Tempo Real

Via (VIIA3) e Magazine Luiza (MGLU3) puxam queda do varejo; Petrobras (PETR4) e Vale (VALE3) sobem

Ibovespa fecha em queda de 0,11%, aos 98.924,82 pontos; mas semana foi positiva

Por  Equipe InfoMoney -
update 18h03

Encerramos nossa cobertura dos mercados em Tempo Real

Ibovespa fecha em leve queda de 0,11%, na primeira queda da semana, que se encerrou positiva em 2,45%, aos 98.924,82 pontos. Em NY, Dow Jones, S&P 500 e Nasdaq recuaram, respectivamente, 0,43%, 0,93% e 1,87% – tendo todos, porém, também avançado no acumulado dos últimos cinco dias.
update 18h02

Ibovespa futuro fecha com alta de 0,13%, aos 99.950 pontos; e dólar futuro, com baixa de 0,01%, a R$ 5,509

update 17h51

Via (VIIA3) e Magazine Luiza (MGLU3) puxam queda do varejo; Petrobras (PETR4) e Vale (VALE3) sobem

As ações do setor de varejo se destacaram entre as quedas do pregão desta sexta-feira, em um movimento de realização, após a forte valorização acumulada em julho. Isso aconteceu mesmo em uma sessão com fortes quedas dos juros futuros [veja nota das 16h12]. Dessa forma, as ações de Via (VIIA3) recuaram 4,5%, mas mesmo assim ainda têm alta de quase 30% neste mês. O mesmo aconteceu com Magazine Luiza (MGLU3), que recuou quase 5%, porém tem ganhos de 22% em julho. Por fim, Americanas (AMER3) recuou 5,9%, mas se valoriza mais de 18% no mês. A maior queda do dia, porém, ficou com IRB (IRBR3), após a prévia do balanço de maio apontar prejuízo de R$ 273 milhões. Isso levou analistas [veja notas das 7h16, 11h12 e 11h29] a apontarem para a possibilidade da necessidade de um novo aumento de capital do ressegurador. Na outra ponta esteve a BRF (BRFS3), cujas ações subiram 4,6%, após notícia de reabilitação de unidade, nos Emirados Árabes Unidos, para exportar frango à Arábia Saudita [veja nota das 8h03]. Também estiveram entre as maiores altas Suzano (SUZB3), +2,7%; e Klabin (KLBN3), +2,38%, se recuperando das recentes perdas. Blue chips O dia foi marcado ainda pela repercussão da prévia dos resultados da Petrobras (PETR3;PETR4), com as ações avançando, respectivamente, 1,08% e 1,07%, após a produção do 2T22 ter vindo em linha com as expectativas, segundo analistas. Outra ação que vem se recuperando, após tocar as mínimas do ano essa semana, depois da prévia operacional, é a da Vale (VALE3), que hoje subiu 0,93%, em linha com valorização do minério na Ásia [veja nota das 11h41]. Na abertura dos negócios, a valorização do minério ajudou as siderúrgicas, mas elas viraram ao longo da tarde para queda: Gerdau (GGBR4), -0,13%; CSN (CSNA3), -0,35%; e Usiminas (USIM5), -1,55%. Por fim, os grande bancos, às vésperas do início da divulgação de resultados, fecharam o pregão em queda: Santander (SANB11), -2,72%; Bradesco (BBDC4), -1,27%; Itaú (ITUB4), com -1,06%, e Banco do Brasil (BBAS3), -0,69%. (Rodrigo Petry) Veja os destaques de ações:

Maiores altas

Ativo Variação % Valor (R$)
BRFS3 4.6224 16.07
SUZB3 2.78265 46.91
SBSP3 2.76074 43.55
RADL3 2.50768 20.03
KLBN11 2.38353 18.9

Maiores baixas

Ativo Variação % Valor (R$)
IRBR3 -8.25688 2
AMER3 -5.90667 15.93
MGLU3 -4.98339 2.86
VIIA3 -4.56274 2.51
AZUL4 -4.37655 11.58
update 17h48

Fechamento dos outros índices brasileiros

  • Small Caps (SMLL): -0,88%
  • BDRs (BDRX): -1,44%
  • Fundos Imobiliários (IFIX): +0,08%
Confira o acumulado da semana:
  • Small Caps (SMLL): +2,15%
  • BDRs (BDRX): +4,84%
  • Fundos Imobiliários (IFIX): +0,55%
update 17h45

Maioria dos índices setoriais fecha em alta; semana é positiva

  • Consumo (ICON): -0,49%
  • Energia Elétrica (IEE): +0,54%
  • Financeiro (IFNC): -1,17%
  • Imobiliário (IMOB): +0,10%
  • Industrial (INDX): +0,40%
  • Materiais Básicos (IMAT): +0,67%
  • Utilidade Pública (UTIL): +0,39%
Confira o acumulado da semana:
  • Consumo (ICON): +1,36%
  • Energia Elétrica (IEE): +1,77%
  • Financeiro (IFNC): +3,77%
  • Imobiliário (IMOB): +0,90%
  • Industrial (INDX): +1,85%
  • Materiais Básicos (IMAT): +2,82%
  • Utilidade Pública (UTIL): +1,10%
update 17h32

CME: mercado embute chance de mais de 80% de alta de 75 pontos-base pelo Fed na quarta-feira

O monitoramento do CME Group mostra hoje um crescimento da possibilidade de que o Federal Reserve (Fed) eleve os juros em 75 pontos-base na próxima quarta-feira. Após os fracos dados divulgados da economia americana, essa chance subiu para 81,1% de 72,1% ontem. Já para uma elevação de 100 pontos-base, recuava a 18,9% (de 27,9% ontem). Até o fim deste ano, a aposta majoritária (42,2%) do mercado é que os juros do Fed estejam na faixa entre 3,25% e 3,50%, seguida (26,6%) de que estejam em 3,50% e 3,75% e, pouco depois disso (23,6%), em 3,00% e 3,25%, segundo o CME. (Estadão Conteúdo)
update 17h22

Fechamento dos títulos do Tesouro norte-americano

Os rendimentos do Tesouro dos EUA caíram hoje, a exemplo de ontem, refletindo os dados do PMI mais fracos.
  • 30 anos: -0,095 (a 2,977%)
  • 2 anos: -0,123 (a 2,972%)
  • 5 anos: -0,157 (a 2,851%)
  • 10 anos: -0,150 (a 2,758%)
update 17h15

Ibovespa fecha em queda de 0,11%, aos 98.924,82 pontos; semana fecha positiva

  • Máxima: 99.724,23
  • Mínima: 98.231,23
  • Volume: R$ 18,10 bilhões
Ibovespa hoje se consolidou no terreno negativo ao longo da tarde
Ibovespa hoje. Fonte: Reprodução B3
Confira a evolução do IBOV durante a semana, mês e ano:
  • Segunda-feira (18): +0,38%
  • Terça-feira (19): +1,37%
  • Quarta-feira (20): +0,04%
  • Quinta-feira (21): +0,76%
  • Semana: +2,46%
  • Julho: +0,65%
  • 2022: -5,48%
update 17h05

Índices em NY fecham em queda, mas semana acumula ganhos

Ações de tecnologia afetaram o humor dos investidores, especialmente com a (S1NA34), que despencou 39,14%, após balanço do 2T22. “A Snap conseguiu quebrar a tendência de alta do Nasdaq ao relatar lucros decepcionantes, o que criou um efeito cascata no S&P”, disse à CNBC Sam Stovall, da CFRA Research. “Este é apenas um exemplo da volatilidade que os investidores devem esperar à medida que os lucros são divulgados e, portanto, podem causar flutuações nos preços em resposta a resultados melhores ou piores”.
  • Dow Jones: -0,43%, a 31.900,61 pontos
  • S&P 500: -0,93%, a 3.961,72 pontos
  • Nasdaq: -1,87%, a 11.834,11 pontos
Confira o acumulado da semana:
  • Dow Jones: +1,96%
  • S&P 500: +2,59%
  • Nasdaq: +3,33%
update 17h03

Dólar fecha quase estável, com mais 0,05%, ainda com preocupações fiscais no radar

Após passar parte do dia em queda – na mínima, tocou os R$ 5,436 –, o dólar voltou a ganhar força frente ao real, retornando à faixa dos R$ 5,50. Assim, o movimento de correção técnica não segurou a valorização da moeda brasileira, diante das preocupações fiscais, com possível novo corte do IPI, assim como as expectativa em relação aos cortes do orçamento, que o governo deve anunciar até segunda-feira (25).
  • Venda = R$ 5,498
  • Compra = R$ 5,499
  • Mínima = R$ 5,436
  • Máxima = R$ 5,505
update 16h56

Fechamento do mercado com Pam Semezzato, da Clear Corretora

https://www.youtube.com/watch?v=PAAaeButREg
update 16h55

Ibovespa fecha, preliminarmente, com queda de 0,12%, aos 98.912,14 pontos

update 16h44

Bolsonaro diz que corte no Orçamento chega a quase R$ 8 bilhões

“A gente não quer cortar nada, se eu não cortar, eu entro na Lei de Responsabilidade Fiscal, só isso. Agora, é duro trabalhar com um orçamento desse, engessado. Temos esse corte extra, chega a quase R$ 8 bi. Entra aí a questão dos precatórios, entra abono, entra a questão do financiamento da agricultura também”, afirmou. A Junta de Execução Orçamentária (JEO) precisa fechar mais um contingenciamento nos ministérios para cumprir o teto de gastos. Mais cedo, fontes do Ministério da Economia previam um corte inferior, na linha de R$ 3 bilhões. (Estadão Conteúdo)
update 16h41

IRB (IRBR3) amplia perdas, com queda de 8,72%; Via (VIIA3) e Magalu (MGLU3) caem quase 5%

update 16h34

Entre perdas e ganhos, Ibovespa opera próximo da estabilidade, com -0,02%, aos 99.014 pontos

update 16h32

Com leilão marcado para próximo dia 29, CEEE-G tem TIR estimado de 7%

Com desembolso de R$ 2,8 bilhões - valor de R$ 837 milhões pelo preço mínimo no leilão + R$ 1,7 bilhão para prorrogação de concessões das usinas de geração da estatal gaúcha + oferta pública, o BofA estima um TIR (taxa interna de rentabilidade) de 7%. Auren (AURE3), Engie Brasil (EGIE3) e CPFL Energia (CPFE3) devem participar do leilão.
update 16h30

Petróleo fecha em queda, em dia de embate energético na Europa

Houve divergências entre os Estados-membros da União Europeia sobre o corte no consumo da ordem de 15% sobre o gás natural, além projeções mais sombrias sobre a economia global, com a recessão puxando para baixo as expectativas de consumo de petróleo. O WTI chegou ao menor nível desde 11 de abril.
  • WTI (setembro): -1,75%, a US$ 94,66
  • Brent (setembro): -0,64%, a US$ 103,20
update 16h24

Carrefour (CRFB3), Assaí (ASAI3) e GPA (PCAR3): o que esperar para os resultados do 2º tri das varejistas de alimentos

Expectativa é de recuperação das vendas, mas com margens ainda pressionadas; mais uma vez, atacarejo deve ser o destaque. Confira as datas dos balanços do 2T22:
  • Carrefour (CRFB3): 26 de julho, após fechamento
  • Assaí (ASAI3): 27 de julho, após fechamento
  • Pão de Açúcar (PCAR3): 27 de julho, após fechamento
update 16h12

Juros internos têm sessão de queda generalizada, acompanhando rendimentos no exterior

Sem agenda relevante, os DIs por aqui seguem os movimentos do exterior, de fraqueza da atividade. Rafael Pacheco, economista da Guide, destaca que os números dos PMIs, nos EUA e zona do euro, vieram ruins, mostrando um movimento de desaceleração da atividade. "Vemos um fechamento generalizado da curva, seguindo os yields lá fora", disse.
  • DI (2023): -0,05 pp, a 13,86%
  • DI (2024): -0,15 pp, a 13,81%
  • DI (2025): -0,16 pp, a 13,29%
  • DI (2027): -0,11 pp, a 13,26%
  • DI (2029): -0,09 pp, a 13,36%
  • DI (2031): -0,10 pp, a 13,40%
update 16h06

Petrobras (PETR3,PETR4): prévia do 2T22 acende um alerta essencial à empresa, segundo análise do Ineep

O instituto comentou que desempenho operacional da Petrobras (PETR3;PETR4) no 2T22 indica a necessidade de incremento dos investimentos nos segmentos de exploração e produção, além de, mais uma vez, colocar em xeque a política de desinvestimentos em curso, principalmente as refinarias. “Essa estratégia deve expor ainda mais a empresa à volatilidade dos preços internacionais, ampliar os riscos de desabastecimento do mercado interno e, por conseguinte, elevar os preços médios para o consumidor brasileiro”, relatou o Ineep.
update 16h00

Ouro com entrega para agosto fecha em alta de 0,82%, a US$ 1.727,40 a onça-troy

O ouro encerrou uma sequência de cinco semanas consecutivas em queda e acumulou ganhos nesta semana de 1,4%. A prata com entrega em setembro caiu 0,54% e fechou a US$ 18,617 a onça; enquanto a platina para outubro encerrou o dia com alta de 0,99%, a US$ 867,20 a onça.
update 15h50

Itaú (ITUB4) e Banco do Brasil (BBAS3) devem apresentar melhores resultados entre os bancos no 2T22, aponta relatório

Segundo levantamento feito pelo BofA junto a investidores sobre os resultados dos bancos no 2T22, 56% selecionaram Itaú Unibanco (ITUB4) e 41% o Banco do Brasil (BBAS3) como os que devem apresentar os melhores resultados no 2T22. Na mesma pesquisa, 78% acreditam que o Santander (SANB11) apresentará os números mais fracos no mesmo período. Neste instante, os grandes bancos brasileiros têm queda na bolsa:
  • Banco do Brasil (BBAS3): -1,29%
  • Bradesco ON (BBDC3): -1,19%
  • Bradesco PN (BBDC4): -1,91%
  • Itaú Unibanco (ITUB4): -1,66%
  • Santander (SANB11): -3,43%
update 15h44

Ibovespa perde fôlego à tarde e vira para o negativo, com exterior; agora recua 0,54%

Ibovespa hoje se consolida no terreno negativo na segunda parte da sessão
Ibovespa hoje. Fonte: Reprodução B3
update 15h38

Índice de FIIs (IFIX) opera com leve alta de +0,10%

  • XP Properties (XPPR11) tem a maior alta: +1,85%;
  • Rio Bravo FOF ( RBFF11) opera com a maior baixa: -2,37%;
  • Maior alta da semana: RBR Properties ( RBRP11), +5,47%;
  • Maior queda da semana: BTG Pactual Corporative Office Fund (BRCR11), -4,90%.
update 15h32

Juros futuros operam em queda por toda a curva

  • DI (2023): -0,04 pp, a 13,87%
  • DI (2024): -0,13 pp, a 13,83%
  • DI (2025): -0,13 pp, a 13,31%
  • DI (2027): -0,09 pp, a 13,28%
  • DI (2029): -0,05 pp, a 13,40%
  • DI (2031): -0,06 pp, a 13,44%
update 15h20

Portugal e Espanha se recusam a aderir ao corte de gás de 15% solicitado pela UE

update 15h18

Suzano (SUZB3) e Klabin (KLBN11): banco aponta preferência por celulose

O BofA relaciona alguns sinais de que o momento do papel cartão pode estar mudando com demanda versos preços estáveis para baixo, preços de fibra reciclada sob pressão e demanda de papelão ondulado caindo -6,0% no acumulado do ano no Brasil. “Isso nos leva a preferir na América latina empresas com mais exposição à celulose – Suzano (SUZB3) e chilena CMPC versus os mais expostos ao papelão – como a Klabin (KLBN11)”, relatou o banco. No momento, SUZB3 sobe 2,39% e KLBN11, mais 1,08%.
update 15h16

Dólar vira para alta, com mais 0,04% e próximo da máxima do dia

A venda está a R$ 5,498 e a compra, a R$ 5,497. A máxima do dia é de R$ 5,499 e a mínima R$ 5,436.
update 15h11

Ibovespa renova mínima: queda de 0,52%, a 98.515,02 pontos

Índice brasileiro segue as quedas em NY, onde os índices também operam próximos das mínimas do dia, todos em queda: Dom Jones com menos 0,83%; S&P 500, com queda de 1,42%; e Nasdaq, recuo de 2,32%.
update 15h05

Pão de Açúcar (PCAR3): UBS mantém recomendação Neutra e rebaixa preço-alvo de R$ 27 para 19

Os analistas esperam que o Pão de Açúcar (PCAR3) informe no 2T22 um crescimento de 5,6% no SSS; receita, excluindo o Extra, com alta de 4,1%; e Ebitda ajustado caindo 27%; todos na base anual, reflexo da alta inflacionária. O balanço será divulgado em 27 de julho, após o fechamento do mercado. No momento, PCAR3 é negociado a R$ 16,78, queda de 1,29%.
update 14h56

Índice de BDRs (BDRX) apresenta baixa de 2,15%

  • HCA Healthcare (H1CA34) tem a maior alta: +12,72%
  • GlaxoSmithKline (G1SK34) opera com a maior baixa: -15,28%
  • Maior alta da semana até aqui: Coinbase (C2OI34), +33,86%
  • Maior queda da semana até aqui: Verizon Communications (VERZ34), -12,20%
update 14h52

Venda da Oi (OIBR3 OIBR4) está sob análise pela Anatel e pode ser cancelada, diz site

O presidente da Anatel, Carlos Baigorri, vai interagir com o CADE para mostrar seu descontentamento com relação ao comportamento a Telefonica (VIVT3), com a TIM (TIMS3) e a Claro, compradoras da Oi (OIBR3;OIBR4). Ele avalia se é possível cancelar a venda: "estamos avaliando porque (cancelar uma venda aprovada e finalizada) é algo que nunca foi feito pela Anatel e ensejaria uma série de debates; não temos certeza se é possível, mas estamos estudando se temos essa opção", disse. Entretanto, o próprio CADE tem em seu histórico a determinação que operações fossem desfeitas. As informações são do Valor Econômico. No momento, OIBR3 opera estável, enquanto OIBR4 cai 0,98%. TIMS3 também cai: 0,77%. E VIVT3 recua 0,76%.
update 14h51

Assaí (ASAI3): UBS eleva preço-alvo de R$ 19 para R$ 21 e recomenda compra das ações

A análise espera crescimento de SSS de 13% no 2T22, que, além de 33 inaugurações nos últimos 12 meses, deve gerar um aumento de receita de 32% ano a ano. O balanço do 2T22 chega em 27 de julho, após o fechamento do mercado. Neste instante, as ações do Assaí (ASAI3) sobem 0,65%, a R$ 15,51.
update 14h40

Petróleo WTI vira para negativo; Brent segue se valorizando, mas perde força

Investidores seguem de olho nos problemas de oferta, em uma sessão bastante volátil. Há pouco mais de uma hora, ambas as referências subiam mais de 1%, com a gigante russa Gazprom se isentando de melhorias no Nord Stream 1.
  • WTI (setembro): -0,63% (a US$ 95,68)
  • Brent (setembro): +0,18% (a US$ 104,05)
update 14h24

Carrefour (CRFB3): UBS reduz preço-alvo de R$ 26 para R$ 22, com recomendação de compra

O UBS estima que a receita do Carrefour Varejo no 2T22 cresça 14%, impulsionada pelas fortes vendas de alimentos, e a margem Ebitda caia 1,2 p.p. ano a ano para 5,2%, além de "forte crescimento de SSS no varejo alimentar". O Carrefour (CRFB3) divulga seu balanço dia 26 de julho, terça-feira que vem, e opera neste instante com alta de 0,48%, a R$ 16,91.
update 14h22

Ibovespa vira para negativo, com queda de 0,16%, a 98.871,51 pontos, nova mínima do dia

Índice segue as fortes baixas em NY.
update 14h16

Eneva (ENEV3) pode ser adicionada ao índice MSCI, diz análise

O MSCI anunciará em 11 de agosto os resultados da revisão trimestral de seu índice global. Para esta revisão, o BofA estima que pode não ter nenhuma mudança no índice padrão da América Latina. Segundo o banco, a ação que está mais próxima do limite para adição no MSCI é a Eneva (ENEV3), mas seria preciso que seu valor de mercado aumentasse até o final do mês.
update 14h15

Petrobras (PETR3,PETR4) deve ter um mais um trimestre de resultados sólidos, diz XP

Segundo a corretora, mesmo após uma prévia operacional um pouco abaixo das estimativas, a Petrobras (PETR3;PETR4) deverá ter uma sólida geração de caixa, com um um Ebitda de US$ 16 bilhões (7% acima do consenso de mercado). “Atualmente, os investidores estão focados no aumento da participação de mercado da Petrobras em derivados de petróleo. Ao nosso ver, isso é consequência da política de precificação da estatal, utilizando a paridade de importação com defasagem temporal”, analisa a XP. A instituição mantém recomendação de compra para a Petrobras PN (PETR4), com preço-alvo de R$ 47,30.
update 14h07

Ibovespa segue no positivo, na contramão de NY, apoiado por commodities

O Ibovespa registra ganhos de 0,25%, aos 99.282 pontos, apoiado pela valorização de Vale e Petrobras, que sobem apoiadas pela valorização das commodities. Além de Vale (VALE3), que sobe 2%, Suzano (SUZB3) avança 2,15%, e as siderúrgicas também se valorizam, como no caso de CSN (CSNA3) e Gerdau (GGBR4), que sobem, respectivamente, 1,87% e 1,76%. As ações da Petrobras, por sua vez, avançam 1,24%, no caso da (PETR3), e 0,86%, na (PETR4), repercutindo a valorização do petróleo, mas também o relatório de produção. Lá fora, o dia de queda nos mercados americanos. O Dow Jones cai 0,27%, enquanto S&P e Nasdaq recuam, respectivamente, 0,73% e 1,40%. A queda nos mercados americanos vem na esteira dos resultados das empresas de redes sociais, como Snap (S1NA34), que desaba após divulgar resultados.
update 13h58

Isa Cteep (TRPL4): XP reduz preço-alvo para R$ 25, de R$ 26 por ação; recomenção segue neutra

Conforme a XP, a Isa Cteep (TRPL4) entregará seis novas linhas de transmissão em 2022, além de ter conquistado dois lotes no último leilão, realizado em junho. “Como resultado de um ciclo de Capex intensivo, houve um aumento na alavancagem da companhia, que deve ter seu resultado financeiro pressionado devido a um cenário macro mais desafiador”, relatou. “Apesar disso, esperamos que a companhia continue desalavancando à medida que as novas linhas entrem em operação”, ressaltou a XP. No momento, as ações da empresa operam com alta de 0,30%, cotadas a R$ 23,11.
update 13h50

Petrobras (PETR4) “certamente vai rever preço dos combustíveis para baixo”, diz Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira (22) que a Petrobras (PETR3;PETR4 “certamente” vai anunciar uma nova queda no preço dos combustíveis. “Se o petróleo Brent cair mais um pouquinho eu não vou falar que vai, mas certamente a Petrobras vai rever o preço para baixo”, declarou o presidente. A declaração foi dada ao lado dos ministros Adolfo Sachsida (Minas e Energia) e Anderson Torres (Justiça e Segurança Pública), em um posto de combustível em Brasília.
update 13h40

Índice Small Cap (SMLL) opera em queda de -0,37%

  • Maior alta do dia: Aeris (AERI3), +6,36%;
  • Maior queda do dia: IRB Brasil (IRBR3),-6,42%;
  • Maior alta da semana até aqui: Paranapanema (PMAM3), +20,75%;
  • Maior queda da semana até aqui: Ser Educacional (SEER3), -7,61%.
update 13h29

Rendimento do título alemão de 2 anos tem maior queda desde 2005 com temor de recessão

O rendimento do título caiu a uma mínima de 0,355%, antes de se recuperar para 0,399%, mas ainda assim em queda de 26 pontos-base, a maior para um dia desde janeiro de 2005. Segundo a Reuters, a baixa veio com dados mostrando que a atividade empresarial no bloco se contraiu inesperadamente neste mês levando operadores a reavaliar suas expectativas para a taxa de juros.
update 13h21

Em NY, índices operam próximos da mínima do dia

Forte queda da Snap, após balanço do 2T22, contribui, jogando os pares de redes sociais também para baixo.
  • Dow Jones: -0,29%, a 31.942,67 pontos (a mínima é de 31.917,81)
  • S&P 500: -0,84%, a 3.965,53 pontos (a mínima é de 3.962,34)
  • Nasdaq: -1,76%, a 11.847,04 pontos (a mínima é de 11.840,06)
update 13h15

Maioria dos índices setoriais opera no azul; apenas um cai

  • Materiais Básicos (IMAT): +1,30%
  • Industrial (INDX): +0,94%
  • Imobiliário (IMOB): +0,53%
  • Consumo (ICON): +0,31%
  • Energia Elétrica (IEE): +0,20%
  • Utilidade Pública (UTIL): +0,11%
  • Financeiro (IFNC): -0,97%
update 13h06

Preços internacionais do petróleo sobem, com preocupações sobre oferta

A gigante de energia russa Gazprom disse hoje que o atual contrato com a Siemens Energy não exige que a Rússia tome nenhuma ação adicional para facilitar o retorno de uma turbina para o gasoduto Nord Stream 1. O duto, que funciona no leito do Mar Báltico da Rússia à Alemanha, reiniciou o bombeamento de gás ontem após uma manutenção de 10 dias, mas com apenas 40% de sua capacidade.
  • WTI (setembro): +1,12% (a US$ 97,34)
  • Brent (setembro): +1,49% (a US$ 105,41)
update 12h57

Petrobras (PETR3,PETR4): Proximidade das eleições muda olhar sobre o desempenho das ações, diz banco

Para o Morgan Stanley, com a proximidade das eleições, no que se refere ao desempenho das ações da Petrobras (PETR3;PETR4), as condições macroeconômicas associadas à política em energia do próximo governo passam a importar mais do que os fundamentos da empresa (que permanecem inalterados, apesar das recorrentes mudanças de gestão). No momento, PETR3 ganha 0,86%, enquanto PETR4 avança 0,76%.
update 12h55

Ibovespa desacelera ganhos: +0,30%, a 99.334,23 pontos

Há uma hora, atingia a máxima do dia, de 99.724,23 pontos, alta de 0,70%.
update 12h50

Setor de celulose e papel: custos com petróleo e alta da inflação preocupam no 2T22, aponta XP

Os preços de celulose continuaram a mostrar uma tendência de alta no 2T22, principalmente devido às crescentes restrições de oferta e gargalos logísticos, apesar dos desafios macroeconômicos, analisa a corretora. Para a XP, a dinâmica de custos deve ser o principal tema das teleconferências do último trimestre: “Continuamos cautelosos com as empresas de papel e celulose na nossa cobertura”.
update 12h44

Bolsas europeias fecham com fortes ganhos no acumulado da semana; sexta também foi um dia positivo

Foi uma semana de notícias duras para o ambiente europeu: ontem, o Banco Central Europeu subiu a taxa de juros pela primeira vez em 11 anos, a 0,50 pontos percentuais, acima das expectativas, com a presidente da instituição, Christine Langarde, esperando "que a inflação permaneça indesejavelmente alta por algum tempo". Além disso, a atividade de negócios da zona do euro encolheu inesperadamente em julho, com com os PMIs Industrial e Composto encolhendo abaixo dos 50 pontos, o que indica contração (49,6 pontos e 49,4 pontos, respectivamente). Mesmo assim, os investidores encontraram nos balanços do 2T22 das grandes empresas, com resultados melhores do que o esperado, fôlego para as compras e a sexta-feira e o acumulado da semana terminaram positivos.
  • Stoxx 600: +0,40%
  • DAX (Frankfurt): +0,08%
  • FTSE 100 (Londres): +0,16%
  • CAC 40 (Paris): +0,25%
  • IBEX 35 (Madri): +0,37%
  • FTSE MIB (Milão): +0,13%
  • MOEX (Moscou): +1,99%
Confira o acumulado da semana:
  • Stoxx 600: +2,97%
  • DAX (Frankfurt): +3,05%
  • FTSE 100 (Londres): +1,72%
  • CAC 40 (Paris): +3,00%
  • IBEX 35 (Madri): +1,22%
  • FTSE MIB (Milão): +1,39%
  • MOEX (Moscou): -0,71%
update 12h41

Confira o Radar InfoMoney

Controladora do Snapchat despenca quase 40% em NY após balanço e arrasta big techs https://www.youtube.com/watch?v=Bb2aeeoeaGk
update 12h36

Para aliviar pressão no mercado, China reduziu ou adiou pagamento de contribuição social pelas empresas em dificuldade

Segundo a Agência Xinhua, 5,84 milhões de empresas na China que não demitiram ou demitiram número mínimo de funcionários receberam US$ 4,9 bilhões em reembolsos do seguro-desemprego como incentivo.
update 12h15

Snap (S1NA34): ações da controladora do Snapchat desabam mais de 30% após o balanço do 2º tri

Snap (S1NA34) registrou perda de força nos seus números e atribuiu seus resultados à desaceleração da demanda por sua plataforma de anúncios online. Em NY, as ações desabam mais de 37%.
update 12h13

Bolsonaro anuncia negociações com outros países para importação de combustíveis

O presidente afirmou que está em "conversas com vários países" para conseguir comprar diesel mais barato. (Estadão Conteúdo)
update 12h04

Confira as maiores baixas do Ibovespa

update 12h02

Confira as maiores altas do Ibovespa

update 11h55

Ibovespa renova máxima do dia, aos 99.724, alta de 0,70%

update 11h52

Dólar cai 1,01%, próximo da mínima do dia, a R$ 5,439 na compra e R$ 5,440 na venda

update 11h42

Ucrânia e Rússia assinam acordo para exportar grãos pelo Mar Negro

O acordo que permite a exportação de grãos ucranianos através do Mar Negro foi assinado em Istambul agora há pouco, confirmou Antonio Guterres, secretário-geral da ONU. O acordo é importante, pois a produção agrícola ucraniana estava impedida de ser escoada e era uma dos grande causadoras da inflação global de alimentos. Cerca de 20 milhões de toneladas de grãos estão retidas na Ucrânia, onde a colheita de verão já está em andamento.
update 11h41

Preços do minério de ferro em alta puxam ações de siderúrgicas e mineradoras, ajudando Ibovespa

Segundo a Reuters, a queda dos estoques de aço na China estimulam as expectativas positivas de recuperação da demanda, mesmo que seja pela necessidade de reabastecimento. Em Qingdao, a cotação do minério de ferro subiu 5,37%, em Cingapura subiu 3,5% e em Dalian se valorizou 3,6%. As ações da companhia seguem em valorização, mas reduziram pouco dos ganhos em relação à abertura. Veja os desempenhos das siderúrgicas: Gerdau (GGBR4), +1,51%; CSN (CSNA3), +2,49%; Gerdau Metalúrgica (GOAU4), +1,69%; +0,66%. Já entre as mineradoras, Vale (VALE3) sobe 2,83% e CSN Mineração (CMIN3), + 1,15%.
update 11h40

CBA (CBAV3) e Aura (AURA33): Desaceleração global no 2S22 preocupa resultado de empresas produtoras de metais, diz XP

Os lockdowns chineses e as preocupações com a recessão econômica derrubaram os preços do alumínio durante o 2T22 (-12% no trimestre). “No entanto, ainda esperamos maiores volumes, maiores prêmios e menor impacto da política de hedge para a CBA (CBAV3) neste trimestre”, relata a XP. Para os produtores de ouro, as preocupações com a recessão e de controlar a inflação resultaram em preços estáveis do ouro no trimestre. “A produção mais fraca da Aura (AURA33) pode impactar levemente os resultados da empresa, mas continuamos positivos em relação às melhorias de produção”, avalia a XP.
update 11h37

Aéreas caem em bloco

Azul (AZUL4) e Gol (GOLL4) caem, respectivamente, -2,40% e -1,59%. Enquanto a fabricante de aeronaves Embraer (EMBR3) recua 1,75%.
update 11h29

Dólar dispara na Argentina, antes de novas medidas do governo serem anunciadas

No paralelo, o chamado dolar blue chegou a 350 pesos agora há pouco. O governo federal busca saídas para a crise cambial, incluindo um "dólar especial" para o agro.
update 11h29

IRB (IRBR3): prejuízo substancial adiciona preocupação sobre solvência e liquidez regulatórias, afirma banco

No resultado líquido, o IRB Brasil (IRBR3) teve prejuízo de R$ 366 milhões em abril e maio. “Considerando que o IRB encerrou o 1T22 com um modesto excesso de solvência regulatória de R$ 86 milhões e R$ 17 milhões de excesso de liquidez regulatória, isso deve gerar um trimestre desafiador pela frente e não descartamos um aumento de capital no curto prazo”, relatou J.P. Morgan. As ações do IRB caem 5,96%, cotadas a R$ 2,05.
update 11h25

Juros futuros acentuam quedas do dia

  • DI (2023): -0,04 pp, a 13,87% (às 9h07, era -0,01 pp)
  • DI (2024): -0,12 pp, a 13,83% (às 9h07, era -0,11 pp)
  • DI (2025): -0,15 pp, a 13,30% (às 9h07, era +0,12 pp)
  • DI (2027): -0,14 pp, a 13,23% (às 9h07, era -0,11 pp)
  • DI (2029): -0,14 pp, a 13,31% (às 9h07, era -0,09 pp)
  • DI (2031): -0,15 pp, a 13,35% (às 9h07, era -0,08 pp)
update 11h20

Ibovespa, agora, amplia alta, para +0,43%, aos 99.459 pontos

update 11h19

Governo federal deve cortar Orçamento em R$ 3 bi, menos do que o projetado antes

O anúncio que deve ser feito ainda hoje pelo Ministério da Economia. Os últimos números, de acordo com reportagem do Estadão, apontam que a necessidade de ajuste no Orçamento para 2022 para o cumprir o teto de gastos no Executivo é de R$ 2,775 bi. Já no Legislativo, Judiciário, Ministério Público da União e DPU é de em R$278 mi.
update 11h12

Ações do IRB (IRBR3) lideram quedas da bolsa após dados do balanço de maio

As ações do IRB (IRBR3) recuam 6,88%, cotadas a R$ 2,04. Em relatório, o Citi destacou que o novo prejuízo negativo indica deterioração da lucratividade e aumenta as preocupações com necessidade de capital. O resultado negativo deve-se principalmente a sinistros do segmento agrícola, provavelmente uma cauda dos sinistros vistos nas seguradoras no primeiro trimestre. Citi reitera recomendação de venda para IRB, com preço-alvo de R$ 2,40.
update 11h11

EUA: PMI Industrial cai a 49,9 pontos em julho, menor valor em 25 meses

A leitura anterior foi de 52,7 pontos. O dado de julho sinaliza "melhorias fracas nas condições operacionais em todo o setor manufatureiro dos EUA. Uma melhora moderada na saúde da economia produtora de bens contrastou com altas acentuadas em abril e maio".
update 11h07

Ibovespa opera entre perdas e ganhos, próximo da estabilidade aos 98.978 pontos

update 11h02

EUA: PMI de Serviços recua a 47,0 pontos em julho, abaixo da expectativa

A leitura é a mais baixa em 26 meses e veio bem abaixo das previsões de um PMI de serviços de 52,6 pontos. A leitura de junho foi de 52,7 pontos. Abaixo de 50 indica contração. Segundo a S&P Global, o dado indica "um sólido declínio na atividade de negócios em prestadores de serviços. O índice com ajuste sazonal continuou sua trajetória de queda vista desde a alta recente de março e sinalizou a queda mais acentuada na produção desde maio de 2020".
update 11h00

Ibovespa vira e cai 0,05%, aos 98.986 pontos

update 10h58

EUA: PMI Composto cai a 47,5 pontos, indicando contração

É a menor leitura em 26 meses. A leitura de junho foi de 52,3 pontos. Segundo a S&P Global, "as empresas do setor privado dos EUA indicaram a primeira contração na atividade comercial desde junho de 2020. A desaceleração na produção sinalizou uma perda adicional de impulso na economia em um grau não visto fora dos bloqueios da pandemia desde 2009. A desaceleração foi liderada por uma queda acentuada na atividade do setor de serviços, embora a produção nos fabricantes também tenha caído marginalmente, para baixo para a primeira vez em mais de dois anos".
update 10h58

RNI (RDNI3) tem alta de 1,51% após registrar vendas líquidas de R$ 210 mi no 2T22

update 10h57

Aliansce Sonae (ALSO3) sobe 1,75% após anúncio de venda de ativo em MG

Venda da totalidade da participação do Aliansce Sonae (ALSO3) no Uberlândia Shopping, no valor de R$ 195 milhões, agiliza fusão com brMalls (BRML3).
update 10h54

Ações de shoppings sobem em bloco

Iguatemi (IGTI11) é a maior alta do dia no setor, com +1,79%. Na sequência estão BrMalls (BRML3), com +1,55%, Multiplan (MULT3), com +0,67%, e JHSF (JHSF3), com +0,35%.
update 10h51

BCE: próxima elevação de juros poderá ser de 25 ou 50 pontos-base, diz Kazimir

Dirigente do Banco Central Europeu (BCE) e presidente do BC da Eslováquia, Peter Kazimir disse hoje que a próxima alta de juros do BCE poderá ser de 25 ou 50 pontos-base. “O tanto que elevaremos os juros em setembro e nas próximas reuniões será determinado por desdobramentos econômicos na zona do euro e em outras partes”, afirmou Kazimir, em comunicado divulgado no BC eslovaco. “Desta forma, é possível esperar um aumento de 25 ou 50 pontos-base”, acrescentou. (Estadão Conteúdo)
update 10h48

Ações da Petrobras viram para alta, com valorização do petróleo

Após abrirem em queda, em repercussão do relatório de prévia operacional, as ações da Petrobras (PETR3;PETR4) viraram para o positivo, com altas, respectivamente, de 0,54% e 0,62%. Lá fora, o preço do barril de petróleo do tipo Brent, referência para a empresa, virou para alta, e agora sobe 0,50%, a US$ 104,37.
update 10h44

Tesouro Direto: taxa de título de inflação para 2026 volta a se igualar a de papel para 2055

Investidores continuam a monitorar discussões em torno do teto de gastos e de reduções do IPI, além de indicadores vindos da Europa.
update 10h38

Dólar recua mais e cai 0,97%, cotado a R$ 5,442 na compra e R$ 5,443 na venda

update 10h35

Ações de siderúrgicas são o destaque da manhã

Entre as maiores altas do Ibovespa hoje estão Gerdau (GGBR4), que avança +4,07%, e CSN (CSNA3), com + 3,94%.  Gerdau Metalúrgica (GOAU4) avança +3,93% e Usiminas (USIM5) sobe 2,32%. A Vale (VALE3) sobe 2,83%.
update 10h30

Ibovespa renova máxima do dia, aos 99.607 pontos, +0,58%

update 10h30

Índices em NY abrem esta sexta sem direção definida

Os três principais índices em Wall Street caminham para ganhos acumulados nesta semana. Os investidores desfrutaram de uma semana positiva, impulsionados pelas ações de tecnologia, com resultados do segundo trimestre chegando melhores do que o esperado.
  • Dow Jones: +0,47%
  • S&P 500: +0,04%
  • Nasdaq: -0,28%
update 10h29

Grandes bancos abrem o dia em queda

Santander (SANB11) tem a maior baixa do dia no setor, com -1,38%. Na sequência estão Bradesco (BBDC4), com -0,70%, Itaú (ITUB4), com -0,47%, e Banco do Brasil (BBAS3), com -0,26%.
update 10h27

Companhias de minério de ferro devem apresentar resultados ligeiramente melhores no 2T22, avalia XP

Conforme a XP, isso se deve a melhorias sazonais na produção compensadas pelo aumento dos custos com combustíveis e mão de obra, além de menores preços realizados. “No entanto, ainda esperamos que o estímulo da economia chinesa afete a infraestrutura e a construção de imóveis no médio prazo, aumentando a demanda por aço nos próximos meses”, analisa a XP. Para as siderúrgicas, a corretora aponta preços domésticos mais altos e melhores volumes, que devem mais do que compensar os custos mais altos.
update 10h25

Euro recua diante do dólar, mas ainda se mantém levemente acima da paridade

Um euro compra neste instante 1,0182 dólar, um recuo de 0,45% na cotação. O WSJ Dollar Index, índice de moedas do Wall Street Jorunal, que inclui o real brasileiro e mede o dólar em relação a uma cesta de 16 moedas, subiu 8,7% até junho, atingindo seu melhor primeiro semestre desde 2010. O índice subiu mais 1,4% este mês até quinta-feira (21). Embora as moedas dos mercados emergentes normalmente sintam pressão quando os investidores migram para um dólar forte, as dos países desenvolvidos também caíram ultimamente, reflexo de políticas mais duras dos bancos centrais e de uma possível recessão global no horizonte cada vez mais próximo. O euro já atingiu seu nível mais fraco desde 2002.
update 10h24

Ações da Petrobras ampliam perdas, com PETR3 caindo 0,44% e PETR4 com menos 0,03%, após prévia operacional

update 10h24

Ibovespa abre quinto dia no positivo

Fechando a semana com alta, o Ibovepsa abriu com valorização de 0,35%, aos 99.375 pontos. Hoje, os investidores repercutem os dados de produção da Petrobras, que vieram fracos, mas em linha com o esperado. Além disso, o Ibovespa se beneficia da nova alta da Vale, na abertura dos negócios. O dólar comercial cai 0,76%, a R$ 5,454 na compra e na venda. Já o dólar futuro para agosto tinha baixa de 0,91%, a R$ 5,459. Os juros futuros também operam em baixa: DIF23 (janeiro para 2023), -0,04 pp, a 13,87%; DIF25, -0,08 pp a 13,37%; DIF27, -0,08 pp, a 13,29%; e DIF29, -0,06 pp, a 13,39%.
update 10h23

Petrobras (PETR4) não traz surpresas com dados de produção; foco está nos dividendos da próxima semana

A Petrobras (PETR3;PETR4) reportou produção total, em média de óleo, LGN e gás natural no 2º trimestre de 2022 (2T22), de 2,65 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boed), um recuo de 5,1% em relação ao mesmo período de 2021 (2T21) e sobre o 1º trimestre deste ano (1T22).
update 10h17

Ações da Vale (VALE3) avançam 2,25%, a R$ 70,11

update 10h15

Ibovespa abre com alta de 0,32%, a 99.332 pontos

update 10h14

STF analisa se operadoras de internet, TV a cabo e telefone podem cobrar fidelização

A ação foi proposta pela Associação Brasileira de Provedores de Internet e Telecomunicações (Abrint), contra uma lei do estado do Rio de Janeiro, que proibiu a aplicação de multa por quebra de fidelidade nos serviços de internet, TV por assinatura e telefonia durante a pandemia.
update 10h13

Ações da BRF (BRFS3) sobem 1,89%% após empresa obter reabilitação de unidade para exportar frango à Arábia Saudita

update 10h13

Ações do IRB (IRBR3) recuam 5,96%, a R$ 2,05, após prévia de balanço de maio

update 10h11

Ações da Petrobras abrem mistas, com ordinárias (PETR3) recuando 0,06% e preferenciais (PETR4), com mais 0,31%

update 10h05

Preços dos combustíveis no Brasil ampliam margem acima da paridade internacional, diz Abicom

Tanto a gasolina quanto o diesel sem beneficiam da queda dos preços internacionais de petróleo e da retirada de impostos por recente lei federal. A Petrobras (PETR3;PETR4) não reajusta preços do diesel há 34 dias e da gasolina, há 3.
  • Diesel (média nacional): +2%, ou R$ 0,13 (ontem era +2% ou 0,13)
  • Gasolina (média nacional): +4%, ou R$ R$ 0,15 (ontem era 0% ou 0,01)
update 10h04

Ibovespa abre, preliminarmente, com alta de 0,22%, aos 99.249 pontos

update 9h55

Ibovespa futuro desacelera alta, para 0,08%, aos 99.905 pontos, a poucos minutos da abertura

update 9h47

Dólar futuro acentua queda para 0,67%, cotado a R$ 5,472

Às 9h, o recuo era de 0,24%, cotado a R$ 5,496.
update 9h34

Ibovespa futuro vira para alta de 0,21%, e rompe os 100 mil (100.101 pontos)

update 9h30

Ações do Twitter (TWTR34) recuam 2,33% no pré-mercado em NY, após balanço abaixo das expectativas

O Twitter (TWTR34) registrou perda ajustada por ação de US$ 0,08, ante lucro esperado US$ 0,14, segundo a Refinitiv. A receita ficou em US$ 1,18 bilhão, ante US$ 1,32 bilhão projetado. Já os Usuários ativos diários monetizáveis ​​(mDAUs, na sigla em inglês) somaram 237,8 milhões contra 238,08 milhões esperados, conforme a Refinitiv.
update 9h29

Dólar amplia queda para 0,62%, cotado a R$ 5,461 na compra e R$ 5,462 na venda

update 9h19

Novas altas dos juros vão esfriar retomada, prevê economista

A continuidade da alta da Selic prevista vai frear o movimento de recuperação da atividade econômica e dos empregos verificada nos últimos meses. "O juro mais alto gera uma desaceleração da economia no curto prazo, mas, se o BC for bem-sucedido em controlar a inflação, vai favorecer o crescimento da economia no longo prazo", diz Mauricio Oreng, do Santander. (Estadão Conteúdo)
update 9h15

Petrobras (PETR3 PETR4): após prévias, há espaço para anúncio de dividendos de até US$ 12 bi, aponta análise

Em relatório, o Goldman Sachs avaliou o que os números de produção da Petrobras ([ativo=PETR3;PETR4]) estão bem mapeados pelo mercado e, portanto, diz esperar reação neutra aos números divulgados. No mais, acrescentou ver espaço para um anúncio de dividendos de até cerca de US$ 12 bilhões, junto com os resultados do balanço do 2T22. A recomendação segue de compra, com preço-alvo para PETR3 de R$ 35,60 e PETR4 de R$ 32,80.
update 9h08

Dólar cai 0,21%, cotado a R$ 5,484 na compra e R$ 5,485 na venda

update 9h07

Juros futuros operam em queda

  • DI (2023): -0,03 pp, a 13,88%
  • DI (2024): -0,05 pp, a 13,90%
  • DI (2025): -0,06 pp, a 13,38%
  • DI (2027): -0,06 pp, a 13,31%
  • DI (2029): -0,06 pp, a 13,39%
  • DI (2031): -0,06 pp, a 13,44%
update 9h06

Twitter (TWTR34) registra queda de 1% na receita, a US$ 1,18 bi

Em moeda constante (para refletir as variações cambiais em diversos países), a receita aumentou de 2%. Segundo a empresa, as receitas refletiram "ventos contrários" da indústria de publicidade, por conta do ambiente macroeconômico, assim como as incertezas relacionada à aquisição pendente do Twitter por parte de Elon Musk.
update 9h03

Dólar futuro abre em queda de 0,24%, cotado a R$ 5,496

update 9h02

Ibovespa futuro abre em alta de 0,11%, a 99.930 pontos

update 9h02

Twitter (TWTR34) reverte lucro e tem prejuízo de US$ 270 mi

update 8h55

Vendas de aço tiveram desempenho fraco em junho, diz análise

O Itaú BBA comentou os dados setoriais apresentados pelo Instituto Aço Brasil e ressaltou que as comparações trimestrais sequenciais tiveram resultados mistos, mas o desempenho anual está abaixo dos números de 2021. As vendas domésticas de aço cresceram 10% em relação ao 1T22, mas caíram 12% na comparação anual. Já as importações tiveram queda de 53% comparando o 2T22 com 2T21. A produção de aço bruto caiu 5% na comparação anual.
update 8h50

C6 Bank, BTG Pactual (BPAC11) e Inter (INBR31) lideram ranking de reclamações do BC

Os bancos C6 Bank, BTG Pactual/Banco Pan e Inter lideram o ranking de reclamações do Banco Central no primeiro trimestre deste ano. A lista considera os 15 maiores bancos, financeiras e instituições de pagamentos e foi divulgada ontem pela autoridade monetária. (Estadão Conteúdo)
update 8h47

Confira o InfoMorning

https://www.youtube.com/watch?v=9VcM-NImK-w
update 8h46

ADR PBR cai 0,52%, a US$ 11,41, após divulgação de dados de produção

update 8h38

Projeções de inflação do BC e do mercado estão mais descoladas

Nos últimos meses, as projeções do Banco Central e de economistas do mercado financeiro para a inflação em um horizonte de dois anos têm se distanciado, e a diferença entre elas está hoje no pior nível desde março de 2021.
update 8h34

Ministério da Economia prepara novo decreto para cortar IPI de 4 mil produtos

O governo prepara um novo decreto para reduzir o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). A ideia é substituir o corte anterior, questionado no Supremo Tribunal Federal (STF).
update 8h33

Barril de petróleo acelera queda

Demanda fraca pela commodity nos EUA, elevação da taxa de juros na Europa e expectativa para reunião do Fed estão no radar.
  • Petróleo WTI, -1,67%, a US$ 94,74 o barril (às 7h era -0,51%)
  • Petróleo Brent, -1,42%, a US$ 102,38 o barril (às 7h era -0,23%)
update 8h30

ADR da Vale avança 1,68%, a US$ 12,72

update 8h25

Aliansce Sonae (ALSO3): banco não vê “surpresa” na venda de shopping

O anúncio do Aliansce Sonae (ALSO3) da venda de sua participação total no Shopping Uberlândia, por R$ 195 milhões, foi visto pelo Itaú BBA como “um pouco esperado” devido à possível exigência a ser proferida pelo Cade. “Dito isto, acreditamos que a taxa de capitalização da transação da venda de 8,2% será uma surpresa, uma vez que é quase metade da taxa de capital implícita pelo preço atual da ação de 15,8%”, relatou o banco. O BBA ainda informou que além do Uberlândia Shopping, o Shopping Vila Velha e Shopping Londrina também poderiam ser negociados em um esforço para acelerar a aprovação do negócio com a BR Shoppings. O banco manteve classificação outperform para o Aliansce Sonae, com preço-alvo de R$ 23/ação.
update 8h21

Ouro sobe, de olho na próxima reunião do Fed

O ouro acelera +0,44% nesta manhã, a US$ 1.721 a onça, depois de ter caído ontem para o nível mais baixo em mais de um ano – mas fechou o dia em alta de 1,3%. Já a prata cai 0,26%, cotada a US$ 18,67 a onça.
update 8h16

Gol (GOLL4) confirma nova reunião com sindicato dos aeronautas para tratar reivindicações

Pauta de reivindicações da categoria prevê reajuste de 8,5% nos salários para compensar as perdas inflacionárias e abono indenizatório mensal.
update 8h12

BC da Rússia corta juros em 150 pontos-base, a 8,0% ao ano

Essa é a quinta redução consecutiva na taxa desde fevereiro deste ano, quando a entidade subiu a referência a 20% para atenuar os efeitos da invasão da Ucrânia. O corte foi mais contundente que o previsto pela maioria dos analistas consultados pela agência Reuters, que esperava ajuste de 50 pontos-base.
update 8h11

Bolsonaro sobre Petrobras (PETR4): Não estava tendo viés social previsto em lei

Após a mais recente queda dos combustíveis anunciada pela Petrobras (PETR3;PETR4), o presidente Jair Bolsonaro disse que a estatal “não estava tendo viés social previsto em lei”. Foi a primeira vez que o presidente se referiu à suposta falta de aplicação da função social da empresa no passado. O presidente disse ainda que o preço da gasolina no País caiu, em média, R$ 2. Ele atribui a redução ao projeto de lei que fixou teto de 17% na cobrança do ICMS dos combustíveis pelos Estados. (Estadão Conteúdo)
update 8h08

JBS (JBSS3): Wesley Batista Filho assumirá o cargo de Presidente Global de Operações a partir de 1º de novembro

A empresa anunciou hoje que o atual Presidente de Operações – América do Norte, André Nogueira, decidiu que deixará a sua posição na mesma data. Ele permanecerá na empresa exercendo cargo consultivo até o final do ano, quando passará a integrar o conselho consultivo da JBS USA, além de manter seu papel no Conselho de Administração da Pilgrim’s. Wesley Batista Filho continuará se reportando a Gilberto Tomazoni, CEO Global da JBS. Tim Schellpeper, CEO da JBS USA, Brent Eastwood, CEO da JBS Austrália, e Gilberto Xandó, CEO da JBS Brasil, se reportarão a Wesley Batista Filho.
update 8h07

Inflação e quadro fiscal levam bancos a prever Selic mais alta, até 14,25%

O mercado está reavaliando suas perspectivas para a evolução da Selic, com a expectativa de uma inflação mais alta do que o esperado em 2023 e de maior risco para a administração das contas públicas. Se antes a expectativa era de que a elevação da taxa básica de juros, hoje em 13,25% ao ano, já pudesse ser interrompida em agosto, agora bancos e consultorias avaliam que os aumentos devem prosseguir pelo menos até setembro ou outubro. Nesse cenário, a Selic poderia chegar a até 14,25%, segundo novas estimativas do mercado, voltando ao patamar de meados de 2016. (Estadão Conteúdo)
update 8h04

Petrobras (PETR3,PETR4): prévias não trouxeram “surpresas”, apesar do ritmo maior de refino, diz análise

O Morgan Stanley avalia que os números operacionais da Petrobras (PETR3;PETR4) no 2T22 estiveram em sua maioria em linha com o consenso. “Todo o foco está nos dividendos da próxima semana (quando será divulgado o balanço financeiro), bem como nas prováveis margens de refino”, relata. O banco manteve classificação equal-weight e preço alvo de US$ 15 por ação da petrolífera.
update 8h03

BRF (BRFS3) obtém reabilitação de unidade para exportar frango à Arábia Saudita

A planta da BRF (BRFS3) localizada em Kizad, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos, passava por uma suspensão temporária desde 2019, ocorrida após uma auditoria. Agora, a BRF considerou a aprovação estratégica devido à relevância daquele mercado. Em Abu Dhabi, são produzidos empanados de frango, hambúrger de carne e frango, salsichas, peito tenderizado e cortes especiais de frango, que são enviados principalmente para países do Golfo, norte da África e Liga Árabe. (Reuters)
update 8h00

Sabesp (SBSP3) conclui operação de financiamento de R$ 760 milhões para obras do Programa Novo Rio Pinheiros

O financiamento foi contratado junto ao Internacional Finance Corporation (IFC), no final de junho. A Sabesp (SBSP3) usará os recursos para ampliar a coleta e o tratamento de esgoto e despoluir o rio até dezembro de 2022, melhorias nos sistemas de água e esgoto no litoral paulista e na construção de uma adutora na Grande São Paulo.
update 7h56

Justiça nega recurso e mantém falência da Ricardo Eletro; empresa vai recorrer

O Tribunal de Justiça de São Paulo negou ontem o recurso da Ricardo Eletro em relação à decretação da falência da empresa. A decisão foi do relator Maurício Pessoa, que cita a fragilidade da fundamentação recursal e a relutância da companhia em aceitar a determinação judicial.
update 7h54

PMI composto da zona do euro cai a 49,4 em julho e sinaliza contração

O índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) composto da zona do euro, que engloba os setores industrial e de serviços, caiu de 52 em junho para 49,4 em julho, atingindo o menor nível em 17 meses e ficando abaixo da barreira de 50 que sinaliza contração da atividade, segundo dados preliminares divulgados hoje pela S&P Global. (Estadão Conteúdo)
update 7h51

PMI composto da Alemanha recua a 48 em julho, apontando contração

O índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) composto da Alemanha, que engloba os setores industrial e de serviços, caiu de 51,3 em junho para 48 em julho, atingindo o menor nível em 25 meses e ficando abaixo da barreira de 50 que sinaliza contração da atividade, segundo dados preliminares divulgados hoje pela S&P Global. Apenas o PMI industrial alemão recuou de 52 para 49,2. Analistas consultados pelo The Wall Street Journal previam declínio menor, a 51. Já o PMI de serviços alemão diminuiu de 52,4 em junho para 49,2 em julho, o menor nível em sete meses e também abaixo do consenso do mercado, de 51,6. (Estadão Conteúdo)
update 7h48

RNI (RDNI3) registra vendas líquidas de R$ 210 milhões no 2T22, 20% maior na base anual

Segundo a RNI (RDNI3), a empresa atingiu um recorde de vendas líquidas, patamar superior aos últimos 8 anos, com R$ 381 milhões no primeiro semestre do ano, 15% superior ao período equivalente de 2021.
update 7h39

Aliansce Sonae (ALSO3) celebrou contrato para venda da totalidade de sua participação no Uberlândia Shopping

O valor do desinvestimento é de R$195 milhões ao cap rate de 8,2%, com base no NOI do shopping estimado para o ano de 2022. A conclusão da transação está condicionada ao cumprimento de determinadas condições precedentes usuais.
update 7h38

Petrobras (PETR3 PETR4): BBA espera reação “ligeiramente positiva” no mercado com prévias

Com os resultados operacionais no 2T22 apresentados pela Petrobras ([ativo=PETR3;PETR4]), o banco espera uma reação “neutra” à queda da produção de petróleo divulgada pela ANP e reação “ligeiramente positiva” do mercado à alta taxa de utilização nas refinarias no trimestre. “Isso tudo combinado com fortes margens de refino, provavelmente impulsionará os resultados do downstream”, complementou. O Itaú manteve classificação outperform da Petrobras, com preço-alvo de R$ 43.
update 7h35

Títulos dos EUA chegam à mínima em duas semanas

Quedas de hoje dos rendimentos dos bonds ocorrem após dados econômicos fracos e um aumento significativo da taxa de juros do Banco Central Europeu, alimentando preocupações sobre uma desaceleração econômica. A curva entre os juros de curto e longo prazo permanece invertida.
  • Treasuries: T-note de 10 anos a 2,827% (-0,081)
  • Treasuries: T-note de 2 anos a 3,041% (-0,054)
update 7h31

Bitcoin sustenta nível de US$ 23 mil e deve fechar melhor semana em quatro meses; Ethereum dispara 8%

Mesmo em meio à notícia de que a Tesla vendeu 75% de sua reserva na moeda digital no segundo trimestre, o Bitcoin (BTC) conseguiu fechar ontem próximo da estabilidade e abre hoje em alta de 2%, sustentando o nível de US$ 23 mil. Com isso, a criptomoeda fica perto de fechar sua melhor semana em quatro meses.
update 7h28

Minerva (BEEF3) comunica que houve o primeiro embarque de carne bovina in natura para o Canadá, a partir da unidade de Palmeiras de Goiás

O frigorífico ressalta que o Canadá é o nono maior importador global de carne bovina e em 2021 importou cerca de US$1 bilhão em carne bovina in natura, com os Estados Unidos sendo um dos principais fornecedores e representando 63% de toda a importação de carne bovina no Canadá, seguido pelo México e Australia.
update 7h25

Petrobras (PETR3 PETR4): após prévia Credit eleva preço-alvo de ADRs de US$ 17 para US$ 18

Em análise sobre a prévia, o Credit Suisse destacou uma visão positiva sobre os resultados operacionais, com primeiro destaque para a redução de estoques, o que fez a empresa vender mais volume do que produziu, indicando bons resultados à frente. Assim, a previsão é de que o Ebitda do 2T22 some US$ 19,5 bilhões, alta trimestral de 29% e anual de 71%. A recomendação é outperform.
update 7h20

Petrobras (PETR3 PETR4): produção total cai 5,1% no 2º trimestre

A Petrobras (PETR3;PETR4) registrou uma produção total, em média de óleo, LGN e gás natural no segundo trimestre de 2022 (2T22), 2,65 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boed), um recuo de 5,1% em relação ao mesmo período de 2021 (2T21) e sobre o 1º trimestre deste ano (1T22) Em relação ao primeiro trimestre deste ano, a queda se deu, principalmente, em razão do início da vigência do Contrato de Partilha de Produção dos Volumes do Excedente da Cessão Onerosa de Atapu e Sépia, em 2 de maio, com redução de participação da Petrobras nestes campos, além do maior número de paradas para manutenções e intervenções nas plataformas do pré-sal e do pós-sal.
update 7h16

IRB (IRBR3): Grande prejuízo líquido em maio pode levar a problemas de suficiência de capital, diz análise

O Credit Suisse, após o prejuízo reportado pelo IRB (IRBR3), que se deve basicamente ao aumento da sinistralidade no segmento rural, relembrou o apertado índice de solvência regulatória de 105% do 1T22, que, somado ao prejuízo acumulado de R$ 366 milhões dos dois meses reportados no 2T22, pode indicar a necessidade de um aumento de capital. "Vale ressaltar que os acionistas do IRB aprovaram na AGE de 10 de maio alterações relevantes no estatuto, permitindo até R$ 1,2 bilhão em aumento de capital, potencialmente por meio de emissão de bônus subsequentes ou conversíveis/subscrição de bônus", escreveram os analistas. Por fim, o Credit mantém avaliação negativa sobre IRB e mantém recomendação Underperform inalterada.
update 7h12

EUA divulga índices sobre indústria e serviços, enquanto Rússia decide juros

A semana termina com a divulgação do índice de gerente de compras (PMI, no acrônimo em inglês) de serviços e da indústria nos EUA, que deve registrar avanços em ambos os setores. A divulgação será às 10h45. Na Rússia, o Banco Central decide sobre juros às 9h. No Brasil, a agenda doméstica está esvaziada. Às 14h, Roberto Campos Neto, presidente do BC, tem reunião com Thomas Bohner, CEO & Founder, Jacqueline Kuiper, General Counsel, e Miguel Campos, FinTech Director, da Credix Finance.
update 7h09

Petróleo engata novo dia de queda

As cotações do petróleo caem, depois de recuarem cerca de 3% na sessão anterior devido à demanda enfraquecida nos EUA, maior consumidor de petróleo do mundo, e uma recuperação na oferta da Líbia. Já os preços do minério de ferro retomaram US$ 100.
  • Petróleo WTI, -0,51%, a US$ 95,85 o barril
  • Petróleo Brent, -0,23%, a US$ 103,66 o barril
  • Minério de ferro negociado na bolsa de Dalian teve alta de 3,57%, a 681,00 iuanes, o equivalente a US$ 100,64
update 7h07

IRB (IRBR3): prévia aponta prejuízo de R$ 273,1 mi em maio, ante lucro de R$ 7,5 mi no mesmo mês de 2021

No acumulado dos 5 primeiros meses de 2022, o prejuízo líquido é de R$ 285,3 milhões, frente a um lucro líquido de R$ 9,4 milhões de igual intervalo do ano passado.
update 7h06

Mercados europeus sobem, mesmo após elevação de juros

Um dia após o Banco Central Europeu elevar os juros pela primeira vez em 11 anos, a maioria das bolsas da Europa operam em alta. O BCE também introduziu o Transmission Protection Instrument (TPI), um plano de proteção de títulos projetado para limitar os custos de empréstimos em toda a região e limitar a fragmentação para países endividados no sul da Europa. Na frente de dados, leituras do PMI (índices de gerente de compras) hoje mostraram que a atividade de negócios da zona do euro encolheu em julho, com a desaceleração na manufatura ganhando ritmo e o crescimento do setor de serviços desacelerando, com custos crescentes forçando os consumidores a reduzir despesas.
  • FTSE 100 (Reino Unido), +0,24%
  • DAX (Alemanha), +0,20%
  • CAC 40 (França), +0,33%
  • FTSE MIB (Itália), +0,13%
  • Stoxx600, +0,46%
update 7h04

Índices Futuros dos EUA recuam, após divulgação de balanços

Após subir por três pregões consecutivos, os índices futuros dos EUA operam em queda, pressionados pelas ações de tecnologia, que repercutem os resultados do Snapchat abaixo do previsto. A notícia de que a empresa reduzirá contratações arruinou o que tem sido uma onda de alta para as ações de tecnologia.
  • Dow Jones Futuro (EUA), -0,01%
  • S&P 500 Futuro (EUA), -0,24%
  • Nasdaq Futuro (EUA), -0,47%
update 7h02

Ações asiáticas fecharam o dia entre altas e baixas

Os mercados asiáticos terminaram a semana sem direção definida, à medida que a inflação no Japão aumenta. Dados divulgados hoje mostraram que os preços no Japão subiram 2,2% em junho em relação a um ano atrás, em linha com o consenso de mercado. Vale lembrar que o BC do Japão manteve ontem as taxas em níveis ultrabaixos, como esperado.
  • Shanghai SE (China), -0,06%
  • Nikkei (Japão), +0,40%
  • Hang Seng Index (Hong Kong), +0,17%
  • Kospi (Coreia do Sul), -0,66%
update 7h00

Abertura dos mercados

Os índices futuros de Nova York oscilam em baixa, à medida que os resultados do Snapchat divulgados ontem pesam sobre as ações de tecnologia. As ações da empresa controladora do Snapchat despencaram 26% depois de divulgar resultados do 2T22, que ficaram aquém das expectativas. A companhia informou que planeja desacelerar as contratações. A temporada de balanços nos EUA segue a todo vapor hoje, com destaque para divulgação dos resultados de American Express, Verizon e Twitter antes da abertura dos mercados. Enquanto isso, a maioria dos mercados europeus opera com leves ganhos na sessão de hoje, com investidores monitorando dados econômicos e resultados corporativos e tentando prever a trajetória da política monetária, após o Banco Central Europeu (BCE) aumentar ontem em 50 pontos base a taxa de juros. As bolsas asiáticas fecharam mistas hoje, com investidores digerindo um ligeiro aumento na inflação japonesa em junho, depois que o Banco do Japão (BoJ) manteve as taxas de juros em níveis ultrabaixos ontem.
Compartilhe