Fechar Ads
Conteúdo editorial apoiado por

IM Trader

Tempo Real

Ibovespa fecha com ganhos mínimos, com gangorra de Petrobras (PETR4) e cautela em NY

Mercados de NY viram à tarde e terminam em queda, antes de payroll

Por  Equipe InfoMoney -

O que se viu hoje em São Paulo e em Nova York foi um sobe e desce que culminou com Wall Street no vermelho e o Ibovespa subindo “apenas” 0,09%, aos 127.427 pontos, após superar mais de 1%. Os motivos podem ser resumidos em dois: a estatal brasileira de petróleo e a cautela com novos dados econômicos nos EUA.

A Petrobras (PETR4) terminou o dia com queda de 1,41%, aos R$ 37,88 (mas variou dos R$ 37,43 aos R$ 39,48). Essa volatilidade foi forjada a ferro e fogo, em um caminho longo e tortuoso. A ação começou em alta, mas logo surgiram notícias de que o governo poderia tirar do comando Jean-Paul Prates para colocar o atual presidente do BNDES, Aloizio Mercadante. Leandro Petrokas, diretor de research da Quantzed, disse que “Mercadante é um nome que o mercado entende como sendo da ala um pouco mais radical do PT. Ao menos a história política dele mostra isso, o que naturalmente não seria bem aceito. Tanto que as ações caíram 5%, a gente está falando de uma perda de valor de mercado de aproximadamente R$ 2,5 bilhões em questão de 15, 20 minutos”.

Petrobras vira, com dividendos

Mas logo veio outra notícia, a de que os ministros Fernando Haddad e Rui Costa acertaram que a estatal pagará dividendos extraordinários. Parecia coisa orquestrada. “O mercado então recuperou praticamente tudo, com essa notícia sobre aprovação de dividendos, o que seria positivo para os acionistas, uma vez que esse assunto de dividendos estava em pauta”, disse Petrokas. Para ele, o governo está “fazendo um balão de ensaio”: “claro que isso ainda vai depender de aprovação do conselho etc., mas nitidamente o governo está realmente querendo interferir na atual gestão da Petrobras”.

Entretanto, ao longo surgiram informações, de que “cálculos” precisam ser feitos para que esse dividendo seja mesmo deliberado. E a ação voltou a recuar com amplitude para, então, fechar no vermelho.

Wall Street

Enquanto isso, lá nos EUA, os índices subiam forte, parecendo que as falas de ontem de Jerome Powell, presidente do Fed, haviam agradado, embora uma parte do mercado entenda que ninguém tem certeza do que a autoridade monetária irá fazer. “Não creio que o Fed tenha realmente qualquer razão para cortar as taxas. A economia está muito forte e ainda não vencemos a inflação”, disse à CNBC Larry Tentarelli, estrategista técnico-chefe do Blue Chip Daily Trend Report.

Hoje, mais integrantes do Fed falaram. Austan Goolsbee, presidente do Federal Reserve de Chicago, disse questionar quanto tempo o banco central vai se manter nesse patamar restritivo e alertou: “se permanecermos restritivos por muito tempo, provavelmente veremos o mercado de trabalho começar a se deteriorar”. Já o presidente do Fed de Richmond, Thomas Barkin, ponderou que é preciso “refletir sobre corte de juros diante de dados menos encorajadores”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Nesta quinta, os pedidos de seguro-desemprego semanais subiram mais do que o esperado, mostrando um mercado de trabalho menos apertado. Mas, nessa seara, os investidores vão ter mesmo uma resposta melhor amanhã, com o payroll de março – esse é o relatório de emprego preferido pelo Fed. E foi justamente a espera, a cautela, o pé atrás antes dessa divulgação que fez os principais índices norte-americanos virarem para negativo na reta final da sessão e apresentarem perdas amplas no fechamento, mesmo com os Treasuries recuando por toda a curva o que acabou pensando aqui em São Paulo – os DIs (juros futuros) oscilaram e fecharam mistos, próximos da estabilidade.

“Enquanto não há certezas, o mercado tenta antecipar os movimentos do Fed por meio da interpretação dos indicadores. O grande número do começo de abril é o nível de emprego não agrícola (o payroll), e à luz desses indicadores os investidores traçarão novas estratégias tendo em vista a expectativa para os juros”, disse a Levante Investimentos em nota.

Ibovespa e dólar

A gangorra atingiu também o dólar. O câmbio afundou a ponto de quase ficar abaixo dos R$ 5, mas acabou virando, no mesmo momento em que o Ibov começou a desidratar, e terminando com queda de 0,19%, a R$ 5,05. Os juros futuros (DIs) recuaram.

Claro que a Bolsa teve outros destaques além de Petrobras e as preocupações macroeconômicas. A Vale (VALE3) perdeu amplos 1,11% – hoje, um grande banco projetou que, apesar da produção sólida, a mineradora deve ter um 1T24 difícil devido à baixa realização dos preços do minério de ferro. Eletrobras (ELET3) subiu 0,49%, após adiamento da decisão sobre voto do governo.

A B3 (B3SA3) fechou com ganhos de 2,22%, com recomendação elevada. Analistas atualizaram suas estimativas para as ações de CSN (CSNA3), CSN Mineração (CMIN3) e Usiminas (USIM5) para incorporar novas estimativas de preços de minério de ferro e resultados do 4T23. O resultado foi de queda de 1,17% para CSNA3, e altas de 0,38% para CMIN3 e de 0,10% para USIM5. Ainda no campo das recomendações, Lojas Renner (LREN3) ressurge após ostracismo e fecha dia com alta de 2,17%. Para analistas, melhora do braço financeiro deve impulsionar resultados da companhia em duas frentes, tanto do faturamento quanto nas menores provisões.

O sobe e desce de hoje foi emocionante para quem viu tudo de fora. Para quem estava lá dentro, a torcida é que as coisas fiquem menos oscilantes amanhã. Será? (Fernando Augusto Lopes)

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Confira as últimas dos mercados

update 18h05

Encerramos nossa cobertura dos Mercados Ao Vivo

Acessa o Ao Vivo do InfoMoney todos os dias? Então, adicione este link aos favoritos do seu navegador para acompanhar diariamente a cobertura a partir das 8 horas ou acesse o IM Trader, o novo canal do InfoMoney sobre Mercados!
update 18h04

Na meia hora final, Ibovespa Futuro tem queda de 0,02, com 127.690 pontos; e Dólar Futuro, mais 0,19%, com 5.069,50 pontos

update 18h00

DIs: juros futuros encerram sessão com novas altas por toda a curva

Dia (%)Taxa (%)Variação (pp)NegóciosSemana (%)2024 (%)
DI1F250,109,9700,010234530,50-0,60
DI1F260,109,9900,010384950,913,95
DI1F270,3410,3200,035279881,576,17
DI1F280,4210,6550,045107841,867,25
DI1F290,4110,8900,045281792,068,14
DI1F310,3611,1600,040101752,208,77
DI1F330,4511,2700,05068822,088,68
DI1F350,3511,3100,04011742,088,96
update 17h27

Ibovespa: mais negociadas do dia

AtivoNegóciosDia (%)Valor (R$)Variação (R$)Semana (%)2024 (%)
Petrobras PNPETR4167.015-1,4137,88-0,541,391,72
Petrobras ONPETR365.135-0,4639,12-0,182,190,36
Itaú UnibancoITUB459.855-1,3232,79-0,44-5,300,46
Bradesco PNBBDC459.4390,6214,560,092,22-14,43
ValeVALE355.601-1,1160,37-0,68-0,76-18,30
B3B3SA352.9502,2211,960,26-0,25-16,53
Magazine LuizaMGLU349.2154,731,770,08-1,67-17,54
update 17h25

Ibovespa: maiores altas do dia

AtivoDia (%)Valor (R$)Variação (R$)NegóciosSemana (%)2024 (%)
Magazine LuizaMGLU34,731,770,0849.215-1,67-17,54
AlpargatasALPA43,849,740,3610.3722,20-3,75
TIMTIMS33,1618,600,5714.2744,494,14
LocalizaRENT33,0153,411,5630.252-1,71-15,50
HapvidaHAPV32,824,010,1134.9698,38-9,89
AzulAZUL42,7912,900,3519.186-1,07-19,43
CVCCVCB32,592,770,0711.849-4,48-20,86
update 17h23

Ibovespa: maiores quedas do dia

AtivoDia (%)Valor (R$)Variação (R$)NegóciosSemana (%)2024 (%)
Casas BahiaBHIA3-4,376,78-0,317.9310,00-40,42
ArezzoARZZ3-2,9357,03-1,7214.669-11,26-11,62
GPAPCAR3-2,492,74-0,0712.420-7,43-32,51
Grupo SomaSOMA3-2,316,77-0,1620.524-11,04-9,13
CyrelaCYRE3-1,8023,40-0,4317.095-6,17-2,82
EztecEZTC3-1,7515,13-0,277.467-7,18-18,66
SLC AgrícolaSLCE3-1,7219,46-0,347.951-1,623,40
update 17h19

Fechamento dos demais índices brasileiros

ÍndiceDia (%)Pontos
Small CapsSMLL0,152.212,07
BDRsBDRX-0,9116.079,46
Fundos ImobiliáriosIFIX0,073.414,28
update 17h15

Ibovespa fecha com alta de 0,09%, aos 127.427,53 pontos

  • Máxima: 129.627,13
  • Mínima: 127.177,66
  • Diferença para a abertura: +109,14 pontos
  • Volume: R$ 31,40 bilhões

Confira a evolução do IBOV durante a semana, mês e ano:

  • Segunda-feira (1º): -0,87%
  • Terça-feira (2): +0,44%
  • Quarta-feira (3): -0,18%
  • Quinta-feira (4): +0,09%
  • Semana: -0,53%
  • Abril: -0,53%
  • 2T24: -0,53%
  • 2024: -5,04%
update 17h04

Dólar comercial termina dia com alta de 0,19%

O dólar voltou a subir diante do real, após a alta de ontem, em movimento contrário ao da divisa norte-americana na comparação com as principais moedas do mundo, com o DXY em queda curta de 0,03%. Hoje, o câmbio chegou a recuar o suficiente para quase ficar abaixo dos R$ 5, mas logo se recuperou, com defesa de investidores antes da divulgação do payroll de março amanhã, que é o relatório de empregos dos EUA mais observado pelo Federal Reserve.

  • Venda: R$ 5,050
  • Compra: R$ 5,050
  • Mínima: R$ 5,004
  • Máxima: R$ 5,053
update 17h02

Principais índices em Nova York encerram dia com fortes baixas

Investidores em Nova York começaram o dia no modo compra, para então, na parte final da sessão, adotarem a cautela, o que resultado em retirada de posições e forte baixa dos índices, na véspera da divulgação do payroll de março, o relatório mensal sobre mercado de trabalho que o Federal Reserve mais observa de perto. “Os investidores neste momento estão esperando para ver”, disse à CNBC Sam Stovall, estrategista-chefe de investimentos da CFRA Research. “O título de 10 anos é a principal força motriz devido à preocupação do Fed de que não tem pressa em cortar as taxas”, disse, enquanto os Treasuries caíram por toda a curva.

Dia (%)Pontos
Dow Jones-1,3538.597,17
S&P 500-1,235.147,26
Nasdaq-1,4016.049,08
update 16h55

Ibovespa fecha preliminarmente com alta de 0,11%, aos 127.461,37 pontos

update 16h49

Dólar comercial renova máxima do dia, com alta de 0,20%, a R$ 5,051

update 16h48

Na reta final, entre as small caps, maior alta é de ONCO3, com 9,34%, seguida de LIGT3, com 8,41%

update 16h47

Ibovespa volta para o azul: +0,05%, a 127.387 pontos

update 16h47

Na reta final, entre as small caps, maior queda é de POSI3, com 5,09%, seguida de AERI3, com 4,76%

update 16h45

Dólar sobe: +0,15%, a R$ 5,048 (compra) e R$ 5,049 (venda)

update 16h42

Ibovespa tem nova mínima: 127.177 pontos (-0,11%)

update 16h40

Ibovespa vira para baixa: -0,08%; e tem a mínima do dia: 127.222 pontos

update 16h38

Melhor opção para resolver caso do XPPR11 é vender imóvel ao CPOF11, diz gestor

update 16h35

Fazenda abre consulta para regular lei que usa Previdência para garantir empréstimo

Com a oferta de garantias, custo das taxas anuais das operações de crédito têm potencial de redução de até 60 pontos porcentuais.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

update 16h32

No ‘balanço dos balanços’, o saldo foi mais lucrativo no 4º trimestre, aponta a XP

Ano passado foi da virada para neobanks, enquanto construtoras tiveram números positivos.

update 16h30

Ibovespa ainda se mantém no azul: +0,14%, aos 127.493 pontos

update 16h23

CEO da Sigma Lithium não venderá empresa no cenário atual de preços do lítio

Ana Cabral-Gardner diz que, com preço atual do minério, foco será expansão de curto prazo.

update 16h17

Meteorologistas preveem temporada de furacões no Atlântico ‘extremamente ativa’

De um total de 11 furacões esperados, a Universidade do Colorado prevê que cinco devem ser de grandes proporções – com ventos acima de 178 km/h; há risco para os setores de petróleo e gás.

update 16h15

Ibovespa agora vai se mantendo na casa dos +0,30% de alta; no momento, +0,27%, a 127.667 pontos

update 16h12

AGU envia ao Supremo proposta de correção do FGTS que garanta valor da inflação

Solução prevê TR mais 3% ao ano, além da distribuição dos resultados auferidos.

update 16h10

Com ‘sonho’ da Selic em 1 dígito, B3 (B3SA3) tem recomendação elevada; ação sobe

Analistas veem investidores estrangeiros mais construtivos em relação às ações negociadas na bolsa brasileira.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

update 16h08

Dólar vira para alta: +0,10%, a R$ 5,045 (compra) e R$ 5,046 (venda)

update 16h05

Ibovespa segue em alta, mas com forte retração: +0,19%, aos 127.556 pontos

update 16h00

Preços internacionais de petróleo fecham mais um dia com ganhos

Os preços subiram novamente com as tensões crescentes entre Israel e Irã, que podem levar a uma ampliação sem precedentes do conflito no Oriente Médio.

  • WTI (maio): +1,36%, a US$ 86,59
  • Brent (junho): +1,45%, a US$ 90,65
update 15h54

Dólar segue em queda: -0,10%, a R$ 5,035 (compra e venda)

update 15h52

PIB nominal da cadeia produtiva de soja e biodiesel caiu 0,9% em 2023, para R$ 636 bi

update 15h46

Depois de ficar na casa de 0,80% de alta, Ibovespa desce mais; no momento, +0,61%, a 128.097 pontos

update 15h39

Ibovespa vai se mantendo em torno de 0,80% de alta; no momento, +0,77%, a 128.300 pontos

update 15h38

Produtos agrícolas e setor extrativo puxam queda de 30,4% da balança em março

Superávit no mês somou US$ 7,48 bilhões, enquanto saldo da balança no trimestre cresceu 22,2% ante mesmo período de 2023, para US$ 19,08 bilhões.

update 15h35

Ganho com renda variável é tudo igual, seja com day trade ou não, diz especialista

update 15h32

Ibovespa se mantém positivo, mas vai recuando; no momento, +0,69%, a 128.141 pontos

update 15h30

À espera de corte dos juros nos EUA, estrangeiro sai da B3 e mingua volatilidade

Incerteza quanto ao início do ciclo de corte de juros nos EUA gera saída de investidor gringo do Brasil.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

update 15h25

Após 50 dias de fuga, PF captura dois foragidos de penitenciária em Mossoró

Rogério da Silva Mendonça, de 35 anos, e Deibson Cabral Nascimento, de 33, fugiram da unidade penitenciária em Mossoró (RN) no dia 14 de fevereiro; eles foram localizados no estado do Pará.

update 15h21

Ibovespa vai perdendo força e cai mais; no momento, 0,80%, a 128.338 pontos

update 15h15

Ibovespa vai tendo sucessivos recuos e fica abaixo de +1%; no momento, +0,91%, a 128.479 pontos

update 15h13

No acumulado do ano (janeiro a março), a balança comercial apresenta superávit de US$ 19,08 bi, com crescimento de 22,2% na comparação com o mesmo período de 2023

As exportações cresceram 3,2% e somaram US$ 78,27 bilhões; as importações caíram 1,8% e totalizaram US$ 59,19 bilhões.

update 15h11

Balança comercial de março registra superávit de US$ 7,48 bi, mas com queda de 30,4% em relação ao mesmo mês do ano passado

Segundo a Secex, a as exportações caíram 14,8% e somaram US$ 27,98 bilhões; as importações recuaram 7,1% e totalizaram US$ 20,50 bilhões.

update 15h08

Dólar em baixa: -0,29%, a R$ 5,026 (compra e venda)

update 14h57

Ibovespa segue desidratando: agora, reduz alta para 1,20%, aos 128.843,20 pontos

update 14h55

Banco Central informa a PTAX de fechamento com compra a R$ 5,0231 e venda a R$ 5,0237; dia termina com queda de 0,96%

COMPRAVENDA
Ontem5,07185,0724
1ª parcial5,04035,0409
2ª parcial5,01525,0158
3ª parcial5,02825,0288
4ª parcial5,00875,0094
update 14h51

Fundos de crédito dão volta por cima e captam R$ 31 bi líquidos no 1º tri

update 14h45

Após ostracismo, Lojas Renner (LREN3) ganha espaço nas recomendações de analistas

Melhora do braço financeiro deve impulsionar resultados da companhia em duas frentes, tanto do faturamento quanto nas menores provisões.

update 14h41

Ibovespa desacelera ainda mais, agora para 1,32%, aos 129.005,00 pontos

update 14h35

Itaú Unibanco (ITUB4) na mínima do dia: queda de 0,75%, a R$ 32,98

update 14h34

Lojas Renner (LREN3) sobe 4,35%, a R$ 17,77, nova máxima do dia

update 14h31

Goolsbee/Fed: nossa política está bastante restritiva e me pergunto por quanto tempo vamos ficar ali (neste patamar)

update 14h30

Ibovespa: mais negociadas do dia até aqui

AtivoNegóciosDia (%)Valor (R$)Variação (R$)Semana (%)2024 (%)
Petrobras PNPETR4122.1451,1238,850,433,994,32
Petrobras ONPETR351.6422,2640,190,894,993,10
Bradesco PNBBDC442.9692,2114,790,323,84-13,08
ValeVALE335.520-0,2960,87-0,180,07-17,63
B3B3SA334.3473,5912,120,421,08-15,41
Itaú UnibancoITUB433.785-0,5133,06-0,17-4,521,29
Eletrobras ONELET323.2921,4741,490,60-0,50-2,22
update 14h26

XP vê PagBank (PAGS) como preferida em meios de pagamento e recomenda compra

Preço-alvo do papel é de US$ 19, com potencial de valorização de 38%; para Stone, upside é de 17%.

update 14h25

Construtoras nesta tarde: CYRE3, +1,05%; MRVE3, +2,58%; DIRR3, -0,44%; EZTC3, +0,58%; CURY3, +0,63%; TEND3, +1,61%

update 14h23

Goolsbee/Fed: se permanecermos restritivos por muito tempo, provavelmente veremos o mercado de trabalho começar a se deteriorar

update 14h22

Goolsbee/Fed: fora do imobiliário, inflação de serviços caiu mais do que o esperado

update 14h21

Goolsbee/Fed: se os preços do setor imobiliário não baixarem, será muito difícil retornar a inflação à meta de 2%

update 14h19

Goolsbee/Fed: maior perigo atual da inflação é a alta inflação no setor imobiliário; esperava que descesse mais rápido

Austan Goolsbee é presidente do Federal Reserve de Chicago e falou há pouco com empresários do setor bancário local.

update 14h17

Após uma manhã conturbada, com notícias sobre troca de comando e retomada de dividendos extraordinários, Petrobras se acomoda no campo positivo, com altas consistentes: 2,72% (PETR3) e 1,46% (PETR4)

update 14h13

Principais índices em Nova York apresentam ganhos consistentes

  • Dow Jones: +0,47%
  • S&P 500: +0,78%
  • Nasdaq: +1,10%
update 14h09

Ibovespa desacelera levemente o forte ritmo de alta para 1,51%, aos 129.246,58 pontos

update 14h07

Ações de saneamento operam mistas nesta tarde: CSMG3, -1,16%; SAPR11, +0,55%; SBSP3, +1,89%

update 14h06

Administradoras de shoppings operam com ganhos: ALOS3, +1,13%; IGTI11, +1,62%; MULT3, +0,88%

update 14h04

Vale (VALE3) segue em baixa e sem se movimentar muito nos últimos minutos: 0,43%, a R$ 60,79

update 14h03

Barkin/Fed: não há cenário em que a meta de 2% não seja alcançável; essa busca pela meta só trouxe benefícios

update 14h01

Barkin/Fed: estaria disposto disposto a discutir uma meta de inflação flexível em uma próxima análise

update 13h59

Não compre Bitcoin e essas cinco criptomoedas antes do halving, diz analista

Sugestão do analista Fernando Pereira, da corretora Bitget, é investir nelas somente após recuo mais forte, que pode chegar a 30% no caso do Bitcoin.

update 13h58

Itaú (ITUB4) segue como único dos grandes bancos a operar no vermelho, com 0,27%

update 13h48

Lula: “Fomos amaldiçoados pela ganância de uns poucos que têm dinheiro”

update 13h40

Barkin/Fed: ainda estou esperando que a desaceleração da inflação divulgada se sustente e se amplie

Barkin não disse quando achava que as taxas poderiam cair ou com que rapidez. As autoridades do Fed que analisassem os mesmos dados, disse ele, poderiam “chegar a conclusões diferentes”. Os observadores otimistas quanto a um “pouso suave”, em que a inflação abranda sem desencadear uma recessão dolorosa, poderão notar a força contínua da economia e o declínio acentuado da inflação desde o ano passado, observou Barkin. Os pessimistas, por outro lado, poderão recear que a economia possa abrandar mais rapidamente do que o esperado ou que a inflação se revele persistente. Barkin disse que, no geral, continua “otimista de que manter as taxas um tanto restritivas pode trazer a inflação de volta à meta” e que, se a economia desacelerar, não será tão doloroso como foi no passado, enquanto as empresas lutam para manter os trabalhadores. Muitas empresas, disse ele, já se prepararam: “se ocorrer uma desaceleração, a economia deverá encontrar-se menos vulnerável”. (Reuters)

update 13h37

Barkin/Fed: temos tempo para refletir sobre corte de juros diante de dados considerados menos encorajadores

O banco central dos EUA tem “tempo para as nuvens se dissiparem” sobre a inflação antes de começar a cortar as taxas de juros, disse o presidente do Fed de Richmond, Thomas Barkin, em comentários que endossaram uma abordagem cuidadosa para o início de um ciclo de flexibilização monetária. Os dados de inflação no início deste ano “têm sido um pouco menos encorajadores” e, embora isso possa ser resultado de questões meteorológicas ou sazonais, “levanta a questão de saber se estamos vendo uma mudança real nas perspectivas econômicas, ou apenas um solavanco ao longo do caminho”. Ele acha “que é inteligente o Fed não ter pressa, ninguém quer que a inflação ressurja; e dado um mercado de trabalho forte, temos tempo para que as nuvens se dissipem antes de iniciar o processo de redução das taxas”. (Reuters)

update 13h32

Apenas oito ações caem no Ibovespa; BHIA3 lidera, com menos 1,41%, seguida de SUZB3, com 0,54%

update 13h29

Dólar comercial seguem com baixa consistente, mas sem força para ficar abaixo dos R$ 5; queda de 0,62%, a R$ 5,009 na compra e na venda

update 13h19

Ibovespa segue renovando máximas; agora, sobe 1,81%, aos 129.617,92 pontos

update 13h15

Nova máxima: Ibovespa sobe 1,77%, aos 129.568,43 pontos

update 13h11

Ibovespa renova máxima do dia, com alta de 1,72%, aos 129.504,62 pontos

update 13h08

Em dia bastante movimentado, Petrobras inicia parte da tarde com altas: 3,16% (PETR3) e 2,08% (PETR4)

A Globonews informa que o CEO da petroleira, Jean-Paul Prates não está disposto a pedir para sair. Fontes da emissora dizem que Haddad, cujo apoio o segurava no cargo, também havia largado o apoio a Prates.

update 12h59

Ações de grandes bancos têm fortes ganhos hoje, com exceção de Itaú (ITUB4) que cai 0,18%

Santander (SANB11) lidera as altas, com +4,10%, na máxima diária. Sobem ainda Bradesco (BBDC4), com +2,42%, e Banco do Brasil (BBAS3), que ganha 2,45%.

update 12h58

Mudança na Petrobras (PETR4): governo está fazendo um balão de ensaio

O entendimento é de Leandro Petrokas, diretor de research, mestre em finanças e sócio da Quantzed. “Mercadante é um nome que o mercado entende como sendo da ala um pouco mais radical do PT. Ao menos a história política dele mostra isso, o que naturalmente não seria bem aceito pelo mercado. Tanto que as ações caíram 5%, a gente está falando de uma perda de valor de mercado de aproximadamente R$ 2,5 bilhões em questão de 15, 20 minutos”. Logo, o analista emenda: “o mercado reagiu a essa notícia e depois recuperou praticamente tudo, com outra notícia, sobre aprovação de dividendos, o que seria positivo para os acionistas, uma vez que esse assunto de dividendos estava em pauta”. Para ele, o governo está “fazendo um balão de ensaio”: “claro que isso ainda vai depender de aprovação do conselho etc., mas nitidamente o governo está realmente querendo interferir na atual gestão da Petrobras”.

update 12h51

Dólar comercial amplia queda e ameaça perder os R$ 5; agora cai 0,70%, a R$ 5,005

update 12h47

Santander (SANB11) renova máxima, com +3,96%, a R$ 29,13

update 12h45

Petrobras (PETR4) tem quase cinco vezes mais negócios do que a Vale (VALE3) nesta quinta

As ações da Petrobras (PETR4) apresentam 97 mil negócios, a mais negociada do dia até aqui, contra os 25,6 mil da Vale (VALE3), a terceira colocada. Entre elas, PETR3, com 40,8 mil negócios.

update 12h43

Principais índices na Europa fecham dia de forma mista

Investidores nos mercados europeus voltaram a se animar, com a ata do BCE mostrando que argumentos a favor dos cortes de juros estão se firmando: “os membros expressaram maior confiança de que a inflação estava no caminho certo para cair de forma sustentável para a meta de inflação de 2% em tempo hábil”. A autoridade monetária segue: “embora fosse prudente aguardar os próximos dados e evidências, os argumentos para considerar cortes nos juros estavam se fortalecendo”.

Dia (%)Pontos
Stoxx 600Europa0,18510,92
DAXFrankfurt0,2218.414,65
FTSE 100Londres0,477.974,55
CAC 40Paris-0,028.151,55
IBEX 35Madri0,5111.088,08
FTSE MIBMilão-0,1134.443,00
update 12h42

Mais uma máxima: Ibovespa avança 1,66%, aos 129.435,36 pontos

update 12h42

Índice Small Caps opera na máxima, com +1,53%, aos 2.242,57 pontos

update 12h41

Rui Costa tem nome citado em delação sobre fraude na área da saúde na Bahia

Investigação da Polícia Federal encontrou indícios que ligariam Rui Costa, então governador da Bahia, a fraudes de até R$ 48 milhões na compra dos respiradores; ministro nega.

update 12h39

Ibovespa sobe 1,60%, nova máxima, com 129.352,42 pontos

update 12h39

Ibovespa sobe quase 2 mil pontos! Ibov renova máxima, com +1,56%, aos 129.308,73 pontos

Somente hoje o Ibovespa já subiu 1.990,34 pontos.

update 12h38

Grandes bancos ampliam altas; SANB11 sobe 3,35%, BBAS3 avança 2,43%, BBDC4 sobe 1,73%; ITUB4 é a única queda, com -0,33%

update 12h35

Futuros de gás natural recua 2,44% na NYMEX; contratos vencem em maio

update 12h33

Dólar comercial renova mínima, com -0,67%, a R$ 5,006

update 12h33

Ações de Petrobras (PETR3 PETR4) ampliam altas, com +2,80% e +1,95%

update 12h32

B3 (B3SA3): Banco eleva recomendação de neutra para outperform, mas reduz preço-alvo de R$ 17 para R$ 15/ação

O Santander atualizou a avaliação da B3 (B3SA3) e aponta potencial com a taxa Selic chegando a um dígito. Segundo o banco, investidores estrangeiros estão mais construtivos em relação às ações brasileiras (pelo menos no sentimento) do que antes.

update 12h31

Ações de Petrobras têm dia de alta volatilidade em meio a rumores sobre troca de presidente e dividendos extraordinários

Quando o pregão abriu hoje, às 10h, as ações de Petrobras lideravam as altas, com cerca de 1%. Às 11h30, Globonews e CNN divulgaram que a demissão do presidente Jean Paul Prates deve ocorrer em breve. Aloizio Mercadante é cotado para assumir o posto. Assim, as ações viraram para fortes quedas de mais de 1%. Meia hora depois, outra novidade: reportagem de O Globo, destaca que os ministros  Haddad e Rui Costa concordaram que a Petrobras pague dividendos extraordinários. Os ministros estiveram reunidos ontem no Palácio do Planalto. Os dividendos extraordinários da Petrobras foram retidos pelo conselho de administração em março e geraram ruídos no mercado. Como efeito, o sobe e desce das ações de Petrobras também afetou o Ibovespa, que passou o dia em alta, mas seguiu a volatilidade da estatal. Com a notícia da troca da presidência o Ibovespa saiu da máxima de 1,5% e chegou a reduzir a alta para até 0,8%. Depois, com a notícia sobre os dividendos, voltou a ganhar tração e agora sobe 1,45%, aos 129.164,08 pontos. (Felipe Alves)

update 12h24

Latam: Conselho aprova relistagem da aérea na Bolsa de NY

Relistagem de ADRs ainda depende de consentimento de credores que apoiaram recuperação judicial da companhia.

update 12h22

Ações de Vale (VALE3) voltam a subir 0,05%, a R$ 61,08

update 12h20

Hidrovias do Brasil (HBSA3): alguns riscos de curto prazo a serem considerados

A XP chama a atenção para dois pontos de preocupação para a Hidrovias do Brasil (HBSA3) no curto prazo: níveis mais baixos de calado no Corredor Sul, impactando as operações, e atraso no aumento tarifário no Corredor Norte (volumes de milho que sobram do 4T23 serão transportados sem reajustes tarifários). A XP, no entanto, reitera visão positiva sobre o anúncio do investimento da Ultrapar (UGPA3) na Hidrovias do Brasil.

update 12h20

Dólar comercial vai à mínima, com -0,53%, a R$ 5,013

update 12h20

Ibovespa: maiores altas do dia até aqui

AtivoDia (%)Valor (R$)Variação (R$)NegóciosSemana (%)2024 (%)
AzulAZUL45,9013,290,747.9711,92-16,99
LocalizaRENT33,5353,681,839.188-1,22-15,07
Lojas RennerLREN33,3517,600,579.9983,651,87
GolGOLL43,291,570,051.314-6,55-82,50
TIMTIMS33,1618,600,575.7844,494,14
CognaCOGN33,152,290,076.952-2,97-34,38
B3B3SA33,0812,060,3620.2220,58-15,83
update 12h18

Ibovespa: maiores quedas do dia até aqui

AtivoDia (%)Valor (R$)Variação (R$)NegóciosSemana (%)2024 (%)
Casas BahiaBHIA3-1,696,97-0,122.6022,80-38,75
SuzanoSUZB3-0,5964,22-0,389.8370,3815,44
ArezzoARZZ3-0,5858,41-0,346.193-9,12-9,48
SLC AgrícolaSLCE3-0,5119,70-0,102.827-0,404,68
Itaú UnibancoITUB4-0,4233,09-0,1418.723-4,431,38
CieloCIEL3-0,185,46-0,013.9721,1120,79
MinervaBEEF3-0,156,75-0,014.2930,00-9,64
update 12h17

Ministros selam acordo pelo pagamento de dividendos extras da Petrobras (PETR4), diz O Globo

update 12h17

Ações de Petrobras (PETR3 PETR4) ampliam ganhos, com 2,52% e 1,15%

update 12h16

Com retomada de alta das ações de Petrobras, Ibovespa volta a ampliar ganhos; agora sobe 1,43%, aos 129.135,40 pontos

update 12h15

Ações de Petrobras (PETR3 PETR4) voltam a subir e avançam 2,44% e 0,96%

update 12h13

Banco Central informa terceira parcial PTAX com compra a R$ 5,0282 e venda a R$ 5,0288

update 12h05

Após altas de 3%, ações de Eletrobras também desaceleram; ELET3 sobe 1,54% e ELET6 avança 1,62%

update 12h03

Petrobras (PETR3 PETR4) opera com perdas consistentes: -0,97% e -2,11%, respectivamente

update 12h01

Cosan (CSAN3): Compass reforça agenda ESG com gás renovável e metas de diversidade

A Compass, da Cosan (CSAN3), apresentou, no final de 2023, sua proposta de valor para a primeira emissão de debêntures vinculada ao cumprimento de compromissos ESG no setor de gás na América Latina. O Bradesco BBI destaca a recepção do mercado, que superou as expectativas e arrecadou R$ 1,7 bilhão.

update 11h56

B3 (B3SA3) continuará investindo para enfrentar competição em mercado local, diz diretor

A B3 tem feito e continuará fazendo os investimentos necessários para se manter um participante relevante na área em que atua, afirmou o vice-presidente de operações de negociação eletrônica e contraparte central da empresa de infraestrutura para mercado financeiro, Mario Palhares, em um momento no qual voltam a circular notícias sobre um potencial concorrente. “Quando você olha tudo que a gente fez no sentido de tentar garantir que a B3 seja o melhor lugar para os clientes executarem as suas operações, seja no mundo de listado, seja no mundo de balcão, o investimento é bastante grande”, disse o executivo à Reuters, citando desde avanços no desenvolvimento de produtos a movimentos para expansão de mercados. Palhares enfatizou que o noticiário recente sugere uma competição em território nacional, no mundo dos ativos listados, uma vez que no balcão a concorrência já é uma realidade. Ao mesmo tempo, acrescentou, o percentual elevado da parcela de investidores estrangeiros no volume transacionado na B3 também faz com que ela dispute esse fluxo de recursos com outras bolsas. (Reuters)

update 11h52

Ações de Petrobras aprofundam quedas após rumores sobre troca na presidência; PETR3 cai 0,41% e PETR4 perde 1,22%

update 11h51

Casas Bahia (BHIA3) vira para queda de 1,27%, a R$ 7,00 e é a única varejista em baixa hoje

update 11h50

Troca em presidência da Petrobras (PETR4) é iminente, Mercadante é cotado, diz mídia

A saída de Jean Paul Prates da presidência da Petrobras é “iminente”, publicou nesta quinta-feira o canal de notícias CNN Brasil, citando fontes, acrescentando que o presidente do BNDES, Aloizio Mercadante, é cotado para a vaga. A Globonews também publicou que o presidente do BNDES é cotado para a vaga. As notícias causaram uma reviravolta nas ações da Petrobras, que inverteram alta e passaram a exibir queda às 11h36. Mais cedo, o jornal Folha de S.Paulo publicou que Prates pediu uma audiência com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva para conversar sobre ataques a ele promovidos por pessoas do próprio governo, pretendendo dar um basta na situação. (Reuters)

update 11h48

Ibov desacelera e agora sobe 0,99%, aos 128.593,56 pontos

update 11h41

Demissão de Prates da Petrobras é iminente, diz CNN Brasil, citando fontes

update 11h41

Aloizio Mercadante é cotado para substituir Prates na Petrobras, dizem CNN Brasil e Globonews; PETR3 cai 0,48% e PETR4 perde 1,25%

Após a divulgação da informação, as ações de Petrobras, que subiam mais de 2% hoje, viraram para quedas

update 11h40

Petrobras: PETR3 desacelera para +0,23% e PETR4 vira para queda de 0,47% após altas de 2%

update 11h39

Após subir 1,5% e testar os 129 mil pontos, Ibov agora opera em alta de 1,11%, aos 128.726,50 pontos

update 11h29

Embora tenha havido uma melhoria global da sinistralidade, banco ainda vê desafio em 2024 para os planos de saúde

O Itaú BBA avalia que a Hapvida (HAPV3) se destacou no último trimestre como a única empresa a obter redução significativa da dívida líquida organicamente, ao mesmo tempo que reporta os números da demonstração de resultados em linha com o consenso.

update 11h28

Ações de Itaú (ITUB4) viram para queda, com -0,36%, a R$ 33,11

Restante do setor opera em forte alta: BBDC4 sobe 1,24%, BBAS3 ganha 2,15% e SANB11 avança 2,68%.

update 11h27

Ações da Eletrobras (ELET3) sobem 3% com adiamento de decisão sobre voto do governo

AGU pede ao STF prorrogação de 90 dias para discussões sobre voto do governo na companhia elétrica.

update 11h18

Companhias aéreas têm forte alta; AZUL4 sobe 5,26% e lider ganhos percentuais do Ibov, e GOLL4 avança 3,29%

update 11h10

Mais uma máxima do Ibov: +1,57%, aos 129.318,12 pontos

update 11h09

Banco Central informa segunda parcial PTAX com compra a R$ 5,0152 e venda a R$ 5,0158

09

update 11h09

Nova orientação do BC pode permitir chegar mais longe nos cortes de juros, diz Picchetti ao Estadão

O diretor de assuntos internacionais do Banco Central, Paulo Picchetti, disse em entrevista ao Estadão/Broadcast que a mudança na orientação futura da autarquia pode permitir que o Copom vá “mais devagar para chegar mais longe” no afrouxamento monetário. Segundo ele, a decisão de tirar o “forward guidance” que indicava cortes de 0,50 ponto percentual na Selic nas próximas duas reuniões foi tomada com o objetivo de ganhar liberdade para acompanhar os dados. “Eventualmente ter uma flexibilidade com relação à trajetória futura é algo que ajuda uma taxa terminal menor ser possível”, afirmou ele na entrevista, publicada nesta quinta-feira no site do jornal. (Reuters)

update 11h07

Ações de Eletrobras ampliam ganhos; ELET3 sobe 3,11% e ELET6 avança 2,82%

update 11h05

Marcopolo (POMO3): Atual backlog de da empresa indica crescimento em todas as suas linhas de negócios

Por outro lado, o Itaú BBA ressalta que a carteira de trailers da Randon (RAPT4) inclui vendas realizadas com margens implícitas mais baixas, o que deverá pressionar os números do primeiro semestre, enquanto o negócio de reboques no exterior sofre com um desaquecimento na demanda.

update 11h04

Nova máxima do Ibov: +1,50%, aos 129.233,24 pontos

Esta é a maior alta percentual desde os +1,61% de 27 de fevereiro deste ano.

update 11h04

VXBR: índice de volatilidade da Bolsa brasileira recua 3,13%, aos 15,19 pontos

update 11h04

Índice Small Caps sobe 1,39%, aos 2.239,63 pontos, na máxima diária; maiores altas são LIGT3 (+9,94%) e CEAB3 (+8,42%)

As ações de Light operam em leilão agora.

update 11h03

Dólar tem nova mínima, com -0,41%, a R$ 5,020

update 11h01

Ibovespa avança com recuo nos rendimentos dos Treasuries

O Ibovespa avança mais de 1%, endossado pelo alívio nos rendimentos dos títulos do Tesouro dos EUA, com novos dados da economia norte-americana ocupando as atenções antes do relatório do governo sobre o mercado de trabalho daquele país.Agora, sobe 1,33%, aos 129.017,27 pontos, O volume financeiro soma R$ 4 bilhões. A agenda macroeonômica dos EUA mostrou mais cedo nesta quinta-feira que os anúncios de demissões aumentaram 7% em março, atingindo o maior patamar desde janeiro de 2023, enquanto os pedidos semanais de auxílio-desemprego cresceram mais do que o esperado, para 221.000 solicitações. Na sexta-feira, as atenções estarão voltadas para dados sobre a criação de vagas divulgadas pelo governo. Para a equipe da Ágora Investimentos, o ânimo exibido nos mercados acionários no exterior deve contribuir com o apetite por risco na bolsa, especialmente nos papéis de empresas relacionadas à atividade econômica local, conforme relatório enviado a clientes mais cedo. (Com Reuters)

update 10h58

DIs: juros futuros viram e apresentam recuos por toda a curva

Dia (%)Taxa (%)Variação (pp)NegóciosSemana (%)2024 (%)
DI1F25-0,159,945-0,0154.1010,25-0,85
DI1F26-0,509,930-0,0509.9120,303,33
DI1F27-0,4910,235-0,0508.2370,745,30
DI1F28-0,4710,560-0,0502.6870,966,29
DI1F29-0,5110,790-0,0556.5681,127,15
DI1F31-0,4511,070-0,0502.6121,377,89
DI1F33-0,3611,180-0,0402.0961,277,81
DI1F35-0,4411,220-0,0502691,268,09
update 10h55

VIX: índice de volatilidade nos EUA recua 2,16%, aos 14,02 pontos

update 10h53

Após testar os 129 mil pontos, Ibov volta para os 128.972,69 pontos, com +1,30%

update 10h53

Santos Brasil (STBP3): Banco prevê ambiente de negócios melhor do que o previsto para o setor portuário em 2024

O Itaú BBA aponta que a Santos Brasil (STBP3) implementará reajustes de preços pré-acordados em seus contratos ao longo ano. Além disso, a administração espera que os volumes permaneçam elevados, após a recuperação da capacidade da BTP após reparos em seu terminal.

update 10h50

Ibovespa renova máxima! Agora sobe 1,38%, aos 129.072,98 pontos

Ações mais negociadas hoje são PETR4, que sobe 2,02%, B3SA3, que avança 3,76%, e BBDC4, que ganha 2,35%.

update 10h47

Grandes bancos ampliam altas; BBDC4 sobe 2,21%, BBAS3 avança 2,20%, SANB11 ganha 1,61% e ITUB4 sobe 0,81%

update 10h46

Ibov testa os 129 mil pontos; agora sobe 1,33%, aos 129.011,60, na máxima diária e ganha 1.693 pontos somente hoje

update 10h43

Com Ibov em alta de 1,3%, somente 9 ativos caem hoje; maiores quedas são CSNA3 (-1,63%) e SUZB3 (-0,89%)

update 10h42

Ibov se aproxima dos 129 mil pontos; agora sobe 1,32%, aos 128.992,99 pontos

update 10h41

Ações de Eletrobras (ELET3 ELET6) renovam máximas, com 2,74% e 2,56%

update 10h40

Embraer (EMBR3): Problemas da cadeia de abastecimento criaram oportunidades

O Itaú BBA destaca que a Embraer (EMBR3) prevê mercado melhor em 2024 do que em 2023, o que deverá traduzir-se em mais entregas nas suas divisões comerciais e executivas, bem como bem como um aumento potencial na geração de caixa.

update 10h38

Dólar comercial renova mínima, com -0,32%, a R$ 5,024

update 10h37

Ibov continua a renovar máximas; agora aos 128.880,08 pontos, com +1,23%

update 10h36

Vendas de veículos 0 km devem crescer 12% neste ano, projeta Fenabrave

Há expectativa de que aumento seja ainda maior no segundo semestre.

update 10h34

Nova máxima: Ibov avança 1,14%, aos 128.765,13 pontos

update 10h34

Localiza (RENT3) e Movida (MOVI3): Locadoras seguem com dinâmica ainda desafiadora para seminovos no início do ano

O Itaú BBA, por outro lado, vê nas locadoras concentração nas tarifas de aluguel para alavancar o crescimento, aliada a sinais de forte procura destes serviços e um ambiente competitivo saudável.

update 10h33

Ações de Vale (VALE3) renovam mínima, com -0,67%, a R$ 60,64

update 10h32

Ações de varejistas têm alta hoje; maiores destaques são CEAB3 (+7,89%), GUAR3 (+3,53%) e LREN3 (+2,00%)

update 10h30

Principais índices em Nova York abrem dia com altas

Investidores em Wall Street viram os pedidos de seguro-desemprego subirem mais do que o esperado, num aceno de que o mercado de trabalho está mais suave. Mesmo assim, os investidores seguem com o pé atrás. “Não creio que o Fed tenha realmente qualquer razão para cortar as taxas. A economia está muito forte e ainda não vencemos a inflação”, disse à CNBC Larry Tentarelli, estrategista técnico-chefe do Blue Chip Daily Trend Report. Entretanto, ele também acha que o mercado acionista está mostrando sinais de uma “rotação altista”, ou uma diversificação do crescimento para além dos nomes de tecnologia de grande capitalização que impulsionaram a recuperação do mercado desde o ano passado.

  • Dow Jones: +0,68%
  • S&P 500: +0,79%
  • Nasdaq: +0,90%
update 10h29

Ações de B3 (B3SA3) operam na máxima, com +4,19%, a R$ 12,19

update 10h29

Dólar comercial recua 0,23%, a R$ 5,029

update 10h26

Índice de Fundos Imobiliários (IFIX) sobe 0,09%, aos 3.415,06 pontos, nova máxima do dia

update 10h26

Mais uma máxima renovada: Ibovespa sobe 1,04%, aos 128.644,14 pontos

update 10h26

Ações de Petrobras (PETR3 PETR4) ampliam ganhos, com 1,55% e 2,06%

update 10h25

Ações de Vale (VALE3) viram para alta de 0,12%, aos R$ 61,13

update 10h24

Ibovespa acelera ainda mais e faz nova máxima: alta de 1,03%, aos 128.623,81 pontos

update 10h23

Santos Brasil (STBP3) sobe 0,15% nesta abertura, a R$ 13,53, com dados de contêineres em março

update 10h21

Vale (VALE3) vira para alta de 0,08%, a R$ 61,10

update 10h21

Ibov volta aos 128 mil pontos com bancos e PETR4

O Ibovespa avança e retoma o patamar dos 128 mil pontos. Agora, sobe 0,92%, aos 128.487,04 pontos, com repercussão de comentários do presidente do Fed na véspera de que os cortes de juros nos EUA permanecem na mesa, enquanto investidores locais aguardam falas de diretor de Política Monetária, Gabriel Galípolo, em dia de dados da balança comercial americana e brasileira. Destaque da sessão para as ações de Petrobras (PETR4), que sobem cerca de 1%, apesar das quedas dos barris de petróleo, e das altas de 1% de todos os grandes bancos. Sobem ainda as varejistas e as petroleiras juniores. A Vale (VALE3) recua. Operam mistas as empresas de educação, construtoras e frigoríficas. Galípolo ministrará palestra participa em evento promovido pela Necton, em São Paulo, a partir das 19h. Ontem, o presidente do BC, Roberto Campos Neto, reafirmou que, apesar de a atividade econômica forte no Brasil ter criado novas incertezas, o processo de desinflação não está interrompido, ainda que a instituição esteja um pouco mais dependente de dados do que gostaria. Em Wall Street, índices futuros dos EUA operam com baixa, um dia antes do payroll e um dia após o presidente do Fed, Jerome Powell, reforçar que os juros só vão cair quando houver confiança suficiente de que a inflação caminha de volta à meta oficial de 2% – ou seja, não trouxe novidades. (Felipe Alves)

update 10h21

Nova máxima! Agora, Ibovespa sobe 0,95%, aos 128.532,27 pontos

update 10h20

Santos Brasil (STBP3): Volume de contêineres movimentados foi forte em março, elevando estimativas para o 1T24 e para 2024

O Bradesco BBI destaca ainda que os dados de março refletem os novos contratos assinados pelo Tecon Santos após o acidente no terminal da BTP no final de janeiro. Os dados divulgados, juntamente com as perspectivas otimistas da administração para 2024, sugerem uma dinâmica positiva de lucros para a Santos Brasil (STBP3), relata o banco. O BBI tem recomendação outperform para a Santos Brasil, com preço-alvo de R$ 12,50/ação.

update 10h20

Ibovespa tem nova máxima do dia, com mais 0,93%, aos 128.498,46 pontos

update 10h19

Varejistas sobem nesta manhã: AMER3, +1,75%; ARZZ3, +0,65%; BHIA3, +0,85%; LREN3, +1,94%; MGLU3, +1,18%; PETZ3, +1,22%; SOMA3, +0,72%

update 10h18

B3 (B3SA3) renova máxima do dia, com alta de 3,42%, a R$ 12,10

update 10h17

Aéreas com ganhos nesta abertura: AZUL4 sobe 1,75% e GOLL4 ganha 1,32%; EMBR3 tem mais 0,21%

update 10h16

Siderúrgicas apresentam ganhos na abertura, com exceção de CSNA3, que cai 0,72%: GGBR4, +0,22%; GOAU4, +0,28%; USIM5, +1,28%

update 10h15

B3 (B3SA3) opera com ganhos de 2,99%, a R$ 12,04, nesta abertura

update 10h14

Petro juniores começam dia com ganhos: ENAT3, +1,67%; PRIO3, +0,79%; RECV3, +0,32%; RRRP3, +1,39%

update 10h13

Frigoríficos abrem em alta, com exceção de BEEF3, que cai 0,44%: BRFS3, +0,44%; JBSS3, +1,86%; MRFG3, +0,39%

update 10h12

Ibovespa já renova a máxima do dia, com alta de 0,75%, aos 128.269,44 pontos

update 10h11

Ibovespa sai dos leilões com alta de 0,68%, aos 128.179,86 pontos

update 10h10

Lojas Renner (LREN3) abre sessão com alta de 1,23%, a R$ 17,24, com banco elevando preço alvo de R$ 18 para R$ 19

O Morgan Stanley afirma que falta de catalisadores mantém a Lojas Renner (LREN3) com a mesma recomendação, mas os ventos contrários de pico ficaram para trás.

update 10h09

Supermercadistas começam sessão com ganhos: ASAI3, +1,00%; CRFB3, +1,63%; GMAT3, +1,34%; PCAR3, +1,42%

update 10h08

Banco Central informa primeira parcial PTAX com compra a R$ 5,0403 e venda a R$ 5,0409

update 10h07

Hapvida (HAPV3) abre dia com queda de 0,26%, a R$ 3,89

update 10h07

Eletrobras inicia dia com ganhos: 1,12% (ELET3) e 1,03% (ELET6)

update 10h06

Bancos começam sessão com ganhos: BBAS3, +0,34%; BBDC4, +0,76%; ITUB4, +0,75%; SANB11, +0,68%

update 10h04

Petrobras (PETR3 PETR4) começam dia com altas de 0,28% e 0,18%, respectivamente

update 10h04

Vale (VALE3) abre dia com queda de 0,21%, a R$ 60,93

update 10h01

Ibovespa abre, preliminarmente, com alta de 0,04%, aos 127.363,37 pontos

update 9h59

Banco esquenta recomendação de Usiminas (USIM5) e esfria de CSN (CSNA3)

CSN Mineração e Vale têm recomendação mantida.

update 9h58

CCR (CCRO3) e Ecorodovias (ECOR3): Banco prevê que os leilões de rodovias em abril da BR-040 e o Litoral Paulista atraiam investidores

O Bradesco BBI não vê nesses leilões deterioração no ambiente competitivo que possa reduzir os retornos e destruir valor. O banco destaca, no entanto, que a CCR (CCRO3) e a Ecorodovias (ECOR3) têm demonstrado elevada disciplina financeira e não há pressão para acelerar a alocação de capital em novos projetos, como os leilões de abril.

update 9h57

Dexxos (DEXP3) informa financiamento de R$ 45,5 milhões

A Dexxos Participações (DEXP3) informa em fato relevante que sua investida Apolo Tubulars “obteve a confirmação de que foram cumpridas todas as condições precedentes previstas no contrato de financiamento com a FINEP, ensejando na liberação de recursos da primeira tranche no valor de R$ 45,5 milhões”. Informa ainda que “o contrato firmado prevê a liberação dos recursos remanescentes da Linha de Crédito em uma parcela adicional ao longo dos próximos 30 meses”.

update 9h57

Ibovespa futuro avança 0,29%, aos 128.080 pontos

update 9h56

ADRs PBRA e PBR da Petrobras avançam, respectivamente, 0,45%, a US$ 15,31, e 0,29%, a US$ 15,64 no pré-mercado

update 9h52

ADRs da Vale sobem 0,65%, a US$ 12,16, no pré-mercado

update 9h52

Dólar comercial tem dia de oscilação e agora cai 0,08%, a R$ 5,036

update 9h46

Demissões nos EUA atingem pico 14 meses em meio a cortes no governo e em tecnologia

Os anúncios de demissões nos Estados Unidos aumentaram 7% em março, atingindo o maior patamar desde janeiro de 2023, liderados por cortes de empregos no governo e no setor de tecnologia, segundo um relatório divulgado na quinta-feira. No entanto, as dispensas anunciadas até o momento no ano caíram 5% em relação ao ano anterior, em meio a um mercado de trabalho ainda forte. Os anúncios de cortes de pessoal aumentaram para 90.309 em março, de 84.638 em fevereiro, informou a empresa de recolocação Challenger, Gray & Christmas. Em uma base anual, o nível aumentou ligeiramente em 0,7% em relação aos 89.703 cortes anunciados em março de 2023. O setor de tecnologia continuou a superar outros setores em cortes de pessoal durante o primeiro trimestre deste ano, anunciando 14.224 em março e 42.442 desde o início do ano. (Reuters)

update 9h43

Vale (VALE3): Apesar da produção sólida, banco prevê um 1T24 difícil devido à baixa realização dos preços do minério de ferro

O Morgan Stanley vê o Ebitda da Vale (VALE3) no 1T24 abaixo do estimado inicialmente. O banco tem recomendação overweight para a Vale, com preço-alvo de US$ 18,50/ação.

update 9h42

Investidor estrangeiro retira R$ 286 milhões da B3 em 02/04

No mês de abril, o saldo está negativo em R$ 1,539 bilhão. Assim, no ano, o saldo líquido acumulado no mercado secundário está negativo em R$ 24,43 bilhões.

update 9h36

Preços do aço enfrentarão volatilidade no curto prazo

O Morgan Stanley, em encontro com executivos da indústria siderúrgica para discutir tendência no setor nos Estados Unidos, apurou que a demanda por aço para o ano deve ser estável, à medida que os pedidos em pendência do cliente final se normalizem para níveis pré-pandemia.

update 9h36

Lula diz que banqueiros não precisam do Estado, mas cobram superávit e empréstimos

Lula diz que vai governar priorizando a maioria da população, que precisa do Estado.

update 9h30

EUA: pedidos iniciais de seguro-desemprego esta semana ficaram em 221 mil, acima da expectativa de 213 mil

A leitura da semana anterior apontou 212 mil (revisada de 210 mil). A média das últimas quatro semanas ficou em 214,25 mil, enquanto a das quatro encerradas na semana passada ficou em 211,50 mil (revisada de 211,00 mil). Os pedidos contínuos estão em 1,791 milhão, abaixo dos 1,810 milhão da semana anterior (revisado de 1,819 milhão).

update 9h29

Usiminas (USIM5): Banco eleva recomendação de neutra para outperform e passa preço-alvo de R$ 9,50 para R$ 12/ação

O Itaú BBA afirma que a revisão para cima da Usiminas (USIM5) se deve principalmente à visão mais otimista sobre um potencial declínio no custo de produção do aço nos próximos trimestres, que provavelmente sustentará um lucro positivo para a empresa, impulsionando a ação.

update 9h26

Ibovespa futuro amplia alta para 0,25%, aos 128.025 pontos

update 9h26

Dólar comercial vira para queda de 0,01%, a R$ 5,040

update 9h23

VALE3: Banco mantém recomendação outperform, mas reduz-preço-alvo de US$ 17 para US$ 14/ação

O Itaú BBA relata que a revisão para baixo do preço-alvo da Vale (VALE3) se deve principalmente à incorporação da nova curva de preços do minério de ferro.

update 9h20

CSN Mineração (CMIM3): Banco reduz preço-alvo de R$ 7,40 para R$ 6/ação, mas mantém recomendação market perform

O Itaú BBA estima que em 2024 a CSN Mineração (CMIN3) reporte um Ebitda abaixo do esperado, principalmente pela incorporação da nossa nova curva de preços de minério de ferro. Além disso, seu fluxo de caixa também será prejudicado pelo seu projeto de expansão.

update 9h19

DIs: juros futuros começam dia com leves altas por toda a curva

Dia (%)Taxa (%)Variação (pp)Semana (%)2024 (%)
DI1F250,059,9650,0050,45-0,65
DI1F260,159,9950,0150,964,01
DI1F270,1510,3000,0151,385,97
DI1F280,1410,6250,0151,586,95
DI1F290,0510,8500,0051,697,75
DI1F310,0911,1300,0101,928,48
DI1F330,1811,2400,0201,818,39
DI1F350,1811,2900,0201,908,77
update 9h17

Índice EWZ sobe 0,41% na pré-abertura dos EUA

update 9h15

CSN (CSNA3): Banco rebaixa recomendação de neutra para underperform e passa preço-alvo de R$ 20 para R$ 15/ação

O Itaú BBA aponta para 2024 da CSN (CSNA3) menor preço realizado para o minério de ferro e também menores preços domésticos do aço. Além disso, vê geração negativa de fluxo de caixa devido à implantação robusta de investimentos em mineração até 2028.

update 9h11

Ata do BCE mostra que argumentos a favor dos cortes nos juros estão se firmando

As autoridades do Banco Central Europeu estão cada vez mais confiantes de que a inflação está voltando para sua meta de 2% e de que os argumentos a favor dos cortes nas taxas de juros estão se fortalecendo, mostrou nesta quinta-feira a ata da reunião de 6 e 7 de março do banco. O BCE manteve os custos dos empréstimos em níveis recordes na reunião, mas começou a estabelecer cautelosamente as bases para reduzi-los em junho, argumentando que fez um bom progresso na redução da inflação mesmo que os riscos do crescimento dos salários continuem preocupantes. “Os membros expressaram maior confiança de que a inflação estava no caminho certo para cair de forma sustentável para a meta de inflação de 2% em tempo hábil”, disse o BCE na ata da reunião. “Embora fosse prudente aguardar os próximos dados e evidências, os argumentos para considerar cortes nos juros estavam se fortalecendo.” (Reuters)

update 9h10

Engie (EGIE3): Banco reduz preço-alvo de R$ 44 para R$ 43/ação e mantém recomendação equal-weight

O Morgan Stanley afirma que os resultados de 2023 da Engie (EGIE3) ficaram abaixo das estimativas.

update 9h06

Preços dos combustíveis no Brasil ampliam defasagem em relação à paridade internacional, diz Abicom

Petrobras (PETR3;PETR4) anunciou há 167 dias alterações nos preços da gasolina. Sobre o diesel, a estatal determinou um reajuste há 100 dias. A Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis publica o estudo diariamente, de segunda a sexta.

  • Diesel A S10 (média nacional): -12%, ou -R$ 0,49 (ontem: -11% ou -R$ 0,44)
  • Gasolina A (média nacional): -19%, ou -R$ 0,64 (ontem: -18% ou -R$ 0,62)
update 9h05

Mini-índice com vencimento em abril (WINJ24) começa dia com alta de 0,10%, aos 127.815 pontos

update 9h04

Dólar comercial abre em alta de 0,05%, cotado a R$ 5,043 na compra e na venda

update 9h04

Minidólar com vencimento em maio (WDOK24) começa dia com baixa de 0,03%, cotado a 5.057,00

update 9h02

Dólar futuro abre em queda de 0,09%, cotado aos 5.055,50 pontos

update 9h02

Ibovespa futuro abre em alta de 0,16%, cotado aos 127.910 pontos

update 9h00

Diretor da CSN (CSNA3) faz acordo de R$3,2 mi com CVM

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) acertou um acordo de 3,2 milhões de reais com o diretor executivo da CSN Marcelo Cunha Ribeiro, para encerramento de processos relacionados a divulgações de informações da companhia entre os anos de 2021 e 2023. A CVM afirmou que o acordo ocorreu antes de abertura de um “possível processo administrativo sancionador”. A CSN anunciou em meados do mês passado que seu conselho de administração elegeu Antonio Rabello para o posto de diretor executivo de finanças no lugar de Ribeiro, que permaneceu como diretor executivo e que “após um período de transição” vai liderar uma “nova estrutura a ser criada pelos acionistas controladores da CSN”. (Reuters)

update 8h58

Salto na corrente de comércio do Brasil pode explicar surpresas do PIB, diz Padovani

Roberto Padovani, economista chefe do banco BV, diz que, além desse impulso externo, economia foi favorecida pelos estímulos fiscais por conta da pandemia e por impactos ainda não mensurados das reformas.

update 8h55

Arena Trader XP: Day Trade ao vivo com William Marques e Renan Rossa

update 8h51

Indicadores de qualidade do MEC 2022 apontam que players listados com mais altos índices foram os que mais pioraram

Enquanto os players de índices mais baixos permaneceram estáveis. Nesta edição, os principais cursos avaliados pelo MEC foram administração, economia, direito, psicologia, cursos técnicos/profissionais e ciências sociais. O Morgan Stanley afirma que a Vitru (VTRU) teve o desempenho mais fraco. As pontuações da Anima (ANIM3) e do Cruzeiro do Sul (CSED3) também diminuíram razoavelmente, apesar de permanecerem confortavelmente acima das demais. YDUQS (YDUQ3), Ser (SEER3) e Afya (A2FY34) mudaram pouco. Por outro lado, a Cogna (COGN3) melhorou por uma grande margem.

update 8h47

Com resgates em queda, XP vê volta seletiva do investidor a multimercados

Para a casa, investidor percebeu que tem oportunidade na mesa, mostra preferência por isentos e olhará mais para fundos com bom desempenho em janelas de 12, 24 e 36 meses.

update 8h45

Confira o InfoMorning

update 8h45

BC: investimentos em carteira no mercado doméstico totalizaram saídas líquidas de US$ 2,9 bi em fevereiro

O Banco Central explica que isso é resultado de saídas líquidas de US$ 2,1 bilhões em ações e fundos de investimento e de US$ 857 milhões em títulos de dívida. Nos doze meses encerrados em fevereiro de 2024, os investimentos em carteira no mercado doméstico somaram ingressos líquidos de US$ 4,4 bilhões.

update 8h43

BC: reservas internacionais somaram US$ 352,7 bi em fevereiro de 2024, recuo de US$ 2,4 bilhões em relação a fevereiro

Para o BC, a redução decorreu, principalmente, de contribuições negativas de variações por preços, US$ 2,3 bilhões, e por paridades, US$ 481 milhões. As receitas de juros somaram US$ 648 milhões.

update 8h42

Índice Dólar DXY cai 0,16%, aos 104,08 pontos

update 8h39

BC: investimentos diretos no país (IDP) registraram ingressos líquidos de US$ 5,0 bi em fevereiro

De acordo com dados do BC, houve ingressos líquidos de US$ 4,5 bilhões em participação no capital e de US$ 474 milhões em operações intercompanhia.

update 8h36

BC: Transações correntes do balanço de pagamentos foram deficitárias em US$ 4,4 bi em fevereiro; estimativa era de US$ 3,55 bi

Segundo o BC, o déficit em transações correntes nos doze meses encerrados em fevereiro de 2024 somou US$ 24,7 bilhões (1,11% do PIB), inalterado em relação ao mês anterior, mas com retração significativa em comparação a fevereiro de 2023, quando somou US$ 52,3 bilhões (2,63% do PIB).

update 8h29

BC do Japão oferece visão mais sombria sobre a economia, mas destaca sinais sobre salários

O Banco do Japão cortou sua avaliação econômica para a maioria das regiões nesta quinta-feira, mas sinalizou sua confiança de que os aumentos salariais estão se ampliando, deixando espaço para outro aumento nas taxas de juros ainda baixas do país. Em um relatório trimestral sobre as economias regionais, o banco central disse que havia expectativa de que as empresas menores elevem os salários no mesmo valor que no ano passado ou mais, depois que aumentos consideráveis foram oferecidos aos funcionários por firmas maiores. “Com fortes aumentos salariais sustentados por dois anos consecutivos, as empresas estão mudando seu comportamento para lidar com o aumento dos custos de mão de obra”, como, por exemplo, aumentar o investimento para simplificar as operações, disse o Banco do Japão. (Reuters)

update 8h28

Prates pede reunião com Lula em busca de apoio para permanência na Petrobras, diz Folha

O presidente da Petrobras, Jean Paul Prates, pediu uma audiência com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva para conversar sobre ataques a ele promovidos por pessoas do próprio governo, pretendendo dar um basta na situação, publicou o jornal Folha de S.Paulo nesta quinta-feira. A saída da estatal está entre as possibilidades consideradas por Prates, embora seu desejo maior seja o de que o presidente da República manifeste forte apoio por sua permanência, afirmou o jornal.

update 8h26

Day Trade Hoje: O que esperar dos minicontratos e do Ibovespa nesta quinta-feira

update 8h22

Decisão sobre peso de voto do governo na Eletrobras (ELET3) é adiada

AGU pede ao STF prorrogação de 90 dias para discussões sobre voto do governo na companhia elétrica.

update 8h20

Lojas Renner (LREN3): Banco eleva preço-alvo de R$ 18 para R$ 19/ação, mas mantém recomendação equal-weight

O Morgan Stanley afirma que falta de catalisadores mantém a Lojas Renner (LREN3) com a mesma recomendação, mas os ventos contrários de pico ficaram para trás.

update 8h18

Voa Brasil deve começar a operar em abril

O ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho, disse na quarta-feira (3) que o programa Voa Brasil começará a operar em abril. O projeto prevê passagens aéreas a custo inferior a R$ 200.

update 8h15

Minidólar (WDOK24) pode seguir movimento de correção, com suporte nos 5.048,5 pontos

update 8h12

Julgamento sobre cassação de Moro tem novo pedido de vista

O julgamento de cassação do mandato do senador Sergio Moro (União-PR), que ocorre no Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR), foi interrompido na última quarta-feira (3) por um novo pedido de vista da desembargadora Claudia Cristina Cristofani. Antes, o desembargador José Rodrigo Sade votou a favor de cassar o mandato do senador. Ele divergiu do voto do relator, Luciano Falavinha, que votou para rejeitar o pedido de cassação. Agora, o placar está 1 a 1.

update 8h11

C&A (CEAB3): Banco eleva recomendação underweight para equal-weight e passa preço-alvo de R$ 5,50 para R$ 10/ação

O Morgan Stanley afirma que melhora do lucro líquido e do faturamento da C&A (CEAB3) impulsionaram a mudança.

update 8h11

Petrobras pode trocar indicação à conselho

A Petrobras informou nesta quarta-feira que recebeu solicitação de acionistas minoritários pela substituição de dois candidatos às vagas de membros titular e suplente do conselho fiscal, além da indicação de acionista minoritário de um nome ao conselho de administração. De acordo com comunicado da petrolífera, foram indicados, em substituição a Daniel Alves Ferreira e Aloisio Macário Ferreira de Souza, Ronaldo Dias (titular) e Ricardo José Martins Gimenez (suplente) para o conselho fiscal da companhia, para eleição a ser realizada em assembleia geral ordinária em 25 de abril. Para eleição em separado, houve a indicação de Thales Kroth de Souza para o cargo de membro do conselho de administração da Petrobras. A companhia disse em comunicado que as indicações serão submetidas aos procedimentos de governança interna da empresa, “para a análise dos requisitos legais e de gestão e integridade e posterior manifestação do Comitê de Pessoas”.

update 8h09

Mini-índice (WINJ24) pode buscar reação compradora, com resistência em 128.210 pontos

update 8h08

Sentimento em relação ao câmbio no Brasil piora no início do segundo trimestre

O sentimento em relação à moeda brasileira piorou no início do segundo trimestre devido à incerteza sobre a direção futura da política monetária de bancos centrais globais e aos crescentes desequilíbrios fiscais internos, mostrou uma pesquisa da Reuters com estrategistas de mercado. Até agora este ano o real manteve-se perto de 5 por dólar, o ponto médio do intervalo em que tem sido negociado desde 2020, favorecido por novos fluxos para as moedas latino-americanas no meio de um rali nos mercados globais. Contudo, as respostas a uma pergunta adicional na pesquisa refletiram um pessimismo crescente pelo segundo mês consecutivo, após uma série de resultados positivos ou neutros de setembro a fevereiro. Dos 15 estrategistas cambiais que responderam, sete consideraram riscos de uma tendência mais fraca do que o esperado para o real, quatro consideraram níveis potencialmente mais fortes e quatro assumiram uma postura neutra. A mediana das previsões para o real entre os 29 estrategistas entrevistados entre 28 de março e 3 de abril colocou a moeda em 5,00 por dólar em um ano, implicando um ganho de 1,2% em relação aos cerca de 5,06 de terça-feira. Mas o tom de seus comentários sugeria cautela. (Reuters)

update 8h07

Vale (VALE3) tem funcionamento de mina sob risco

A Vale (VALE3) informa que o Tribunal de Justiça do Pará (TJPA) suspendeu a liminar que autorizava o funcionamento da Mina de Onça Puma. Em fevereiro de 2024, a Secretaria do Meio Ambiente do Estado do Pará (“SEMAS”) havia suspendido a licença de operação (LO) da mina, alegando descumprimento de condicionantes ambientais. Após a decisão da SEMAS, a Vale ajuizou Tutela Provisória de Urgência, tendo o juízo de primeira instância de Ourilândia, em 26 de fevereiro de 2024, restabelecido a vigência e validade da LO. Em 1º de março, o Estado interpôs recurso de agravo de instrumento para o Tribunal de Justiça do Estado do Pará, proferindo a decisão que suspendeu a decisão de primeira instância e, por conseguinte, suspendeu a LO.

update 8h05

Maioria dos mercados europeus avança após dados de inflação ao produtor

Os mercados europeus operam em alta, uma vez que os investidores procuram ganhar impulso após um início instável do novo trimestre de negociações. No front monetário, a divulgação das atas da última reunião de política monetária do Banco Central Europeu (BCE) deverá lançar alguma luz sobre o caminho para cortes nas taxas de juros na região.

  • FTSE 100 (Reino Unido): +0,41%
  • DAX (Alemanha): +0,13%
  • CAC 40 (França): +0,05%
  • FTSE MIB (Itália): -0,13%
  • STOXX 600: +0,07%
update 8h04

Barris de petróleo recuam em meio a preocupações com menor oferta

Os preços do petróleo operam com perdas, devido a preocupações de menor oferta, uma vez que os principais produtores mantiveram cortes na produção e devido a sinais de crescimento econômico mais forte nos EUA, o maior consumidor mundial de petróleo.

  • Petróleo WTI, -0,12%, a US$ 85,33 o barril
  • Petróleo Brent, -0,08%, a US$ 89,27 o barril
update 8h03

Em meio a feriado, bolsas da Ásia fecham em alta

Os mercados asiáticos fecharam com alta, em uma recuperação parcial das perdas de ontem, em meio a esperanças de cortes de juros nos EUA e feriados na China, em Hong Kong e em Taiwan. O índice japonês Nikkei subiu 0,81% em Tóquio, a 39.773,14 pontos, com a ajuda de ações financeiras e de eletrônicos, enquanto o sul-coreano Kospi avançou 1,29% em Seul, a 2.742,00 pontos, sustentado por papéis das indústrias de semicondutores, baterias e automotiva.

  • Shanghai SE (China), fechado por feriado
  • Nikkei (Japão): +0,81%
  • Hang Seng Index (Hong Kong): fechado por feriado
  • Kospi (Coreia do Sul): +1,29%
  • ASX 200 (Austrália): +0,45%
update 8h03

IVAR apresenta aumento de 1,06% em março

Em março de 2024, o Índice de Variação de Aluguéis Residenciais (IVAR) registrou um aumento de 1,06%, apresentando uma desaceleração em comparação à taxa de 1,79% observada no mês de fevereiro. Com esse resultado, a variação acumulada em 12 meses atingiu 8,48% em março de 2024, um acréscimo de 0,10 ponto percentual em relação aos 8,38% reportados no mês anterior, fevereiro de 2024.

update 8h02

IAEmp sobe novamente em março e mantém trajetória favorável

O Indicador Antecedente de Emprego (IAEmp) do FGV IBRE subiu 1,0 ponto em março, para 79,5 pontos, maior nível desde outubro de 2022 (79,8 pontos). Em médias móveis trimestrais, o IAEmp avançou 0,7 ponto, para 78,7 pontos.

update 8h01

Preços ao produtor (PPI) na zona do euro caem 1,0% em fevereiro, puxados por energia

Na comparação com fevereiro de 2023, a queda dos preços ao produtor chega a -8,3%; no mês, a maior queda foi observada entre os produtos de energia, que recuaram 3,5% ante janeiro.

update 8h01

EUA: índices futuros avançam antes de mais dados econômicos

Os índices futuros dos EUA operam no terreno positivo após terceiro dia consecutivo de perdas do Dow Jones. Durante o pregão regular de quarta-feira, o Dow caiu 0,1%, enquanto o S&P 500 e Nasdaq subiram apenas 0,1% e 0,2%, respectivamente. Na frente de dados, os investidores estarão atentos aos números de pedidos de auxíliodesemprego para a semana que terminou em 30 de Março. A balança comercial dos EUA de Fevereiro também será divulgado nesta quinta-feira.

  • Dow Jones Futuro: +0,28%
  • S&P 500 Futuro: +0,32%
  • Nasdaq Futuro: +0,46%
update 8h00

Abertura de mercados

Os índices futuros dos EUA operam em alta, às vésperas do payroll e um dia depois do presidente do Fed, Jerome Powell, reforçar que os juros só vão cair quando houver confiança suficiente de que a inflação caminha de volta à meta oficial de 2%. Vários membros do Fed estão previstos para falar na sessão de hoje. Como resultado, investidores ajustaram suas expectativas para reduções nas taxas. Os dados de negociação dos Fed funds sugerem agora uma probabilidade de 62,3% de um corte na reunião de junho do BC americano, abaixo dos cerca de 70% da semana passada, de acordo com a ferramenta CME FedWatch.
No Brasil, agentes do mercado vão acompanhar dados das contas externas, fluxo cambial, além da balança comercial de março. Já Gabriel Galípolo, diretor de Política Monetária, participa de evento promovido pela Necton, em São Paulo, a partir das 19h.

update 7h54

Principais índices em Nova York encerraram ontem de forma mista

Investidores em Nova York ouviram o presidente da autoridade monetária dos EUA, Jerome Powell, dizer nada muito diferente do que falou semana passada, no feriado da Semana Santa. Sob expectativas de novos sinais sobre o início do ciclo de cortes, Powell reiterou que o banco central “tem tempo” para deliberar sobre o assunto. Segundo ele, a economia americana está aquecida e os últimos dados de inflação, elevados. “As leituras recentes sobre ganhos de emprego e inflação ficaram acima do esperado”, disse Powell, “mas isso não muda nosso quadro geral de que vamos decidir a partir de dados e reunião a reunião”. De qualquer forma, ele deixou uma esperança no ar: “se a economia evoluir como o banco central espera, a maioria dos participantes do Fomc entende que é provavelmente apropriado começar a cortar as taxas em algum momento este ano”.

Dia (%)Pontos
Dow Jones-0,1139.127,21
S&P 5000,115.211,59
Nasdaq0,2316.277,46
update 7h52

DIs: juros futuros encerraram ontem novamente com altas por toda a curva

Dia (%)Taxa (%)Variação (pp)NegóciosSemana (%)2024 (%)
DI1F250,159,9600,01576.3080,40-0,70
DI1F260,059,9800,00535.7990,813,85
DI1F270,1510,2850,01525.3341,235,81
DI1F280,1910,6100,0206.5511,436,79
DI1F290,3210,8450,03518.5361,647,70
DI1F310,4511,1200,0509.0901,838,38
DI1F330,3611,2200,0403.8321,638,20
DI1F350,2711,2700,0307681,718,57
update 7h50

Dólar comercial terminou ontem com queda de 0,35%

O dólar recuou diante do real, em movimento semelhante ao da divisa norte-americana na comparação com as principais moedas do mundo, com o DXY em queda de 0,52%. Roberto Campos Neto, porém, salientou que a intervenção de ontem e que se propagou para hoje “não teve nada a ver com o movimento do câmbio, a gente sempre diz que o câmbio é flutuante, é importante ser flutuante porque funciona como um elemento que absorve choques e redistribui os recursos de forma mais eficiente, mas a gente tinha uma NTN-A que ia vencer que achávamos que era grande e poderia ter alguma disfunção no dia”.

  • Venda: R$ 5,040
  • Compra: R$ 5,040
  • Mínima: R$ 5,035
  • Máxima: R$ 5,091
update 7h48

Maiores baixas, altas e mais negociadas de ontem

Maiores baixas

AtivoDia (%)Valor (R$)Variação (R$)NegóciosSemana (%)2024 (%)
Grupo SomaSOMA3-6,856,93-0,5119.425-8,94-6,98
ArezzoARZZ3-6,1858,75-3,8719.132-8,59-8,96
CognaCOGN3-5,532,22-0,1322.959-5,93-36,39
EztecEZTC3-5,1115,40-0,837.514-5,52-17,21
YduqsYDUQ3-4,0516,84-0,7115.447-7,01-24,89
MRVMRVE3-3,537,37-0,2721.769-5,39-34,37
Magazine LuizaMGLU3-2,871,69-0,0559.575-6,11-21,27

Maiores altas

AtivoDia (%)Valor (R$)Variação (R$)NegóciosSemana (%)2024 (%)
PetrorecôncavoRECV34,6022,040,9716.317-6,411,47
3R PetroleumRRRP33,7834,601,2622.9134,8831,66
NaturaNTCO33,5417,850,6125.944-0,179,89
CarrefourCRFB32,3613,460,3110.533-1,258,11
CPFLCPFE32,3435,810,828.6112,87-7,01
Bradesco ONBBDC32,3012,920,2910.1231,53-15,07
Bradesco PNBBDC41,9714,470,2832.6591,59-14,96

Mais negociadas

AtivoNegóciosDia (%)Valor (R$)Variação (R$)Semana (%)2024 (%)
Magazine LuizaMGLU359.575-2,871,69-0,05-6,11-21,27
ValeVALE348.287-1,4461,05-0,890,36-17,38
Petrobras PNPETR443.498-0,5238,42-0,202,843,17
HapvidaHAPV338.2860,263,900,015,41-12,36
Bradesco PNBBDC432.6591,9714,470,281,59-14,96
Itaú Unibanco PNITUB431.425-0,7533,23-0,25-4,031,81
B3B3SA330.387-0,2611,70-0,03-2,42-18,35
update 7h45

Ibovespa fechou ontem com queda de 0,18%, aos 127.318,39 pontos

  • Máxima: 127.693,56
  • Mínima: 126.181,37
  • Diferença para a abertura: -230,13 pontos
  • Volume: R$ 22,20 bilhões

Confira a evolução do IBOV durante a semana, mês e ano:

  • Segunda-feira (1º): -0,87%
  • Terça-feira (2): +0,44%
  • Quarta-feira (3): -0,18%
  • Semana: -0,61%
  • Abril: -0,61%
  • 2T24: -0,61%
  • 2024: -5,12%

Acompanhe diariamente a cobertura sobre bolsa, dólar e juros a partir das 8 horas.

Sugestões, dúvidas e críticas entre em contato com o editor de Mercados Ao Vivo do InfoMoney: rodrigo.petry@infomoney.com.br.

IM Trader: notícias, análises, vídeos, podcasts e guias no novo canal do InfoMoney sobre Mercados.

Compartilhe