Ao Vivo

AO VIVO – Acompanhe o que movimenta a Bolsa em tempo real

Ibovespa fechou em queda de 1,82% aos 104.403 pontos; ações da Magazine Luiza (MGLU3) lideram perdas, com desvalorização de 12%

Por  Equipe InfoMoney -

Destaques da bolsa ao vivo

O retorno do feriado foi negativo para o Ibovespa, que zerou os ganhos acumulados na semana passada. O índice mais uma vez foi pressionado para baixo por ações do varejo, que já tinham levado um tombo na semana passada e voltaram a ter um desempenho ruim nesta terça-feira (16).

Assim, a Bolsa brasileira descolou outra vez do exterior, numa sessão marcada por alta expressiva dos índices em Nova York e valorização do dólar em relação a outras moedas. 

No mais, a temporada de balanços corporativos praticamente chega ao fim, mas os investidores deixam de lado os resultados focando nas preocupações com a inflação mais alta e juros maiores ainda.

Últimas atualizações

18h30 – Veja as maiores altas e baixas do fechamento desta terça-feira

fechamento 11 de novembro


18h15 – Ibovespa fechou em queda de 1,82% aos 104.403 pontos; volume negociado somou R$ 27,6 bilhões

No mercado de juros futuros, o DI para janeiro de 2023 avançou oito pontos-base a 12,03%; DI para janeiro de 2025 teve alta de 18 pontos-base 11,86%; e o DI para janeiro de 2027 subiu 15 pontos a 11,75%


18h05 – Fechamentos em Nova York

  • Dow Jones fechou em alta de 0,15% a 36.142 pontos;
  • S&P teve alta de 0,39% a 4.700 pontos;
  • Nasdaq avançou 0,76% a 15.973 pontos.

17h45 – Ciro Nogueira faz ofensiva para atrair Bolsonaro ao PP 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em busca de um partido para disputar as eleições, o presidente Jair Bolsonaro vem sendo cortejado pelo PP, por meio do ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, segundo o Valor Econômico.

Conforme a publicação, caso opte pelo PP, Bolsonaro poderia entregar a vice-presidência de sua chapa ao Planalto em 2022 ao PL, a fim de evitar que o presidente da legenda, Valdemar Costa Neto, componha com o PT.


Pro Dentro dos Resultados com Aliansce Sonae


17h15 – Dólar fecha com alta de 0,78%, cotado a R$ 5,499 na compra e a R$ 5,500 na venda

Na máxima do dia, a moeda americana atingiu R$ 5,509 e, na mínima, R$ 5,431.


17h10 – Touro, urso, tubarão: conheça os bichos do mercado financeiro


16h50 – Contrato de Brent para janeiro de 2020 fecha em alta de 0,60%, a US$ 82,55

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Com alta do petróleo, Petrobras (PETR3;PETR4) foge do mau humor do mercado e tem suas ações ordinárias operando em alta de 1,26% e as preferenciais, 0,93%.


16h40 – Veja a análise gráfica de Evandro Lima para Magazine Luiza (MGLU3), B3 (B3SA3), CVC (CVCB3), Natura (NTCO3), Pão de Açúcar (PCAR3) e Vibra Energia (VBBR3)


16h35 – Vibra, antiga BR Distribuidora, cai cerca de 1%, apesar de analistas apontarem resultado operacional positivo 

A companhia regride com acompanhando o restante do Ibovespa, mas Bradesco BBI, por exemplo o lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (Ebitda, na sigla em inglês) veio 7% acima do estimado pelo BBI e 2% acima do consenso do mercado. Nem mesmo os maiores gastos com hedge, a distribuidora teria entregado “boas margens”.

Analistas do Credit Suisse foram no mesmo caminho, e afirmaram ainda que a Vibra ([ativo=BRDT3]) pode melhorar ainda mais suas margens.


15h40 – Confira como as ações das principais companhias que divulgam resultados ainda operam nesta terça-feira:

  • Eletrobras (ELET3): -3%
  • Méliuz (CASH3): -9,30%
  • Iochpe Maxion (MYPK3): -1,89%
  • Cruzeiro do Sul (CSED3): -5,43%
  • Mosaico (MOSI3): -6,39%
  • BR Partners (BRBI11): -3,89%

15h33 – Queda do Ibovespa enfraquece para 1,20%, aos 105.054; índice continua próximo da sua mínima em 2021, com queda de varejistas

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Mais cedo, índice de vendas no varejo calculado pela Cielo mostrou recuo de 0,8% em outubro na base anual, a primeira baixa em seis meses [veja nota das 9h41], e utilizando como na comparação um mês de 2020, período em que a pandemia da covid-19 impactava mais o consumo.


15h30 – Tesouro Direto: juros dos títulos públicos revertem queda e sobem nesta 3ª; Tesouro IPCA+ 2055 volta a ser negociado

O mercado de títulos públicos opera com alta nas taxas, na atualização das 15h30 desta terça-feira (16), revertendo queda vista no começo da manhã. Investidores repercutem piora nas estimativas de inflação e crescimento, conforme trouxe hoje o Relatório Focus.


15h25 – Líder do governo no Senado, Fernando Bezerra diz que reajuste a servidores é possível em 2022

Apesar disso, Bezerra indicou que as “prioridades” serão discutidas no Orçamento 2022.

Fala, entretanto, abre espaço para temor de que o governo use o espaço fiscal de R$ 91,6 bilhões que se abrirá em caso de aprovação da PEC dos precatórios, que muda o cálculo do teto de gastos e adia o pagamento de dívidas judiciais, para ampliar os salários do funcionalismo;


15h00 – CVC mostra recuperação em balanço, mas analistas ainda se dividem quanto à recuperação

O Bradesco BBI se mostra ainda cauteloso, defendendo que apesar da alta das viagens, há ainda um saldo de reservas feitas antes da Covid em valor de R$ 830 milhões e uma dificuldade na recuperação das viagens internacionais.

Para o Bank of America, por sua vez, a companhia de turismo deve sair enxuta da pandemia e, com isso, mais eficaz.

Em seu primeiro pregão pós-balanço, entretanto, as ações da CVC (CVCB3) caem cerca de 3%, negociadas a R$ 16,08.


14h57 – Maiores altas e maiores baixas do Ibovespa


14h40 – “Inflação teve piora quantitativa e qualitativa”, diz Campos Neto

O presidente do Banco Central brasileiro indicou nesta terça, em palestra em Portugal, que a autoridade monetária precisa ser realista quanto à piora da inflação, que aconteceu tanto em termos quantitativos quanto qualitativos.

“É muito importante ser realista e entender o quão disseminada está a inflação e o quão difícil será o trabalho do Banco Central nesse ponto”, comentou.


14h10 – Descolado do exterior, Ibovespa volta a cair forte e zera ganhos acumulados na semana passada

O Ibovespa perdeu os 105 mil pontos, apagando os ganhos acumulados na semana passada. O IBC-Br, visto como a prévia do PIB, caiu 0,27% em setembro na comparação com agosto. O Boletim Focus também demonstrou piora da visão dos economistas quanto ao futuro do país.

Além disso, os investidores também seguem atentos às sinalizações de uma antecipação ao corte de estímulos pelo Federal Reserve. Um possível adiantamento da alta dos juros nos EUA tende a levar investimentos ao país norte-americano. O DXY avança e no Brasil o dólar comercial sobe 0,78% R$ 5,499 na compra e R$ 5,499 na venda.

No mercado de juros futuros brasileiros, o DI para janeiro de 2023 avança 11 pontos-base a 12,06%%; DI para janeiro de 2025 operava em alta de 19 pontos-base 11,87%; e o DI para janeiro de 2027 avança 17 pontos a 11,77%.


14h00 – Presidente do Federal Reserve de St. Louis, James Bullard, defende aceleração da redução do estímulo monetário 

“Acho que cabe ao comitê ir em uma direção mais ‘hawkish’ nas próximas duas reuniões, para que possamos administrar o risco da inflação de forma adequada”, disse Bullard sobre o aperto da política monetária em entrevista à Bloomberg Television na terça-feira.

Hoje, a economia americana mostrou, mais uma vez, estar aquecida, com dados da produção industrial e do varejo vindo melhores do que o imaginado.

Com informações da Bloomberg


13h40 – Mercado Livre capta US$ 1,5 bilhão em follow on e deve adicionar pressão à competição entre varejistas no país

Segundo prospecto divulgado ontem, a companhia planeja utilizar os recursos levantados em “propósitos corporativos gerais”. A empresa vendeu ações pela última vez em março de 2019.

Analistas da XP Investimentos apontam que a movimentação dá liquidez para a empresa argentina atuar no Brasil, reforçando a batalha pelo mercado local.


13h30 – Enjoei (ENJU3) cai quase 8% após divulgar resultado trimestral

Apesar de prejuízo ter vindo aquém do esperado, por conta de menores gastos com marketing, Bradesco BBI aponta decepção com GMV com resultado da varejista [veja nota das 9h50].


12h55 – Varejistas seguem entre as maiores perdas do Ibovespa, assim como sexta-feira, após balanços

As ações das varejistas seguem entre as maiores quedas nesta sessão, após desabarem no pregão da véspera do feriado, reagindo à divulgação dos resultados do terceiro trimestre, que vieram abaixo das expectativas.

Especialmente a Magazine Luiza (MGLU3) recua 9,4%, cotada a R$ 10,10; enquanto a Via Varejo (VIIA3) cai outros 6,7%.

Ao contrário de sexta-feira, quando suas ações fecharam com alta de 5,8%, após chegarem a saltarem 10% no início do pregão, Lojas Americanas (LAME3; LAME4; AMER3) devolve parte dos ganhos hoje, recuando 7%,

Leia Também: Renner, C&A, SBF, Grupo Soma e Track&Field divulgaram resultados: quais animaram e quais decepcionaram no 3º tri?

Mais cedo [veja nota das 9h41] foi divulgado o índice de vendas reais do varejo de outubro, com queda de 0,8% na comparação anual.

Já os dados do vendas no varejo do IBGE, da última quinta-feira, também mostraram queda, de 1,3% em setembro, no segundo mês seguido de baixa e desempenho pior do que o esperado.


12h40 – Ibovespa recua 1,84% aos 104.381 pontos



12h20 – Índices americanos passam a subir em bloco, após abrirem sem sentido único 

  • Dow Jones sobe 0,40%, a 36.233 pontos
  • S&P 500 sobe 0,30%, a 4.696 pontos
  • Nasdaq sobe 0,20%, a 15.882 pontos

11h46 – Kora tem resultado afetados por Covid-19, concordam Itaú BBA e Bradesco BBI 

Itaú BBA e Bradesco BBI apontaram, ambos, que a companhia, assim como outros players do setor hospitalar, tiveram seus resultados afetados pela rápida queda nas internações por Covid-19, que não foi acompanhada por uma recuperação igualmente rápida nos procedimentos eletivos.

Mesmo assim, os bancos mantiveram suas avaliações em outperform para ações da Kora (KRSA3), e preços-alvos iguais, em R$ 12,00. As ações caem cerca de 3%, negociadas a R$ 5,45.


11h41 – Ministro das Comunicações afirma que CEO da Tesla e da SpaceX virá ao Brasil


11h36 – Bolsas americanas abrem sem sentido único, com mercado de olho em dados do varejo e da indústria do país 

  • Dow Jones sobe 0,18%, a 36.074 pontos
  • S&P 500 cai 0,06%, a 4.676 pontos
  • Nasdaq cai 0,21%, a 16.154 pontos

11h26 – Ibovespa opera na mínima do dia aos 105.206 pontos; queda de 1,06%


11h15 – EUA: Produção industrial avança 1,6% em outubro; consenso era de alta de 0,7% 

No ano, alta de é de 5,14%. Utilização da capacidade instalada chega a 76,4%, maior do que os 75,8% esperados.


11h11 – Credit Suisse vê resultado da Hidrovias do Brasil, a ser divulgado hoje, impactado pela paralisação das Operações Sul

Em setembro, devido ao baixo calado do rio Paraná-Paraguai e pela falta de disponibilidade de milho (devido à a quebra da safra no Mato Grosso), as operações na região foram prejudicadas.

Assim, o banco projeta retração de 22% no Ebitda em comparação ao mesmo trimestre do ano passado.

O Credit Suisse mantém avaliação outperform para ações da Hidrovias do Brasil (HBSA3), e preço-alvo de R$ 9,50. Ações caem mais de 5%, negociadas a R$ 2,96.


11h05 – Ibovespa inverte sinal; índice recua 0,60% aos 105.720 pontos


11h01 – Bradesco BBI revisa estimativas para a Ambipar após terceiro trimestre forte

A empresa divulgou um Ebitda, 12% acima das estimativas do banco. Agora, o Bradesco espera um Ebitda em 2022 de R$ 320 milhões para a unidade ER, alta de 40% na comparação anual. Para a unidade ambiental, espera Ebitda em 2022 de R$ 529 milhões alta de 82%.

O preço-alvo das ações da Ambipar (AMBP3) foi elevado de R$ 63 para R$ 72, frente a R$ 43,35 de sexta. A avaliação é outperform (perspectiva de valorização acima da média do mercado).


10h40 – EUA: Vendas no varejo norte-americano cresceram 1,70% em outubro, ante consenso de 1,40%

Já o núcleo de vendas avançou 1,70%, superando consenso de 1%


10h36 – Tesouro Direto: juros dos títulos públicos recuam nesta 3ª; papel de inflação com vencimento em 2055 volta a ser negociado

O mercado de títulos públicos negociados no Tesouro Direto opera com recuo nas taxas na manhã desta terça-feira (16). Investidores monitoram piora nas estimativas para a inflação e o crescimento econômico neste ano e no próximo, segundo o Relatório Focus.


10h26 – Maiores altas e baixas do Ibovespa


10h25 – Segundo Bradesco BBI, estoque de carne bovina no Brasil é elevado por conta de embargo chinês

Implementada desde setembro, medida chinesa fez estoques brasileiros atingirem 100 mil toneladas, o equivalente a 1,5% do consumo anual de carne no país.

O Bradesco diz esperar que o embargo seja suspenso ainda em 2021. Mas, se durar mais do que a expectativa, ou se frigoríficos brasileiros decidirem vender as reservas no mercado doméstico, os preços da carne bovina no país devem decrescer.

O banco ressalta que a divisão de carne bovina no Brasil responde por 25% das vendas da Marfrig, para a qual tem avaliação outperform e preço-alvo de R$ 30, frente à cotação de R$ 26,28 de hoje; e 15% da JBS, com avaliação outperform e preço-alvo de R$ 45, frente à cotação de R$ 37,92


10h15 – Após IBC-Br, Goldman Sachs destaca ventos contrários para a atividade econômica

O Goldman Sachs destacou os dados do IBC-Br que, apesar de praticamente em linha com o consenso, mostrando queda de 0,27% em setembro na base mensal, sofreu com revisões para baixo nos meses anteriores. Em uma base anual, a atividade real cresceu 1,52% em setembro (ante 1,60% do consenso de mercado).

O banco espera que alguns dos setores de serviços ainda impactados pela Covid (em particular serviços para famílias) se recuperem nos próximos meses, em conjunto com o progresso no programa de vacinação, reabertura da economia e estímulo fiscal renovado.

No entanto, a aceleração da inflação de dois dígitos, aumento das taxas de juros, interrupções na cadeia de suprimentos afetando a indústria, incerteza política e a interrupção da tendência de alta na confiança do consumidor e das empresas estão gerando ventos contrários significativos para atividade econômica.

Fonte: Goldman Sachs

10h10 – Ibovespa abre em alta e sobe 0,43% aos 106.787 pontos


9h50 – Para Bradesco BBI, Enjoei teve resultados mistos

O Bradesco BBI diz que é positivo que o prejuízo, de R$ 17 milhões, tenha ficado abaixo de suas estimativas, que esperava algo próximo a R$ 22 milhões (em parte por menos gastos com marketing). Apesar disso, a instituição diz avaliar que o foco de investidores deve ser o GMV, que decepcionou: apesar de ter crescido 46% no ano, ficou 20% abaixo da estimativa.

Para o banco, foi positivo o fato de o número de pedidos de usuários com seis compras ou mais no trimestre ter subido 44% na comparação anual, o que indica que 53% dos pedidos foram feitos por esse tipo de cliente. No entanto, o banco diz que ainda é importante elevar o número de usuários e a frequência de pedidos.

O banco reduziu o preço-alvo das ações da Enjoei (ativo=ENJU3]) para 2022 de R$ 17 para R$ 10, frente a R$ 3,98 de sexta. Mas manteve a avaliação outperform por conta da perspectiva de crescimento.


9h41 – Vendas do Varejo em outubro recuaram 0,8%, descontada a inflação, em comparação com o mesmo mês de 2020

Em termos nominais, que espelham a receita de vendas observadas pelo varejista, o Índice Cielo do Varejo Ampliado (ICVA) registrou alta de 11,8%.

Efeitos do abrandamento de medidas de isolamento colaboraram positivamente para o resultado. No entanto, um domingo a mais (dia de menor movimento no comércio) e uma quinta-feira a menos (dia mais aquecido para varejistas) prejudicaram a base de comparação deste ano frente 2020.

Ao ajustar os efeitos de calendário, o crescimento nominal foi de 12,5% e, descontando a inflação, o faturamento do Varejo recuou 0,2% em outubro de 2021 ante outubro de 2020.


9h30 – Ibovespa futuro opera entre perdas e ganhos na volta do feriado; índices dos EUA indicam abertura em alta

O Ibovespa futuro volta do feriado operando em entre perdas e ganhos. Os investidores aguardam a discussão da PEC dos Precatórios no Senado, marcada para a próxima semana, e também dados americanos sobre varejo e indústria, que saem ainda hoje.

Ontem, o presidente americano Joe Biden assinou a lei que estabelece o pacote de infraestrutura de US$ 1 trilhão e se reuniu virtualmente com o presidente da China, Xi Jinping. O encontro marcou a comunicação mais próxima entre os dois líderes desde que o presidente americano assumiu o posto em janeiro, e foi seguida por declarações públicas dos líderes, que enfatizaram formas de evitarem conflitos.

Na Europa, o PIB da Zona do Euro ficou em 2,2% no terceiro trimestre e 3,7% na comparação anual, em linha com as projeções.


9h20 – Compra de concessionária pela Simpar deve beneficiar Movida, diz Bradesco BBI

O Bradesco comentou o anúncio da compra da UAB Motors, uma das maiores concessionárias autorizadas do Brasil, pela holding. A Simpar deverá pagar R$ 510 milhões e a compra deverá impulsionar as receitas da divisão de concessionárias autorizadas da companhia. O banco estima um impacto positivo de entre R$ 0,8 e R$ 1,2 por papel.

O Bradesco defende também que a compra deve melhorar o poder de barganha da Simpar (SIMH3), consequentemente beneficiando a Movida (MOVI3), outra companhia do grupo.

Para a Simpar, o banco mantém avaliação outperform (perspectiva de valorização acima da média do mercado) e preço-alvo para 2022 de R$ 21, frente à cotação de sexta de R$ 11,79. Para a Movida, avaliação também é outperform, com preço-alvo de R$ 30, frente à cotação de sexta de R$ 17,05.


9h11 – Ibovespa futuro abre em leve alta; índice com vencimento em dezembro de 2021 avança 0,13% aos 107.070 pontos 

O dólar comercial tem leve alta de 0,05% R$ 5,548 na compra e R$ 5,460 na venda; o dólar futuro com vencimento em dezembro de 2021 cai 0,12% a R$ 5,471

No mercado de juros futuros, o DI para janeiro de 2023 recua um ponto-base, a 11,94%; DI para janeiro de 2025 sobe dois pontos-base a 11,70%; e o DI para janeiro de 2027 sobe três pontos a 11,62%


9h01 – IBC-Br: índice tem baixa de 0,27% em setembro frente agosto, praticamente em linha com o esperado


8h50 – Credit Suisse avalia desempenho operacional da Rumo em outubro como fraco

O resultado, porém, já era esperado, devido à quebra da safra de milho em 2021.

O banco mantém avaliação outperform para ações da Rumo (RAIL3), e preço-alvo de R$ 26,00, frente à cotação de sexta-feira (12) de R$ 16,77.



8h33 – Bradesco BBI inicia cobertura da 3R Petroleum com avaliação outperform e preço-alvo de R$ 83,0

O valor representa um potencial de valorização de 160% frente à cotação de sexta-feira (12) de R$ 32,00.

Segundo o banco, as ações da empresa fornecem proteção ao portfólio contra a volatilidade do Real, contra o complexo cenário político e, além disso, as ações da 3R Petroleum (RRRP3) possuem boa liquidez, dadas as receitas dolarizadas e cerca de 90% dos custos sendo em reais.

O banco destaca também que o portfólio da 3R é composto principalmente de ativos onshore no Brasil e oferece diversificação interessante para investidores que desejam possuir um portfólio de E&P na América Latina. O BBI estima uma taxa de crescimento anual composta (CAGR, na sigla em inglês) da produção de 3 anos de 79%.


8h26 – Focus: Economistas elevam mais uma vez suas projeções para a inflação brasileira em 2021

De 9,33% na semana passada, agora a expectativa mediana para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) deste ano está em 9,77%. Para 2022 a previsão subiu de 4,63% para 4,79%.

Já em relação ao Produto Interno Bruto (PIB) as projeções foram reduzidas de expansão de 4,93% para 4,88% em 2021; para 2022, foram reduzidas de 1% para 0,93%. As estimativas para o dólar foram mantidas em R$ 5,50 em 2021, mesmas projeções para 2022.

Por fim, a projeção para a taxa básica de juros, Selic, foi mantida em 9,25% para 2021; e em 11% em 2022


8h03 – Balanço da Cosan agrada analistas, com destaque para Ebitda

Para o Morgan Stanley e para o Credit Suisse, os resultados da Cosan (CSAN3) foram bons, com destaque para o  Ebitda acima das estimativas graças a resultados melhores do que o esperado na Raízen, Compass e Moove, parcialmente compensado os números abaixo do esperado na Rumo e no segmento corporativo.

O Morgan Stanley diz gostar da combinação de ativos de crescimento e geração de caixa no portfólio da Cosan, que podem financiar um programa robusto de remuneração aos acionistas ou novas oportunidades de investimento por meio de seu novo braço de fundos.

O primeiro banco mantém avaliação equal-weight (perspectiva de valorização dentro da média de mercado) para ações da Cosan, e preço-alvo de R$ 29,60, frente à cotação de sexta-feira (12) de R$ 21,11. O segundo mantém outperform, com preço-alvo de R$ 29,00.


7h55 – Confira a movimentação das principais commodities nesta terça-feira

  • Petróleo WTI, +0,45%, a US$ 80,11 o barril
  • Petróleo Brent, +0,48%, a US$ 82,44 o barril
  • Minério de ferro: O minério negociado na bolsa de Dalian teve queda de 1,11%, a 540,5 iuanes

7h50 – Vibra Energia tem resultados muito fortes, segundo Bradesco BBI e Credit Suisse

O Credit Suisse destaca o Ebitda ajustado e margem Ebitda acima do consenso de mercado e superando amplamente os concorrentes. O Bradesco BBI, para o fato de ter tido um forte aumento nas vendas de óleo combustível para o segmento térmico, que possui margens brutas muito elevadas

No futuro, para o Credit Suisse, há razões para acreditar que a Vibra ([ativo=BRDT3]) pode melhorar ainda mais as margens, dada a melhor dinâmica competitiva no segmento de varejo e também os ganhos de eficiência específicos da empresa que entrarão em vigor em 2022.

O primeiro banco mantém avaliação outperform para ações da Vibra, com preço-alvo de R$ 32,00, frente à cotação de sexta-feira (12) de R$ 22,77. O segundo continua outperform e preço-alvo de R$ 31,00.


7h45 – IBC-Br, dados do varejo e da indústria dos EUA e mais destaques da agenda

No Brasil, destaque para a publicação pelo Banco Central do IBC-Br, considerado uma “prévia do produto interno bruto”, de setembro às 9h00. Além disso, a mesma instituição divulga o Boletim Focus semanal, um pouco mais cedo, por volta das 8h30.

Nos Estados Unidos, olho nos dados das vendas no varejo e da produção industrial, publicados, respectivamente, às 10h30 e 11h15. Com a inflação avançando no país, a movimentação desses números irão pesar nas futuras decisões das autoridades do Federal Reserve.

Fora isso, no âmbito corporativo, a temporada de balanço continua nesses dois países. No Brasil, destaque para o resultado trimestral da Eletrobras (ELET3) e, nos EUA, para os números do Walmart.


7h35 – Radar Cripto: Bitcoin perde os US$ 60 mil, Ethereum cai mais de 10% e outros assuntos que vão movimentar as criptomoedas


7h32 – Futuros americanos operam estáveis; ADRs brasileiros recuaram levemente nessa segunda-feira

Nessa terça, os índices americanos operam estáveis, com tendência de queda. O Dow Jones perde 0,08%, em sua quinta sessão negativa dentre as últimas seis; o S&P cai 0,13% e o Nasdaq perde 0,17%. Ontem, os índices também recuaram, ignorando o fato de o presidente americano Joe Biden ter assinado a lei que estabelece o pacote de infraestrutura de US$ 1 trilhão. Os ETFs brasileiros acompanharam a queda.

Uma atitude de Biden, porém, pesou nas bolsas asiáticas. Investidores reagiram positivamente a uma reunião virtual entre o líder dos Estados Unidos e o presidente da China, Xi Jinping, que teria sido marcada por comentários positivos e discussões sobre formas de evitar conflitos. As bolsas asiáticas tem resultados variados entre si nesta terça-feira.


7h30 – Veja o desempenho dos mercados

  • Dow Jones Futuro (EUA), -0,09%
  • S&P 500 Futuro (EUA), -0,17%
  • Nasdaq Futuro (EUA), -0,21%
  • FTSE 100 (Reino Unido), +0,01%
  • Dax (Alemanha), +0,25%
  • Nikkei (Japão), +0,11% (fechado)
  • Shanghai SE (China), -0,33% (fechado)
  • Hang Seng Index (Hong Kong), +1,27% (fechado)

CDB com 300% do CDI? XP antecipa Black Friday com rentabilidade diferenciada para novos clientes. Clique aqui para investir agora!

Compartilhe