Radar Infomoney

Suzano (SUZB3) conclui recompra de ações, Irani (RANI3) aprova dividendos e mais notícias

Confira os destaques corporativos desta quinta-feira (4)

Por  Felipe Moreira -

O noticiário corporativo desta quinta-feira (4) tem como destaque a conclusão do programa de recompra de ações da Suzano (SUZB3).

A Irani (RANI3), por sua vez, aprovou a distribuição de dividendos intercalares no montante de R$ 23 milhões.

A Embraer (EMBR3) viu seu lucro líquido ajustado recuar 6% no segundo trimestre de 2022.

Bradesco (BBDC4), Fleury (FLRY3), Lojas Renner (LREN3), Simpar (SIMH3), Grendene (GRND3) e mais empresas divulgam resultados hoje.

Confira mais destaques:

Braskem (BRKM5)

A Braskem informou que o Comitê-Executivo de Gestão (Gecex) da Câmara de Comércio Exterior (Camex) aprovou a redução de imposto de importação, via inclusão na Lista de Exceções à Tarifa Externa Comum do Mercosul (Letec), declarando problemas de abastecimento no mercado brasileiro, para os seguintes produtos da companhia:

(i) Copolímeros de etileno e alfa-olefina, de densidade inferior a 0,94, de 11,2% para 3,3%;
(ii) Resina PVC-S, obtido por processo de suspensão de 11,2% para 4,4%; e
(iii) Resina PP (copolímero de propileno) de 11,2% para 4,4%.

A redução tem vigência de um ano a partir de 05 de agosto de 2022 e, durante este período, impactará negativamente os resultados da companhia no Brasil. Vale destacar que a Braskem sempre priorizou o abastecimento do mercado brasileiro e que atualmente não há indicativos de falta de produto neste mercado.

Suzano (SUZB3)

A Suzano (SUZB3) concluiu programa de recompra de ações, aprovado em 4 de maio, adquirindo 20 milhões de ações por R$ 967 milhões.

Irani (RANI3)

O Conselho de Administração da Irani (RANI3) aprovou a destinação de R$ 23,6 milhões em dividendos intercalares, equivalentes a R$ 0,0956 por ação, com data de pagamento prevista para ocorrer até 31 de agosto.

A data base para o cálculo dos proventos é 8 de agosto.

Embraer (EMBR3)

A Embraer (EMBR3) reportou um lucro líquido ajustado de R$ 199,8 milhões no segundo trimestre de 2022 (2T22), uma redução de 6,1% em relação ao mesmo período de 2021.

Já o lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado somou R$ 622,8 no 2T22, um recuo de 25,6% frente ao 2T21.

Eneva (ENEV3)

A Eneva (ENEV3) vai realizar uma assembleia geral com debenturistas no próximo dia 12 para pedir perdão (waiver) por descumprimento de compromissos da sua 5ª emissão e debater a autorização para deixar de operar ativos relacionados à geração de energia via termoelétricas. Caso consiga as aprovações, a empresa vai pagar uma remuneração extraordinária aos credores.

Oi (OIBR3;OIBR4)

O juiz Fernando Viana, da 7ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro, determinou que a Oi (OIBR3;OIBR4) venda mais um ativo antes de dar sua sentença: a sociedade de propósito específico (SPE) Torres 2. A decisão responde favoravelmente a um pedido da própria Oi, que calcula entrada de R$ 955 milhões com a venda das torres. A empresa também deixará de concentrar recursos e esforços na manutenção e operação dessas estruturas.

O juiz determinou a abertura do processo de venda da SPE Torres 2 no formato de leilão híbrido. O edital do leilão deverá ser publicado “com máxima urgência”, diz a decisão. A entrega das propostas pelo ativo deverão ser entregues até o dia 22 de agosto e a abertura dos envelopes será feita no mesmo dia em audiência.

PetroRio (PRIO3)

A PetroRio (PRIO3) reportou um lucro líquido de US$ 139,9 milhões no segundo trimestre de 2022 (2T22), montante 112% maior que o reportado em igual período de 2021, informou a petroleira nesta noite de quarta-feira (3).

Ultrapar (UGPA3)

A Ultrapar (UGPA3) divulgou resultado do segundo trimestre de 2022 com um lucro líquido de R$ 459,9 milhões, revertendo prejuízo líquido de R$ 18,2 milhões do mesmo período do ano passado.

O lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado foi de R$ 1,494 bilhão no 2T22, um crescimento de 197% em relação ao 2T21.

Totvs (TOTS3)

A empresa de software Totvs (TOTS3) lucrou R$ 129,1 milhões de forma líquida no segundo trimestre, alta de 64,2% na base anual e superando a projeção média de analistas consultados pela Refinitiv, que viam um lucro de R$ 128,24 milhões.

A alta do lucro acompanha, em parte, o avanço da receita líquida, que somou 914,5 R$ milhões entre abril e junho, crescimento de 30,2% na comparação com igual etapa de 2021.

Lojas Quero-Quero (LJQQ3)

A Lojas Quero-Quero (LJQQ3), especializada na venda de materiais de construção, divulgou resultado do segundo trimestre de 2022 com um prejuízo de R$ 4,4 milhões, revertendo lucro de R$ 16 milhões do mesmo período de 2021.

A projeção média de analistas consultados pela Refinitiv era de um prejuízo de R$ 7 milhões, uma receita de R$ 556 milhões e um lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) de R$ 23 milhões.

Tegma (TGMA3)

A Tegma (TGMA3), empresa de gestão logística, divulgou resultado do segundo trimestre de 2022 com um lucro líquido de R$ 30,6 milhões, cifra 26,6% superior ao reportado no segundo trimestre de 2021.

Já o lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado foi de R$ 49,1 milhões no 2T22, um crescimento de 39,1% na comparação com 2T21.

A companhia aprovou pagamento de proventos no valor de R$ 24,589 milhões, sendo R$ 18,442 milhões como dividendos intercalares, representados por R$ 0,2796879547 por ação; e de R$ 6.147.333,53 de Juros sobre Capital Próprio, correspondentes a R$ 0,0932293182 por ação.

Terão direito ao recebimento dos proventos todos os titulares de ações ordinárias da Tegma (TGMA3) no dia 8 de agosto de 2022, sendo que as ações da companhia passarão a ser negociadas “ex- dividendos e ex-juros sobre capital próprio” a partir de 9 de agosto de 2022, inclusive.

Wilson Sons (PORT3)

A Dynamo passou a deter 21.920.721 ações ordinárias da Wilson Sons, equivalentes a aproximadamente 4,98% do capital social da empresa.

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

Manual dos Dividendos: inscreva-se e aprenda com o estrategista-chefe da XP uma estratégia simples e poderosa para viver de renda
Compartilhe