Engie (EGIE3)

ENGIE BRASILON NM

error_outline Atualizado 27/02/24 às 18h07. Delay 15 min
arrow_upward

41,79

+2.15%

41,01

41,79

66.624.243,00

Fechamento anterior 40,91
Abertura 41,09
Negócios 6.587,00
Volume$ 66,62 M
Mín — Máx (Dia) 41,01 - 41,79
Variação (Dia) +2.15%
Variação (Mês) +2.98%
Variação (2024) -7.8%
Variação (52 semanas) +14.38%

Invista com corretagem zero

Sobre Engie

Sigla: EGIE3

Tipo: Ações

Setor: Energia E Saneamento

Receita Líquida R$ 11,13 B
Lucro Líquido (LL) R$ 3,37 B
Margem Líquida 30.27%
Ebitda R$ 6,22 B
Margem Ebitda 55.9%
Ativo Total R$ 39,39 B
Dívida Bruta R$ 17,85 B
Dívida Líquida R$ 14,77 B
Patrimônio Líquido (PL) R$ 9,39 B
Índice de preço sobre lucro (P/L) 9,90
Retorno sobre o PL (ROE) +35.9%
Retorno sobre o Capital (ROIC) +12.85%

A Engie Brasil Energia, anteriormente Tractebel Energia, é uma das maiores geradoras privadas de energia do Brasil. Com 55 usinas geradoras, a Engie tem capacidade instalada de 8.276 MW. Isso representa cerca de 6% da capacidade do País, com 90% da energia provenientes de fontes renováveis. A companhia também atua nos segmentos de comercialização e transmissão de energia.

A empresa também detém uma malha de transporte de gás natural do país, com 4.500 km que atravessa 10 estados. A Engie possui ainda um portfólio de serviços para otimizar infraestruturas de empresas e cidades.

As ações ordinárias da Engie Brasil Energia (EGIE3) fazem parte do Novo Mercado da B3. O controle acionário da empresa está nas mãos da Engie Brasil Participações Ltda. A empresa também possui American Depositary Receipts (ADRs), Nível I, negociados no mercado de balcão norte-americano, sob o código EGIEY, à razão de um ADR por ação ordinária.

Em 2019, a Engie foi escolhida a melhor empresa do setor de utilidade pública no ranking “Melhores Empresas da Bolsa”, feito pelo InfoMoney, em parceria com o Ibmec e a Economatica. O ranking analisou diferentes indicadores das companhias abertas em três anos, de 2016 a 2018.

A empresa teve início em 1994 com a criação da Nacional Energética pelo Banco Nacional. Em 1995 a Nacional Energética e Furnas realizaram uma parceria público-privada. Em 1996 a Tractebel abriu seu 1º escritório no Brasil.

Em 1998 a empresa investiu USD 801 milhões com recursos próprios e começou a adquirir hidrelétricas. O primeiro contrato de venda direta de energia foi assinado em 2000.

A companhia promoveu o primeiro leilão de energia elétrica em 2002. Em 2005 a Engie Brasil Energia passou a ser listada no segmento Novo Mercado da B3.  Em 2016 a empresa adotou a marca Engie em todo o mundo. Em 2019 ingressou no transporte de gás natural com a aquisição da TAG.

A empresa está listada na B3 com ações ordinárias (EGIE3) e também está no mercado fracionado (EGIE3F).

Seja sócio das melhores empresas da Bolsa: abra uma conta na XP Investimentos – é grátis!

Dados complementares fornecidos pela

Com dinheiro