alta nas taxas na tarde de hoje, revertendo o movimento misto registrado no começo das negociações.


15h49 – Ação da Estapar (ALPK3) sobe quase 2% repercutindo resultado trimestrais

O papel é negociado a R$ 5,20. A XP comentou que a companhia divulgou resultados “em recuperação” para o terceiro trimestre de 2021 com a função da flexibilização das restrições de mobilidade ocorrida nos últimos meses, à medida que o processo de vacinação avança no Brasil.

A corretora mantém recomendação neutra para as ações da Estapar, e preço-alvo de R$ 9,70, frente à cotação de quarta-feira (10) de R$ 5,10.


15h31 – Na contramão de Via (VIIA3), Vivara (VIVA3) e Guararapes (GUAR3) sobem na Bolsa após balanços


15h16 – Ibovespa reduz ganhos e sobe 1,73%, aos 107.796 pontos


15h14 – Bolsonaro exonera Onyx Lorenzoni do cargo de Ministro do Trabalho e Previdência

Exoneração foi publicada em edição extraordinária do Diário Oficial da União, na tarde de hoje. De acordo com a publicação, a exoneração foi a pedido. A Veja informou que Lorenzoni se licenciou temporariamente para cuidar das emendas de deputado federal, mas em breve retornará ao cargo de ministro.


15h02 – Equatorial (EQTL3) e Copel (CPLE6) sobem na Bolsa após balanço; Taesa (TAEE11) está entre maiores baixas do Ibovespa


14h42 – Azul (AZUL4): Ebitda surpreendeu, mas posição financeira é ponto de preocupação, afirmam analistas

A ação da companhia sobe 11,12%, a R$ 29,38, e é a principal alta do Ibovespa nesta quinta-feira. A princípio, os números poderiam parecer negativos, uma vez que a aérea reportou uma alta de 82,4% do prejuízo líquido, mas o lucro antes do juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) somou R$ 485,6 milhões no período, enquanto a receita líquida totalizou R$ 2,71 bilhões, dados esses que animaram os investidores.

Os analistas reforçam, porém, que estão acompanhando atentamente a posição financeira da Azul, levando em conta os R$ 3,5 bilhões em leasing a vencer em 2022 e R$ 3,9 bilhões em 2023, assim como as amortizações de dívidas não relacionadas a aeronaves.


14h13 – Ação da Copel (CPLE6) sobe mais de 1% após lucro quatro vezes mais no terceiro trimestre

O papel é negociado a R$ 6,38. O Itaú BBA comentou que a empresa apresentou um trimestre sólido, com lucro recorrente antes de juros, amortizações e depreciações (Ebitda) superando estimativas e destacou o segmento de distribuição. Segundo os analistas, a elétrica continuou a entregar uma desalavancagem sequencial.

Além disso, o BBA vê espaço para dividendos adicionais, totalizando um rendimento de dividendos de 10% -15% para 2021. O banco reforça recomendação de compra para ações da Copel, com preço-alvo de R$ 7,40.


14h01 – Bolsonaro prorroga desoneração da folha de pagamento por dois anos

A medida consiste em trocar os tributos sobre os salários dos empregados por uma alíquota sobre o faturamento. A desoneração beneficia as empresas porque reduz os encargos trabalhistas que são pagos por elas. Hoje, essas empresas podem escolher: ou pagam 20% de contribuição previdenciária sobre os salários dos funcionários ou uma alíquota que vai de 1% a 4,5% sobre o faturamento bruto.

A prorrogação da desoneração da folha de pagamento de 17 setores era uma demanda de líderes produtivos e vinha sendo discutida pelo Executivo. A equipe econômica calcula uma perda de arrecadação de mais de R$ 8 bilhões por ano com as desonerações.


13h47 – Ação da Smartfit (SMFT3) sobe mais de 5% após reduzir prejuízo no terceiro trimestre

O papel é negociado em alta de 5,12% a R$ 22,98. O Itaú BBA comentou que os resultados da empresa no terceiro trimestre mostram tendência acelerada de recuperação aos níveis pré-pandêmicos em todas as regiões, conforme o esperado.

O banco continua confiante de que a liderança da empresa na América Latina, combinada com seus ganhos de escala e a normalização da economia, apoiará seu movimento em direção à consolidação do mercado fragmentado de fitness na América Latina.

A corretora mantém avaliação outperform para ações da SmartFit, e preço-alvo de R$ 33,40, frente à cotação de quarta-feira (10) de R$ 21,86.

Evolução da receita líquida trimestral da Smartfit


13h27 – Ações de seguradoras operam com tendências mistas após resultados trimestrais


12h30 – Ações da Aliasce Sonae (ALSO3) dispararam mais de 6,5%, a R$ 22,64 após balanço

O Bradesco BBI avaliou que os resultados foram positivos, com recuperação “decente” sobre vendas e aluguéis, forte taxa de ocupação e dados operacionais saudáveis, o que deixa a empresa bem posicionada para 2022. O banco diz que os resultados da Aliansce sugerem uma abordagem mais conservadora à remoção de descontos do que ocorre com Multiplan e Iguatemi. Mas diz ainda ver os papéis da Aliansce como descontados.

Indicadores mostraram recuperação, com níveis acima ou próximos ao pré-pandemia, com analistas avaliando positivamente os resultados


12h13 – Confira as 5 maiores altas entre as ações que compõem o Ibovespa 

  • Azul- AZUL4 (+9,53%)
  • Banco Inter – BIDI11 (+9,41%)
  • Banco Inter – BIDI4 (+8,82%)
  • Magazine Luiza – MGLU3 (+8,22%)
  • Grupo Soma – SOMA3 (+7,63%)

12h13 – Confira as 5 maiores baixas entre as ações que compõem o Ibovespa

  • Via – VIIA3 (-12,77%)
  • Taesa – TAEE11 (-1,52%)
  • Raia Drogasil – RADL3 (-0,68%)
  • Pão de Açúcar – PCAR3 (-0,42%)
  • PetroRio – PRIO3 (-0,35%)

12h05 – Tesouro Direto: papéis operam sem direção única; título de inflação que vence em 2055 paga juros semestrais na 6ª

O mercado de títulos públicos negociados por meio do Tesouro Direto opera sem direção única no início desta quinta-feira (11). Papéis prefixados apresentam recuo nas taxas, enquanto títulos do tipo Tesouro IPCA+, que pagam juros mais a variação da inflação medida pelo IPCA, apresentam alta ou são negociados próximo da estabilidade.


11h55 – Ações da Oi recuam após balanço, com prejuízo puxado por variação cambial 

Em recuperação judicial, os papéis ordinários e preferenciais da operadora (OIBR3;OIBR4) recuavam 4,9% e 1,8% respectivamente.

O Bradesco BBI avaliou o resultado como marginalmente negativo para as ações da Oi (OIBR3;OIBR4), tendo em vista o aumento do endividamento e apenas leves melhorias operacionais. No futuro, no entanto, o banco acredita que os principais gatilhos para a ação devem ser a conclusão do processo de venda de ativos móveis, juntamente com a execução do plano estratégico para os próximos anos.

O banco mantém avaliação outperform para ações da Oi, e preço-alvo de R$ 3,40.

 


11h51 – Bolsas americanas abrem mistas, em dia de feriado do dia dos veteranos, com negociação de títulos fechada

  • Dow Jones cai 0,12%, a 36.036 pontos
  • S&P 500 sobe 0,27%, a 4.659 pontos
  • Nasdaq sobe 0,81%, a 15.754 pontos.

11h50 – Ibovespa amplia alta e sobe 2,24% aos 108.344 pontos


11h25 – Equatorial tem resultados acima das expectativas, de acordo com a XP

Destaque, para a corretora, para o expressivo aumento na energia distribuída, para os reajustes tarifários e para a redução das perdas totais na maioria das distribuidoras.

A corretora mantém recomendação de compra para ações da Equatorial, e preço-alvo de R$ 31,00. As ações avançam 2%, negociadas a R$ 24,57.


11h20 – Mesmo com prejuízo maior, ações da Azul disparam 7,8%, a R$ 28,47 

Para o Itaú BBA, a Azul (AZUL4) reportou resultados sólidos, com Ebit e Ebitda voltando ao território positivo.

O banco destaca que a receita por assento quilômetro (RASK, na sigla em inglês) superou os níveis de 2019 pela primeira vez desde o início da pandemia de Covid-19, com o custo por assento quilômetro (CASK, na sigla em inglês) e o CASK ex-combustível diminuíndo, apesar das pressões dos preços dos combustíveis e de um cenário cambial desfavorável.

O banco mantém avaliação market perform para ações da Azul, e preço-alvo de R$ 41,00.

Lucro operacional e Ebitda voltaram para o azul

balanço Azul


11h12 – Positivo Tecnologia entre as maiores altas do Ibovespa após balanço 

As ações da companhia (POSI3) saltavam cerca de 8,3%, a R$ 10,11, após divulgar alta de 6,8% no lucro líquido. O Bradesco BBI enxerga os resultados como neutros a marginalmente positivos para as ações. Apesar de uma desaceleração nas receitas era – que era de certa forma aguardada por conta da normalização da demanda e  das comparações mais difíceis -, os números operacionais gerais ainda apontam para um bom momento de curto prazo.

O banco mantém outperform para ações da Positivo e preço-alvo de R$ 18,00.


11h06 – Caixa Seguridade: Apesar de queda no lucro, analistas fazem avaliação positiva de balanço do terceiro trimestre

A empresa divulgou lucro líquido de R$ 492,136 milhões no terceiro trimestre de 2021, uma queda de 3,1% na comparação com o 3º trimestre de 2020, e 5% abaixo das projeções do Morgan Stanley.

Os analistas pontuaram, entretanto, que o resultado mais fraco foi exclusivamente motivado por um crescimento na linha de impostos. A empresa, fora isso, teria entregue melhoras operacionais bem-vindas. A recomendação do MS é de desempenho outperform (acima do mercado) e o preço-alvo é de R$ 12,50.


11h00 – Itaú BBA e Credit Suisse veem com bons olhos resultados da Aliansce Sonae

Segundo o banco suíço, os números foram “fortes e acima do esperado”, com destaque para a recuperação acelerada do setor. O Itaú pontua que a receita do aluguel voltou aos níveis pré-pandêmicos e o balanço foi ainda impulsionado por provisões mais baixas.

O Itaú manteve recomendação de compra estipulou preço alvo para as ações da Aliansce Sonae (ALSO3). O CS deixou a recomendação em neutra,, com preço-alvo em R$ 28. As ações avançam 5,35%, negociadas a R$ 22,46.


10h53 – Vivara tem resultados sólidos mais uma vez, afirma XP

Segundo a corretora, a dinâmica de receita foi o destaque do trimestre, crescendo 39%, impulsionada por um
forte crescimento de vendas mesmas lojas por conta de menores restrições, normalização do fluxo nas lojas, um bom dia dos pais e expansão.

A corretora mantém recomendação de compra para ações da Vivara (VIVA3), e preço-alvo de R$ 37,00, frente à cotação de quarta-feira (10) de R$ 29,15.


10h45 Totvs: Para Itaú BBA, resultados são positivos e acima das estimativas

O banco destaca o crescimento acima do esperado de receita recorrente na divisão de gestão de softwares.

O Itaú retoma a cobertura da Totvs (TOTS3) com avaliação outperform (perspectiva de valorização acima da média do mercado) e preço-alvo para 2021 de R$ 43,4 para preço-alvo em 2022 de R$ 40.


10h42 – Para XP, laboratório Hermes Pardini apresentou números saudáveis

Todavia a corretora mantém visão cautelosa em relação a todo o segmento de laboratórios, uma vez que as perspectivas de crescimento orgânico e de expansão de margens continuam fracas.

A corretora mantém recomendação de compra para ações da Pardini (PARD3), e preço-alvo de R$ 21,00.


10h35 – NotreDame tem “trimestre para se esquecer”, diz XP

Segundo a corretora, o principal detrator foi a sinistralidade caixa de 80,1%, ainda onerada por altos preços de materiais e medicamentos, custos relacionados a Covid-19 e aquisições.

O resultado ruim da NotreDame (GNDI3), no entanto, não afetou a visão de longo prazo da XP para a empresa, que mantém recomendação de compra para ações da Intermédica, e preço-alvo de R$ 110,00. As ações caem 0,93%, negociadas a R$ 73,38.


10h33 – Maiores altas e baixas do Ibovespa


10h30 – Passivo trabalhista da Via derruba ações: Veja movimentação das provisões


10h22 – Via (VIIA3) despenca 18% e vai a leilão na B3


10h15 – Mineradoras e siderúrgicas puxam Ibovespa, com alta do minério

Com o minério fechando em alta de mais de 6% no porto chinês de Dalian, mineradoras e siderúrgicas puxam o Ibovespa no começo do pregão desta quinta: Vale (VALE3) avança mais de 4,50%, negociada a R$ 68,86, e a CSN (CSNA3) avança 5,50%, a R$ 23,36.

A alta da commodity é impulsionada pelos rumores de que o governo chinês estuda uma forma de aliviar a pressão regulatória sobre o setor imobiliário privado no país e também pelo fato de a Evergrande ter feito três pagamentos de seus juros devidos, evitando um calote.


10h11 – Ibovespa abre em alta forte; índice sobe 1,6% aos 107.661 pontos


9h57 – De acordo com Itaú BBA, todos as divisões da JBS trouxeram resultados melhores do que os esperados

O banco comenta que a JBS reportou Ebitda 13% acima de suas estimativas e 10% acima do consenso de mercado. Entre as subsidiárias, JBS US Beef foi a surpresa mais positiva.

O banco mantém avaliação outperform para ações da JBS, e preço-alvo de R$ 47,00, frente à cotação de quarta-feira (10) de R$ 37,86.


9h52 – Após resultados, Credit Suisse revisa avaliação para Via; Itaú BBA coloca papéis sob análise

Para o banco suíço, as provisões trabalhistas mais altas ofuscaram as maiores conquistas da Via, como o um desempenho mais robusto nos canais on-line. O banco defende que o anúncio inesperado quanto a provisões trabalhistas pode levar a um menor poder de fogo da empresa para impulsionar o crescimento nos próximos trimestres.

O Itaú BBA vai no mesmo caminho, mas, além das provisões, destaca também que o GMV online, de R$ 5,863 milhões, frustrou em 3% seu consenso.

O CS diz que prefere manter uma visão mais cautelosa quanto à Via, rebaixou os papéis de outperform para underperform e reduziu o preço-alvo de R$ 9,5 a R$ 5,5. O Itaú colocou os papéis e seu preço-alvo sob avaliação.


9h38 – Balanços que vão mexer na bolsa nesta quinta-feira:

Balanços de companhias de tecnologia


Balanços industriais e de petroleiras 


Balanços do setor de saúde 


Balanços das construtoras 


9h35 -Simpar reporta número fortes no terceiro trimestre de 2021, diz Bradesco BBI

O banco faz referência a robusta posição de caixa de R$ 4,9 bilhões da holding que permite ao grupo executar uma estratégia de crescimento inorgânico acelerado e acelerar seu crescimento orgânico em algumas operações, como VAMOS (VAMO3), Movida (MOVI3) e JSL (JSLG3)

O banco mantém avaliação outperform para ações da Simpar (SIMH3), e preço-alvo de R$ 21,00, frente à cotação de quarta-feira (10) de R$ 11,79, e afirma que e “mais está por vir”.


9h29 – Ibovespa futuro sobe acompanhando exterior e ignora dado ruim do varejo

Em um dia bastante cheio no noticiário corporativo por conta da temporada de resultados, Ibovespa futuro começou os negócios desta quinta-feira (11) em alta, acompanhando a tendência dos mercados lá fora. Por aqui, os investidores continuam atentos aos riscos fiscais.

As vendas no varejo em setembro sofreram um tombo de 1,3% na comparação com agosto, bem maior que o esperado pelos economistas, que projetavam recuo de 0,6%. Na comparação anual, a queda foi de 5,5%, também superando as expectativas de 4,25%

Nos Estados Unidos, o mercado de títulos não opera hoje por causa do feriado de Dia dos Veteranos, mas as Bolsas funcionarão normalmente. Os índices futuros em Nova York voltam a subir, depois de dois seguidos de queda.


9h25 – Valid informou resultados sólidos no terceiro trimestre, diz Itaú BBA

Segundo o banco, os dados de crescimento do faturamento bruto superaram as expectativas em 3%, e do Ebitda, em 15%. Os destaques foram os segmentos de governo, soluções e digital. Foi o melhor resultado da Valid (VLID3) quanto a Ebitda para um trimestre, com margens de 16,9% por conta de controle operacional.

A emissão de cartões atingiu 90% dos níveis pré-Covid, elevando as receitas da divisão em 60% na comparação anual. A receita líquida ficou em R$ 36 milhões, 32% maior do que a expectativa do Itaú.


9h19 – Guararapes tem conjunto decente de dados no terceiro trimestre, diz Bradesco BBI

O Ebitda ficou 6% abaixo das expectativas do BBI devido aos maiores gastos relacionados à transformação digital da empresa, por isso não preocupa tanto.

O banco mantém recomendação neutra para ações da Guararapes (GUAR3), e preço-alvo de R$ 15,00, frente à cotação de quarta-feira (10) de R$ 12,45.


9h17 – Credit Suisse avalia resultados da Oi como negativos

O banco aponta que a empresa teve queda de 2,7% na receita do terceiro trimestre em comparação com o mesmo período do ano anterior, e de 2,6% frente ao trimestre anterior. O número de unidades geradoras de receita (RGU na sigla em inglês) caiu 4,6% na comparação anual e 3,6% na trimestral.

A margem Ebitda avançou de 29,3% no segundo trimestre a 32,3% no terceiro trimestre, principalmente por conta da expansão da tecnologia “da fibra ao lar” (FTTH em inglês), diz o Credit. A dívida líquida cresceu de R$ 26 bilhões no segundo trimestre a R$ 30 bilhões, o que o banco atribui ao real mais fraco.


9h14 – Ibovespa futuro abre em alta e sobe 0,83% aos 107.660 pontos

Dólar comercial cai 0,62% a R$ 5,465 na compra e a R$ 5,466 na venda

No mercado de juros futuros, os contratos recuam: o DI para janeiro de 2023 cai quatro pontos-base, a 12,16%; DI para janeiro de 2025 recua 12 pontos-base a 11,78%; e o DI para janeiro de 2027 cai 12 pontos-base, a 11,61%


9h05 – Para Bradesco, BRF superou expectativas no terceiro trimestre

O banco comentou os dados da BRF e destacou a venda líquida de R$ 12,39 bilhões, 3% acima do consenso do mercado. O lucro bruto, de R$ 2,625 bilhões, também chamou atenção e veio 10% acima do esperado. Mesmo com prejuízo líquido de R$ 272 milhões, o banco destaque que numero veio quase três vezes menor do que as expectativas.

O Bradesco mantém avaliação outperform (perspectiva de valorização acima da média do mercado) para as ações da BRF (BRFS3) e  o preço-alvo em R$ 32, frente à cotação de quarta de R$ 23,12.


9h00 – Segundo IBGE, as vendas do varejo brasileiro recuaram 1,3% em setembro; consenso era de queda de 0,6%

Na base anual, índice acumula queda de 5,5%, mais que o esperado, uma vez que projeções apontavam queda de 4,25%

Volume de Vendas / mês contra mês imediatamente anterior com ajuste sazonal


8h40 – Para XP, Via tem resultados mistos – Bradesco define provisões trabalhistas como “decepcionantes” 

A corretora apontou que a aceleração do crescimento do marketplace (3P) foi positiva, apesar do Ebitda ajustado abaixo do esperado. O GMV total cresceu 5,8% na base anual, acima da projeção da XP, com o crescimento do online.

No e-commerce, o estoque próprio (1P) subiu 9,6% na base anual e o, marketplace (3P), 138%, versus projeção da XP de altas respectivas de 6,1% e 125% – o que mais do que compensou a performance mais fraca das lojas físicas.

O Bradesco BBI destacou ser decepcionante ver outra grande provisão sendo constituída por ações judiciais trabalhistas,
e afirmou que isso dificultou a leitura dos resultados do trimestre da Via (VIIA3).


8h35 – Radar Cripto: Bitcoin respira após flash crash de 8,5% e mais assuntos que vão movimentar o mercado hoje


8h20 – Na agenda: Varejo brasileiro, repercussão de balanços e – mais – balanços…

Entre os principais pontos a se acompanharem nesta quinta, destaque para a divulgação, pelo IBGE, da variação das vendas no varejo no Brasil em setembro. Em agosto, esse índice recuou 3,1%.

Fora isso, o dia não tem mais grandes índice macroeconômicos. O Reino Unido publicou uma série de dados no fim da madrugada (com o PIB e a produção industrial aquém do esperado) mas a maior parte restante do dia está mais calma.  Às 23h, porém, a China divulga sua taxa de desemprego.

No Brasil, o mercado deve repercutir balanços como o da Via (VIIA3), JBS (JBSS3) e BRF (BRFS3). Ontem após o fim do pregão foram mais de 20 publicações e hoje isso se repetira, com nomes como IRB (IRBR3), B3 (B3SA3) e Magazine Luiza (MGLU3) tornando seus dados públicos.


7h40 – Sessão desta quinta é de leve alta para os principais mercados mundiais

As bolsas se recuperam depois da queda da véspera, com os dados de inflação acima do esperado nos EUA terem aumento a aversão ao risco do mercado na última sessão.

Ainda em destaque, estão as notícias mais positivas sobre a gigante de construção Evergrande, com informações de que ela teria realizado pagamentos de parte de sua dívida. O minério de ferro opera em alta de 6,84% no porto de Dalian no início da manhã e as bolsas asiáticas fecharam, em maioria, no verde.

Na Europa, o índice Stoxx 600, que reúne as ações de 600 empresas de todos os principais setores de 17 países europeus, se mantém estável, com destaque negativo para a inflação no continente e pelos fracos dados de produção no Reino Unido.

Curso inédito “Os 7 Segredos da Prosperidade” reúne ensinamentos de qualidade de vida e saúde financeira. Faça sua pré-inscrição gratuita.

Compartilhe