As “palavras chave” para a sua independência financeira em 2015.

Porque 2015 não será um ano perdido e sim, um ano de grandes oportunidades.

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores
arrow_forwardMais sobre

Janeiro é um dos meses mais temidos para nós brasileiros. Deveria ser o mês do IP (IPVA, IPTU, ImPosto, …). Para tornar o nosso inicio de ano mais emocionante, o governo seguiu a sua cartilha básica (e pobre) de aumentar impostos para cobrir o rombo orçamentário gerado por eles mesmos.

Pessoalmente, estou muito preocupado. Na verdade, devo estar preocupado como qualquer outro brasileiro que tem a difícil tarefa de trabalhar e equilibrar suas contas no fim do mês. Será que existe alguma saída? Será que realmente o ano de 2015 está realmente perdido?

Antes de continuar, vamos fazer um paralelismo com o IBOVESPA. Em 2008, o IBOV caiu 41,22%. Foi o “pior ano” da bolsa! Se tomarmos PETR4 como exemplo, o ativo caiu 46,10% no mesmo ano. Tomando como base de que é possível trabalhar “vendido” no mercado, podemos imaginar que alguém operou PETR4 vendido e, portanto, ganhou dinheiro em 2008 com a desvalorização do ativo.

Se existe algum momento que entendo ser importante para se conquistar boas oportunidades, são os momentos de turbulência. Nesses momentos, eu pessoalmente paro e gasto horas e horas analisando o mercado com a seguinte premissa: “Preciso ganhar mais, gastar menos e em menos tempo. O que posso fazer?”. A palavra número #1 desse artigo é OTIMIZAÇÃO.

Sempre penso onde estou gastando meu tempo e procuro OTIMIZAR “este tempo” em atividades que realmente vão me levar ao meu objetivo. Desta forma, passamos também a OTIMIZAR esforços dedicando o nosso “sangue” em atividades importantes, lendo o que devemos ler, falando com quem devemos falar, “entrando em situações” que devemos entrar, calculando o que devemos calcular, “planilhando o que devemos planilhar”, etc. Em dois anos, reduzimos em 60% o número de relatórios que emitíamos na empresa sem perder visibilidade da informação que necessitamos. OTIMIZAR é percorrer a mesma distância em menos tempo !

Quando falamos de OTIMIZAR recursos, aqui a luta é incansável ! Eu sempre faço uma “brincadeira” com o meu sistema de controle de gastos. Todos os meses, eu tenho que cancelar e/ou reduzir um gasto seja ele qual for. Ano passado, reduzi em mais de 30% do custo operacional da empresa sem afetar o nosso desempenho. Quando saímos da caixinha, descobrimos que é possível fazer a mesma coisa de forma mais barata e acredite… as vezes de graça! Semana que vem iremos trocar um sistema de comunicação pago por um gratuito disponível na internet 🙂

Nos próximos artigos, vou colocar mais algumas palavras para debatermos juntos qual será a mágica para 2015 e como faremos para “fazer sobrar dinheiro” para que possamos investir no nosso futuro!

Um bom ano… Sempre!

Marcelo Rahal Coutinho
mcoutinho@youtrade.pro.br

Marcelo Coutinho