Lista seleta

Rihanna, Peter Jackson e jovens brasileiros entram no ranking de bilionários da Forbes

236 novos bilionários deste ano vieram de 34 países; número fica abaixo do recorde de 2021 (quando 493 pessoas se juntaram à lista)

Por  Equipe InfoMoney

A cantora Rihanna, o diretor de cinema Peter Jackson, os jovens brasileiros Henrique Dubugras e Pedro Franceschini e mais 232 pessoas entraram para o ranking de bilionários da revista Forbes deste ano.

Os 236 novos bilionários deste ano vieram de 34 países, mas o número ficou bastante abaixo do recorde de 2021 (quando 493 pessoas se juntaram à lista), segundo a revista.

A China foi o país que mais “produziu” novos bilionários (62, incluindo 2 de Hong Kong), seguida pelos Estados Unidos (50) e pela Índia (29).

Apesar da liderança chinesa em quantidade, a “qualidade” ficou com Taiwan, ilha que o governo chinês trata como rebelde e como parte do país: o novo bilionário mais rico é de lá.

Zhang Congyuan tem 74 anos e uma fortuna estimada em US$ 11,7 bilhões. Ele é fundador da Huali Industrial, que fabrica calçados para marcas como Nike, Puma e Vans, e também a pessoa mais rica de Taiwan.

3 novos brasileiros

O Brasil tem “apenas” três novos integrantes na lista: os jovens Henrique Dubugras e Pedro Franceschini, de 26 e 25 anos, respectivamente, e Sasson Dayan, de 82.

Dubugras e Franceschini são co-fundadores e co-presidentes da fintech Brex e têm uma fortuna de US$ 1,5 bilhão cada um.

Sasson Dayan é libanês e fundou o banco Daycoval em 1968 junto com seu irmão já falecido, Alberto Dayan. A sua fortuna e de sua família é estimada em US$ 1,3 bilhão.

Rihanna e Peter Jackson

Rihanna, de 34 anos, entrou para o ranking da Forbes com uma fortuna estimada em US$ 1,7 bilhão e se tornou a primeira bilionária de Barbados, um pequeno país insular no Caribe.

A revista diz que as participações na linha de cosméticos Fenty Beauty e no negócio de lingerie Savage X Fenty ajudaram a cantora a entrar para a lista.

Já o diretor de “O Senhor dos Anéis”, Peter Jackson, tornou-se bilionário em novembro, quando vendeu uma participação do seu negócio de efeitos especiais Weta por cerca de US$ 975 milhões. Sua fortuna também é estimada em US$ 1,5 bilhão.

33 novas mulheres

A Forbes diz que apenas 33 dos 236 recém-chegados à lista de bilionários deste ano são mulheres (menos de 14% dos novatos) e que apenas 11 delas fizeram sua própria fortuna.

A revista cita como os exemplos de mulheres que herdaram suas fortunas a tcheca Renata Kellnerova (a nova bilionária mais rica de 2022) e as americanas Edythe Broad e Melinda French Gates.

Renata Kellnerova herdou, ao lado de seus quatro filhos, uma fortuna estimada em US$ 16,6 bilhões. Seu marido, Petr Kellner, investidor e a pessoa mais rica da República Tcheca, morreu em um acidente de helicóptero em março de 2021.

Já Edythe Broad (US$ 6,9 bilhões) e Melinda Gates (US$ 6,2 bilhões) são as americanas mais ricas a entrar no ranking. Edythe é viúva do falecido Eli Broad, magnata e filantropo que atuava na construção de casas e no mercado de seguros; Melinda se separou de Bill Gates, da Microsoft.

Entre as mulheres “autodidatas”, a mais rica a entrar para a lista foi Melanie Perkins, de 34 anos, cofundadora e CEO do aplicativo de design gráfico Canva, que foi avaliado por investidores em US$ 40 bilhões em setembro.

9 formas de transformar o seu Imposto de Renda em dinheiro: um eBook gratuito te mostra como – acesse aqui!

Compartilhe