Em negocios / noticias-corporativas

Pesquisa aponta: finanças são principal preocupação de saúde para futuros idosos

Datafolha revela que, ao atingir 70 anos, brasileiro teme dificuldades para comprar remédios e pagar tratamentos; Geap Saúde oferece, como alternativa, programas para evitar que idosos adoeçam.

A principal preocupação da população brasileira, ao atingir 70 anos, é a dificuldade financeira para comprar remédios e pagar tratamentos de saúde, conforme revelou a pesquisa "Percepção dos Brasileiros sobre Temas de Saúde", conduzida pelo Instituto Datafolha com o apoio da AbbVie. Essa preocupação é ainda maior entre as mulheres (26% versus 19% de homens). Pensando nisso, algumas operadoras otimizam ações de saúde preventiva direcionadas ao público idoso, como é o caso da Geap Saúde, que tem mais de 215 mil idosos, sendo mais de 500 deles centenários.

Uma dessas ações é o Programa Idoso Bem Cuidado, que realiza atividades físicas, lúdicas e ocupacionais com beneficiários idosos para evitar que eles adoeçam. No estado do Mato Grosso, por exemplo, o programa atende 60 idosos. Os participantes criaram até um grupo de dança que já conquistou mais de 15 prêmios em concursos e competições culturais, em Cuiabá.

O Diretor-Executivo da Geap, Ricardo Marques Figueiredo, enfatizou que os cuidados preventivos são a solução para um envelhecimento saudável. “Isso é uma questão de lógica. Se uma pessoa exercita bem seu corpo e seu cérebro, ele vai ter mais garantias de continuar tendo saúde. Precisamos nos manter sempre em atividade. E é isso que a Geap oferece em programas como esse”, frisou.

Ao todo, o Instituto Datafolha entrevistou 2.087 pessoas, a partir de 16 anos, de todas as regiões brasileiras. Os resultados da pesquisa foram divulgados na última sexta-feira (10) e, ainda segundo ela, câncer e dificuldades de locomoção (decorrentes de problemas na "coluna") são a segunda e terceira maiores preocupações do brasileiro na velhice, com 19% e 14% das respostas, respectivamente. Problemas como doenças no coração, saúde mental (doenças que afetam a memória e a lucidez), depressão e saúde ocular (dificuldade para enxergar, cegueira) também foram mencionados pelos participantes da pesquisa.

No estado da Bahia, o programa Idoso Bem Cuidado, da Geap, está completando 10 anos.  Lá, os participantes também fazem atividades como danças, rodas de conversas e coral, além do acompanhamento de médicos geriatras, nutricionistas e psicólogos para atendimentos individuais.

A tendência do panorama nacional é que a preocupação com esse público só amplie gradativamente, tendo em vista que o número de brasileiros com idade acima dos 65 anos deve quadruplicar até 2060, chegando a 58,4 milhões de pessoas, conforme estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Isso é reflexo da queda das taxas de natalidade e de mortalidade registradas no país. A maior expectativa de vida exige ações que garantam um envelhecimento saudável.

As ações da Geap Saúde têm surtido efeito positivo. Dados da Pesquisa de Satisfação de Beneficiários de Planos de Saúde, que faz parte do Programa de Qualificação de Operadoras (PQO), da ANS, indicam que a Geap é aprovada por 80% de seus beneficiários. Diversos pontos foram abordados, como: utilização do plano, canais de atendimento, acesso a informações, comunicação e rede credenciada. A maior parte dos entrevistados indicou conseguir um pronto atendimento na maioria das vezes. A atenção em saúde recebida foi avaliada como “boa” ou “muito boa” pela maioria.

Website: http://www.geap.com.br

 

Tudo sobre: 

Contato