Destaques da Bolsa

Ações de Vale e siderúrgicas avançam com minério; Petrobras tem leve alta, Embraer cai 2% e Wiz salta 13%

Confira os destaques da B3 na sessão desta quarta-feira (23)

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Em destaque, as ações de Vale (VALE3, R$ 113,07, +1,50%), a holding Bradespar (BRAP4, R$ 69,73, +0,75%) e siderúrgicas como CSN (CSNA3, R$ 43,17, +1,55%) e Usiminas (USIM5, R$ 18,62, +2,14%) registraram ganhos. Cabe ressaltar que os futuros do minério de ferro na bolsa de Dalian se recuperaram após três sessões de perdas, avançando 4%.

Os ativos da Petrobras (PETR3, R$ 29,44, +0,24%; PETR4, R$ 29,30, +0,69%) e da PetroRio (PRIO3, R$ 19,49, +0,83%) também tiveram alta na esteira do avanço do petróleo; contudo, as altas foram amenizadas. Os papéis PETR3 e PETR4 passaram de alta de mais de 1% para operarem perto da estabilidade.

Enquanto isso, o brent avança acima de US$ 75 o barril na quarta-feira, atingindo seu nível mais alto desde o final de 2018, depois do relatório American Petroleum Institute (API)  sobre os estoques de petróleo dos EUA, que reforçou as visões de um mercado apertado com o aumento das viagens na Europa e América do Norte. O API informou que os estoques de petróleo caíram mais do que o esperado 7,2 milhões de barris.

No radar de recomendações, a Embraer (EMBR3, R$ 19,66, -2,09%) abriu em alta de mais de 1%, mas virou para queda. O Itaú BBA iniciou a cobertura para os ADRs (recibo de ações ou, na prática, os papéis da companhia negociados na Bolsa de Nova York) ERJ da empresa com recomendação outperform, ou equivalente à compra.

Fora do índice, a Wiz (WIZS3, R$ 15,68, +13,13%) avançou mais de 13%: o BTG Pactual elevou a recomendação da seguradora de neutro para compra, enquanto o preço-alvo subiu de R$ 15 para R$ 19, potencial de alta de 37,08% sobre o fechamento de terça. A equipe de análise revisou suas projeções tendo em vista a incorporação da parceria com o BRB em venda de seguros, que deve responder por 35% a 45% do lucro da empresa entre 2022 e 2023.

Algumas ações das empresas ligadas à economia doméstica, como de varejo, construtoras e shopping centers voltam a registrar queda após a baixa de terça-feira (22), com os investidores ainda repercutindo as sinalizações da ata do Comitê de Política Monetária (Copom); as interpretações são de que o Comitê pode acelerar o ritmo de alta da Selic na próxima reunião (de 0,75 pontos-base para, possivelmente, 1 ponto-base).

EzTec (EZTC3, R$ 32,00, -4,93%), Cyrela (CYRE3, R$ 23,32, -1,73%), Lojas Renner (LREN3, R$ 44,93, -1,88%) e Iguatemi (IGTA3, R$ 42,45, -2,41%) ficaram entre as baixas desta sessão.

A ação do Grupo Pão de Açúcar (PCAR3, R$ 39,91, -3,95%) caiu quase 4% após subir forte por dois dias seguidos em meio às notícias de venda do Casino de sua fatia no GPA. Contudo, o próprio grupo francês negou a venda. Veja mais clicando aqui.

PUBLICIDADE

Confira mais destaques:

Embraer (EMBR3, R$ 19,66, -2,09%)

O Itaú BBA iniciou a cobertura para os ADRs (recibo de ações ou, na prática, os papéis da companhia negociados na Bolsa de Nova York) ERJ da Embraer com recomendação outperform (desempenho acima da média do mercado) e preço-alvo para 2022 de US$ 21 por ativo, o que representa um valor 30,35% maior em relação ao fechamento de terça-feira.

O preço-alvo é constituído em US$ 15,30 para as quatro divisões da empresa – i) comercial, ii) executivo, iii) defesa e segurança e iv) serviços e suporte – e em US$ 5,70 para a Eve Urban Air Mobility Solutions, ou somente Eve, focada em desenvolver veículos elétricos de decolagem e pouso vertical (eVTOL, na sigla em inglês).

Saiba mais: Carros voadores: a estratégia que pode reerguer a Embraer após a crise

“Acreditamos que o eVTOL é a peça mais recente e fundamental do quebra-cabeça da história de investimentos da Embraer. Estimamos que ele poderia desbloquear de US$ 0,9 até US$ 14,70 por ADR. O momento positivo, a melhora do fluxo de caixa e um valuation atraente (mesmo após o alta do preço das ações) são outros destaques”, avaliam.

Frigoríficos: JBS (JBSS3, R$ 28,55, +0,99%), Minerva (BEEF3, R$ 9,61, -0,93%) e Marfrig (MRFG3, R$ 18,60, +0,32%)

A Argentina decidiu flexibilizar a proibição às exportações de carne bovina, medida implementada no mês passado destinada a controlar a inflação.

O governo fechou um acordo com frigoríficos como Minerva e Marfrig Global Foods, permitindo que as empresas exportem até metade dos níveis do ano passado de alguns cortes de carne bovina, disse o ministro da Produção, Matías Kulfas, em conversa com repórteres na terça-feira. A medida é válida até agosto. Veja mais clicando aqui. 

Bancos e indústria petroquímica

O Senado aprovou a medida provisória que aumentou a tributação sobre bancos para permitir o subsídio temporário ao diesel e ao gás de cozinha.  O texto está em vigor desde a data da publicação, em 1º de março deste ano. Para se tornar legislação permanente, no entanto, a MP precisa ser aprovada pelo Congresso em até 120 dias. Como foi modificado, ele retorna para análise dos deputados e precisa ser aprovado até 28 de junho para não perder validade.

PUBLICIDADE

Os senadores retomaram benefícios para a indústria petroquímica e para a compra de carros por pessoas com deficiência que tinham sido limitados pelo governo com o objetivo de compensar a perda na arrecadação.

Em relação aos bancos, a MP elevou a alíquota da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) do setor financeiro de 20% para 25% entre 1º de julho e 31 de dezembro de 2021. Com a MP, empresas de seguros privados, capitalização, cooperativas de crédito, entre outras, também passaram a pagar mais: as alíquotas aumentaram de 15% para 20%. Para agências de fomento e bancos de desenvolvimento estaduais, a alíquota permanece em 20%. A partir de janeiro de 2022, todas as instituições do setor financeiro passam a recolher os porcentuais vigentes antes da edição da MP.

No total, os bancos passaram a ter alíquota de imposto de 50% (25% de imposto de renda e 25% de CSLL). “O aumento será limitado a 2021, o que reduz o impacto em valuation, e, como os bancos têm benefício tributário ao pagar juros sobre o capital, esperamos uma alíquota tributária mais baixa para o setor. Embora claramente negativa, nossa avaliação é que esse aumento era esperado pelo mercado, vista: i) aprovação anterior na Câmara; ii) ampla divulgação precedente a votação; iii) performance das ações de ontem; e iv) aumentos históricos na linha”, destacam os analistas da XP.

Com relação à indústria química, emendas aprovadas por senadores após a apreciação do texto principal da MP permitiram estender o Regime Especial da Indústria Química (Reiq) até 1º de janeiro de 2028. O parecer aprovado pela MP havia concedido benefícios ao setor por mais três anos e meio, até 1º de janeiro de 2025. Já o texto original da MP acabava com o programa a partir de julho deste ano.

A sugestão foi do senador Jean Paul Prates (PT-RN) e foi aprovada com apenas um voto de diferença, por 31 a 30. “Se a proposta do governo fosse aprovada, a indústria química perderia mais de R$ 2,2 bilhões anuais e teríamos mais de 80 mil postos de trabalho ameaçados. Infelizmente, essa é a marca do governo Bolsonaro e sua equipe econômica, a destruição da indústria nacional. Precisamos lutar sempre”, disse o senador.

Bradesco (BBDC3, R$ 23,06, -0,17%; BBDC4, R$ 27,04, -0,44%)

O Conselho de Administração do Bradesco aprovou o pagamento de juros sobre o capital próprio intermediários (JCP), relativos ao primeiro semestre de 2021, de R$ 5 bilhões. O valor representa R$ 0,490 por ação ordinária e R$ 0,539 por ação preferencial ou R$ 0,416 por ação ordinária e R$ 0,458 por ação preferencial, após o desconto do Imposto de Renda. Será considerada a posição acionária de 2 de julho de 2021 e as ações passam a ser negociadas “ex-direitos” a partir de 5 de julho. O pagamento ocorrerá no dia 12 de julho.

A fabricante de motores elétricos WEG informou na terça que deve reconhecer no balanço do segundo trimestre cerca de R$ 510 milhões em valores a serem recuperados pela companhia. A medida vem após decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) referente à exclusão do ICMS da base de cálculo do PIS e da Cofins pagos pela companhia, destaca a empresa.

BB Seguridade (BBSE3, R$ 24,70, -3,29%)

A BB Seguridade informou na véspera que seu conselho de administração aprovou um reforço de capital de até R$ 600 milhões na Brasilprev, que concentra os negócios de previdência complementar aberta.

PUBLICIDADE

“Considerando a manutenção da participação acionária de 74,995%, caberá à BB Seguros, subsidiária integral da BB Seguridade que detém o investimento direto na Brasilprev, subscrever e integralizar um valor de até R$ 449,97 milhões do referido aumento”, afirma a BB Seguridade no fato relevante.

A empresa explicou que, embora não prevendo insuficiência de capital, por prudência os sócios BB Seguros e Principal Financial Group optaram pelo reforço, “em virtude da volatilidade do cenário macroeconômico e do aumento do IGP-M, que acumula alta de 14,4% no ano”. Por isso, o conselho aprovou a distribuição de R$ 1,04 bilhão aos acionistas em dividendos, que serão pagos em data a ser anunciada após a divulgação dos resultados do segundo trimestre, prevista para 2 de agosto.

Itaúsa (ITSA4, R$ 11,72, -0,93%)

O Credit Suisse reiterou sua avaliação outperform para a holding de investimentos Itaúsa, avaliando que a empresa continua a oferecer uma valoração atrativa, com base no novo preço-alvo estabelecido pelo Credit, de R$ 14,50. O banco diz que a empresa pode ser um investimento alternativo atraente para faturar com as boas perspectivas do Itaú Unibanco (ITUB4), sua top pick (escolha favorita) para o setor financeiro no Brasil.

O banco elevou a previsão para o lucro líquido recorrente de R$ 7,6 bilhões para R$ 9,3 bilhões em 2021, e de R$ 10,3 bilhões para R$ 10,9 bilhões em 2022. O Credit ressalta as expectativas melhores para Duratex e Alpargatas e destaca uma série de aquisições recentes da Itaúsa, como a compra de participação de 8,5% da Aegea Saneamento por R$ 1,3 bilhão, a compra da Copagaz por R$ 1,23 bilhão.

No cenário mais otimista projetado pelo Credit, A Itaúsa seria valorada em R$ 18, com base no retorno sobre o patrimônio líquido (ROE, na sigla em inglês) de 21% para o Itaú Unibanco, e de R$ 10 no pior cenário, considerando um ROE de 16%.

Vale (VALE3, R$ 113,07, +1,50%) e minério

Os contratos futuros do carvão metalúrgico negociados na China fecharam em alta de 5% nesta quarta-feira, avançando pela segunda sessão consecutiva, diante de preocupações com a oferta, já que inspeções de segurança conduzidas por autoridades locais suspenderam a produção em algumas minas.

Os futuros mais negociados do carvão coque na bolsa de commodities de Dalian DCIOcv1, para entrega em setembro, terminaram o dia cotados a 2.037 iuanes (US$ 314,24) por tonelada.

“Devido a investigações do governo após uma série de acidentes em minas recentemente, algumas usinas estão enfrentando escassez de oferta do material”, disse Zhuo Guiqiu, analista da Jinrui Futures, acrescentando que as importações de carvão metalúrgico também não melhoraram.

Os futuros do carvão coque também têm sido negociados com um desconto frente aos preços “spot”, que giram em torno de 2.200 iuanes por tonelada, acrescentou Zhuo.

Acompanhando o salto no carvão, os preços do coque DCJcv1 dispararam 5,6%, para 2.784 iuanes por tonelada.

Os futuros do minério de ferro na bolsa de Dalian DCIOcv1 se recuperaram após três sessões de perdas, avançando 4,0%, para 1.173 iuanes a tonelada.

Fleury (FLRY3, R$ 26,63, +0,57%)

O Grupo Fleury informou que devido ao ataque cibernético que atingiu seu ambiente de Tecnologia da Informação (TI) nesta terça parte de seus sistemas e operação ficaram indisponíveis. A rede de laboratórios afirma ainda ter adotado todas as medidas para manter o atendimento aos seus clientes por meio de soluções de contingência.

No texto, a empresa afirma ainda ter seguido seus protocolos de segurança e controle para minimizar os impactos e que “neste momento, atua de forma diligente e com foco para mitigar os efeitos causados, bem como avaliar a extensão do incidente”.

São Martinho (SMTO3, R$ 37,25, -0,67%)

A São Martinho, produtora brasileira de açúcar e etanol, anunciou planos de produzir um volume maior do biocombustível na safra 2021/22, em detrimento do açúcar. Em comunicado publicado na noite de segunda-feira, a companhia afirmou que pretende utilizar 58% de sua cana para a produção de etanol, ante 53% na safra passada. “Acreditamos que os preços de etanol ficarão em patamares mais elevados versus safra anterior, refletindo principalmente o repasse de preços para a gasolina em linha com a paridade internacional –reflexo de aumento do preço do petróleo–, além da expectativa de recuperação da demanda brasileira”, disse a São Martinho.

Jalles Machado (JALL3, R$ 9,38, +1,08%)

A Jalles Machado, uma das maiores produtoras de açúcar e etanol da região Centro-Oeste do Brasil, informou nesta quarta-feira que teve lucro líquido de R$ 170,4 milhões na temporada 2020/21, aumento de 122,7% na comparação com o ciclo anterior.

A geração de caixa medida pelo Ebitda ajustado atingiu R$ 709,9 milhões, alta de 16,4% na mesma comparação, informou a empresa, que passou a ser listada no Novo Mercado da B3 ao longo da safra 20/21.

Os resultados foram impulsionados pelas vendas de açúcar, que somaram 325,4 mil toneladas, superando em 51% o volume registrado no período anterior. As vendas da commodity tiveram preço bruto médio de 2.053,6 reais/tonelada, alta de 14,7% em relação ao valor da safra anterior.

As vendas de etanol caíram 21%, para 198,1 milhões de litros, durante a safra passada. Mas uma melhora dos preços no último trimestre da temporada foi fator positivo, e a empresa vendeu no período 75,2 milhões de litros, com aumento de mais de 100%.

Petrobras (PETR3, R$ 29,44, +0,24%; PETR4, R$ 29,30, +0,69%)

Em um encontro entre o diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), André Pepitone, e o presidente da petroleira, general da reserva Joaquim Silva e Luna, em Brasília, ficou acordado que a Petrobras alocará equipes técnicas para buscar formas de contribuir mais para a garantia do abastecimento elétrico do Brasil, em meio à crise dos reservatórios de hidrelétricas.

Dentre as medidas em estudo, a petroleira poderá aumentar mais a oferta de gás natural, para atender o acionamento maior de térmicas, além de disponibilizar mais infraestrutura e logística e, eventualmente, aumentar a própria geração de energia.

Santander Brasil (SANB11, R$ 43,19, -0,94%)

O Santander Brasil anunciou na terça linhas de crédito para capital de giro nas quais clientes oferecem como garantia imóvel ou automóvel para obter taxas de juros menores. Segundo o banco, o produto vale inclusive para empresas que não se enquadram nas regras do Pronampe –programa federal de crédito para micro e pequenas empresas. Numa das linhas, um automóvel é dado como garantia, mesmo que o bem não pertença à empresa, podendo até mesmo ser de uma pessoa física.

Vamos (VAMO3, R$ 54,79, +1,93%)

A Vamos, empresa de locação de caminhões, adquiriu 70% da BMB Brasil e da BMB México, especialistas na customização de caminhões e ônibus, em uma operação de R$ 43,3 milhões.

“A BMB é a quarta aquisição anunciada pela Vamos em 2021 e também mostra o interesse em expandir sua atuação para outros países. Em nossa opinião, com esta aquisição, a companhia também pode oferecer soluções personalizadas e premium ao mesmo tempo em que reduz os prazos de entrega desses produtos aos clientes. Os principais executivos do BMB, Marcos Balbinot e Sergio Secco continuarão gerindo a empresa”, destaca o Bradesco BBI, que mantém recomendação outperform, com preço-alvo de R$ 60,00.

Linx (LINX3, R$ 37,55, +0,27%)

A  Linx comunicou ao mercado que seus acionistas e fundadores Nércio José Monteiro Fernandes, Alberto Menache e Alon Dayan venderam em leilão a totalidade das 22.102.368 ações ordinárias da companhia por eles detidas, representativas de 11,70% do seu capital social. A venda das ações foi realizada no contexto da combinação de negócios da Linx com a Stone.

Ecorodovias (ECOR3, R$ 12,46, -2,43%)

A Ecorodovias precificou sua oferta subsequente de ações, ou “follow on”, em R$ 12,50 por ação, movimentando R$ 1,97 bilhão. Os novos papéis começam a ser negociados na B3 na próxima quinta-feira (24).

(com Reuters e Estadão Conteúdo)

Curso gratuito do InfoMoney mostra como você pode se tornar um Analista de Ações. Inscreva-se agora.