Em negocios / noticias-corporativas

Do interior da Bahia, empreendedor constrói negócios com faturamento acima de R$ 20 milhões

É possível alcançar grandes objetivos quando alia-se expertise e coragem

A pesquisa GEM 2017, realizada pelo Sebrae/IBQP, revelou que o perfil do empreendedor brasileiro mudou bastante: no ano passado, a participação de pessoas entre 18 e 34 anos no mercado do empreendedorismo cresceu de 50% para 57%. Isso significa nada mais, nada menos, do que 15,7 milhões de jovens batalhando por informações para abertura de seu negócio ou até mesmo em fase inicial de atividade da empresa.

A pesquisa também revelou que a modalidade de empreendedorismo por oportunidade, que visa a aposta em um negócio quando uma chance ou ideia inovadora aparece, também aumentou, indo de 57% para 59%.

O movimento e perfil independente do jovem caminha junto do desejo de ser o próprio chefe e se tornar administrador do próprio futuro. A modalidade vem conquistando os jovens e, o melhor de tudo, rendido bons frutos. É comum encontrar histórias inspiradoras e que servem de motivação para aqueles que precisam de um “empurrão” para começar a busca por um novo destino, com garra e dedicação.

Faturamento de dez dígitos

Jonathas Freitas, investidor de diversas empresas, começou arriscando. O paulista, que foi morar no interior da Bahia aos 10 anos de idade, teve uma infância e adolescência como de outro qualquer. No momento de escolha de seu bacharelado, decidiu que gostaria de conhecer mais sobre o mundo do Marketing.

No último semestre da faculdade, Jonathas recebeu um convite irrecusável: um amigo o convidou para abrir uma empresa. “Sempre ouvi que o mais importante era ter diplomas, era desenvolver habilidades específicas que de fato, solucionam problemas”, conta Jonathas, que teve a corajosa atitude de trancar o curso. O motivo era simples: ele acreditava em seu potencial de desenvolvimento de trabalho.

Foi assim que fundou seu primeiro empreendimento. Jonathas criava sites. Com bagagem de um curso técnico de design gráfico, conseguiu complementar a expertise de seu colega que era desenvolvedor.

Mergulhando em um mundo diferente

Um bom empreendedor não pode ter medo do novo. Ao montar um site para uma cliente, o pedido de um aplicativo foi recebido. Ao pesquisar sobre o processo, a paixão tomou conta de Jonathas, que aproveitou sua inserção no mundo digital e de TI para fundar uma empresa de criação de aplicativos: App2Sales. “Muitos pensam que sou programador, mas na verdade desenvolvi habilidades pela convivência com eles”, comenta o empreendedor.

Foi assim que a jornada milionária começou: a App2Sales rendeu o primeiro milhão de Jonathas. Por muitos anos, o jovem empreendedor teve seus aplicativos entre os mais baixados entre a Play Store e Google Play, além de expansão para 49 países e reconhecimento brasileiro como apps mais rentáveis - tudo isso em meio a aproximadamente 2,2 milhões de apps na App Store e 1,5 milhões na Google Play, segundo dados da pesquisa realizada pela AppFigures. Jonathas, hoje, criou seu próprio aplicativo em sociedade com Marcelo, que recebeu o nome de Gerenciagram. O resultado é um faturamento de aproximadamente R$ 20 milhões por ano.

Reconhecimento

Jonathas coleciona prêmios e boas indicações sobre seus produtos e soluções. No ano passado recebeu o Prêmio Jovem Brasileiro e o Prêmio Digital Awards, para o qual está concorrendo novamente neste ano. Quando questionado sobre suas conquistas, Jonathas reforça que ao desenvolver uma habilidade pessoal ao máximo, é possível se conectar com mais pessoas e resolver problemas reais. O sucesso acaba sendo uma consequência inevitável.

Website: http://www.gerenciagram.com.br

 

Contato