Tempo Real

MRV (MRVE3), IRB (IRBR3) e BRF (BRFS3) lideram altas da bolsa; Petrobras (PETR4) sobe com petróleo

Confira o que movimentou os mercados

Por  Equipe InfoMoney -

18h07 – Encerramos nossa cobertura, confira os destaques da Bolsa de hoje



Acessa o tempo real do InfoMoney todos os dias? Adicione este link aos favoritos do seu navegador!



18h00 – Ibovespa futuro fecha com alta de 1,41%, aos 100.725 pontos; e dólar futuro, com alta de 1,44%, cotado a R$ 5,372



17h50 – MRV (MRVE3), IRB (IRBR3) e BRF (BRFS3) são maiores altas da Bolsa

Entre as maiores altas do Ibovespa, figuraram diversas ações de companhias de setores essenciais, como as ordinárias da CPFL (CPFE3), com mais 3,92%, da Tim (TIMS3), com mais 3,37%, e da Vivo (VIVT3), com mais 2,29%.

“A queda do ICMS beneficia o setor de telefonia e outros considerados essenciais”, comenta Gustavo Cruz, estrategista da RB Investimentos.

Nicolas Merola, analista de investimentos da Inv, destaca a queda das commodities. “Era um setor que estava conseguindo resistir aos problemas macroeconômicos, mas que agora está caindo forte, com exceção do petróleo”, explica. “O CRB Index voltou a cair, no mesmo patamar de consolidação que estava no começo do ano”.

Ainda entre as maiores altas do Ibovespa, ficaram papéis do setor de proteínas – as ações ordinárias da BRF (BRFS3) e da Marfrig (MRFG3) subiram, respectivamente, 4,93% e 3,72%. A queda do preço dos grãos, bem como o recuo do real, tende a aumentar a margem dessas companhias.

O destaque entre as altas, por fim, ficou para a MRV (MRVE3), cujos papéis ON avançaram 5,25% após a companhia anunciar a venda de uma carteira de crédito avaliada em R$ 349,4 milhões. A IRB Brasil (IRBR3) fechou em alta de 4,93%, se recuperando de quedas recentes.

Do outro lado, entre as maiores quedas, destaque para os papéis da Light (LIGT3), com menos 6,57%, da Magazine Luiza (MGLU3), com menos 5,98%, e da Cogna (COGN3), com menos 3,74%.

“É até difícil explicar a queda dessas companhias por conta do recuo da curva de juros. Pode estar associado à publicação de dados da Boa Vista, que mostrou que a demanda por crédito diminuiu consideravelmente, o que pode impactar essas companhias”, diz Cruz.

Veja os destaques do dia:



17h42 – Agenda de dividendos: Engie (EGIE3), Telefônica (VIVT3), Petrobras (PETR4) e ABC (ABCB4) pagam em julho



17H38 – Fechamento dos demais índices brasileiros

  • Small Caps (SMLL): +0,73%
  • BDRs (BDRX): +2,60%
  • Fundos Imobiliários (IFIX): -0,13%

Acumulado da semana:

  • Small Caps (SMLL): -2,73%
  • BDRs (BDRX): -1,56%
  • Fundos Imobiliários (IFIX): -0,37%


17h35 – Ações com maiores baixas da semana no Ibovespa



17h34 – Ações com maiores altas da semana no Ibovespa



17h27 – Eleven atualiza recomendação de Enauta (ENAT3) para compra e preço-alvo para R$ 24

Antes, a recomendação era neutra e o preço-alvo, R$ 16,00.

“As ações da Enauta tiveram forte valorização no ano, devido a uma série de desenvolvimentos positivos sobre o futuro da companhia e à evolução do preço do petróleo”, explica a análise.



17h24 – Segunda é feriado nos EUA e indicador mais importante é a inflação ao produtor na zona do euro

Segunda-feira é o mais importante feriado dos EUA, o Dia da Independência, o 4 de Julho, e Wall Street não opera. Mas o investidor tem IPC-Fipe para avaliar, às 5h00, e os dados da inflação de maio ao produtor, na zona do euro, com previsão de alta de 1,2% no mês e de 37,1% nos 12 meses encerrados em maio.



17h20 – Partido Novo estuda teses para entrar contra PEC dos Auxílios no Supremo

O Partido Novo deverá ingressar com uma Adin no STF contra a PEC dos Auxílios, aprovada pelo Senado ontem à noite. Em entrevista ao InfoMoney, Eduardo Ribeiro, presidente do Novo, disse que o corpo jurídico do partido já está trabalhando nas teses para a apresentação da peça. Para ele, a PEC é inconstitucional, representa abuso de poder político e fere o princípio democrático.

“[O governo Bolsonaro] Errou muito. Foi um fracasso um fracasso ao longo desses 3 anos e meio, e agora quer consertar, a toque de caixa, transgredindo princípios da democracia e lei eleitoral para se manter no poder a qualquer custo. Não é assim que funciona. Tem que ganhar a eleição vencendo pelo argumento”, disse. (Marcos Mortari)



17h15 – Ibovespa fecha em alta de 0,42%, aos 98.953,90 pontos

  • Máxima: 99.339,57
  • Mínima: 97.231,18
  • Volume: R$ 24,41 bilhões

Confira a evolução do IBOV durante a semana, mês e ano:

  • Segunda-feira (27): +2,12%
  • Terça-feira (28): -0,17%
  • Quarta-feira (29): -0,96%
  • Quinta-feira (30): -1,08%
  • Semana: +0,33%
  • Julho: +0,42%
  • 2022: -5,52%


17h11 – As ações mais recomendadas pelos analistas para comprar em julho; Vale lidera, BB e Multiplan deixam lista



17h05 – Fechamento Wall Street

  • Dow Jones = +1,05%, aos 31.097,26 pontos
  • S&P 500 = +1,06%, aos 3.825,33 pontos
  • Nasdaq = +0,90%, aos 11.127,85 pontos

Fechamento da semana:

  • Dow Jones = -1,29%
  • S&P 500 = -2,21%
  • Nasdaq = -4,13%


17h03 – Fechamento dos títulos do Tesouro norte-americano

  • 30 anos: -0,006 (a 3,116%)
  • 2 anos: -0,088 (a 2,839%)
  • 5 anos: -0,120 (a 2,884%)
  • 10 anos: -0,085 (a 2,889%)


17h01 – Dólar fecha com alta de 1,65%

  • Venda = R$ 5,321
  • Compra = R$ 5,321
  • Mínima = R$ 5,279
  • Máxima = R$ 5,238


16h55 – Ibovespa fecha, preliminarmente, com alta de 0,57%, aos 99.101,36 pontos



16h45 – Fechamento Juros

  • DI (2023): -0,06 pontos, a 13,70%
  • DI (2025): -0,12 pontos, a 12,63%
  • DI (2027): -0,05 pontos, a 12,60%
  • DI (2029): -0,05 pontos, a 12,74%
  • DI (2031): -0,04 pontos, a 12,82%


16h40 – Eurasia: aumento no pagamento de auxílios assistenciais deve ter pouco impacto no resultado das eleições

Em relatório, a consultoria política avalia que o impulso eleitoral para o presidente Jair Bolsonaro (PL) provavelmente será modesto. Em sua justificativa está que os brasileiros que recebem o benefício são mais leais ao ex-presidente Lula (PT), com um alto percentual dizendo que já decidiu seu voto.

Além disso, após a aprovação do auxílio emergencial de 2021, houve uma defasagem de três meses entre o lançamento de um novo benefício e o aumento nos índices de aprovação de Bolsonaro.

“Esses fatores sugerem que a PEC 1 provavelmente teria um impacto modesto nos números de Bolsonaro (provavelmente um aumento de um a três pontos no máximo)”, escreveram em relatório.

Índice de aprovação de Bolsonaro após o auxílio emergencial de 2020 – Fonte: Eurasia com institutos de pesquisas eleitorais

Dessa forma, a PEC não será grande o suficiente, acrescentaram, para alterar as chances de 70% de uma vitória de Lula em outubro. “A chave para uma vitória de Bolsonaro (de 25% a 30% de chances) continua sendo melhorias adicionais no mercado de trabalho e uma campanha negativa muito eficaz contra Lula antes da votação”.



16h37 – Dow Jones e S&P 500 aceleram ganhos e altas já passam do 1%

  • Dow Jones: +1,05% (há uma hora, alta era de +0,68%)
  • S&P 500: +1,07% (há uma hora, alta era de+0,61%)
  • Nasdaq: +0,86% (há uma hora, alta era de +0,40%)


16h35 – Ibovespa renova máxima, com mais 0,81%, e chega a 99.339,57 pontos



16h32 – Ação da Camil (CAML3) tem forte alta com visão mais positiva de analistas sobre operações da companhia



16h30 – Fechamento Petróleo

  • WTI (agosto): +2,45% (a US$ 108,35)
  • Brent (setembro): +2,16% (a US$ 111,38)


16h22 – Importações da categoria de fertilizantes disparam 178% no primeiro semestre

Segundo dados da balança comercial, as compras do exterior de adubos ou fertilizantes químicos (exceto fertilizantes brutos) somaram US$ 12,842 bilhões, ante US$ 4,576 bilhões do primeiro semestre de 2021.

As importações de óleos combustíveis de petróleo ou de minerais betuminosos (exceto óleos brutos) aumentaram 82,4%, para US$ 9,751 bilhões. Já as compras externas de óleos brutos de petróleo ou de minerais betuminosos, crus, subiram 122%, para US$ 4,026 bilhões.

As compras de gás natural, liquefeito ou não cresceram 126%, para US$ 3,525 bilhões; de carvão, mesmo em pó, mas não aglomerado, saltaram 218,9%, para US$ 3,409 bilhões; e de outros minérios e concentrados dos metais de base aumentaram 48,3%, para US$ 370 milhões.



16h15 – Governo corta projeção de superávit comercial em 2022 com gasto maior com fertilizante e combustível

O Ministério da Economia revisou para baixo a projeção para o resultado da balança comercial brasileira de 2022, diante de um salto na estimativa para as importações. De acordo com a nova previsão da pasta, apresentada hoje, o saldo comercial do ano deve ficar positivo em US$ 81,5 bilhões, ante projeção de US$ 111,6 bilhões feita em março.

A revisão foi causada principalmente pela alta nos preços de fertilizantes e combustíveis, produtos dos quais o Brasil depende de produtores internacionais. (Reuters)



16h12 – Ouro com entrega em agosto fecha em leve alta de 0,05%, a US$ 1.808,20 a onça-troy

No acumulado da semana, as perdas são de 1,21%.



HORA DO MERCADO

16h00 – Ibovespa vira e passa a subir 0,44%, aos 98.972 pontos

O principal índice da Bolsa brasileira acompanha a performance vista nos EUA, onde os benchmarks também viraram – o Dow Jones agora avança 0,78%, o S&P 500, 0,74%, e o Nasdaq, 0,59%.

Segundo a CNBC, o mercado americano repercute o fato de várias companhias terem começado, nesta sexta-feira, a alterarem seus guidances, com expectativas menores, por conta da perspectiva de menor crescimento econômico, para não falar recessão.

A General Motors, por exemplo, alertou sobre problemas de fabricação no segundo trimestre que poderiam trazer seu lucro líquido para o trimestre entre US$ 1,6 bilhão e US$ 1,9 bilhão.

Com o avanço da perspectiva de uma economia menos aquecida, a curva de juros americana registra mais um dia de queda. O treasury yield de dez anos recua 8,5 pontos-base, para 2,889%, se afastando ainda mais da máxima de 3,5%, vista há cerca de 15 dias.

No Brasil, o dia também é de alívio para a curva de juros – os DIs para 2023 e 2025 têm seus rendimentos caindo, respectivamente, seis e 11 pontos-base, para 13,70% e 12,64%. Os DIs para 2027 e 2029 veem suas taxas recuarem seis e quatro pontos, para 12,60% e 12,75%.

A perspectiva de menor crescimento econômico, no entanto, aumenta a aversão ao risco, com fluxo de capital para os EUA. O DXY sobe 0,38%, a 105,09 pontos. O dólar comercial tem nova alta frente o real, avançando 1,33%, a R$ 5,304 na compra e a R$ 5,305 na venda.

A alta do dólar beneficia companhias de proteínas, que são destaques do pregão – as ON da BRF (BRFS3) e da Marfrig (MRFG3) sobem, respectivamente, 4,86% e 3,47%, com perspectiva de melhores margens.

A MRV (MRVE3), no entanto, é a maior alta do índice, subindo 5,51% – mais cedo, foi anunciado que a companhia vendeu seu portfólio de crédito por R$ 349,4 milhões.

Do outro lado, entre as maiores quedas, estão as ações ON da Light (LIGT3) e da Magazine Luiza (MGLU3), caindo, em sequência, 6,57% e 4,70%. As ações da JHSF (JHSF3) caem 3,26%.



15h57 – Maior alta do Ibovespa segue sendo MRV (MRVE3), que avança 5,51%

Alta reflete venda de projetos nos EUA, avaliada como positiva por analistas.



15h48 – Exportações de carnes bovinas saltam 58,7% no primeiro semestre

De acordo com dados da balança comercial, as exportações de carne bovina fresca, refrigerada ou congelada somaram US$ 5,624 bilhões, ante US$ 3,515 bilhões do mesmo período de 2021.

Enquanto isso, as vendas ao exterior de carnes de aves e suas miudezas comestíveis, frescas, refrigeradas ou congeladas avançaram 35,83%, para US$ 4,301 bilhões.

Celulose

As exportações de celulose subiram 21,07% no primeiro semestre, atingindo US$ 3,844 bilhões.



15h45 – Índice de BDRs (BDRX) sobe 1,78% neste instante; no acumulado da semana, índice tem perdas de 2,19%

  • Maior alta até aqui no dia: Beyond Meat (B2YN34) = +26,12%
  • Maior queda até aqui no dia: Applied Materials (A1MT34) = -5,70%

Acumulado da semana:

  • Maior alta: BioNTech (B1NT34) = +17,64%
  • Maior queda: Coinbase Global (C2OI34) = -21,57%


15h42 – Bradesco alerta que PEC dos Combustíveis impõe risco de déficit primário em 2022



15h40 – Retrato do mercado no momento

Índices em Nova York disparam e levam Ibovespa junto.

  • Ibovespa: +0,51%, a 99.046,54 pontos, próximo da nova máxima do dia, de 99.128,10
  • Dow Jones: +0,68%
  • S&P 500: +0,61%
  • Nasdaq: +0,40%
  • Dólar: +1,29%
  • Euro: +0,78%
  • Brent: +2,34%
  • Bond 10Y EUA: -0,085 pontos


15h32 – Exportações de petróleo (óleo bruto) sobem 27% de janeiro a junho

Conforme dados da balança comercial, as vendas ao exterior de óleos brutos de petróleo ou de minerais betuminosos, crus, somaram US$ 19,128 bilhões, ante US$ 14,931 bilhões de um ano antes.

Já as exportações de óleos combustíveis de petróleo ou de minerais betuminosos (exceto óleos brutos) subiram 92,2%, para US$ 6,320 bilhões.



15h31 – Exportações de minério de ferro e seus concentrados recuaram 31,5% no primeiro semestre

Segundo os dados da balança comercial, o valor total exportado de janeiro a junho somou US$ 14,975 bilhões, ante US$ 21,688 bilhões. As vendas ao exterior de minérios de cobre e seus concentrados recuaram 20,7%, para US$ 1,196 bilhões, enquanto de outros minerais em bruto subiram 73,5%, para US$ 409 milhões.

As exportações de ferro-gusa, spiegel, ferro-esponja, grânulos e pó de ferro ou aço e ferro-ligas atingiram US$ 3,204 bilhões, alta de 41,6%. Já as vendas de produtos semiacabados, lingotes e outras formas primárias de ferro ou aço avançaram 23,1%, para US$ 3,551 bilhões.

As vendas de ouro, não monetário (excluindo minérios de ouro e seus concentrados), recuaram 8,7%, para US$ 2,316 bilhões. E, por fim, as vendas de minérios de níquel e seus concentrados somaram US$ 167,7 milhões, alta de 65,7%.



15h27 –  Exportação de soja avança 22,71% no primeiro semestre, para US$ 245,95 milhões na média diária



15h22 – Ibovespa renova máxima, com mais 0,39%, a 98.925,67 pontos



15h16 – Balança Comercial: Brasil tem superávit de US$ 8,813 bilhões em junho

A variação da média diária caiu 15,4% em relação ao mesmo mês do ano anterior. O primeiro semestre de 2022 acumulou saldo de US$ 34,246 bilhões, com média diária apresentando queda de 8,2% na relação com o 1S21.



15h12 – Com 98.536,88 pontos, nos últimos minutos Ibovespa está em terreno negativo, menos 0,04%, mas na linha da estabilidade, alternando o sinal



15h07 – Índice de Small Caps (SMLL) sobe 0,08% neste instante; na semana, índice acumula perdas de 3,42%

  • Maior alta até aqui no dia: Espaçolaser (ESPA3) = +8,53%
  • Maior queda até aqui no dia: Aeris (AERI3) = -8,57%

Acumulado da semana:

  • Maior alta: Ômega (MEGA3) = +15,62%
  • Maior queda: Traders Club (TRAD3) = -31,86%


14h59 – Governador do RJ promete novos impostos à Petrobras (PETR3;PETR4)

“Queria deixar um recado aqui à Petrobras: não é possível que façamos um esforço desses (de baixar o ICMS da gasolina a 18%) e a Petrobras continue com esses lucros absurdos; eu vou deixar, que se a Petrobras continuar fazendo aumentos, eu irei aumentar a tributação em cima da empresa, diminuindo assim o lucro deles”, disse hoje cedo Cláudio Castro (PL-RJ), que é candidato à reeleição.



14h54 – O que os países têm feito para amenizar a alta nos preços dos combustíveis



14h44 – Índices em NY viram para positivo

  • Dow Jones marca agora alta de 0,23%
  • S&P 500 avança 0,13%
  • Nasdaq ganha 0,02%, oscilando entre ganhos e perdas


14h41 – Ibovespa vira para positivo, com 0,13% e vai a 98.674,32, máxima do dia



14h38 – Preços internacionais do petróleo avançam neste momento

  • WTI (agosto): +2,53%, a US$ 108,44 (às 10h, a alta era de 2,20%)
  • Brent (setembro): +2,37%, a US$ 111,67 (às 10h, a alta era de 2,18%)


14h33 – Goldman Sachs: PEC aprovada ontem no Senado terá “impacto duradouro nas finanças públicas”

“Para além da preocupação justificada com o impacto social da subida da inflação e dos preços dos combustíveis, as medidas anunciadas irão, em alguns casos, conduzir a uma má afetação de recursos na economia e poderão ter um impacto duradouro nas finanças públicas”, diz a análise, ressaltando que é “altamente improvável que muitas das medidas anunciadas serão revertidas em janeiro de 2023”.

“Além disso, outra emenda constitucional que permite gastos além do teto de gastos é um desenvolvimento negativo na medida em que leva a uma maior erosão das principais âncoras fiscais”, diz.



14h28 – Grandes bancos seguem sofrendo com cenário de aversão ao risco e operam no vermelho

  • Banco do Brasil (BBAS3): -1,68%
  • Bradesco ON (BBDC3): -0,35%
  • Bradesco PN (BBDC4): -0,12%
  • Itaú Unibanco (ITUB4): -0,24%

Apenas Santander (SANB11) opera no positivo, embora sem amplitude: +0,10%.



14h23 – Juros em baixa neste momento

  • DI (2023): -0,06 pontos, a 13,70%
  • DI (2025): -0,08 pontos, a 12,68%
  • DI (2027): -0,03 pontos, a 12,62%
  • DI (2029): -0,02 pontos, a 12,77%
  • DI (2031): -0,01 pontos, a 12,85%


14h20 – Apostas de alta de 75 pontos-base neste mês pelo Fed nos EUA diminuem a 65,3%

A probabilidade de que o Fed eleve a taxa básica de juros em 75 pontos-base no dia 27 de julho recuava hoje a 65,3%, conforme indicava o monitoramento do CME Group. A chance de uma alta de 50 pontos-base é de 34,7%. Ontem0, esses níveis eram de 82,6% e 17,4%, respectivamente.

Para a última decisão deste ano, em 14 de dezembro, a possibilidade vista como majoritária é que os juros estejam na faixa entre 3,25% e 3,50% (45,3%), seguida pela faixa entre 3,00% e 3,25% (33,1%) e entre 3,50% e 3,75% (14,2%). (Estadão Conteúdo)



14h17 – Levante Investimentos: acordo entre Fleury (FLRY3) e Hermes Pardini (PARD3) “pode levar a uma reprecificação das empresas”

“Como o setor de saúde é altamente pulverizado, acreditamos que a operação será aprovada pelo CADE sem maiores problemas. O Grupo Fleury indicou a possibilidade de um aumento de capital para dar suporte a possíveis aquisições no futuro”, lembra. “Acreditamos que a potencial incorporação pode levar a uma reprecificação de ambas empresas. Os preços devem negociar de acordo com a relação de troca a partir de agora”.

Depois da alta considerável ontem, hoje ambos os papéis abrem no vermelho, com PARD3 perdendo 1,20% e FLRY3 recuando 2,94%.



14h15 – Retrato do mercado no momento

  • Ibovespa: -0,36%
  • Dow Jones: -0,26%
  • S&P 500: -0,32%
  • Nasdaq: -0,56%
  • Dólar: +1,47%
  • Euro: +0,69%
  • Brent: +2,08%
  • Bond 10Y EUA: -0,075 pontos


14h11 –  Vale (VALE3) mantém perdas acima de 2%; neste instante, queda de 2,98%

Pouco depois do meio-dia, o ativo perdia 2,72%.



HORA DO MERCADO

14h03 – Ibovespa caminha para encerrar primeiro pregão do segundo semestre no vermelho, pressionado pelo exterior e risco fiscal 

O principal índice da bolsa brasileira chegou a cair mais de 1%, mas reduziu perdas com ajuda da Petrobras e bancos, e no momento opera com baixa de 0,34%, aos 98.206 pontos.

O Ibovespa acompanha mau humor do mercado exterior. Além dos temores de uma recessão global, que impactam as Bolsas estrangeiras e algumas commodities, os investidores repercutem, aqui no Brasil, a aprovação da PEC dos Auxílios no Senado, com estado de emergência, no valor de R$ 41,25 bilhões.

Em Wall Street, as bolsas arrefecem as perdas. Dow Jones cai -0,25%; S&P500, -0,35%; e Nasdaq, -0,59%.

Enquanto isso, o dólar comercial opera com alta de 1,67%, cotado a R$ 5,321 na compra e a R$ 5,322 na venda.

Já os juros futuros recuam mais forte na ponta mais curta da curva: DIF23, -0,06 pp, a 13,70%; DIF25, -0,09 pp, a 12,66%; DIF27, -0,03 pp, a 12,62%; DIF29, -0,03 pp, a 12,77%; e DIF31, -0,01 pp, a 12,85%.

As ações da SulAmérica (SULA11) e da Fleury (FLRY3)  são destaques negativos, caindo, respectivamente, 4,21% e 3,44%. A Fleury subiu forte após anúncio de combinação de negócios com Hermes Pardini na véspera.

Entre as maiores altas, destaque para as ações da MRV (MRVE3), com ganhos 5,89%, e da IRB (IRBR3), que sobe 3,94%. Papéis da MRV repercutem a venda de projetos nos EUA, avaliada como positiva por analistas.

Destaque também para as ações do frigorífico que são impulsionadas pela alta do dólar e perspectivas para recuo dos preços das commodities agrícolas.



13h55 – Principais índices europeus iniciam julho sem direção definida; semana encerra com amplas perdas

Os investidores enfrentaram a notícia de que a inflação na zona do euro atingiu o recorde de 8,6% em junho.

  • Stoxx 600: -0,01%
  • DAX (Frankfurt): +0,23%
  • FTSE 100 (Londres): -0,01%
  • CAC 40 (Paris): +0,14%
  • IBEX 35 (Madri): +0,96%
  • FTSE MIB (Milão): +0,29%
  • MOEX (Moscou): +0,08%

Acumulado da semana:

  • Stoxx 600: -1,40%
  • DAX (Frankfurt): -2,23%
  • FTSE 100 (Londres): -0,56%
  • CAC 40 (Paris): -2,34%
  • IBEX 35 (Madri): -0,82%
  • FTSE MIB (Milão): -3,46%
  • MOEX (Moscou): -7,73%


13h48 – Omega (MEGA3) recua 3,50%, a R$ 11,58; fundo Actis adquiriu mais de 12% do capital social da elétrica



13h44 – Gerdau (GGBR4) e Embratel anunciam acordo para rede privativa 5G e LTE 4G em Ouro Branco (MG)

O projeto desenvolvido pela Embratel incluirá a instalação de diversas torres no local para ampliar a abrangência da conectividade e as possibilidades de automação, com cobertura em mais de 8.300.000 m2 da produtora de aço.

Segundo as empresas, este é o primeiro projeto de uso da quinta geração da internet móvel no setor do aço na América Latina. (Estadão Conteúdo)



13h40 – Ibovespa reduz perdas, a menos 0,21%, aos 98.338 pontos, com valorização da Petrobras

As ações ON e PN da Petrobras (PETR3;PETR4) ampliaram alta para 1,60% e 1,75%, nesta ordem.



13h38 – Bolsonaro acusa governadores de “extorsão” e cobra redução de tributos sobre combustíveis



13h37 – Dólar desacelera alta para 1,39%, a R$ 5,307, após bater máxima de 5,338



13h34 – CCR (CCRO3) e Ecorodovias (ECOR3): congelamento de pedágios em SP é negativo do ponto de vista regulatório e de fluxo de caixa, avalia XP

Para analistas, a decisão do governo de São Paulo de não reajustar tarifas de pedágio pressiona o fluxo de caixa das companhias no curto prazo.

Mas é neutro do ponto de vista de valuation, pois é intenção do governo reequilibrar totalmente os contratos daqui para frente.



13h28 – MRV (MRVE3): XP reitera recomendação de compra e preço-alvo de R$ 19, após recompra de ações e venda de empreendimentos nos EUA

Para analistas, a operação deve ter impacto positivo no resultado do 2T22, pois Resia continua ajudando nos resultados consolidados da MRV.

Além disso, analistas destacam que a demanda pelo mercado de aluguel e projetos da Resia continua sólida, demonstrando resiliência do mercado para projetos multifamily nos EUA.



13h24 – Partido Novo deve recorrer ao STF para questionar PEC dos benefícios sociais



13h21 – Fleury (FLRY3): BTG mantém recomendação neutra e preço-alvo de R$ 17

Segundo BTG, a fusão entre dois grandes consolidadores nacionais com marcas fortes parece naturalmente positiva.

No entanto, o potencial aumento de capital deve ser altamente diluído (mais de 15% da contagem de ações da nova empresa).



13h15 – Câmara dos Deputados deve votar PEC dos Combustíveis até quinta-feira (7)

A informação é da CNN Brasil, citando o líder do governo na Casa, Ricardo Barros (PP-PR). A chance de aprovação é alta, de modo que a promulgação pode já ser também na semana que vem. O texto foi aprovado ontem pelo Senado Federal.



13h11 – Parlamentares entram no STF contra obrigatoriedade de emendas de relator em 2023



13h08 – BofA: expansão da Suzano (SUZB3), com nova fábrica no ES, impulsiona diversificação no negócio

Ontem, a empresa anunciou um projeto greenfield de tissue de 60Kt/ano, com início até 2024 para um capex estimado em R$ 600 milhões.

O BofA mantém rating de compra para a ação, “refletindo nossa visão mais positiva da celulose e sua valorização atrativa, com a ação descontando uma correção de preço para menos de ~ US$ 500 / t, o que parece exagerado em nossa opinião”.

O preço-alvo é de R$ 70,00. No momento, o ativo ganha 0,87%, a R$ 50,12.



13h03 – MRV (MRVE3): recompra de ações é positiva para companhia, avalia Ativa

Programa ocorrerá durante os próximos 18 meses e alcançará até 2% do capital da empresa. Segundo analistas, o investimento do capital nas ações significa que os papéis estão descontados.

A MRV divulgou também venda de projetos nos EUA e a liquidação das operações referentes à venda de carteira Pró-Soluto.

No momento, ações da MRV lideram ganhos do Ibovespa, subindo 5,25%, a R$ 8,22.



12h55 – BofA: fusão Fleury (FLRY3) e Hermes Pardini (PARD3) fortalece posição em segmento onde escala é importante

“Vemos a fusão como positiva (refletida no preço das ações em cerca 16%), pois fortalece uma posição dominante em um segmento onde a escala é importante. As principais sinergias incluem processamento de exames e fortalecimento das negociações com operadoras de saúde para melhores preços”, resume.

A classificação para FLRY3 é underperform (desempenho abaixo da média de mercado), com preço-alvo de R$ 17,00. No momento, o ativo recua 5,71%, a R$ 15,37.



12h53 – Maioria dos índices setoriais opera em alta neste momento

As exceções são Materiais Básicos (IMAT), que cai 1,35%; e Financeiro (IFNC), com menos 0,12%.

Os demais sobem, embora sem muita elasticidade: Imobiliário (IMOB) lidera, com alta de 1,08%; seguido por Industrial (INDX), que sobe 0,48%; Utilidade Pública (UTIL), com alta de 0,29%; Consumo (ICON, com mais 0,24%; e Energia Elétrica (IEE), com alta de 0,17%.



12h50 – Ibovespa reduz perdas, a menos 0,46%, aos 98.085 pontos, com melhora da Petrobras

As ações da Petrobras (PETR3;PETR4) viraram novamente para alta de, respectivamente, de 0,65% e 1,04%.



12h47 – Frigoríficos figuram entre maiores altas do Ibovespa com avanço do dólar

Papéis de frigoríficos figuram entre as maiores altas do Ibovespa, com a valorização do dólar e redução do rebanho de suínos na China, que pode resultar em valorização da proteína no país.

Marfrig (MRFG3) tem alta de 3,80%, a R$ 12,57; BRF (BRFS3) sobe 3,24%, a R$ 14,03; Minerva (BEEF3) +3,09%, a R$ 13,67 e JBS (JBSS3) +0,06%, a R$ 31,61.



12h43 – Queda no rebanho de suínos na China pode ser um indicador de que demanda por grãos poderá arrefecer, aponta Ativa

Isso, segundo analistas, pode constituir um possível fator de alívio no preço dos grãos, embora ainda cedo para fazer um diagnóstico definitivo, especialmente em função da guerra na Ucrânia, que persiste.

Além disso, a queda de oferta de suínos na China tende a valorizar a carne suína no país. A notícia é positiva para a BRF (BRFS3) e a JBS (JBSS3).



12h38 – Bolsonaro agradece ao Senado por PEC que turbina benefícios em ano eleitoral

O presidente Bolsonaro agradeceu nesta sexta-feira (1º) aos senadores que aprovaram na quinta-feira (30) a PEC que turbina os benefícios sociais em ano eleitoral. “Quero cumprimentar senadores. Ontem o Senado majorou valor do Auxílio Brasil”, afirmou em Feira de Santana, Bahia.

O Nordeste é a região do País onde Bolsonaro marca a maior distância em relação ao ex-presidente Lula (PT) nas pesquisas de intenção de voto. De acordo com a mais recente pesquisa Datafolha, a diferença é de 30 pontos porcentuais: 48% a 18%. (Estadão Conteúdo)



12h34 – PMI de Manufatura Global cai a 52,2, o mais baixo em 22 meses

Em maio, o PMI veio em 52,3. Mesmo assim, com o resultado de junho, o PMI permaneceu acima da marca neutra de 50,0 pelo vigésimo quarto mês consecutivo.



Dólar salta 10% em junho mas acumula queda de 6% no ano; privatização do Porto de Santos no radar



12h29 – Veja as ações que a XP avalia como com perspectivas positivas de crescimento e múltiplos atrativos

Segundo a XP, essas ações contam com expectativa de crescimento de receita e Ebitda até o próximo ano; ROE acima do setor; recomendação de Compra no consenso de mercado; e múltiplos descontados em relação aos pares e ao Ibovespa.

*Preço-alvo da cobertura XP, os outros não estão sob cobertura XP e são do consenso segundo Refinitiv, Eikon.


12h26 – XP: Modelo do Ibovespa implica um WACC de 11,7%; um P/L alvo de 8,0x (ainda abaixo da média histórica de 11x); e um EV/Ebitda de 5,0x, também abaixo da média histórica de 6,5x



12h25 – Ações PN da Petrobras (PETR4) viram para alta de 0,21%, R$ 27,99



12h24 – Vendas de imóveis crescem 16,2% em maio na cidade de São Paulo, aponta Secovi



12h21 – XP: novo preço-alvo do Ibovespa implica em uma alta de 22%, frente os atuais 98.542 pontos



12h20 – XP atualiza projeção do Ibovespa para o final de 2022 para 120.508 mil pontos



12h18 – Ibovespa reduz perdas, a menos 0,59%, aos 97.960 pontos, com melhora no exterior e blue chips

Em NY, as bolsas diminuem as perdas: Dow Jones, -0,16%; S&P500, +0,02%; e Nasdaq, +0,07%.

Já as ações da Vale (VALE3) reduziram suas perdas, para menos 2,72%, e as da Petrobras (PETR3;PETR4) para queda, respectivamente, de 0,82% e 0,25%.



12h13 – Dólar segue em trajetória de avanço, com alta de 1,81%, a R$ 5,329; na máxima de hoje bateu os R$ 5,338 



12h11 – Veja os principais acontecimentos da bolsa no 1º semestre, segundo a XP



12h09 – Lula diz que quer deixar “gente mais nova” governar país após eventual terceiro mandato



12h08 – Tesouro Direto: após semana de alta, taxas recuam; remuneração de prefixado supera 13% ao ano



12h06 – Seguro-desemprego custou US$ 1,92 bilhão para China nos primeiros cinco meses de 2022

Esse é o valor que o governo reembolsou em seguro-desemprego pago pelas empresas nos primeiros cinco meses do mês, em uma tentativa de manter a estabilidade do emprego, segundo a agência de notícias Xinhua. Foram beneficiadas cerca de 51,89 milhões de pessoas.



12h04 – Paraná Banco aprova JCP no valor de R$ 20,9 milhões

Montante equivalente a R$ 0,006430726 por ação do banco. O pagamento será creditado em 05 de julho.



12h – Dólar salta 10% em junho, mas cai 6% em semestre volátil: o que esperar para a segunda metade do ano?



11h56 – Rastreador do PIB do Fed de Atlanta mostra que economia dos EUA está provavelmente em recessão

Segundo a CNBC, a medida GDPNow (PIBAgora) do Fed de Atlanta, que rastreia dados econômicos em tempo real e se ajusta continuamente, vê a produção do segundo trimestre contraindo 1%. Juntamente com o declínio de 1,6% no primeiro trimestre, isso se encaixaria na definição técnica de recessão.



11h54 – Ações ON da MRV (MRVE3) registram maior alta do Ibovespa, subindo 4,48%, a R$ 8,16, após venda de projetos nos EUA



11h49 – UBS sobre aéreas: “decolagem adiada”

A análise reitera recomendação de venda de Azul (AZUL4) e Gol (GOLL4) e diminui em 9% os preços-alvo para, respectivamente, R$ 11,50 (de R$ 17,50) e R$ 8,60 (de R$ 11,20).

A demanda reprimida atingiu o pico do ciclo no mercado doméstico brasileiro, de acordo com o UBS: “o cenário macro atual mostra que desde agosto de 2021, a capacidade entregue está acima do normal, enquanto os dados mais recentes apontam para uma tendência de queda de capacidade, com o fechamento do gap ASK real e regredido”.

No momento, AZUL4 sobe 1,37% a R$ 12,55, enquanto GOLL4 cresce 0,22%, a R$ 9,09.



11h43 – Dólar segue em trajetória de avanço, com alta de 1,90%, a R$ 5,334; na máxima de hoje bateu os R$ 5,338 



11h41 – Em SP, Datafolha mostra que Lula (PT) tem 43% e Bolsonaro (PL), 30%

Ciro Gomes (PDT), apenas com o recorte do estado, tem 8%; André Janones (Avante), 2%; e Simone Tebet (MDB), 1%.

A pesquisa ouviu 1.806 eleitores entre os dias 28 e 30, com uma margem de erro de dois pontos percentuais.



11h38 – Bradesco BBI: queda global dos preços de commodities agrícolas é positiva para BRF (BRFS3), Ambev (ABEV3) e M Dias Branco (MDIA3)

O milho caiu 18% em junho, a maior queda em uma década, enquanto o trigo caiu na mesma proporção, a maior desde 2015.

A queda dos preços das commodities deve fazer Ambev, BRF e M Dias Branco se beneficiarem mais do custo dos insumos, enquanto o BBI continua cauteloso com produtores agrícolas como SLC Agrícola (SLCE3), por segue sendo impactado pelos preços internacionais.



11h33 – Ibovespa amplia, novamente, as perdas, a menos 1,02%, aos 97.540 pontos, com piora no exterior e blue chips

Em NY, as bolsas aceleraram as perdas: Dow Jones, -0,81%; S&P500, -0,62%; e Nasdaq, -0,62%.

Já as ações da Vale (VALE3) ampliaram suas perdas, para menos 3%, e as da Petrobras (PETR3;PETR4) para queda, respectivamente, de 1,67% e 1,40%.



11h27 – Levante Investimentos destaca Neoenergia (NEOE3) como “principal ganhadora do leilão” de transmissão

A empresa arrematou dois lotes, mesmo “tendo inicialmente passado a sinalização de que não realizaria grandes avanços neste leilão, a companhia surpreendeu”.

Mas, a Levante pondera que esse movimento “não foi bem recebido pelo mercado”, a ponto da Neoenergia ter que realizar uma teleconferência logo em seguida do leilão, apresentando o racional de suas propostas.

Neste início de pregão, NEOE3 cai 0,47%, a R$ 14,85.



11h18 – Ibovespa amplia perdas, a menos 0,72%, aos 97.833 pontos, com piora no exterior

Em NY, as bolsas passaram a operar no negativo: Dow Jones, -0,55%; S&P500, -0,29%; e Nasdaq, -0,10%



11h17 – Ecorodovias (ECOR3) diz que analisará medidas necessárias para resguardar seus direitos e assegurar cumprimento de contratos

Assim como a CCR (CCRO3), a companhia disse ter tomado conhecimento da decisão sobre congelamento de pedágios em São Paulo por meio do Diário Oficial de São Paulo.

No momento, as ações sobem 1,40%, a R$ 5,78.



11h14 – PMI Industrial dos EUA recua a 52,7 em junho, contra os 57,0 de maio

O PMI caiu para seu nível mais baixo desde julho de 2020, em meio a uma quase estagnação da produção industrial e uma queda nos novos pedidos, e à alta da inflação.



11h11 – Eneva (ENEV3) firma contrato de fornecimento de GNL para a Vale (VALE3)

Contrato tem vigência de 5 anos a partir do início do fornecimento comercial, previsto para o primeiro semestre de 2024. O investimento total estimado para a implantação das duas unidades de liquefação é de R$ 980 milhões.,

A Eneva suprirá o GNL a partir de suas concessões na Bacia do Parnaíba, onde será instalada uma unidade adicional de liquefação de gás natural com capacidade instalada de 300.000 m3 /dia. Com isso, a capacidade total de liquefação na Bacia do Parnaíba atingirá de 600.000 m3 /dia, destinada majoritariamente para atender aos contratos da Vale e Suzano.

No momento, as ações da Eneva avançam 0,54%, a R$ 14,85.



HORA DO MERCADO

11h04 – Ibovespa inicia julho no vermelho e dólar em alta, com temor fiscal

Após registar o pior mês desde março de 2020, a bolsa brasileira opera com baixa de 0,54%, aos 98.008 pontos, apesar da melhora do humor no mercado americano.

Além dos temores de uma recessão global, que impactam as Bolsas estrangeiras e algumas commodities, os investidores repercutem, aqui no Brasil, a aprovação da PEC dos Auxílios no Senado, com estado de emergência, no valor de R$ 41,25 bilhões.

Em Wall Street, as bolsas operam em alta após abrirem em baixa. Dow Jones sobe +0,36%; S&P500, +0,42%; e Nasdaq, +0,53%.

Enquanto isso, o dólar comercial opera com alta de 1,67%, cotado a R$ 5,321 na compra e a R$ 5,322 na venda.

Já os juros futuros recuam: DIF23, -0,04 pp, a 13,72%; DIF25, -0,07 pp, a 12,69%; DIF27, -0,03 pp, a 12,63%; DIF29, -0,02 pp, a 12,77%; e DIF31, -0,01 pp, a 12,85%.

As ações da Fleury (FLRY3) e da SulAmérica (SULA11) são destaques negativos, caindo, respectivamente, 4,05% e 4,03%. Ambas companhias subiram forte após anúncio de combinação de negócios na véspera.

Entre as maiores altas, destaque para as ações da Marfrig (MRFG3), com ganhos 4,87%, e da Embraer (EMBR3), que sobe 3,93%.

As ações do frigorífico são impulsionadas pela alta do dólar e perspectivas para recuo dos preços das commodities agrícolas.



10h59 – Ações da Petrobras (PETR3;PETR4) passam a opera em queda, respectivamente, de -0,52%, a R$ 30,41, e -0,22%, a 27,86



10h55 – Veja os impactos à CCR (CCRO3) e Ecorodovias (ECOR3) da suspensão dos reajuste dos pedágios



10h50 – PMI Industrial do Brasil vai a 54,1 em junho, ante 54,2 em maio

Apesar do pequeno recuo, os dados mais recentes encerraram um forte desempenho para o segundo trimestre como um todo. A média do PMI foi de 53,4, um aumento em relação a 49,9 no trimestre inicial do ano e é a mais alta desde o terceiro trimestre de 2021. Pedidos a fábricas e empregos expandiram de maneira sólida em junho.

PMI industrial Brasil em julho


10h48 – Ações ON da Petrobras (PETR3) reduzem alta para 0,23%, a R$ 30,61; PNs sobem 0,43%, a R$ 28,05



10h47 – Bolsas em NY passam a opera no positivo: Dow Jones, +0,45%; S&P500, +0,54%; e Nasdaq, +0,39%



10h40 – Dólar renova máxima do dia, com alta de 1,79%, cotado a R$ 5,328 na compra e a R$ 5,329 na venda



10h38 – Ibovespa inicia julho no vermelho, pressionado pelo exterior e risco fiscal

Após registar o pior mês desde março de 2020, a bolsa brasileira opera com baixa de 0,36%, aos 98.183 pontos, acompanhando o mau humor do mercado americano. Além dos temores de uma recessão global, que impactam as Bolsas estrangeiras e algumas commodities, os investidores repercutem, aqui no Brasil, a aprovação da PEC dos Auxílios no Senado, com estado de emergência, no valor de R$ 41,25 bilhões.



10h34 – Light (LIGT3) tem nova sessão de baixa, liderando as perdas, com menos 6,06%

Na véspera, as ações da Light recuam 15,62% após saída de CEO. Empresa afirmou que nada muda com saída do executivo e que planos estão mantidos.



10h32 – Abertura Wall Street: bolsas em NY abrem em leve queda neste primeiro dia do segundo semestre

  • Dow Jones = -0,02%, aos 30.777,51 pontos;
  • S&P 500 = -0,02%, aos 3.763,78 pontos;
  • Nasdaq = -0,16%, aos 11.011,67 pontos.


10h30 – Marfrig (MRFG3) registra maior alta do Ibovespa, subindo 2,39%, a R$ 12,40



10h28 – Ação ON da Fleury (FLRY3) caem 2,27%, a R$ 15,93, após subir 16% na véspera

Na quinta-feira, a companhia anunciou combinação de negócios com Hermes Pardini (PARD3)



10h27 – Lula (PT) descarta tentar reeleição em 2026: “daqui a 4 anos vai ter gente nova”

Segundo o Estadão, o petista afirmou que, se eleito em outubro, não pretende ser um presidente da República “nervoso”, “que está pensando em sua reeleição”, mas evita apresentar Geraldo Alckmin (PSB) como sucessor natural.

O ex-tucano evita comentar a hipótese de disputar a sucessão do petista, mas integrantes do PSB não escondem essa expectativa. Ainda assim, Lula não citou o nome do ex-governador nesse contexto de um segundo mandato: “daqui a quatro anos vai ter gente nova”.



10h24 – Petroleiras sobem em conjunto com alta do petróleo no mercado internacional

Petrorio (PRIO3) sobe 1,77%, a R$ 22,38; 3R Petroleum (RRRP3) +0,74%, a R$ 35,41; e PetroRecôncavo (RECV3) +0,59%, a R$ 25,79.



10h19 – Papéis ON da MRV (MRVE3) caem 0,90%, a R$ 7,74; empresa vendeu projetos nos EUA por US$ 195 mi

Operação foi considerada positiva por analistas.



10h17 – Ibovespa amplia queda para menos 0,89%, aos 97.669 pontos



10h16 – Ações ordinárias da Rede D’or (RDOR3) caem 2,28%, a R$ 28,32; companhia aprovou JCP de R$ 219,3 milhões



10h14 – Ibovespa opera com queda de 0,69%, aos 97.859 pontos



10h12 – Bradesco BBI: não está claro se texto aprovado pelo Senado será suficiente para o etanol continuar competitivo

“Em vez de eliminar o ICMS sobre o diesel (que estava sendo cogitado), a PEC trouxe outra forma de benefício social voltado para as classes de menor renda”, começa o BBI. “Para o etanol, o incentivo se dará por meio de repasses do governo aos estados que concedem créditos tributários de ICMS sobre o etanol”, acrescentou.

“A proposta pode ser boa para o setor, mas como a PEC não discute a obrigatoriedade do corte de impostos, não está claro se esse incentivo será suficiente para manter a competitividade do etanol”, conclui.



10h11 – Ações ordinárias e preferenciais da Petrobras (PETR3;PETR4) sobem, respectivamente, +0,85%, R$ 30,80, e +1,04%, R$ 28,22

Sessão é de alta para o preço do petróleo, com o WTI avançando 2,20%, a US$ 108,09, e o Brent subindo 2,18%, a US$ 111,41.



10h08 – Vale (VALE3) abre em baixa de 1,29%, a R$ 75,57, com forte queda do minério na China



10h05 – Morgan Stanley troca B3 (B3SA3) pela produtora de carne bovina JBS (JBSS3)

O time de análise acredita que a empresa deve se beneficiar de um real mais fraco e margens mais altas de carne bovina nos EUA. Os potenciais catalisadores são ganhos melhores do que o esperado no segundo trimestre e cerca de 10% de dividendos mais rendimento de recompra.

O banco americano excluiu a B3 porque deseja reduzir exposição a ações sensíveis a taxas de juros orientadas para o mercado doméstico após a recente deterioração das perspectivas fiscais para o país.

XP (XPBR31), Itaú (ITUB4), Bradesco (BBDC4), BTG (BPAC11), Equatorial (EQTL3) e Localiza ([ATIVO=RENT3]) completam a lista.



10h04 – Ibovespa abre, preliminarmente, com queda de 0,13%, aos 98.417 pontos



9h59 – Reservatórios das hidrelétricas têm melhor patamar desde 2012, diz ONS



9h55 – CCR (CCRO3) pede que governo de SP cumpra com contratos em vigor

O Governo do Estado de SP decidiu estabilizar, temporariamente, o valor vigente das tarifas de pedágios, deixando de aplicar o reajuste dos contratos de concessão de rodovias, previsto para vigorar a partir de 1°de julho de 2022.

Dessa forma, a CCR pediu que o governo reitere seu respeito a lei e aos contratos de concessão em vigor, visando estabelecer medidas adequadas e imediatas para evitar os desequilíbrios contratuais.

Caso contrário, as concessionárias adotarão as medidas cabíveis para garantir a aplicação dos direitos contratualmente estabelecidos.



9h50 – Juros futuros ampliam queda frente à abertura nos principais vencimentos:

DIF23, -0,05 pp, a 13,71%; DIF25, -0,09 pp a 12,66%; DIF27, -0,06 pp, a 12,60%; DIF29, -0,05 pp, a 12,74%; e DIF31, -0,05pp, a 12,81%.



9h48 – Zona do euro: inflação ao consumidor anual atinge recorde de 8,6% em junho, sob efeitos de guerra



9h45 – CSN Mineração (CMIN3): UBS-BB reitera recomendação de venda e reduz preço-alvo de R$ 5,30 para R$ 4,30

A recomendação do banco reflete a perspectiva de enfraquecimento da demanda do setor de construção na China e queda do minério de ferro.

Com os preços sendo negociados abaixo do pico no 2T22, analistas avaliam que isso pode pesar nos resultados da mineradora.



9h42 – Inter (INBR31): UBS-BB recomenda compra e preço-alvo de US$ 6

O banco considera a avaliação atraente e acredita que a maioria das notícias negativas já estejam precificadas nas cotações atuais.



9h40 – Dólar renova máxima do dia, com mais 1,41%, cotado a R$ 5,307 na compra e a R$ 5,308 na venda



9h38 – Confira a evolução da inflação da indústria, medida pelo Índice de Preços ao Produtor (IPP) do IBGE



9h34 – Ibovespa futuro cede à pressão do exterior e recua 0,26%; dólar se reaproxima de R$ 5,30



9h30 – Dólar comercial amplia alta, para +1,16%, cotado a R$ 5,294 na compra e a R$ 5,295 na venda



9h29 – RJ vai reduzir ICMS da gasolina e preço do litro deve cair R$ 1,30, diz Bolsonaro



9h26 – Veja a análise Gráfica de Pam Semezzato, da Clear Corretora

IBOV: “Deu continuidade na queda, mas ainda nada muito relevante para definição de tendência. Precisamos esperar o rompimento do fundo anterior em 97.700 para confirmar o movimento de queda. Mês de Junho fechou com uma barra bem vendedora e perdendo o fundo anterior, mas também precisa da continuidade para confirmar a tendência.”

DÓLAR:Segue com força na compra e mantendo o padrão de um dia negativo e sem continuidade na queda. Aguardamos o rompimento do topo anterior de 5.300 para reversão de tendência. Por enquanto consideramos como lateralização entre 4.700 e 5.300.”



9h24 – MRV (MRVE3) vende carteira de crédito imobiliário Pró-Soluto por R$ 396,2 milhões

O montante líquido total recebido pela companhia foi de R$ 349,4 milhões.



9h20 – S&P Global: PMI industrial da zona do euro cai a 52,1 em junho, mas supera prévia



9h15 – Apetite por crescimento entre transmissoras de energia é alto, aponta Credit Suisse

Para analistas, as transmissoras apresentaram melhorias significativas em relação aos números regulatórios nos últimos leilões. Consequentemente, acreditam que esses fatores devem ajudar as empresas a fornecer retornos potencialmente razoáveis.

Analistas também destacam que a Equatorial e a Alupar têm sido conservadoras em seus lances, apresentando forte disciplina de capital, o que deve ter sido bem recebido pelo mercado. A CPFL também não participou do leilão, provavelmente abrindo espaço para pagamentos adicionais de dividendos em 2022.



9h14 – ADRs da Petrobras PBRA sobem 0,38%, a US$ 10,67 e PBR recuam 0,34%, a US$ 11,64

Sessão é de alta para o preço do petróleo, com o WTI avançando 2,77%, a US$ 108,70, e o Brent subindo 2,83%, a US$ 112,12.



9h13 – BB Seguridade (BBSE3), Vale (VALE3), Minerva (BEEF3) e Grupo SBF (SBFG3) entram na carteira de julho do BBA

Saíram B3 (B3SA3), Gerdau (GGBR4), JBS (JBSS3) e Assaí (ASAI3).

BB, Ânima, Energisa, Hypera, Multiplan, Totvs, PetroRecôncavo, São Martinho, Iochpe-Maxion, Localiza, Suzano, MRV e Vivara completam a lista.



9h11  – ADR da Vale recua 1,61%, a US$ 14,40, acompanhando forte recuo do minério na China

Minério recua 5,12% porto chinês Qingdao, a US$ 114,96 a tonelada



9h10 – IBGE: No acumulado do ano, variação do IPP soma 9,06%; em 12 meses aumento é de 19,15%



9h10 – IBGE: Índice de Preços ao Produtor (IPP) sobe 1,83% em maio; das 24 atividades analisadas, 21 tiveram alta



9h09 – PMI da China industrial avança de 48,1 para 51,7 em junho, diz S&P/Caixin



9h08 – Dólar comercial abre com alta de 0,81%, cotado a R$ 5,234 na compra e a R$ 5,235 na venda



9h06 – Juros futuros abrem em queda nos principais vencimentos

DIF23, -0,02 pp, a 13,74%; DIF25, -0,05 pp a 12,70%; DIF27, -0,03 pp, a 12,62%; e DIF29, -0,02 pp, a 12,77%.



9h04 – Dólar futuro para agosto sobe 0,59% a R$ 5,326



9h03 – Oi (OIBR3;OIBR4) tem resultados ligeiramente negativos, avalia Credit Suisse

Do ponto de vista do Ebitda e do fluxo de caixa livre (FCF), analistas não enxergam melhorias claras, embora a falta de visibilidade das operações continuadas autônomas afete a capacidade de uma melhor avaliação.

A dívida bruta parece continuar alta em R$ 19 bilhões. mesmo após significativas amortizações de dívidas após a conclusão da venda da Oi Mobile e da V.tal.



9h01 – Ibovespa futuro abre entre perdas e ganhos e tem ligeira alta de 0,08% aos 99.400 pontos





8h55 – Bolsas europeias zeram ganhos e passam a operar em baixa

Investidores repercutem inflação na zona do euro, que bateu novo recorde em junho, e PMI’s da indústria, que vieram abaixo do previsto.

  • FTSE 100 (Reino Unido), -,26%
  • DAX (Alemanha), -0,12%
  • CAC 40 (França), -0,05%
  • FTSE MIB (Itália), -0,41%
  • Stoxx 600, -0,52%


8h52 – Ecorodovias (ECOR3): cancelamento de reajuste das tarifas em SP deve ter impacto mínimo na avaliação, afirma BBA

Analistas estimam um Ebitda de cerca de R$ 89 milhões menor para o 2S22 para a Ecorodovias, representando um efeito marginal negativo, principalmente considerando perdas que provavelmente serão reequilibradas.

BBA mantém classificação outperform para o papel, e preço-alvo de R$ 15,60 frente a cotação de quinta-feira (30) de R$ 5,70.



8h50 – Braskem (BRKM5): Aumento dos spreads de petroquímicos básicos é notícia positiva, afirma BBI

Analistas destacam que embora o mercado tenda a ignorar os petroquímicos básicos, eles representam 30% da capacidade da Braskem. Isso significa que se o aumento de US$ 300/ton nas margens de petroquímicos básicos se mantiver por 1 ano, o Ebitda consolidado seria impactado positivamente em US$ 700 milhões.

Assim, a expectativa para o Ebitda anualizado saltaria dos atuais US$ 2,9 bilhões para US$ 3,6 bilhões, significando que o EV/Ebitda atual seria de 3,1x, consideravelmente abaixo do ciclo baixo/médio nível de 5,5-5,0x.

O banco mantém classificação outperform para o papel, e preço-alvo de R$ 57 frente a cotação de quinta-feira (30) de R$ 37,24.



8h48 – IPC-S da quarta quadrissemana de junho avança 0,67%

Índice acumula alta de 10,31% nos últimos 12 meses. Nesta apuração, seis das oito classes de despesa componentes do índice registraram decréscimo em suas taxas de variação.

A maior contribuição para o resultado do IPC-S partiu do grupo Educação, Leitura e Recreação cuja taxa de variação passou de 2,76%, na terceira quadrissemana de junho de 2022 para 2,06% na quarta quadrissemana de junho de 2022. Nesta classe de despesa, cabe mencionar o comportamento do item passagem aérea, cujo preço variou 9,43%, ante 12,64% na edição anterior do IPC-S.

 



8h43 – MRV (MRVE3): venda de projetos nos EUA é positiva e em linha com estimativas do Credit Suisse

O banco suíço continua construtivo com as operações da MRV nos EUA, pois enxerga ventos favoráveis ​​para o mercado de ativos multifamiliares para locação.



8h42 – Índice de Confiança Empresarial (ICE) do FGV IBRE sobe 1,4 ponto em junho, para 98,8

Com o resultado, o indicador registra um crescimento acumulado de 7,0 pontos no segundo trimestre de 2022, após recuar 8,2 pontos nos dois trimestres anteriores. A confiança subiu em todos os setores que integram o ICE, em junho, com destaque para a melhora das avaliações sobre a situação presente.

Apenas no Setor de Serviços, a contribuição para a alta foi mais expressiva pelo componente de expectativas futuras. A maior alta da confiança setorial no mês veio do Comércio, com forte melhora nas avaliações correntes. Apesar da evolução favorável em todos os setores, apenas a confiança da Indústria alcança a faixa de neutralidade no fim do primeiro semestre do ano.



8h37 – Camil (CAML3): BBA eleva recomendação de market perform para outperform e eleva preço-alvo de R$ 11 para R$ 13

A visão construtiva do banco é baseada na avaliação convincente da Camil, bem como na melhoria do impulso dos lucros, à medida que os negócios recém-adquiridos começam a crescer e surgem oportunidades de crescimento inorgânico.

Analistas acreditam que os preços atuais praticamente não refletem o potencial dos novos negócios. Além disso, a Camil provavelmente será um player resiliente no contexto de um ambiente de consumo incerto e aumento da inflação de alimentos no Brasil.



8h35 – Leilão de transmissão tem retornos apertados, conforme o esperado pelo BBI

A Aneel leiloou 13 projetos de transmissão com capex total estimado em R$ 15,3 bilhões. Os descontos de lances até o limite da receita do leilão foram em média -46%, levando a receita agregada dos ativos para R$ 1,2 bilhão (de R$ 2,2 bilhões).

Neoenergia e CTEEP venceram dois dos maiores projetos (Lotes 2, 3 são 55% do capex do leilão ). A Neoenergia garantiu uma TIR alavancada real de 9%-10%. Embora o banco diga que não seja ruim, é menor em relação à TIR real implícita atual da ação de 14%, além da adição de VPL ser pequena em relação ao esforço do balanço – o mercado parece estimar um retorno ainda menor para o lance de Neo e, assim, as ações caíram -5%.

Para CTEEP , que ganhou o Lote 3 (também menor Lote 6) exigindo capex total de R$ 2,5 bilhões (15% do mkt cap), resultando em uma TIR alavancada real estimada de 8% (apenas 5% para o Lote 6).



8h32 – Para economistas, cresce chance de alta da Selic às vésperas da eleição



8h23 – Fleury (FLRY3): fusão com Hermes Pardini (PARD3) agrega valor para a companhia, avalia Credit Suisse

Analistas enxergam a fusão como sinérgica, dadas as semelhanças dos dois negócios e o caminho natural para economizar em despesas administrativas e custos de processamento de análises clínicas (e capex).

Credit Suisse mantém classificação neutra para Fleury, e preço-alvo de R$ 16 frente a cotação de quinta-feira (30) de R$ 16,30.



8h22 – Petróleo se recupera das perdas da véspera e minério cai forte, com temor de recessão 

As cotações do petróleo sobem nesta sexta, depois de afundarem na sessão anterior, com a Opep+ dizendo que manteria seus aumentos planejados na produção de petróleo em agosto e os investidores preocupados com a força da economia global.

O minério de ferro recua com perspectivas de desaceleração econômica global, o que alimenta temores de uma redução na demanda por matérias-primas.

  • Petróleo WTI, +2,03%, a US$ 107,91 o barril
  • Petróleo Brent, +2,17%, a US$ 111,40 o barril
  • Minério de ferro negociado na bolsa de Dalian teve baixa de 6,85%, a 747,50 iuanes, o equivalente a US$ 131,95


8h13 – MG: ICMS de gasolina, energia elétrica e comunicação serão reduzidos para 18% a partir de hoje

Nas redes sociais, o governador Romeu Zema anunciou que assinará hoje o decreto que reduz a alíquota em Minas Gerais.



8h04 – Saiba quais são os melhores e piores setores da Bolsa para se posicionar no 2º semestre



8h – MRV (MRVE3): venda de ativos reforça forte apetite por projetos multifamiliares nos EUA, mesmo diante de juros mais altos, avalia BBI

A subsidiária americana da MRV Resia (anteriormente AHS) anunciou a venda dos projetos Village at the Tradition e Harbour Grove por US$ 195 milhões.

Para analistas, os planos de negócios da Resia parecem estar no caminho certo, embora o mercado ainda espere uma injeção de capital de novos investidores para permitir que a empresa acelere seu plano de 12.000 unidades/ano.

O banco mantém classificação outperform para o papel, e preço-alvo de R$ 17 frente a cotação de quinta-feira (30) de R$ 7,81.



7h55 – TC Traders Club (TRAD3) presta esclarecimento à B3 sobre vídeo que circula nas redes sociais

No conteúdo de origem desconhecida, em circulação em grupos de WhatsApp, uma atriz fantasiada de palhaço imputa à companhia e a determinados colaboradores a prática de condutas ilícitas, em alegada infração à legislação de mercado de capitais.

“Ainda que a circulação do referido vídeo não se caracterize como ato ou fato relevante ocorrido ou relacionado aos negócios da companhia, a companhia entendeu pela divulgação de seus esclarecimentos no formato de Fato Relevante de modo reestabelecer a verdade de forma ampla e irrestrita, em proteção aos acionistas e participantes do mercado que possam vir a ser eventualmente prejudicados pela divulgação de fake news”, diz comunicado da empresa arquivado na CVM.



7h49 – CSN (CSNA3) conclui compra da Santa Ana Energética

A aquisição foi feita por meio da CSN Cimentos e CSN Energia. O valor não foi revelado.



7h47 – MRV (MRVE3) concluiu venda de empreendimentos na Flórida (EUA)

Foram vendidos dois empreendimentos da empresa no estado americano, com valor geral de vendas (VGV) de US$ 195 milhões.



7h46 – Ômega Energia (MEGA3) confirma compra de participação pelo fundo Actis

O Actis comprou 12,38% do capital do capital social da companhia, ao preço de R$ 12,75 por ação e movimentou R$ 905 milhões.



7h44 – BRF (BRFS3): Conselho aprova quarta emissão de debêntures, no valor de R$ 1,7 bilhão



7h44 – Telefônica (VIVT3): Conselho aprova sétima emissão de debêntures, no valor de R$ 3,5 bilhões



7h42 – Raia Drogasil (RADL3): Conselho aprova pagamento de R$ 74 milhões em JCP

Valor equivale a R$ 0,0449 brutos por ação. As ações serão negociadas ex-direito a partir de 6 de julho.



7h39 – Rede D’or (RDOR3): Conselho aprova distribuição de R$ 219,3 milhões em JCP 

O valor equivale a R$ 0,111 brutos por ação. O pagamento será realizado no dia 16 de julho. As ações serão negociadas “ex” a partir de 7 de julho.



7h33 – Futuros em NY operam com viés de baixa após perdas das Bolsas em junho

Os índices futuros dos EUA reduziram perdas mas seguem com viés de baixa, após o pior primeiro semestre do S&P 500 desde 1970.

O Dow Jones Industrial Average e o Nasdaq Composite não foram poupados. O Dow de 30 ações perdeu 11,3% no segundo trimestre, caindo mais de 15% em 2022. O Nasdaq, enquanto isso, sofreu sua maior queda trimestral desde 2008, perdendo 22,4%.

As fortes perdas no primeiro semestre e no trimestre ocorrem quando os investidores lutam com a inflação altíssima e a política monetária mais apertada.

Na agenda do dia, estão previstos os PMI’s industriais de Chicago e S&P Global.

Veja o desempenho dos mercados futuros:

  • Dow Jones Futuro (EUA), -0,05%
  • S&P 500 Futuro (EUA), -0,02%
  • Nasdaq Futuro (EUA), -0,07%


7h23 – Bolsas europeias operam com ganhos moderados; inflação na zona do euro bate recorde em junho

Os mercados europeus operam com ganhos modestos, com investidores avaliando os índices de PMI divulgados na região. No Reino Unido, o PMI industrial atingiu 52,8 em junho, abaixo do esperado. O da zona do euro ficou levemente acima do previsto, em 52,1. Na Alemanha, o indicador veio cravado em 52, dentro das expectativas.

A inflação na zona do euro disparou para um recorde de 8,6% ano a ano em junho, de acordo com uma primeira estimativa oficial publicada na sexta-feira, enquanto a guerra na Ucrânia continua elevando os preços de alimentos e energia.

Confira o desempenho dos principais índices europeus:

  • FTSE 100 (Reino Unido), +0,38%
  • DAX (Alemanha), +0,37%
  • CAC 40 (França), +0,43%
  • FTSE MIB (Itália), +0,49%
  • Stoxx 600, +0,07%


7h15 – Criptos hoje: Bitcoin opera em alta após fechar junho com queda de 37% e registrar pior trimestre da história



7h13 – Bolsas asiáticas começam mês de julho em baixa; índice industrial chinês interrompe sequência de quedas

Os mercados asiáticos reverteram ganhos das sessões anteriores e fecharam com perdas no primeiro pregão de julho, ainda que a atividade fabril chinesa tenha apresentado recuperação em junho.

O Índice de Gerentes de Compras da manufatura Caixin/Markit, PMI industrial, atingiu seu nível mais em alto em um ano, 51,7, acima do nível 50 que separa crescimento de contração. No mês de maio, a leitura veio em 48,1, vindo de três meses seguidos de contração. Analistas consultados pela Reuters esperavam 50,1 em junho.

Já a confiança do setor manufatureiro do Japão se deteriorou pelo segundo trimestre consecutivo. O indicador, que mede o sentimento de grandes fabricantes, caiu de 14 em março para 9, em junho, vindo abaixo da expectativa do mercado, que projetava um recuo para 12 (com Estadão Conteúdo).

Veja o fechamento das principais Bolsas asiáticas nesta sexta-feira:

  • Shanghai SE (China), -0,32%
  • Nikkei (Japão), -1,73%
  • Hang Seng Index (Hong Kong), -0,62%
  • Kospi (Coreia do Sul), -1,17%


Acessa o tempo real do InfoMoney todos os dias? Adicione este link aos favoritos do seu navegador!



Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui.

Compartilhe