5 assuntos

Índices futuros dos EUA sobem com atenção à reunião da Otan; relatório de inflação do BC e mais assuntos do mercado hoje

Wall Street busca recuperação após forte queda da véspera; por aqui, atenção também para reunião do CMN e repercussão de balanços

Por  Equipe InfoMoney -

Os índices futuros dos EUA e bolsas da Europa operam em leve alta na manhã desta quinta-feira (24), enquanto os mercados asiáticos fecharam mistos, com investidores acompanhando de perto os desenvolvimentos na Ucrânia e as principais reuniões dos líderes da Otan, UE e G-7 em Bruxelas, em que serão discutidas novas estratégias para isolar os russos economicamente e reduzir a dependência da Europa às fontes de energia da Rússia.

A guerra na Ucrânia está no topo da agenda enquanto a invasão da Rússia continua. O presidente dos EUA, Joe Biden, está participando das reuniões e o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, deve participar da cúpula da OTAN por meio de videolink.

O secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, disse ontem (23) que os líderes da aliança militar ocidental devem cometer “grandes aumentos” nas tropas ao longo de seu flanco leste quando se reunirem para discutir a guerra da Rússia contra a Ucrânia. Mais sanções à Rússia também podem ser anunciadas, indicou Biden.

O encontro pretende ainda, definir o papel da China neste conflito, após Biden acusar o presidente russo, Vladimir Putin, de cometer crimes de guerra.

Do lado das commodities, o petróleo tem uma sessão de volatilidade após salto de 5% na quarta-feira, com relatos de que as exportações de petróleo do terminal Caspian Pipeline Consortium (CPC) do Cazaquistão foram completamente interrompidas após os danos causados ​​​​pelo tempestade. O vice-primeiro-ministro da Rússia disse que o fornecimento de petróleo pode ser interrompido por dois meses.

Os investidores também avaliam o novo potencial de oferta nos mercados apertados em meio às perspectivas de um novo acordo com o Irã. O conselheiro de segurança nacional da Casa Branca, Jake Sullivan, afirmou ontem (23) que os EUA e seus aliados fizeram progressos nas negociações nucleares com o Irã. 

Em indicadores, os novos dados semanais de reivindicações de empregos e pedidos de bens duráveis ​​nos EUA serão divulgados às 9h30 (horário de Brasília).

No Brasil, o Banco Central divulgou o relatório trimestral de inflação, mantendo a projeção de alta de 1% do PIB para 2022.  Também haverá a reunião do Conselho Monetário Nacional (CMN) durante a tarde. 

No campo corporativo, a Cogna reporta seu balanço do quarto trimestre de 2021, após o fechamento dos mercados. O consenso aponta para um prejuízo de R$ 80 milhões no período. Já o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) vai promover um leilão para privatizar a Companhia Docas do Espírito Santo. O processo marca a primeira desestatização portuária planejada pelo governo Bolsonaro.

Confira mais destaques:

1. Bolsas Mundiais

Estados Unidos

Os índices futuros dos EUA avançam nesta manhã, com investidores se recuperando das perdas registradas no pregão anterior. Wall Street empurrou as ações e os rendimentos dos Treasuries para baixo na quarta-feira, depois que ambos subiram no início da semana, enquanto investidores avaliavam a força da economia e comentários mais agressivos de autoridades do banco central dos Estados Unidos em relação à inflação.

Investidores têm sido relativamente otimistas sobre as implicações de rendimentos mais altos nas avaliações do mercado de ações, com muitos optando por comprar após alguns meses difíceis para os preços dos papéis. Essa narrativa fez uma pausa nesta quarta-feira, quando os principais índices de ações dos EUA caíram mais de 1%.

Já nesta sessão, os investidores também aguardam novas atualizações do conflito Rússia-Ucrânia, enquanto o presidente Joe Biden se reunirá com líderes europeus para pressionar a Rússia e dar apoio a um cessar-fogo.

Veja o desempenho dos mercados futuros:

  • Dow Jones Futuro (EUA), +0,47%
  • S&P 500 Futuro (EUA), +0,61%
  • Nasdaq Futuro (EUA), +0,77%

Ásia

Os mercados asiáticos fecharam em mistos, enquanto as ações de Cingapura  relacionadas a viagens subiram, com a Singapore Airlines e a Sats – que fornece serviços de assistência em escala e de catering a bordo – saltando mais de 3% cada.

Esses ganhos ocorreram quando o primeiro-ministro do país anunciou na quinta-feira planos para aliviar as restrições do Covid.

  • Shanghai SE (China), -0,63%
  • Nikkei (Japão), +0,25% 
  • Hang Seng Index (Hong Kong), -0,94% 
  • Kospi (Coreia do Sul), -0,20%

Europa

Os mercados europeus operam com leves ganhos à espera dos desenvolvimentos na Ucrânia e as principais reuniões dos líderes da Otan, UE e G-7 em Bruxelas.

  • FTSE 100 (Reino Unido), +0,33%
  • DAX (Alemanha), +0,40%
  • CAC 40 (França), +0,46%
  • FTSE MIB (Itália), +0,45%

Commodities

Os preços do petróleo têm uma sessão de volatilidade, passando a ter leve queda em meio a esperanças de acordo com o Irã, enquanto problemas de oferta persistem. 

O conselheiro de segurança nacional da Casa Branca, Jake Sullivan, disse na quarta-feira que os Estados Unidos e seus aliados fizeram progressos nas negociações nucleares com o Irã, mas algumas questões permanecem. “Um levantamento das restrições de exportação iranianas ajudaria a aliviar o imenso aperto prevalecente nos mercados de petróleo no momento”, disse a consultoria JBC Energy em nota.

As cotações da commodity saltaram mais de 5% na quarta-feira, após relatos de que as exportações de petróleo do terminal Caspian Pipeline Consortium (CPC) do Cazaquistão foram completamente interrompidas após os danos causados​​​​ pela tempestade. O vice-primeiro-ministro da Rússia disse que o fornecimento de petróleo pode ser interrompido por dois meses.

  • Petróleo WTI, -0,27%, a US$ 114,60 o barril
  • Petróleo Brent, 0%, a US$ 121,60 o barril
  • Minério de ferro negociado na bolsa de Dalian teve alta de 1,30%, a 818,00 iuanes, o equivalente a US$ 128,47

Bitcoin

  • Bitcoin, +1,93% a US$ 43.093,60 (em relação à cotação de 24 horas atrás)

2. Agenda

Nesta quinta, foi divulgado o Relatório Trimestral de Inflação (RTI) do Banco Central, mantendo a sua projeção para o PIB do último relatório. “Sob incerteza maior do que a usual, especialmente em virtude da rápida alteração no cenário
global com o início da guerra na Ucrânia, projeta-se alta de 1,0% para o PIB de 2022, mesma previsão divulgada
no Relatório de Inflação (RI) anterior”, destacou o documento. 

Em relação à política monetária, o BC reiterou mensagem da ata do Comitê de Política Monetária (Copom) sobre a intenção de subir a Selic novamente em 1,0 ponto na reunião de maio, em continuidade ao ciclo de alta para levar a taxa básica de juros a território ainda mais “significativamente contracionista” para conter a inflação.

A publicação ainda aponta que, “no curto prazo, destaca-se o impacto do forte crescimento do preço do petróleo. Ressalta-se, no sentido contrário, a trajetória de taxa Selic ainda mais elevada em relação ao valor considerado como neutro.”

Brasil

8h: BC divulga relatório trimestral de inflação

15h: Relatório mensal da dívida pública

15h: Reunião do CMN

EUA

9h30: Variação nos pedidos de bens duráveis mensal, com expectativa de recuo de 5%, segundo analistas ouvidos pela Reuters

9h30: Pedidos de seguro-desemprego semanal, com expectativa Refinitiv de 212 mil solicitações

9h30: Saldo de conta corrente trimestral, consenso aponta para déficit de US$ 218 bilhões

10h45: PMI de serviços, industrial e composto

3. Reforma tributária no radar

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), está buscando apoio para construir um acordo que permita a votação da reforma tributária na primeira semana de abril, quando será realizado um novo “esforço concentrado” – período em que os parlamentares buscam desobstruir a pauta de indicação de autoridades, segundo reportagem do jornal Valor.

Pacheco pretende aproveitar o quórum alto, entre os dias 4 e 8 do mês que vem, para tentar um consenso em torno da proposta de emenda à Constituição (PEC) 110, que está sendo debatida no âmbito da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

Espaço no Orçamento de 2022

O governo Jair Bolsonaro já abriu mão de R$ 49,8 bilhões em arrecadação com o corte de impostos em 2022, mas ainda tem um espaço de R$ 45 bilhões para adotar novas medidas de desoneração tributária e de subsídio sem furar a meta fiscal deste ano.

Apesar da folga, a equipe econômica trabalha para segurar a pressão política das últimas semanas para adoção de subsídio ou corte de impostos sobre combustíveis.

“Não há possibilidade de gastos infinitos. Tem de ser de forma parcimoniosa”, disse o secretário especial de Tesouro e Orçamento do Ministério da Economia, Esteves Colnago. Ele descartou no momento a possibilidade do subsídio e disse que zerar tributos de gasolina “não é boa política”.

PGR pede abertura de inquérito para investigar ministro da Educação

O procurador-geral da República, Augusto Aras, pediu ontem (23) ao Supremo Tribunal Federal (STF) a abertura de inquérito para investigar o envolvimento do ministro da Educação, Milton Ribeiro, na distribuição de verbas do ministério a municípios. A medida foi tomada após publicação de matérias na imprensa sobre o suposto favorecimento na liberação de recursos para prefeituras de municípios por meio da intermediação de dois pastores, que também são alvo do inquérito.

Na petição, Aras cita o presidente da Convenção Nacional de Igrejas e Ministros das Assembleias de Deus no Brasil, Gilmar Santos, e Arilton Moura, assessor de Assuntos Políticos da entidade.

Ao justificar o pedido de abertura de inquérito, o procurador disse que pretende apurar se os envolvidos, que não têm vínculo com o Ministério da Educação, atuavam para a liberação de recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Entre as diligências solicitadas está a oitiva dos citados e de cinco prefeitos.

4. Covid

Na última quarta-feira (23), o Brasil registrou 294 mortes e 45.471 casos de covid-19 em 24h, segundo informações do consórcio de veículos de imprensa, às 20h.

A média móvel de mortes por Covid em 7 dias no Brasil ficou em 295, recuo de 41% em comparação com o patamar de 14 dias antes.

A média móvel de novos casos em sete dias foi de 36.110, o que representa queda de 26% em relação ao patamar de 14 dias antes. 

Chegou a 159.506.948 de pessoas totalmente imunizadas contra a Covid no Brasil, o equivalente a 74,25% da população.

O número de pessoas que tomaram ao menos a primeira dose de vacinas atingiu 175.205.068 pessoas, o que representa 81,56% da população.

A dose de reforço foi aplicada em 74.105.290 pessoas, ou 34,5% da população.

5. Radar Corporativo

A temporada de balanços continua a todo vapor, com a divulgação de resultados da Cogna (COGN3), Enjoei (ENJU3), Light (LIGT3) e Sabesp (SBSP3), após fechamento dos mercados.

Já o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) vai promover hoje (24) um leilão para privatizar a Companhia Docas do Espírito Santo. O processo marca a primeira desestatização portuária planejada pelo governo Bolsonaro.

CCR (CCRO3)

A Itaúsa (ITSA4) e Votorantim apresentaram uma proposta de oferta não vinculante para a aquisição da totalidade das ações detidas pela Andrade Gutierrez Participações (AG) na CCR (CCRO3), por cerca de de R$ 4,127 bilhões.

Conforme fato relevante da CCR (CCRO3) divulgado pelas empresas nesta quarta-feira (23), a AG Participações vai alienar 300,1 milhões de ações de emissão, equivalente a 14,86% do capital social da empresa.

Cemig (CMIG4

O conselho de administração da Cemig aprovou a distribuição de juros sobre capital próprio no valor bruto de R$ 245 milhões, equivalentes a R$ 0,14473821881 por ação.

Farão jus aos proventos os acionistas detentores de ações no dia 28 de março de 2022. O será realizado em parcela única até 30 de dezembro deste ano.

Hypera (HYPE3

A Hypera aprovou JCP no valor de R$ 0,30881 por ação ordinária, com pagamento a ser realizado até o final do exercício social de 2023, em data a ser ainda divulgada.

Terão direito os acionistas da base ao final de 28 de março de 2022, sendo que as ações HYPE3 serão negociadas “ex-juros sobre capital próprio” a partir de 29 de março de 2022, inclusive.

BR Properties (BRPR3)

O conselho de administração da companhia aprovou a distribuição de dividendos no valor de R$ 7,6 milhões, correspondentes a R$ 0,016379 por ação de emissão da companhia e serão creditados aos acionistas com base na posição acionária de 28 de março de 2022.

O pagamento correspondente será realizado em 07 de abril de 2022.

Kepler Weber (KEPL3

A Kepler Weber efetuará o pagamento dos dividendos mínimos, no montante total de R$ 17,2 milhões, correspondente a R$ 0,57574565 por ação ordinária e pagamento dos dividendos adicionais, no valor total de R$ 58,3 milhões, correspondente a R$ 1,95139581 por papel ordinário.

O pagamento obedecerá ao número de ações de titularidade do acionista na data de 23 de março de 2022 e ocorrerá em uma única parcela em 18 de abril de 2022.

Equatorial (EQTL3)

A Equatorial (EQTL3) registrou lucro líquido consolidado de R$ 1,421 bilhão no quarto trimestre de 2021 (4T21), o que representa um crescimento de 1,4% em relação ao mesmo trimestre de 2020.

Se ajustarmos pelos efeitos não recorrentes do trimestre, o resultado líquido do período foi de R$ 578 milhões, uma redução de 37,6%, influenciado, principalmente, pela redução no resultado de transmissão  (decorrente  dos  efeitos  de  IFRS15), redução do lucro na  Equatorial Serviços em função do delta negativo da marcação a mercado de contratos em 2021 comparado a 2020 e aumento de encargos de dívida em função do aumento do CDI e IPCA.

Hapvida (HAPV3)

A Hapvida (HAPV3) registrou lucro líquido de R$ 200,2 milhões no quarto trimestre de 2021 (4T21), cifra 112,4% superior ao reportado em igual etapa de 2020.

O lucro líquido ajustado totalizou R$ 347,1 milhões no 4T21, crescimento de 51,5% na comparação com o 4T20.

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui.

Compartilhe