Balanços

Tupy (TUPY3) tem lucro líquido de R$ 125 milhões e anuncia JCP de R$ 20 milhões

Apesar de avanço da receita da siderúrgica, gastos com produtos vendidos e despesas administrativas comprimem as margens

Por  Vitor Azevedo -

SÃO PAULO – A Tupy (TUPY3), do ramo de metalurgia, registrou um lucro líquido de R$ 125 milhões no terceiro trimestre de 2021, praticamente estável frente aos R$ 128 milhões registrados em igual período de 2020.

O número se manteve estável apesar de a companhia ter registrado uma receita 46,7% maior, chegando a R$ 1,8 bilhão, com destaque para o crescimento dos vendas no segmento de transporte, infraestrutura e agricultura.

A estagnação do lucro se deu porque, ao mesmo tempo em que a receita cresceu, o custo dos produtos vendidos aumentou 53,8%, para R$ 1,4 bilhão. “Este trimestre foi caracterizado pelo aumento significativo de custos com matérias-primas, em comparação ao mesmo período do ano anterior. Sendo que, em alguns casos, houve uma variação superior a 50% nos últimos 12 meses”, explicou a companhia em documento publicado na noite desta terça-feira (10).

Com maiores custos, margens da Tupy se deterioram

Além do maior custo com produtos vendidos, a Tupy registrou também um crescimento das suas despesas operacionais de 35,7%, saindo de R$ 19,6 milhões entre julho e setembro de 2020 para R$ 26,6 milhões no mesmo intervalo deste ano – diferença explicada, principalmente, por conta da amortização de ativos intangíveis.

Com os maiores gastos, as margens da metalúrgica se deterioraram: a Ebitda saiu de 19,9% no terceiro trimestre de 2020 para 15,1% no mesmo período de 2021. Apesar disso, com o maior faturamento, o Ebitda cresceu 11,1%, chegando a R$ 276,3 milhões.

Companhia muda levemente perfil de sua dívida

A Tupy, apesar ver a sua dívida líquida líquida crescer para R$ 989,9 milhões (a maior dos últimos 12 meses), melhorou o seu prejuízo financeiro, que ficou negativo em R$ 1,2 milhão, ante R$ 2,7 milhões no terceiro trimestre de 2020, com uma mudança do perfil da sua dívida, agora mais no longo prazo.

A companhia registrou também maior peso dos efeitos fiscais, que saíram de um gasto de R$ 33,8 milhões para R$ 51,9 milhões, e dos efeitos cambiais, que somaram R$ 12,2 milhões.

Anuncio de juros sob capital próprio

Por fim, a Tupy anunciou ainda o pagamento de R$ 20,4 milhões para seus acionistas no formato de juros sob capital próprio. Serão R$ 0,14213965176 por papel, com incidência de 15% de imposto de renda para aqueles que não são isentos. O pagamento será no dia 25 deste mês e as ações passam a serem negociadas ex-JCP a partir do dia 19.

Compartilhe