Coaching Financeiro: uma evolução na carreira de qualquer investidor

A forma mais eficaz de se tornar um exímio estrategista é buscar ajuda profissional, através de um programa importado do universo empresarial: o coaching.

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores
arrow_forwardMais sobre

Duas etapas compõem o inicio da carreira da maioria dos investidores na bolsa de valores: a primeira consiste em aprender conceitos básicos do mercado e a segunda a buscar uma metodologia para investir. Ou seja, optar pela análise técnica ou fundamentalista. Com a escola definida ele então começa a operar.

Simples assim? Na verdade não deveria, mas para muitos a realidade é essa. Como consequência do descaso com o estudo e preparação, o resultado dificilmente acaba sendo outro senão o insucesso.

Até a segundo etapa, o investidor aprende somente a base do que precisa saber para investir. Mas para se diferenciar é necessário partir para uma terceira etapa, que está ligada a desenvolver e aprimorar o seu lado estratégico.

A forma mais eficaz de se tornar um exímio estrategista é buscar ajuda profissional, através, por exemplo, de um programa importado do universo empresarial: o coaching.

Enquanto na relação líder/colaborador o coaching tem o objetivo de ajudar o profissional a superar limitações, atingir metas ou mesmo a se desenvolver emocionalmente, na relação especialista/investidor o programa tem o objetivo de transmitir conceitos estratégicos sobre como gerenciar uma carteira de investimentos de forma profissional e aproveitar tanto momentos de alta como de baixa para ganhar dinheiro – sem nunca esquecer de estar alinhado aos reais interesses do investidor.

É útil para quem está começando a investir e, desde o início quer aprender a seguir o caminho certo, ou para quem já investe, mas com frequência cai em armadilhas, muitas vezes criadas por si mesmo.

No patamar estratégico, que é atingido com o auxílio do coaching, o investidor saberá como:

• Ganhar dinheiro com o mercado em alta, em baixa ou lateralizado;

• Elaborar planos prévios para se proteger de movimentos inesperados do mercado;

• Estruturar planos de ação para quando sua estratégia não funcionar como previa;

• Prever as consequências de cada decisão que tomar;

• Dominar completamente o seu aspecto emocional.


Como Funciona o Coaching YouTrade

Em um programa de oito horas é passada a espinha dorsal do projeto, que consiste em transmitir o conteúdo base do programa de coaching. O programa dura geralmente 6 meses.

A partir do que acontece durante esse período o coach consegue determinar qual é o perfil do investidor para, então, durante seis meses, fazer um acompanhamento do desempenho do aluno na bolsa através de reuniões periódicas e consultas frequentes.

Esse trabalho é sempre muito específico e tem o objetivo de fornecer respostas ao investidor com base no que foi visto durante o processo inicial. Após seis meses ele estará apto a agir por conta própria e com segurança.


Diferença entre coaching e consultoria

Já fui questionado sobre a diferença entre o trabalho de um coach e o de um consultor de investimentos. “Não seria uma forma mais bonita de chamar o consultor?” Fácil explicar por que não.

O papel do consultor é ouvir seu cliente, estudar seus interesses e patrimônio para então entregar um produto (ou vários) que atenda às necessidades do investidor.

Já o coach faz um trabalho bidirecional. Ou seja, cria uma relação de troca entre ele e o investidor. Nessa relação, ele absorve o que o investidor revela, faz uma filtragem e retorna em forma de aprendizado.

É na conversa que ocorre durante todo o período em que a espinha dorsal é apresentada que surgem as dificuldades, dúvidas, receios e falhas do investidor. Justamente por isso o coaching sempre acaba sendo exclusivo e personalizado.

Quem ganha com isso é o investidor, que por participar de um programa baseado na educação financeira, não sai com o peixe dentro de uma sacola, mas com uma vara, um barco, anzóis, iscas, rede e um manual de instruções completo que o ensina a fisgar grandes peixes.

 

Flexibilização e personalização

O coaching trabalha em cima das características pessoais do investidor e fornece respostas que, em conjunto com o restante do programa, desenvolvem um estrategista. Em dado momento, fica 100% customizado, pois após o ferramental estratégico ser apresentado, o programa consiste em atender as expectativas do investidor e sempre trabalhar em cima delas.

Ele irá aprender diversas técnicas e estratégias e saberá porque, como, quando e onde deverá usar cada uma delas.

Terá um menu completo para escolher o que mais atender ao seu apetite. Com a vantagem extra de poder escolher qualquer “prato” a qualquer momento que desejar. Será seu próprio chef!

 

que muda para o investidor após o coaching?

De forma direta podemos dizer que após passar por um programa de coaching financeiro o investidor aprende a parar de cometer erros e dá um grande passo à frente em sua carreira. Passa a ter uma compreensão muito maior, não só de seu portfólio de investimentos, mas do mercado como um todo. Desenvolve um senso de percepção muito forte quanto aos riscos que cada operação oferece e aprende a fazer a manutenção de sua carteira de forma eficiente.

Com isso, é capaz de ganhar de forma mais cadenciada, reduzindo as perdas gradativamente e aumentando o percentual de acerto. Tudo porque deixa de ser um investidor para se tornar um estrategista.

Marcelo Coutinho