Os dez mandamentos para os investidores em ações

Artigo publicado pelo jornal Valor Econômico em sua Coluna do Gestor um artigo escrito por Marcelo Coutinho.

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores
arrow_forwardMais sobre

Gosto de trabalhar com analogias e exemplos do cotidiano para transmitir conceitos para o sucesso dos investidores. Desta vez, a inspiração veio dos 10 Mandamentos.

Independentemente de você ser religioso ou não, sugiro que siga à risca os passos que serão apresentados para alcançar resultados mais interessantes.

1) Tenha um objetivo acima de qualquer coisa

Vai investir em ações? Legal! Mas quanto você tem? Quais são as metas? O que espera atingir e em quanto tempo? Quer fazer da bolsa a sua profissão? Isso precisa estar bem claro. Ganhar dinheiro e ficar rico não são objetivos, mas consequências de quem traçou um plano sólido.

2) Não deixe de estudar

Tendo seus objetivos definidos é hora de aprender sobre o mercado. Entender o que é a bolsa leva tempo e exige uma dedicação e preparação contínuas. Crie o hábito de ler livros, jornais e revistas especializadas, além de participar de cursos e palestras.

3) Tenha noção exata do tempo de que dispõe para investir

Você trabalha o dia todo e quer fazer daytrade? Esqueça! Fazer isso é pegar um atalho para destruir seu patrimônio. Você precisa adaptar sua realidade de vida à sua realidade de investidor. Se o tempo for escasso, aposte em operações que exigem menos atenção em tempo real. A ganância é sua maior inimiga!

4) Tenha (muita) disciplina

É só vivenciando o dia a dia que você vai ganhar experiência e entender o timing do mercado. Fazer do ato de investir uma rotina é fundamental. Faça um controle de suas operações, registre cada negócio e acompanhe seus erros e acertos. Isso tudo será útil para definir seu perfil.

5 ) Seja paciente

O início é sempre muito complicado. Os erros são mais comuns que os acertos e nem sempre o resultado esperado vem. Mas isso tudo faz parte de um processo de aprendizado comum a todos. Comece com cautela e valores reduzidos. Aceitar perdas é difícil, mas torna mais fácil quando as cifras são menores. A “pegada” estratégica só virá com o passar do tempo. Seja paciente e dedicado que o resultado virá!

6) Controle seu ambiente

Possuir uma máquina de qualidade, internet confiável e uma conexão reserva é essencial! Seu ambiente físico precisa estar sob seu completo controle. Evite distrações e tenha foco!

7) Tenha uma plataforma de qualidade

Lamentavelmente muitos investidores escolhem sua plataforma com base no preço. Não que a mais cara seja a melhor e que a mais barata seja a pior, mas é preciso saber quais são as suas necessidades. Muitas vezes uma plataforma cara, cheia de recursos pode não ser útil. A dica é testar o máximo que puder. Você pode perfeitamente encontrar uma ótima plataforma que atenda às suas necessidades a um custo muito inferior ao que estaria disposto a pagar.

8) Uma boa corretora é fundamental

Antes de mais nada, esqueça o critério preço como um fator de decisão. Lembre-se de que a corretora é sua parceira para realizar negócios. Se ela oferece tudo o que você precisa a preços baixos, ótimo. Mas preste atenção para não cair em discursos de marketing. Em resumo, você precisa ter: suporte e atendimento a qualquer hora do dia através de diferentes canais, plataforma estável, relatórios que ajudem na tomada de decisão, recomendações de compra e venda em tempo real etc. Encontre corretoras que possam te entregar esse material e depois veja quais têm os melhores preços.

9) Não esqueça sua vida pessoal

O nono mandamento foge da esfera de investimentos e aterrisa em sua vida privada. Não adianta você se arrebentar na bolsa, investir loucamente e enriquecer a custa de sua saúde, atenção à família, amigos e demais aspectos essenciais de sua vida pessoal. A bolsa é estressante e você não deve levar isso para fora do pregão. Assim como não deve levar seus problemas pessoais para a mesa de operação.

10) Certeza do sucesso

O último mandamento nada mais é senão a consequência de cumprir os nove anteriores. Importante entender, no entanto, que sucesso não significa ganhar dinheiro, mas saber os caminhos para conseguir isso de forma racional e sustentável. O retorno financeiro é mera consequência de um processo bem elaborado e bem gerenciado.

Marcelo Coutinho é sócio-presidente do YouTrade, empresa de educação financeira e piloto privado de avião.
mcoutinho@youtrade.pro.br
 

Artigo publicado originalmente no Valor Econômico

Marcelo Coutinho