Noticiário da empresa

WEG reconhecerá R$ 510 mi no 2º tri após decisão do STF sobre PIS/Cofins; Conselho da empresa aprova JCP

Valor total dos juros sobre capital próprio (JCP) é de R$ 86,139 milhões, correspondente a R$ 0,020529412 por ação

Weg (Divulgação: Linkedin)

A fabricante de motores elétricos WEG (WEGE3) informou na terça-feira (22) que deve reconhecer no balanço do segundo trimestre cerca de R$ 510 milhões em valores a serem recuperados pela companhia.

A medida vem após decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) referente à exclusão do ICMS da base de cálculo do PIS e da Cofins pagos pela companhia, destaca a empresa.

“Com base em tais levantamentos a melhor estimativa dos valores a serem recuperados pela companhia, antes dos efeitos fiscais, é de R$ 510,1 milhões, que serão reconhecidos nas demonstrações financeiras do segundo trimestre de 2021”, afirmou a companhia.

O Bradesco BBI destaca que esta é uma notícia positiva para a WEG, pois os R$ 510 milhões de créditos tributários serão contabilizados no resultado consolidado, levando a um impacto positivo de R$ 337 milhões no resultado final ou R$ 0,08 por ação WEGE3. Os analistas do banco possuem recomendação neutra para os ativos, com preço-alvo de R$ 42,00, ou 22% acima do fechamento da terça.

Ainda em destaque, o Conselho de Administração da WEG aprovou a declaração de juros sobre capital próprio (JCP) no valor total de R$ 86,139 milhões, correspondente a R$ 0,020529412 por ação.

Será considerada a base acionária da próxima sexta-feira (25) com pagamento sujeito à aprovação da Assembleia Geral.

A partir do dia 28, as ações serão negociadas “ex-juros”.

(com Estadão Conteúdo)

Curso gratuito do InfoMoney mostra como você pode se tornar um Analista de Ações. Inscreva-se agora.

PUBLICIDADE