Raizen (RAIZ4)

RAIZEN PN N2

error_outline Atualizado 28/06/22 às 17h07. Delay 15 min
arrow_upward

4,82

+0.41%

4,82

5,02

43.881.116,00

Fechamento anterior 4,80
Abertura 4,85
Negócios 12.210,00
Volume$ 43,88 M
Mín — Máx (Dia) 4,82 - 5,02
Variação (Dia) +0.41%
Variação (Mês) -21.37%
Variação (2022) -24.69%

Invista com corretagem zero

Sobre Raizen

Sigla: RAIZ4

Tipo: Ações

Setor: Petróleo E Gás

Receita Líquida R$ 191,26 B
Lucro Líquido (LL) R$ 3,24 B
Margem Líquida 1.69%
Ebitda R$ 12,6 B
Margem Ebitda 6.58%
Ativo Total R$ 100,34 B
Dívida Bruta R$ 32,69 B
Dívida Líquida R$ 24,46 B
Patrimônio Líquido (PL) R$ 22,25 B
Índice de preço sobre lucro (P/L) 15,95
Retorno sobre o PL (ROE) +14.59%
Retorno sobre o Capital (ROIC) +7.48%

Fruto da joint venture entre a Cosan e a holandesa Shell, a Raízen está entre as maiores produtoras de cana de açúcar e etanol do mundo.

A companhia, que atuava, até 2020, por meio de duas grandes subsidiárias (Raízen Combustíveis e Raízen Energia), é líder global do mercado de biocombustíveis, além de atuar nos setores de energia renovável, sucroalcooleiro, e também de marketing e serviços.

Ao todo, a Raízen possui 26 parques de bioenergia concentrados, em sua maioria, na região Sudeste do Brasil, próximos aos maiores mercados consumidores e terminais logísticos.

Por possuir um modelo de negócios verticalizado, a companhia consegue operar em toda a cadeia de valor de biocombustíveis e de energia renovável, indo do “solo-ao-tanque” e da “biomassa-à-eletricidade”.

Com faturamento de R$ 114,6 bilhões no ano fiscal encerrado em março de 2021, a Raízen se coloca como uma das cinco maiores companhias do país em termos de receita.

No período, 78% do total da receita veio do segmento de marketing e serviços, enquanto que o segmento de renováveis representou 13%. Já o setor de açúcar foi responsável pelos 9% restantes.

A companhia realizou IPO em agosto de 2021, em uma oferta pública inicial que movimentou R$ 6,9 bilhões. No prospecto, a Raízen destacou que os recursos captados na oferta seriam utilizados para a expansão da produção de produtos renováveis, sendo 80% utilizados para a construção de novas plantas e ampliação da sua capacidade de comercialização.

O restante seria dividido entre investimentos em eficiência e produtividade dos parques de bioenergia e em infraestrutura de armazenagem e logística, que possibilitam à empresa suportar o aumento esperado no volume comercializado de renováveis e açúcar.

Dados complementares fornecidos pela

Com dinheiro