Tempo Real

Gerdau (GGBR4) e Braskem (BRKM5) são maiores altas da Bolsa; Hapvida (HAPV3) lidera quedas

Confira o que movimentou os mercados

Por  Equipe InfoMoney -

18h03 – Encerramos nossa cobertura, confira os destaques da Bolsa de hoje



Acessa o tempo real do InfoMoney todos os dias? Adicione este link aos favoritos do seu navegador!



18h01 – Ibovespa futuro fecha com alta de 0,81%, aos 97.655 pontos; e dólar futuro, com queda de 0,25%, cotado a R$ 5,431



17h55 – Vale (VALE3) informa que concluiu venda de ativos do Sistema Centro Oeste1 para J&F Mineração, o recebimento de US$ 150 milhões



17h43 – Gerdau (GGBR4), Braskem (BRKM5) e BB Seguridade (BBSE3) são maiores altas da Bolsa

Gerdau e Metalúrgica Gerdau (GOAU4) subiram, respectivamente, 5,94% e 4,92% – as companhias se recuperam das baixas da semana, que se deram por conta da queda das commodities.

“Hoje, o que verificamos foi uma recuperação dos ativos brasileiros, bem como dos europeus e americanos”, explica Matheus Spiess, analista da Empiricus. “Nem mesmo a notícia de que o Produto Interno Bruto chinês foi pior do que o esperado, o que derrubou o minério, prejudicou a performance”.

Braskem e BB Seguridade, por sua vez, avançaram 5,33% e 4,21%. Além delas, foram destaques também entre as altas do Ibovespa papéis ligados à economia interna. As ações ordinárias da Natura (NTCO3) e da Yduqs (YDUQ3) avançaram, respectivamente, 3,30% e 4,03%.

“Temos uma queda dos yields no exterior, por conta da perspectiva de menor crescimento, que trouxe um reflexo nos ativos de economia doméstica. Varejo, portanto, está com uma reação positiva”, diz Rodrigo Crespi, analista da Guide Investimentos.

Entre as maiores quedas do Ibovespa, ficaram as ações ordinárias da Hapvida (HAPV3), com menos 5,22%, as da CVC (CVCB3), com menos 4,55%, e as da Magazine Luiza (MGLU3), com menos 4,47%.

Confira os destaques de ações no pregão de hoje:



17h39 – Ações com maiores quedas da semana no Ibovespa

  • SLC Agrícola (SLCE3): -13,64%
  • 3R Petroleum (RRRP3): -12,64%
  • Alpargatas (ALPA4): -12,46%
  • B3 (B3SA3): -12,33%
  • Bradespar (BRAP4): -11,61%


17h37 – Ações com maiores altas da semana no Ibovespa

  • Natura (NTCO3): +9,52%
  • BB Seguridade (BBSE3): +8,52%
  • Magazine Luiza (MGLU3): +6,11%
  • Raia Drogasil (RADL3): +4,46%
  • Americana (AMER3): +3,29%


17h33 – Fechamento dos outros índices brasileiros

  • Small Caps (SMLL): +0,23%
  • BDRs (BDRX): +1,06%
  • Fundos Imobiliários (IFIX): +0,08%

Veja o acumulado da semana:

  • Small Caps (SMLL): -3,75%
  • BDRs (BDRX): +0,76%
  • Fundos Imobiliários (IFIX): -0,50%


17h25 – Poucos indicadores serão divulgados na segunda-feira; foco é a temporada de balanços nos EUA

Segunda-feira (18) começa com o IPC-S semanal e o IGP-10 mensal, às 8h00. Tem o tradicional Boletim Focus, às 8h25 e dados da Balança Comercial, às 15h00.

Nos EUA, segue a temporada de balanços, com IBM, Goldman Sachs e Bank Of America.



17h15 – Ibovespa fecha em alta de 0,45%, aos 96.551,00 pontos

  • Máxima: 96.970,67
  • Mínima: 95.266,94
  • Volume: R$ 20,40 bilhões

Confira a evolução do IBOV durante a semana, mês e ano:

  • Segunda-feira (11): -2,07%
  • Terça-feira (12): +0,06%
  • Quarta-feira (13): -0,40%
  • Quinta-feira (14): -1,80%
  • Semana: -3,74%
  • Julho: -1,80%
  • 2022: -7,56%


17h10 – Em visita à Arábia Saudita, Joe Biden cita assassinato de jornalista Jamal Khashoggi

Segundo a ABC, o presidente disse: “fui direto ao discutir isso. Deixei minha opinião clara… Sempre defenderei nossos valores”.

O jornalista foi morto em consulado saudita na Turquia, com autorização do príncipe da Arábia Saudita, apontou na época investigação da inteligência dos EUA.



17h05 – Fechamento Wall Street

  • Dow Jones: +2,15%, aos 31.288,26 pontos
  • S&P 500: +1,92%, aos 3.863,16 pontos
  • Nasdaq: +1,79%, aos 11.452,42 pontos

Veja o acumulado da semana:

  • Dow Jones: -0,16%
  • S&P 500: -0,92%
  • Nasdaq: -1,57%


17h03 – Fechamento dos títulos do Tesouro norte-americano

  • 30 anos: -0,021 (a 3,083%)
  • 2 anos: -0,023 (a 3,122%)
  • 5 anos: -0,022 (a 3,041%)
  • 10 anos: -0,038 (a 2,921%)


17h01 – Dólar fecha com queda de 0,52%

  • Venda = R$ 5,404
  • Compra = R$ 5,405
  • Mínima = R$ 5,376
  • Máxima = R$ 5,449


16h58 – Serviços ligados ao turismo ficaram 41,39% mais caros em junho, na comparação com o mesmo mês do ano passado, aponta FecomercioSP

A passagem área foi o item que mais contribuiu para a alta, com variação de 122,40% em 12 meses.



Fechamento do mercado com Pam Semezzato, da Clear Corretora



16h55 – Ibovespa fecha, preliminarmente, com alta de 0,60%, aos 96.695,89 pontos



16h53 – Audiência que pode acelerar julgamento do caso entre Twitter (TWTR34) e Musk é marcada para terça (19)

Advogados da plataforma dizem que precisam de apenas quatro dias para provar que bilionário deve honrar acordo de compra da empresa por US$ 44 bilhões, segundo O Globo.



16h47 – Relator de MP propõe pagamento de auxílio-alimentação e refeição em dinheiro

Deputado Paulo Pereira da Silva (Solidariedade-SP), o Paulinho da Força, decidiu sugerir o fim da exclusividade da distribuição das ajudas pelas operadoras de cartões de convênio e permitir o pagamento dos valores referentes ao benefício em espécie. Ou seja, dando às empresas a opção de fazer o pagamento dos benefícios sem a intermediação das operadoras de cartões. (Estadão Conteúdo)



16h41 – Fechamento juros

  • DI (2023): -0,03 pontos, a 13,88%
  • DI (2025): -0,04 pontos, a 13,13%
  • DI (2027): -0,02 pontos, a 12,96%
  • DI (2029): -0,02 pontos, a 13,08%
  • DI (2031): -0,01 pontos, a 13,14%


16h39 – Dólar opera com baixa de 0,49%, a R$ 5,407 a venda e R$ 5,406 a compra



16h32 – Bank of America acredita em crescimento de lucros da Gerdau (GGBR4) e Usiminas (USIM5) no 2T22

Aumentos de preços implementados no trimestre são o motivo. CSN (CSNA3) pode entregar resultados mais fracos, devido à piora nas realizações de preços na divisão de minério de ferro, informa o banco.

Nesta reta final, GGBR4 segue liderando altas, com 5,54%, enquanto USIM5 ganha 3,73% e CSNA3 avança 3,27%.



16h30 – Fechamento Petróleo

  • WTI (agosto): +2,05% (a US$ 97,74)
  • Brent (setembro): +1,97% (a US$ 101,05)


16h24 – Apesar de se estabilizar no terreno positivo nesta sexta, com mais 0,47%, Ibovespa caminha para encerrar semana no negativo; até aqui queda acumulada de 3,75%



16h18 – Ouro com entrega em agosto fecha em queda de 0,13%, a US$ 1.703,55 a onça-troy



16h12 – BofA avalia 3Tentos (TTEN3) como construtiva no curto e longo prazo

Companhia realizou Investor Day e projeta receitas de R$ 14 bilhões até 2025, contra R$ 5,3 bilhões reportados em 2021.

No momento, TTEN3 opera a R$ 8,19, alta de 2,76%.



16h06 – Última hora de pregão: bancos brasileiros operam com ganhos, mas não são suficientes para fazer semana positiva

  • Banco do Brasil (BBAS3): +2,36%
  • Bradesco ON (BBDC3): +1,03%
  • Bradesco PN (BBDC4): +0,80%
  • Itaú Unibanco (ITUB4): +1,85%
  • Santander (SANB11): +1,04%

Veja como está o acumulado da semana até aqui:

  • Banco do Brasil (BBAS3): -0,21%
  • Bradesco ON (BBDC3): -4,84%
  • Bradesco PN (BBDC4): -5,29%
  • Itaú Unibanco (ITUB4): -1,53%
  • Santander (SANB11): -4,73%


15h58 –  BB Seguridade (BBSE3) acelera ganhos neste instante: +4,96%, a R$ 27,70



15h56 – Juros voltam a operar em baixa por toda a curva

  • DI (2023): -0,03 pontos, a 13,88% (às 14h: -0,01 pontos, a 13,90%)
  • DI (2025): -0,04 pontos, a 13,13% (às 14h: +0,18 pontos, a 13,18%)
  • DI (2027): -0,01 pontos, a 12,97% (às 14h: +0,03 pontos, a 13,00%)
  • DI (2029): -0,01 pontos, a 13,09% (às 14h: +0,01 pontos, a 13,12%)
  • DI (2031): -0,01 pontos, a 13,14% (às 14h: +0,01 pontos, a 13,16%)


15h51 – ONS: projeção de chuva no subsistema hidrelétrico Norte tem redução ligeira de 75% (estimada semana passada) para 74%



15h49 – XP (XPBR31) tem alta de 44% na captação líquida no 2º tri, para R$ 43 bilhões



15h47 – Após instabilidade ontem na rede social, Twitter (TWTR34) vê ações subindo mais de 3% hoje em NY

O BDR avança neste momento 2,41%.



15h43 – ONS faz ligeira redução da projeção de chuva no mês de julho nos reservatórios de usinas hidrelétricas do subsistema Norte: passou de 85%, estimada semana passada, para 83%



15h42 – ONS fez ligeira redução projeção de chuvas para julho nos reservatórios hidrelétricos do subsistema Sudeste/Centro-Oeste, passando de 67% (esperado na semana passada) para 65%



15h40 – ONS reduz projeção para julho de chuvas em reservatórios de usinas hidrelétricas da região Sul, de 114% (esperado na semana anterior) para 88%



15h31 – Energia Eólica Registra seu primeiro recorde de geração instantânea do ano, diz ONS

Segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico, montante somou 14.167 MW, suficiente para atender 123,2% da demanda do Nordeste.



15h28 – Retrato do mercado no momento

  • Ibovespa: +0,58%
  • Dow Jones: +1,91%
  • S&P 500: +1,68%
  • Nasdaq: +1,50%
  • Dólar: -0,56%
  • Euro: +0,02%
  • Brent: +2,02%
  • Bond 10Y EUA: -0,033 pontos

Como comparação, às 12h11 a situação era essa

  • Ibovespa: +0,44%
  • Dow Jones: +2,07%
  • S&P 500: +1,76%
  • Nasdaq: +1,44%
  • Dólar: -0,94%
  • Euro: +0,37%
  • Brent: +2,77%
  • Bond 10Y EUA: -0,031 pontos


15h24 – Gargalo logístico: espera por embarque ferroviário na Baía de São Francisco já é superior a 11 dias

Segundo a CNBC, cerca de US$ 30 bilhões em comércio estão em navios ancorados na Costa Leste e Costa Oeste, e a situação na Europa é semelhante. Na segunda-feira (18), uma greve ferroviária pode começar na região da Califórnia, o que pode piorar a situação.



15h20 – Visita de Biden à Arábia Saudita, por ora, não mexe com as referências internacionais do petróleo, que seguem com mesmo nível de ganhos

  • WTI (agosto): +2,15%, a US$ 97,95 (às 12h35, alta era de 2,24%)
  • Brent (setembro): +2,06%, a US$ 101,42 (às 12h35, alta era de 2,34%)


15h16 – Apesar da visita de Joe Biden, EUA não esperam que Arábia Saudita aumente imediatamente a produção de petróleo

“Não acho que você deva esperar um anúncio específico aqui bilateralmente porque acreditamos que qualquer ação adicional tomada para garantir que haja energia suficiente para proteger a saúde da economia global será feita no contexto da Opep+”, disse o conselheiro de Biden, Jake Sullivan, segundo a Reuters.



15h09 – Camil (CAML3): ainda refletindo o balanço do 1T22 divulgado ontem, ações despencam 11,62%, à mínima do dia, de R$ 9,81



15h05 – Banco Mundial, FMI e OMC pedem apoio a países afetados por alta de alimentos

“Garantir que os países mais vulneráveis que enfrentam problemas significativos de balança de pagamentos possam cobrir o custo do aumento de sua conta de importação de alimentos é essencial para minimizar qualquer risco de agitação social”, destacam. (Estadão Conteúdo)



15h01 – Vale (VALE3) volta a cair: menos 0,03%, a R$ 67,95



14h56 – Putin nomeia novo chefe de agência responsável por armas, diz AP

Presidente russo, Vladimir Putin, nomeou novo chefe da agência espacial, que supervisiona o programa no país e também a fábrica de foguetes e instalações de lançamento. Falhas do ex-chefe relatadas no programa de armas russo durante ação militar na Ucrânia foram apontadas como o motivo da mudança.



14h54 – FMI: Federal Reserve tem um equilíbrio difícil pela frente para evitar uma recessão



14h48 – BofA: Raízen (RAIZ4), São Martinho (SMTO3) e Arezzo (ARZZ3) devem entrar na prévia do Ibovespa em 1º de agosto

O banco também monitora CBA (CBAV3), Movida (MOVI3), Auren (AURE3) e Porto (PSSA3). JHSF (JHSF3) é a possível saída, com o BofA monitorando também Positivo (POSI3) e Fleury (FLRY3).



14h42 – Vale (VALE3) opera novamente no azul, com leve alta de 0,12%, a R$ 68,03

Às 12h59, o ativo recuava 0,88%.



14h36 – Dupla Gerdau (GGBR4), com 4,82%, e Metalúrgica Gerdau (GOAU4), com 4,28%, lideram altas no momento



14h34 – Índice de Fundos Imobiliários (IFIX) tem leve queda de 0,01% nesse momento

  • Maior alta até aqui no dia: XP Properties (XPPR11) = +3,69%
  • Maior queda até aqui no dia: Riza Actium (ARCT11) = -4,34%


14h27 – Dólar reduz queda para 0,44%, compra e venda a R$ 5,409

Há 30 minutos, a queda era de 0,62%, mas chegou a passar de 1% durante a manhã.



14h21 –  Ações da Tenda (TEND3) acumulam esta semana uma queda de 26,64%

Apesar da forte queda, em julho o ativo ainda ganha 8,72%. Pouco para recuperar a depreciação do ano até aqui, que é de 74,63%.



14h19 – Índice de BDRs (BDRX) sobe 0,85% neste momento

  • Maior alta até aqui no dia: Citigroup (CTGP34) = +11,78%
  • Maior queda até aqui no dia: First Solar (FSLR34) = -10,03%


14h14 – Wells Fargo tem lucro pressionado por empréstimos imobiliários; Citigroup surpreende com negócio de corretagem



14h07 – Índice de Small Caps (SMLL) tem alta de 0,52% nesse momento

  • Maior alta até aqui no dia: Grupo Mateus (GMAT3) = +6,13%
  • Maior queda até aqui no dia: Tenda (TEND3) = -9,21%


HORA DO MERCADO

14h00 – Ibovespa se estabiliza em alta, acima dos 96 mil pontos, acompanhando NY

Após operar em baixa em parte da manhã, o Ibovespa se mantém no terreno positivo no início da tarde, com alta de 0,42%, aos 96.526 pontos, acompanhando os mercados em NY, que avançam após dados do varejo e da indústria melhores do que o esperado.

Por lá, o Dow Jones sobe 1,82%, enquanto S&P 500 avança 1,68% e o Nasdaq avança 1,59%.

No cenário doméstico, enquanto siderúrgicas como Gerdau (GGBR4) e CSN (CSNA3) se recuperam das perdas recentes, subindo hoje, respectivamente, 4,5% e 2,4%, as ações da Vale recuam 0,47%, em meio a dados abaixo do esperado do PIB chinês, que derrubou os preços do minério de ferro.

Enquanto isso, o dólar comercial, que abriu em alta, agora cede 0,62%, cotado a R$ 5,399 na compra e a R$ 5,400 na venda.

Já os juros futuros operam próximos da estabilidade: DIF23, -0,01 pp, a 13,90%; DIF25, +0,01 pp a 13,18%; DIF27, + 0,32 pp, a 13,00%; e DIF29, +0,01 pp, a 13,12%.



13h54 – Joe Biden desembarca na Arábia Saudita, depois de passar por Israel e Cisjordânia

Segundo fontes da CNN Internacional, a pauta central de Biden com os árabes é garantir segurança energética, duramente atingida com a guerra Rússia-Ucrânia.



13h47 – Investidores buscam alternativa às ações da Petrobras (PETR3;PETR4), diz Bloomberg

Gerval Investimentos, da família controladora da Gerdau, dobrou participação na 3R Petroleum (RRRP3). Entre outros que apostam em petrolíferas brasileiras alternativas estão os fundos Atalaya Capital, Vinland Capital, Mar Asset Management e XP Asset Management. Incertezas no futuro da Petrobras têm levado investidores a olhar para outras empresas do setor de óleo e gás, de acordo com Bloomberg.



13h40 – Fed de Atlanta eleva previsão de queda do PIB dos EUA no 2º trimestre

A estimativa do modelo GDPNow do PIB real (taxa anual ajustada sazonalmente) para o segundo trimestre está em menos 1,5%, abaixo da queda de 1,2%, da divulgação de 8 de julho.

Enquanto isso, a projeção do crescimento real das despesas de consumo pessoal e da evolução real do investimento interno privado bruto recuaram de 1,9% e -13,7%, respectivamente, para 1,5% e -13,8 por cento.



13h28 – Espera-se que o governo chinês continue a anunciar/implementar medidas de estímulo, diz BBI

Segundo o BBI, são esperadas medidas de estímulo para reforçar a atividade econômica e a confiança nos próximos meses, sobretudo após o fraco resultado do PIB no segundo trimestre, divulgado nesta madrugada.



13h18 – Quatro Índices setoriais apresentam alta neste momento

Três estão em baixa: energia elétrica (IEE) esta em queda de -0,35%; consumo (ICON), -0,53% e Industrial (INDX), -0,56%.

Os outros quatro em alta são: Financeiro (IFNC), 1,46%; Imobiliário (IMOB), 0,38%; Materiais Básicos (IMAT), 0,18% e Utilidade Pública (UTIL), 0,6%.



13h16 – Juros voltam a apontar para alta na extremidade da curva

  • DI (2023): -0,02 pontos, a 13,89% (às 12h16: -0,02 pontos, a 13,89%)
  • DI (2025): +0,01 pontos, a 13,18% (às 12h16: -0,03 pontos, a 13,14%)
  • DI (2027): +0,03 pontos, a 13,00% (às 12h16: -0,02 pontos, a 12,96%)
  • DI (2029): +0,02 pontos, a 13,12% (às 12h16: -0,04 pontos, a 13,06%)
  • DI (2031): +0,01 pontos, a 13,16% (às 12h16: -0,03 pontos, a 13,12%)


13h06 – Joe Biden enfrenta protestos em sua visita à Palestina hoje



13h02 – Ações da Petrobras (PETR3;PETR4) sobem, seguindo alta consistente do preços internacionais de petróleo

  • PETR3: +0,71%
  • PETR4: +0,62%


12h59 –  Vale (VALE3) opera novamente no vermelho, com queda de 0,88%, a R$ 67,37

Às 11h34, o ativo conseguia virar para o positivo, mas com alta mínima de 0,12%.



12h56 – “Oriente Médio não é quintal de ninguém”, disse Wang Wenbin, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, em referência à visita de Joe Biden à região



12h53 – Ibovespa mantém-se acima dos 96 mil: alta de 0,27%, a 96.379,64 pontos



12h42 – Principais índices europeus fecham sexta com fortes altas, mas não suficiente para trazer o acumulado da semana para o azul

Inflação nos EUA acima do esperado e PIB chinês mostrando fraqueza indicaram que uma recessão no continente pode ser uma realidade no horizonte.

  • Stoxx 600: +1,80%
  • DAX (Frankfurt): +2,74%
  • FTSE 100 (Londres): +1,77%
  • CAC 40 (Paris): +2,04%
  • IBEX 35 (Madri): +1,89%
  • FTSE MIB (Milão): +1,85%
  • MOEX (Moscou): +2,03%

Confira o acumulado da semana:

  • Stoxx 600: -0,80%
  • DAX (Frankfurt): -1,17%
  • FTSE 100 (Londres): -0,44%
  • CAC 40 (Paris): +0,05%
  • IBEX 35 (Madri): -1,84%
  • FTSE MIB (Milão): -3,85%
  • MOEX (Moscou): -5,28%


12h35 – Referências internacionais do petróleo ampliam ganhos

  • WTI (agosto): +2,24%, a US$ 97,95 (às 9h24, alta era de 1,47%)
  • Brent (setembro): +2,34%, a US$ 101,42 (às 9h24, alta era de 1,88%)


12h32 – Banco central do Chile anuncia intervenção de US$ 25 bilhões em meio a avanço do dólar sobre o peso chileno

Segundo a Reuters, a instituição disse em comunicado, que “estas medidas excepcionais são consistentes com o esquema de política monetária, baseado em uma meta de inflação e flexibilidade cambial”.



12h28 –  PIB do Peru avança 2,28% em maio, na comparação anual



12h20 – Dólar volta a renovar mínima: queda de 1,03%, a R$ 5,376



12h16 – Juros passam a cair por toda a curva

  • DI (2023): -0,02 pontos, a 13,89% (às 11h: +0,00 pontos, a 13,90%)
  • DI (2025): -0,03 pontos, a 13,14% (às 11h: +0,00 pontos, a 13,16%)
  • DI (2027): -0,02 pontos, a 12,96% (às 11h: +0,02 pontos, a 13,00%)
  • DI (2029): -0,04 pontos, a 13,06% (às 11h: -0,01 pontos, a 13,09%)
  • DI (2031): -0,03 pontos, a 13,12% (às 11h: +0,00 pontos, a 13,15%)


12h11 – Retrato do mercado no momento

  • Ibovespa: +0,44%
  • Dow Jones: +2,07%
  • S&P 500: +1,76%
  • Nasdaq: +1,44%
  • Dólar: -0,94%
  • Euro: +0,37%
  • Brent: +2,77%
  • Bond 10Y EUA: -0,031 pontos


12h09 – Camil (CAML3) tem bom 1T22, acima das expectativas, destaca Eleven

Pelo segundo trimestre consecutivo, a margem Ebitda da Camil se manteve em linha com seus patamares históricos. No mercado doméstico o incremento de receita veio principalmente pelo efeito preço de feijão e açúcar, mais do que compensando a queda no volume do arroz, que também apresentou queda de preços.

A recomendação é de compra, com preço-alvo de R$ 20. No momento, o ativo despenca 9,19%, a R$ 10,08.



12h08 – Daly/Fed: o mais importante agora é fazer a inflação baixar



12h05 – Fundo cripto DeFiance Capital revela que foi prejudicado pela liquidação do Three Arrows



12h03 – Lojas Renner (LREN3): BTG recomenda compra e preço-alvo de R$ 45



12h02 – Dólar comercial amplia perdas para 0,90%, a R$ 5,384 na venda e na R$ 5,385 compra

Dólar futuro para agosto recua 0,71%, a R$ 5,406.



12h01 – Daly/Fed: “não tenho uma recessão na lista dos possíveis resultados” da atual política monetária



12h – Camil (CAML3) reporta resultado em linha com estimativas da Ativa

A margem bruta foi ligeiramente acima das estimativas da Ativa, em função da entrada no segmento de massas. O resultado foi caracterizado pelo bom desempenho em volume de vendas na visão trimestral, sobretudo no segmento de grãos, além de bons números da marca Camil e forte expansão de receitas das operações internacionais.



11h59 – Carrefour Brasil (CRFB3): BTG recomenda compra e preço-alvo de R$ 26



11h58 – Daly/Fed: queremos ver a inflação “bem menor” até o final de 2022; começamos a ver sinais de que ela está diminuindo



11h57 – Daly/Fed: “está um pouco doloroso agora, mas vai melhorar no longo prazo”



11h56 – Bolsonaro: teto de gastos foi criado para cessar hemorragia de gestões anteriores

“É igual à questão da Petrobras, quando criaram a tal da PPI, com o objetivo estancar a roubalheira na Petrobras”, avaliou, em referência à política de preços internacionais da estatal criticada por ele.

Bolsonaro mostrou confiança na recuperação da economia brasileira. “Esse ano, se não formos o único, seremos um dos poucos países a ter PIB positivo”, declarou o chefe do Executivo. Na quinta-feira, 14, o Ministério da Economia elevou a projeção do Produto Interno Bruto em 2022 de 1,5% para 2%. (Estadão Conteúdo)



11h55 – Helbor (HBOR3) reporta dados operacionais neutros, avalia Bradesco BBI

A Helbor (HBOR3) já fez progressos na venda de suas unidades herdadas e na desalavancagem, embora a desaceleração esperada para o restante de 2022 provavelmente atrase o processo.

O Bradesco BBI manteve a classificação neutra, com preço-alvo de R$ 6,00, potencial de alta de 144%.



11h54 – Daly/Fed: a reunião de julho do banco central será palco de uma “boa discussão” sobre os próximos passos da política



11h53 – Daly/Fed: inflação nos EUA durou mais do que o esperado



11h53 – Daly/Fed: mercado de trabalho permanece forte, mas inflação segue muito alta; Fed está trabalhando para reduzir inflação sem parar economia



11h52 – Rumo (RAIL3): XP espera fortes volumes para o 2S22 

Segundo analistas, projeção é suportada por: (i) sólidas perspectivas para a colheita de milho no MT; e (ii) melhoria da competitividade tarifária da rota de exportação Sorriso-Santos (11% mais barata que o Arco Norte [Sorriso-Barcarena]).

No momento, o ativo cai 0,26%, a R$ 15,36.



11h51 – Mary C. Daly, do Fed de São Francisco: economia dos EUA está forte e consumidores continuam a gastar



11h50 – Índice de percepção do consumidor nos EUA segue baixo

A percepção do consumidor em julho, em sondagem preliminar, permaneceu relativamente inalterada, mantendo-se em níveis mais baixos desde que o levantamento começou ser feito, analisa a Universidade de Michigan.
“As avaliações das finanças pessoais continuam a se deteriorar, atingindo seu ponto mais baixo desde 2011”, aponta o documento.



11h49 – Méliuz (CASH3) tem performance positiva no 2T22, avalia XP

Os principais destaques foram: i) 25,8 milhões de contas totais, crescimento de +8% no trimestre e +37% no ano; ii) 2,1% de net take rate, apresentando elevação de +0,1p.p. e +0,2 p.p. em comparação ao trimestre anterior e ao mesmo período de 2021, respectivamente.

XP reitera recomendação de compra com preço-alvo de R$ 8,0. No momento, as ações sobem 7,21%, a R$ 1,19.



11h47 – Com a paridade, é hora de comprar dólar, euro ou os dois? Especialistas sugerem parcimônia a investidores



11h46 – Rumo (RAIL3) registra fortes volumes em junho, que devem contribuir para resultados sólidos no segundo semestre, diz Bradesco BBI



11h45 – Ações da Camil (CAML3) ampliam perdas para 8,65%, a R$ 10,14; empresa viu lucro cair no 1T22



11h43 – São Martinho (SMTO3) está bem precificada e recomendação é neutra, avalia UBS

Os fundamentos da São Martinho (SMTO3) continuam sólidos, embora um pouco mais fracos, segundo analistas do UBS.

Como a ação já refletiu o ambiente mais positivo das commodities, o preço-alvo está agora em R$ 39, como reflexo de expectativas mais fracas para a atual safra do açúcar. O UBS destaca que a empresa continua sendo eficiente e deve entregar dividendos anuais de 6-7%.

São Martinho (SMTO3) cai 3,16%, cotada a R$ 33,41.



11h42 – Dólar volta a renovar mínima do dia: agora, R$ 5,388, queda de 0,79%



11h41 – Bolsas em NY sobem forte após dados do varejo e da indústria melhores do que o previsto

  • Dow Jones: +1,87%
  • S&P 500: +1,51%
  • Nasdaq: +1,13%


11h39 – Dólar renova mínima do dia: R$ 5,391, queda de 0,75%



11h36 – Ações ON da Caixa Seguridade (CXSE3) avançam 1,66%, a R$ 6,75, após prévia operacional



11h35 – TOTVS (TOTS3): melhora nos resultados do 2T22 deve aliviar as preocupações do mercado, diz UBS

Após queda de 28% da TOTVS (TOTS3) depois da divulgação dos dados do primeiro trimestre, o UBS espera uma melhora sequencial nos dados do 2T22.

“Além da maior aversão ao risco, acreditamos que a correção também ocorreu devido a fatores específicos da empresa, que podem melhorar no 2T22”, afirmam os analistas. A recomendação é compra, com preço-alvo de R$ 41,50.



11h34 – Ações ON da Vale (VALE3) viram para alta de 0,12%, a R$ 68,03



11h31 – Ibovespa vira para positivo: +0,10%, a 96.216,80 pontos



11h30 – Méliuz (CASH3) reporta resultados operacionais negativos, diz Bradesco BBI

Os resultados, segundo analistas, trouxeram GMV (volume total de vendas) mais fracos do que o esperado e sem grandes expansões nas taxas de participação líquida. Mesmo assim, classifica o ativo como outperform (desempenho acima da média de mercado), com preço-alvo é de R$ 3,90 e potencial de valorização de 251%. na avaliação do BBI.

Neste instante, CASH3 sobe 4,50%, a R$ 1,16.



11h28 – USB reduz preço-alvo de Brisanet (BRIT3) de R$ 2,60 para R$ 2,00 e mantém recomendação de venda devido à maior aversão ao risco

No momento, BRIT3 cai 0,98%, a R$ 2,20.



11h23 – Índice preliminar de percepção do consumidor em julho sobe 2,2% em relação a junho, informa a Universidade de Michigan

Na comparação com julho de 2021, o índice é de -37,1%.



11h21 – Ibovespa reduz perdas e cai 0,44%, a 95.740,27 pontos



11h19 – Ações de bancos operam em alta

Itaú (ITUB4) registra a maior alta na manhã desta sexta no setor bancário, com +0,27%, seguido de Banco do Brasil (BBAS3), com +0,16%, Santander (SANB11), com +0,14%, e Bradesco (BBDC4), com +0,07% – ON do Bradesco (BBDC3) também sobem, com 0,29%.



11h17 – Raphael Bostic: “se a economia se movimentar de forma consistente em direção à meta de inflação de 2%, vamos parar, caso contrário continuamos (a apertar a política)”



11h16 – Raphael Bostic: abordagem que o Fed está tomando agora dá “maior probabilidade” de sucesso



11h15 – Para Raphael Bostic, do Fed de Atlanta, mover a política monetária de forma muito “dramática” pode prejudicar aspectos positivos da economia e aumentar a incerteza



11h14 – Raphael Bostic: aumento de 75 pontos-base foi “um grande movimento”, mas o Fed quer que a transição seja “ordenada”



11h13 – Para Raphael Bostic, do Fed de Atlanta, não há referência na história para o que os EUA estão enfrentando hoje em termos econômicos



11h11 – Raphael Bostic: aumento de 75 pontos-base foi “um grande movimento”, mas o Fed quer que a transição seja “ordenada”



11h10 – Para Raphael Bostic, do Fed de Atlanta, não há referência na história para o que os EUA estão enfrentando hoje em termos econômicos



11h08 – Ação ON da BRF (BRFS3) registra maior baixa do Ibovespa, caindo 3,38%, a R$ 15,70



11h07 – James Bullard, do Fed de St. Louis: “nosso compromisso de alcançar uma inflação de 2% é incondicional”



11h07 – Criptomoedas DeFi disparam com dose de otimismo no cenário macro



11h06 – Impreciso, James Bullard, do Fed de St. Louis, afirma que banco central pode aumentar as taxas “mais cedo, ou espalhar nas reuniões restantes do ano”



11h05 – Produção de bens duráveis e não duráveis caiu 0,5% em junho, informa Fed

O índice é uma comparação com o mês de maio desse ano. A produção de bens duráveis recuou 0,3% e os não-duráveis, 0,8%, informou o banco central americano.



11h04 – James Bullard, do Fed de St. Louis: no final de 2023, podemos avaliar a redução do balanço, mas é uma discussão para o futuro



11h03 – UE adotará novas sanções contra Rússia e ajustes para evitar escassez de alimentos, dizem fontes

A Comissão Europeia irá adotar nesta sexta-feira seu sétimo pacote de sanções contra a Rússia, que adicionará uma proibição à importação de ouro russo e ajustará as medidas restritivas existentes para evitar prejudicar as exportações de alimentos, disseram duas autoridades que pediram anonimato. (Reuters)



11h01 – James Bullard, do Fed de St. Louis, alerta que a instituição “está tentando não fazer tudo de uma só vez”



HORA DO MERCADO

11h00 – Ibovespa opera descolado de NY e recua pressionado por Vale e varejo

O principal índice da bolsa brasileira opera com baixa de 0,78%, aos 95.370 pontos, na contramão dos mercados dos EUA, que repercutem dados do varejo e da indústria melhores do que o esperado. No cenário doméstico, as ações da Vale recuam após PIB chinês pior que o esperado no segundo trimestre, o que leva a derrocada do minério em Qingdao.

O dólar comercial subia 0,21%, a R$ 5,444 na compra e na venda. O dólar futuro para agosto subia 0,37%, a R$ 5,465.

Os juros futuros operam mistos: DIF23, 0,00 pp, a 13,90%; DIF25, 0,00 pp a 13,16%; DIF27, + 0,02 pp, a 13,00%; e DIF29, -0,01 pp, a 13,09%.

Em Nova York, o Dow Jones subia 1,04%, enquanto S&P 500 avançava 0,85% e o Nasdaq futuro cedia 0,59%.

Entre as maiores altas, destaque para as ações da Méliuz (CASH3), com ganhos 3,60%, e da BB Seguridade (BBSE3), que sobe 1,67%. As ações da Méliuz sobem após prévia operacional positiva.

As ações da Via (VIIA3) e da Qualicorp (QUAL3) são destaques negativos, caindo, respectivamente, 3,63% e 3,50%.



10h58 – Setor elétrico opera em queda em bloco

As maiores quedas do dia são de Eletrobras (ELET3), que cai 2,32%, Light (LIGT3), com queda de 2,28%, Energisa (ENGI11), em baixa de 2,11%, e a Cmig (CMIG4), que recua 2,18%. Eletrobras ( ELET6) tem baixa de 1,78% e Neoenergia (NEOE3) registra queda de 1,70%.

Entre as menores quedas estão: Taesa (TAEE11) -0,58%; Engie (EGIE3) -0,89%; Cia Paranaense (CPLE6) -0,88%; Isa Cteep (TRPL4) -1,21%; Equatorial (EQTL3) -1,25%; CPFL (CPFE3) -1,60%; EDP (ENBR3) -1,40%.



10h55 – James Bullard, do Fed de St. Louis: “não acho que modelos de recessão são particularmente precisos”



10h54 – James Bullard: “a inflação continua a nos surpreender”, referindo-se aos dados ao produtor divulgados ontem



10h54 – James Bullard, do Fed de St. Louis: com base nos atuais números, é possível dizer que o núcleo ainda não chegou ao pico



10h53 – Na mínima, Ibovespa recua 0,86%, aos 95.292 pontos



10h51 – Ações ON da Helbor (HBOR3) despencam 6,10%, a R$ 2,31, após prévia operacional



10h48 – Produção industrial cai 0,2% em junho comparado com maio, diz Fed

O banco central dos EUA informou, no entanto, que a produção industrial cresceu 4,2% em junho em relação ao mesmo período do ano passado.



10h45 – Ações de construtoras operam em baixa

Os papéis da MRV (MRVE3) caem 1,11% na sessão de hoje, liderando as quedas do setor de construção. Na sequência, estão em baixa EzTec (EZTC3) com queda de 0,54%, Even (EVEN3) caindo 0,44% e Cyrela (CYRE3) em baixa de 0,33%.



10h44 – Perto da mínima, Ibovespa recua 0,70%, aos 95.451 pontos 



10h43 – Dólar comercial opera com baixa de 0,01%, a R$ 5,432 na compra e R$ 5,433 na venda

Dólar futuro sobe 0,33%, a R$ 5,462



10h41 – Ações do BB Seguridade (BBSE3) figuram novamente entre maiores altas do Ibovespa, com alta de 1,89%, a R$ 26,89



10h40 – Tesouro Direto: piso oferecido por prefixados cai para 13,17% e se afasta de patamares recordes



10h39 – James Bullard: “Fed tem que reagir, traçando um curso um pouco mais agressivo no segundo semestre deste ano”



10h38 – James Bullard, presidente do Fed de St. Louis: EUA deve ter como meta uma taxa básica de juros na faixa de 3,75% a 4% até o final deste ano



10h38 – Shoppings caem em bloco na abertura dos mercados

Os papéis da BrMalls (BRML3) registram a maior queda do setor de shoppings hoje, com -1,06%. Iguatemi (IGTI11) e Multiplan (MULT3) estão em queda de 0,55% cada um, enquanto que JHSF (JHSF3) registra baixa de 0,18%.



10h37 – Ibovespa opera descolado de NY e recua pressionado por Vale e varejo

Principal índice da bolsa brasileira opera com baixa de 0,53%, aos 95.615 pontos, com Produto Interno Bruto (PIB) chinês pior que o esperado no segundo trimestre, o que leva a derrocada do minério em Qingdao.



10h32 – Índices em NY abrem sexta-feira em alta

Dow Jones: +1,52%
S&P 500: +1,32%
Nasdaq: +1,18%



10h31 – Setor de varejo opera em queda, com possível movimento de realização após altas recentes

As ações da Americanas (AMER3) caem 0,06%, enquanto Magazine Luiza (MGLU3) opera em baixa de 1,72% e Via Varejo (VIIA3) registra queda de 2,42%.

Os papéis de Carrefour (CRFB3) estão em baixa de 0,29%, Assai (ASAI3) tem queda de 0,26% e Pão de Açúcar (PCAR3) cai 0,56%. Por outro lado, Grupo Matheus (GMAT3) é a única que opera em alta, com +2,70%.



10h30 – União Europeia trabalha com novas sanções contra a Rússia, incluindo ampliar proibição de importação de petróleo



10h29 – Ações ON da Petrobras reduzem alta para 0,40%, a R$ 29,84; PNs sobem 0,36%, a R$ 27,59



10h27 – Sondagem Industrial CNI: Intenção de investimento cai

O índice de intenção de investimento da indústria recuou para 55,9 pontos em julho de 2022, queda de 0,5 ponto na comparação a maio. É o menor resultado desde maio do ano passado, quando o índice ficou em 55,8 pontos.



10h26 – Papéis PN da Randon (RAPT4) caem 0,92%, a R$ 9,70; empresa aprovou JCP de R$ 0,21370 por ação



10h24 – Siderúrgicas abrem mistas em meio à desvalorização da cotação do minério

As ações da Gerdau (GGBR4) abriram com alta de 023%, enquanto os papéis de Usiminas (USIM5) e CSN (CSNA3) registram queda, respectivamente, de 0,62% e 0,74%.



10h23 – Ibovespa recua 0,45%, aos 96.962 pontos 



10h22 – Vale (VALE3) cai mais de 30% desde as máximas do ano com pressão do minério: o que esperar para a ação?



10h21 – Sobe preocupação do setor industrial com elevada carga tributária

Na Sondagem Industrial da CNI, divulgado hoje (15), o segundo principal problema do setor são os impostos – a preocupação com o item subiu de 30,4% no 1T22 para 30,9% no 2T22.



10h20 – Ações ordinárias da Direcional (DIRR3) caem 1,79%, a R$ 10,97; construtora vai pagar JCP de R$ 69,9 mi no dia 25 de julho



10h18 – Ibovespa amplia perdas para 0,25%, 95.881 pontos



10h17 – Sondagem Industrial CNI: Falta ou alto custo de matérias-primas apresenta queda e taxas de juros elevadas ganham destaque entre principais problemas

Falta ou alto custo de matérias-primas passou de 58,8% no 1T22 para 52,8% no 2T22 em nível de preocupação da indústria brasileira.

Taxa de juros elevadas, no entanto, subiu de 20,8% para 24,3%.



10h16 – Ações ON da Camil (CAML3) recuam 4,86%, a R$ 10,56, após recuo do lucro no 2T22



10h15 – Papéis ordinários da Méliuz saltam 5,41%, a R$ 1,17, depois de reportar crescimento do GMV



10h13 – Ações ON da Minerva (BEEF3) sobem 0,65%, a R$ 14, após firmar acordo de fornecimento de carne com trading do Reino Unido



10h12 – Preços dos combustíveis no Brasil seguem acima da paridade internacional, diz Abicom

O diesel zerou hoje a diferença. A gasolina segue ampliando sua posição acima da paridade. Já são 28 dias desde o último reajuste feito pela Petrobras (PETR3;PETR4).

Diesel (média nacional): 0%, ou R$ 0,00 (ontem era -1% ou 0,05)
Gasolina (média nacional): +8%, ou R$ R$ 0,31 (ontem era +5% ou 0,20)



10h10 – Ibovespa vira para baixa de 0,01%, aos 96.112 pontos



10h09 – CNI: emprego industrial cresceu em junho de 2022 

O índice de evolução do número de empregados foi 50,8 pontos, acima da linha divisória de 50 pontos que separa queda de alta do emprego. Em maio, de acordo com a Sondagem Industrial, o índice havia ficado em 53,6 pontos.



10h08 – Vale (VALE3) abre com baixa de 1,50%, a R$ 66,93



10h07 – CNI: Falta ou alto custo de matérias-primas apresenta queda e taxas de juros elevadas ganham destaque entre principais problemas



10h06 – CNI: produção industrial permanece estável em junho, após um mês de crescimento elevado

Segundo a sondagem industrial divulgada hoje, o índice ficou em 50,1 pontos, situando-se praticamente sobre linha divisória dos 50 pontos, o que significa que a produção apresentou estabilidade frente ao mês anterior. Em maio, o índice havia ficado em 53,6 pontos.



10h05 – Ações ON e PN da Petrobras (PETR3;PETR4) sobem, respectivamente, 1,18%, R$ 30,07, e 1,49%, R$ 28,90



10h04 – Ibovespa abre, preliminarmente, com alta de 0,02%, aos 96.141 pontos



10h – Futuros em NY ampliam ganhos após resultados de bancos

  • Dow Jones Futuro (EUA), +1,00%
  • S&P 500 Futuro (EUA), +0,86%
  • Nasdaq Futuro (EUA), +0,76%


9h58 – Em análise macroeconômica, Itaú BBA aponta visão negativa de investidores locais

Preocupações fiscais, inflação e taxas de juros atormentam investidores locais, informa o banco. Preocupações persistentes também quanto à dinâmica do fluxo de investidores, dados os altos resgates e a migração de ações para renda fixa.



9h55 – Dólar futuro volta a cair 0,29%, a R$ 5,429

Dólar comercial recua 0,39%, a R$ 5,411 na compra e R$ 5,412 na venda



9h52 – Copasa (CSMG3) irá divulgar balanço do 2T22 no dia 02 de agosto



9h49 – Crise no Bitcoin faz preços de equipamentos de mineração caírem para menor patamar em quase 2 anos



9h46 – País importa menos no 1º semestre, mas paga mais pelas aquisições, diz FGV/Icomex

Os maiores saltos ocorreram nos preços das importações da indústria extrativa, com alta de 117,5% de janeiro a junho de 2022 ante igual período de 2021, mas também houve aumentos no valor dos itens importados pela indústria de transformação (26,0%) e pela agropecuária (18,0%).

Em volume, a agropecuária importou 5,0% menos no primeiro semestre, enquanto a indústria de transformação comprou 2,6% menos no exterior. As importações das indústrias extrativas cresceram, mas em magnitude menor do que o preço: alta de 21,3% no primeiro semestre de 2022 ante o primeiro semestre de 2021. (Estadão Conteúdo)



9h43 – Itaú BBA vê risco alta nas margens brutas das construtoras

Instituição reporta preocupação com empresas que atuam no segmento de baixa renda. Para o banco, os preços das matérias-primas devem desacelerar, enquanto a pressão dos custos de mão de obra diminuiu. No entanto, negociações contratuais podem afetar os resultados.



9h41 – Ucrânia denuncia ataque mortal com mísseis; guerra ofusca reunião do G20



9h37 – Dólar futuro para agosto vira para alta de 0,11%, a R$ 5,451

Dólar comercial também vira para alta de 0,05%, a R$ 5,435 na compra e R$ 5,436 na venda



9h35 – Credit Suisse espera resultado positivo das empresas de telecom no 2T22

O banco informa que o destaque será a aceleração do crescimento orgânico das receitas de serviços móveis. Para a Vivo (VIVT3), o crescimento orgânico deve acelerar para 7,1% ao ano (5,7% no 1T22).

Para TIM (TIMS3), o mesmo item deve subir para 8,0% ao ano, ante 6,8% no 1T22.



9h32 – EUA: Vendas no varejo em junho sobem 1%, acima do consenso do mercado



9h31 – EUA: Índice de atividade industrial Empire State atinge 11,1 em julho, melhor que o esperado



9h30 – Planalto corre para tirar do papel benefícios para caminhoneiros e taxistas

Com pouco tempo até as eleições de outubro, o governo tenta antecipar o pagamento do Auxílio Brasil turbinado para a primeira quinzena de agosto e corre para tirar do papel as bolsas a caminhoneiros e taxistas.

No calendário oficial, os pagamentos de agosto começam somente a partir do dia 18. O piso do benefício vai subir de R$ 400 para R$ 600. A ideia defendida pelo ministro da Cidadania, Ronaldo Vieira Bento, é passar o calendário de pagamentos de forma permanente para o início do mês. (Estadão Conteúdo)



9h27 – ADR da Vale recua 0,64%, a US$ 12,41, repercutindo crescimento do PIB chinês abaixo do previsto

  • Minério cai 4,24% em Qingdao, a US$ 96,04 a tonelada


9h24 – ADR PBRA e PBR da Petrobras sobem, respectivamente, 1,49%, a US$ 10,22, e 1,38%, a US$ 11,05

  • Petróleo WTI: +1,47%, a US$ 97,19
  • Petróleo Brent: +1,88%, a US$ 100,96


9h20 – Para ampliar o Auxílio, governo dá mais prazo à atualização de Cadastro Único

O Ministério da Cidadania decidiu prorrogar os prazos de atualização de dados no CadÚnico, banco de onde saem os contemplados de programas sociais do governo federal, como o Auxílio Brasil.

O governo planeja a inclusão, a partir de agosto, de cerca de 2 milhões a mais de famílias no programa Auxílio Brasil com a promulgação, ontem, da “PEC Kamikaze”, que turbinou uma série de benefícios sociais às vésperas da eleição. Com o aumento, o número de famílias contempladas pelo programa social pode subir para um patamar próximo de 20,15 milhões, segundo apurou o Estadão.



9h18 – 3R Petroleum (RRRP3) tem queda de 1% na produção de junho

A produção média diária da petroleira somou 11.818 barris de óleo equivalente (boe) em junho de 2022, um recuo de 1% na comparação com maio do mesmo ano.



9h14 – Citigroup (CTGP34) lucra US$ 4,8 bilhões no 2T22

O lucro por ação do banco foi de US$ 2,19, contra US$ 1,68 esperado, pois o banco se beneficia do aumento das taxas de juros e dos fortes resultados comerciais.

No pré-mercado de NY, ação sobe 3.49%, a US$ 45,68.



9h10 – Guedes defende “PEC Kamikaze” e a investidores diz que “fiscal está forte”



9h08 – Dólar comerical recua 0,47%, a R$ 5,407 na compra e R$ 5,408 na venda



9h06 – Juros futuros abrem em baixa: DIF23, -0,01 pp, a 13,89%; DIF25, -0,03 pp a 13,13%; DIF27, -0,03 pp, a 12,95%; e DIF29, -0,04 pp, a 13,06%



9h03 – Dólar futuro para agosto abre com baixa de 0,31%, a R$ 5,428



9h02 – Ibovespa futuro abre com alta de 0,49%, aos 97.345 pontos



9h – Petrobras (PETR3;PETR4) estende prazos para participação nos processos de venda das refinarias RNEST, REPAR e REFAP

Os potenciais compradores terão até 29 de julho de 2022 para manifestar interesse em participar dos processos
de venda, devendo assinar o acordo de confidencialidade e a declaração de conformidade até 12 de agosto de
2022.



8h58 – Após recorde, déficit comercial da zona do euro recua a 26 bi de euros em maio

Em abril, o bloco havia apresentado saldo comercial negativo recorde, de 31,8 bilhões de euros, segundo dados com ajustes sazonais publicados pela Eurostat.

No resultado sem ajustes, a zona do euro teve déficit comercial de 26,3 bilhões de euros em maio, revertendo superávit de 12 bilhões de euros do mesmo mês do ano passado. Na comparação mensal de maio, as exportações do bloco subiram 4,8%, enquanto as importações aumentaram 2%, considerando-se ajustes sazonais. (Estadão Conteúdo)



8h55 – Camil (CAML3): uma “saborosa” divulgação de resultados no 1T22, diz XP

Para analistas, a Camil teve um primeiro trimestre sólido, com receita líquida recorde devido aos maiores preços para o feijão, açúcar e pescado, além de novas fontes de receita como massas e café, e um desempenho surpreendente no Uruguai.

XP reitera recomendação de compra em CAML3 com preço-alvo de R$ 14,0 por ação.



8h50 – Itália fica em limbo político e pode antecipar eleições



8h48 – Vendas de moradias na China sofrem queda anual de 31,8% no 1º semestre

As vendas de moradias na China sofreram queda anual de 31,8% no primeiro semestre de 2022, segundo dados do Escritório Nacional de Estatísticas do país. O resultado apontou ligeira melhora em relação à queda de 34,5% observada entre janeiro e maio.

As construções iniciadas – considerando-se tanto residências quanto propriedades comerciais – recuaram 34,4% no primeiro semestre ante igual período do ano passado. Nos primeiros cinco meses do ano, a redução havia sido menor, de 30,6%. (Estadão Conteúdo)



8h45 – XP (XPBR31): ativos sob custódia atingem R$ 846 bi no 2º tri de 2022, alta anual de 4%



Análise técnica por Pamela Semezatto, analista de investimentos e especialista em day trader da Clear Corretora

IBOV: “Conseguiu fechar abaixo dos fundos anteriores mostrando força na venda, porém, a mínima de ontem foi na linha do alargamento que comecou no dia 17/06 e já está bem próximo do suporte de 94.000 pontos. Seria ideal que desse continuidade no movimento e aí sim ficaria melhor para abrir posição na ponta vendedora.”

DÓLAR: “Segue na região de resistência de R$ 5.500 e de MMA 200, mostrando uma certa dificuldade em passar desse patamar. Caso hoje perca a mínima do candle de ontem, podemos considerar como lateralização e o próximo suporte está nos R$ 5.300.”



8h38 – Well Fargos (WFCO34) tem queda de 48,3% no lucro no 2T22

O Wells Fargo registrou lucro líquido de US$ 3,1 bilhões no segundo trimestre deste ano (2T22), recuo de 48,3% frente um ano antes (US$ 6 bilhões). O lucro por ação foi de US$ 0,74, menor do que o consenso de US$ 0,80 dos analistas consultados pela FactSet.

No pré-mercado de NY, ação do banco cai -1,24%, a US$ 38,26.





8h33 – Inter (INTBR31): Conselho aprova parecer favorável à redução do capital social no valor de até R$ 1,15 bi

Conforme estabelecido no financiamento obtido pela Inter Holding Financeira (HoldFin) para pagamento do cash-out no âmbito da reorganização societária, a HoldFin iniciou acordos para potencial redução do capital social. O resultado da redução do capital social poderá garantir o pagamento do financiamento.



8h30 – Randon (RAPT4): BBI reitera avaliação outperform e reduz preço-alvo de R$ 18 para R$ 17,00

A companhia deve apresentar receita líquida de R$ 2,7 bilhões (+28% A/A), Ebitda de R$ 361 milhões (+12% A/A) e lucro líquido de R$ 101 milhões (-17% A/A).

O faturamento da divisão de reboques deve crescer, mas o destaque positivo deve ser a divisão de veículos comerciais e leves da Randon (Fras-le), cujo faturamento / EBITDA deve crescer +26%/+19% A/A. No entanto, a pressão de custos na divisão de reboques deve resultar em uma margem Ebitda menor.



8h24 – Méliuz (CASH3) tem alta em comissões cobradas e vendas totais no 2º trimestre de 2022



8h23 – Mahle Metal Leve (LEVE3): BBI mantém classificação underperform e corta preço-alvo para R$ 20, de R$ 21

A Metal Leve deve apresentar receita líquida de R$ 928 milhões no 2T22 (+4% A/A), Ebitda de R$ 187 milhões (-29% A/A) e lucro líquido de R$ 111 milhões (-35% A/A).



8h21 – Iochpe (MYPK3): BBI reitera avaliação outperform e preço-alvo de R$ 22

A Iochpe deve registrar receita líquida de R$ 4,2 bilhões no 2T22 (+33% A/A), Ebitda de R$ 528 milhões (-9% A/A ou +34% excluindo não recorrentes) e lucro líquido de R$ 135 milhões (-37% A/A).

Analistas enxergam volumes estáveis na comparação com 1T22, levando à receita líquida também estável na base trimestral, com a valorização do dólar frente ao real compensada, principalmente, pelo mix geográfico.



8h17 – Weg (WEGE3): BBI mantém recomendação neutra e reduz preço-alvo de R$ 35 para R$ 34

A equipe de research do banco estima receita líquida no 2T22 de R$ 6,9 bilhões (+19% A/A), Ebitda de R$ 1,2 bilhão (-14% A/A) e lucro líquido de R$ 879 milhões (-23% A/A).

Para analistas, o crescimento da receita deve continuar sendo impulsionado pela geração, transmissão e distribuição doméstica (+70% A/A), com isso projetam margem Ebitda praticamente estável em 17,5%.



8h13 – Marcopolo (POMO4): resultados devem refletir a recuperação do setor de ônibus, diz BBI

Estimativas do BBI para o 2T22 estão -6%/-38% abaixo do consenso (receita líquida / Ebitda), refletindo um ritmo mais lento de recuperação. Ainda assim, a receita deve acelerar para R$ 2,6 bilhões no 3T22 e 4T22 (vs. R$ 2 bilhões no 1S22), com margem Ebitda de 9% (+4,4pp vs. 1S22).

O banco mantém classificação outperform para o papel e preço-alvo de R$ 4,00 frente a cotação de quinta-feira (14), de R$ 2,55.



8h08 – Tupy (TUPY3) deve surpreender o mercado no 2T22, afirma BBI

De acordo com projeções do banco, a receita líquida deve atingir R$ 2,5 bilhões (+52% na base anual) e margem Ebitda de 13% (+4,4pp na comparação ano a ano), refletindo ganhos de eficiência no Brasil e no México, além de sinergias com a Teksid.

BBI mantém classificação outperform para Tupy e preço-alvo de R$ 34 frente a cotação de quinta-feira (14), de R$ 20,60.



8h01 – Rumo (RAIL3) reporta fortes volumes em junho, avalia Credit Suisse

Como nos meses anteriores deste trimestre, a Rede Norte cresceu fortemente com a ajuda da Rede Central. A Malha Sul, no entanto, continuou com desempenho inferior devido à quebra de safra de soja no Sul do Brasil este ano.

Credit Suisse mantém classificação outperform para o papel, e preço-alvo de R$ 26 frente a cotação de quarta-feira (13) de R$ 15,40.



8h – Camil (CAML3) tem resultado positivo no 1T22, avalia BBA

O Ebitda ajustado da Camil foi 10% acima da estimativa do BBA, com margem Ebitda de 10,2% (acima do call de 9,3%). O desempenho positivo da margem pode ser atribuído principalmente à melhoria da dinâmica de rentabilidade de grãos, bem como aos resultados iniciais dos novos negócios.

O banco mantém classificação outperform para Camil, e preço-alvo de R$ 13, frente a cotação de quarta-feira (13) de R$ 11,10.



7h58 – Produção industrial da China avança 3,9% na comparação anual de junho

A produção industrial acelerou em relação ao crescimento de 0,7% em maio. Mas o resultado foi inferior ao aumento de 4,4% previsto pelos economistas consultados pelo The Wall Street Journal.

O investimento em ativos fixos subiu 6,1% no primeiro semestre do ano, ligeiramente abaixo do aumento de 6,2% no período de janeiro a maio, mas acima do crescimento de 6,0% esperado pelos economistas consultados. (Estadão Conteúdo)



7h55 – Lojas Quero-Quero (LJQQ3): Safra reduz participação na empresa de 5,11% para 4,28%



7h54 – Tenda (TEND3): Indie Capital eleva participação de 4,41% para 5,19% no capital da empresa

Já a Oceana Investimentos reduziu sua participação, de 5% para 4,99%, em ações ordinárias emitidas pela empresa, passando a deter 5.217.100 de papéis do tipo.



7h54 – Localiza (RENT3): FIL Limited reduz participação de 5% para 4,43% no capital da empresa



7h52 – Caixa Seguridade (CXSE3): segmento de capitalização tem alta de 42,6% em maio, melhor resultado em três anos



7h51 – Copel (CPLE6): Receita Anual Permitida (RAP) para ciclo 2022-23 será de R$ 896,9 milhões, diz Aneel



7h50 – Helbor (HBOR3): vendas brutas totais recuaram 20,1% no 2T22, para R$ 374 milhões



7h49 – Méliuz (CASH3): valor bruto de mercadorias (GMV) soma R$ 1,418 bilhão no 2T22, alta de 24% 



7h47 – Randon (RAPT4) vai pagar R$ 70,738 milhões em JCP no dia 25 de agosto

O valor a ser pago corresponde a R$ 0,21370 por ação ordinária e preferencial. Terá direito ao recebimento dos JCP a base acionária de 20 de julho de 2022, e as ações serão negociadas “ex-direito” a partir de 21 de julho de 2022.



7h46 – Direcional (DIRR3) aprova pagamento de R$ 69,964 milhões em JCP

A Direcional anunciou que fará o pagamento os juros sobre capital próprio no dia 25 de julho. O pagamento dos proventos foi aprovado no último dia 11 de julho, no valor total de R$ 69,964 milhões, correspondentes a R$ 0,47 por ação. Terá direito ao JCP os detentores de ações em 14 de julho de 2022.



7h42 – Minerva (BEEF3) fecha acordo para fornecer carne ao mercado britânico

A Minerva (BEEF3) fechou um acordo de fornecimento mutuamente exclusivo no Reino Unido com a Hilton Food Solutions, divisão de trading de proteínas do Hilton Food Group.

Segundo a companhia, o acordo vai permitir que a Minerva amplie o fornecimento de carne bovina nos segmentos de food service e  alimentos processados no varejo britânico, além de entender melhor a dinâmica desse mercado e o perfil dos clientes locais.



7h38 – Petróleo ensaia recuperação, mas barril segue abaixo dos US$ 100 

“O petróleo está sendo negociado muito ao ritmo da política do Federal Reserve e das implicações que isso pode ter tanto na destruição da demanda quanto no dólar americano”, disse à CNBC Stephen Innes, sócio-gerente da SPI Asset Management.

  • Petróleo WTI, +0,20%, a US$ 95,97 o barril
  • Petróleo Brent, +0,62%, a US$ 99,71 o barril


7h32 – Minério de ferro cai mais de 10% e segue abaixo de US$ 100

Os preços da matéria-prima recuaram tanto na Bolsa de Dalian quanto em Cingapura, com temores de uma demanda mais baixa por aço. O PIB chinês do segundo trimestre decepcionou e uma crise no setor imobiliário do país parece estar piorando.

O minério de ferro negociado na bolsa de Dalian teve queda de 10,04%, a 645 yuanes, o equivalente a US$ 95,43. Na mínima do dia, chegou a 641,50 yuanes.



7h28 – Futuros em Nova York operam com ligeira alta; Wells Fargo e Citigroup divulgam balanço

Na véspera, as Bolsas americanas reagiram a mais um dado de inflação aquecida e resultados abaixo do esperado dos bancos no segundo trimestre do ano.

As ações do JPMorgan Chase recuaram quase 3,5% depois que o banco aumentou suas provisões para empréstimos inadimplentes e suspendeu as recompras de ações. Enquanto isso, as ações do Morgan Stanley fecharam em baixa de 0,4% depois que o banco divulgou uma receita de banco de investimento mais fraca do que o esperado.

Hoje, Wells Fargo e Citigroup divulgam balanço antes da abertura do pregão.

Veja o desempenho dos índices futuros:

  • Dow Jones Futuro (EUA), +0,23%
  • S&P 500 Futuro (EUA), +0,14%
  • Nasdaq Futuro (EUA), +0,11%


7h24 – Camil (CAML3): juros levam a uma queda do lucro no 1º tri, mas Ebitda supera projeções



7h23 – Bolsas europeias ensaiam recuperação após dois dias seguidos de queda

Ações de montadoras e varejistas lideram altas nas Bolsas europeias hoje de manhã, em um movimento de recuperação após dois dias seguidos de queda. Contudo, os investidores seguem cautelosos com os próximos passos do Federal Reserve e as chances de uma alta mais agressiva dos juros nos Estados Unidos. Além disso, o risco de uma recessão continua trazendo temores ao mercado.

Na Itália, a incerteza política voltou depois que o presidente do país rejeitou o pedido do primeiro-ministro Mario Draghi de renunciar.

Draghi disse que deixará o cargo depois que um partido político de sua coalizão governista se recusou a participar de um voto de confiança. O presidente italiano, Sergio Mattarella, rejeitou a renúncia de Draghi e pediu que ele se dirigisse ao Parlamento para obter uma visão clara da situação política.

Confira o desempenho das Bolsas europeias agora:

  • FTSE 100 (Reino Unido), +0,60%
  • DAX (Alemanha), +1,31%
  • CAC 40 (França), +0,32%
  • FTSE MIB (Itália), +0,89%
  • Stoxx 600, +0,54%


7h14 – Criptos hoje: Bitcoin flerta com US$ 21 mil e Ethereum dispara 12% após mais um teste bem-sucedido antes de atualização



7h13 – Bolsas asiáticas fecham mistas; PIB da China foi indicador de destaque

A segunda maior economia do mundo registrou um crescimento do PIB de 0,4% no segundo trimestre em relação ao ano anterior, abaixo do consenso Refinitiv de 1%. O número refletiu impactos de lockdowns, para conter o avanço da Covid-19 no país, cuja política é zerar os casos da doença.

No entanto, as vendas no varejo chinês subiram 3,1% em junho, superando expectativas e indicando alguma recuperação.

No setor imobiliário, o South China Morning Post informou que compradores de mais de 230 propriedades em 86 cidades chinesas não fazendo pagamentos de hipotecas.

Confira o fechamento das principais Bolsas asiáticas:

  • Shanghai SE (China), -1,64%
  • Nikkei (Japão), +0,54%
  • Hang Seng Index (Hong Kong), -2,19%
  • Kospi (Coreia do Sul), -0,68%


Acessa o tempo real do InfoMoney todos os dias? Adicione este link aos favoritos do seu navegador!



Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui.

Compartilhe