Em negocios / noticias-corporativas

América Latina: aumentam as vendas da ferramenta anticorrupção mais sofisticada do mercado

Trata-se de um software que combina a base de dados comerciais mais robusta do mundo com informação de 400 listas de sanções, pessoas politicamente expostas e notícias adversas disponíveis em meios de comunicação

O avanço das tecnologias de informação está resultando no desenvolvimento de poderosas ferramentas que ajudam governos a administrarem melhor seus recursos e empresas a minimizarem seus riscos. Organizações ao redor do mundo investem cada vez mais em opções que otimizam seus processos decisórios e cuidam de sua reputação. No Brasil, por exemplo, 71% das empresas indicaram que mudaram seus controles internos a fim de evitar risco de imagem, de acordo com a mais recente pesquisa sobre integridade corporativa publicada pela Deloitte.

A América Latina, historicamente entre as regiões menos consumidoras deste tipo de soluções, pode estar finalmente mudando esta tendência. CIAL Dun & Bradstreet, mundialmente conhecida por conceder o Número D-U-N-S, padrão global de identificação de empresas, está vendo o aumento na demanda por suas ferramentas de Compliance, tanto no Brasil quanto na Argentina, México e Peru.

A poderosa plataforma comercializada na região, Compliance Onboard, compila e organiza desde informações comerciais e financeiras até dados de proprietários beneficiários finais (UBO’s), ajudando empresas e governos a tomarem decisões acertadas. É opção mais completa que o mercado oferece atualmente.

Por meio deste instrumento online, as empresas e governos conseguem ter acesso à informação de 400 listas de sanções e de alertas, mais de 2 milhões de pessoas politicamente expostas, além de 10.000 fontes para identificar mídia adversa.

O responsável pela área de dados e tecnologia da organização, Yoni Cohen, afirma: “Estamos falando de uma ferramenta alimentada de maneira dinâmica por centenas de fontes de informação do mundo todo. O resultado é a solução mais eficiente de Compliance que o mercado oferece”.

Compliance Onboardcomeçou a ser comercializado na América Latina no início deste ano. Desde então, a demanda só cresceu. “Os recentes acontecimentos mostraram a várias organizações a necessidade de considerar o risco em torno de compliance. Já faz muitos anos que nós ajudamos organizações a controlar riscos provenientes de terceiros, tais como falta de pagamento, falhas na cadeia de suprimento ecompliance. É por isso que a CIAL Dun & Bradstreet tem uma posição privilegiada quando se trata de resolver e/ou evitar este tipo de problemas, em uma região que precisa, mais do que nunca, deste tipo de soluções”, conclui Cohen.

Website: http://www.cialdnb.com

 

Tudo sobre: 

Contato