Corte acima do esperado

BC da Rússia corta juros em 150 pontos-base, a 8,0% ao ano

Corte foi mais contundente que o previsto pela maioria dos analistas consultados pela agência Reuters, que esperava ajuste de 50 pontos-base

Por  Estadão Conteúdo -

O Banco da Rússia (BoR) cortou os juros básicos em 150 pontos-base, a 8,0% ao ano, em decisão de política monetária divulgada nesta sexta-feira (22). Essa é a quinta redução consecutiva na taxa desde fevereiro deste ano, quando a entidade subiu a referência a 20% para atenuar os efeitos da invasão da Ucrânia.

O corte foi mais contundente que o previsto pela maioria dos analistas consultados pela agência Reuters, que esperava ajuste de 50 pontos-base.

Em comunicado, a autoridade monetária afirmou que o índice de preços ao consumidor mensal permanece baixo no país, o que contribui para a desaceleração da taxa anual de inflação. O movimento é atribuído à demanda contida de consumidores, além de fatores pontuais. “O ambiente externo para a economia russa continua desafiador e continua a restringir significativamente a atividade econômica”, analisa.

A taxa anual de inflação na Rússia caiu de 17,1% em maio a 15,9% em junho. Pelas estimativas do BC, o indicador deve desacelerar à faixa entre 12% e 15% este ano, antes de cair ao nível entre 5% e 7% em 2023 e retornar à meta de 4% em 2024.

Nesse cenário, a instituição sinaliza que avaliará a necessidade de novos cortes de juros ao longo do segundo semestre, com base nas dinâmicas de expectativas de inflação e evoluções na economia.

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

Compartilhe