3º ano seguido

Brasil não tem nenhum bilionário entre as 100 pessoas mais ricas do mundo em ranking da Forbes

Brasil tem 62 super-ricos (3 a mais do que no ano passado), mas o 1º brasileiro a aparecer no ranking está apenas na 117ª posição global

Por  Equipe InfoMoney -

Pelo terceiro ano consecutivo o Brasil não tem nenhum bilionário entre as 100 pessoas mais ricas do mundo, aponta o 36º ranking anual da Forbes. O último foi Jorge Paulo Lemann, em 2019.

O mundo tem atualmente 2.668 bilionários (87 pessoas a menos do que no ano passado) e a fortuna do grupo é estimada em US$ 12,7 trilhões (US$ 400 bilhões a menos do que em 2021).

Leia também:

Os Estados Unidos são o país com o maior número de bilionários (735) e com a maior fortuna coletiva (US$ 4,7 trilhões).

Eles têm também o homem mais rico do mundo — Elon Musk, fundador da Tesla e da SpaceX (R$ 219 bilhões) — e ocupam 8 das 10 primeiras posições do ranking (que tem também um francês e um indiano).

Os 10 bilionários mais ricos do mundo, segundo a Forbes:

  1. Elon Musk (US$ 219 bilhões), americano: fundador da Tesla e da SpaceX
  2. Jeff Bezos (US$ 171 bilhões), americano: fundador da Amazon
  3. Bernard Arnault e família (US$ 158 bilhões), francês: líder do império LVMH
  4. Bill Gates (US$ 129 bilhões), americano: fundador da Microsoft
  5. Warren Buffett (US$ 118 bilhões), americano: dono da Berkshire Hathaway
  6. Larry Page (US$ 111 bilhões), americano: cofundador do Google
  7. Sergey Brin (US$ 107 bilhões), americano: cofundador do Google
  8. Larry Ellison (US$ 106 bilhões), americano: cofundador e executivo da Oracle
  9. Steve Ballmer (US$ 91,4 bilhões), americano: ex-CEO da Microsoft entre 2000 e 2014
  10. Mukesh Ambani (US$ 90,4 bilhões), indiano: dono da Reliance Industries

Brasil bem distante

Já o Brasil tem 62 super-ricos (3 a mais do que no ano passado). Mas o primeiro brasileiro a aparecer no ranking está apenas na 117ª posição: Jorge Paulo Lemann e família (R$ 15,4 bilhões de fortuna estimada).

Lemann é sócio do 3G Capital e acionista controlador da Anheuser-Busch InBev (AB InBev), a maior cervejaria do mundo, além de ter participações em outras empresas como Kraft Heinz, Burger King e Americanas.

Na sequência aparece Eduardo Saverin (na 185ª posição, com uma fortuna de US$ 10,6 bilhões). O brasileiro cofundou o Facebook com Mark Zuckerberg, seu colega de Harvard, em 2004.

Apesar de ser brasileiro, Saverin foi criado nos EUA e hoje mora em Singapura. Ele chegou a ficar à frente de Lemann no ranking da Forbes de 2021, mas foi ultrapassado de novo neste ano.

A última vez

Jorge Paulo Lemann é, inclusive, o último brasileiro a figurar no top 100 dos homens mais ricos do mundo: ele foi o 29º do ranking em 2018 e 35º em 2019, mas despencou para 129º em 2021 e ficou em 114º no ano passado.

O brasileiro que chegou mais alto no topo do levantamento da Forbes foi o empresário Eike Batista, do grupo EBX. Eike chegou a ser o 7º homem mais rico do mundo em 2012 (quando tinha um patrimônio avaliado em US$ 30 bilhões), mas deixou o ranking em 2014 — e nunca mais voltou.

Veja abaixo os 10 brasileiros mais ricos do mundo:

NomePosição no BrasilPosição globalFortuna em dólarFortuna em reaisPrincipal investimento
Jorge Paulo Lemann e família117ºUS$ 15,4 bilhõesR$ 77,8 bilhões3G Capital
Eduardo Saverin185ºUS$ 10,6 bilhõesR$ 53,6 bilhõesFacebook
Marcel Herrmann Telles192ºUS$ 10,3 bilhõesR$ 52 bilhões3G Capital
Jorge Moll Filho e família206ºUS$ 9,8 bilhõesR$ 49,5 bilhõesRede D’Or
Carlos Alberto Sicupira e família251ºUS$ 8,5 bilhõesR$ 42,9 bilhões3G Capital
Irmãos Safra304ºUS$ 7,7 bilhõesR$ 38,9 bilhõesBanco Safra
Lucia Maggi e família350ºUS$ 6,9 bilhõesR$ 34,8 bilhõesGrupo Amaggi
Andre Esteves438ºUS$ 5,8 bilhõesR$ 29,3 bilhõesBTG Pactual
Alexandre Behring536ºUS$ 5,1 bilhõesR$ 25,7 bilhões3G Capital
Luciano Hang10º586ºUS$ 4,8 bilhõesR$ 24,2 bilhõesHavan

 

9 formas de transformar o seu Imposto de Renda em dinheiro: um eBook gratuito te mostra como – acesse aqui!

Compartilhe