Radar InfoMoney

Petrobras (PETR4) marca data para pagar dividendo e atualiza valores; Totvs (TOTS3) recomprará ações e mais notícias

Confira os destaques do noticiário corporativo na sessão desta quarta-feira (11)

Por  Equipe InfoMoney -

O noticiário corporativo desta quarta-feira (11) tem como destaque a Petrobras (PETR3;PETR4) que comunicou pagamento de dividendos complementares na próxima segunda-feira. Além disso, finalizou a venda, em conjunto com a Sonangol, da totalidade das participações de ambas as empresas no bloco exploratório terrestre POT-T-794, pertencente à concessão BT-POT-55A, localizada na Bacia Potiguar.

A Oi (OIBR3) adia divulgação do balanço do primeiro trimestre, do dia 12 de maio de 2022 para o dia 21 de junho de 2022.

Hypera (HYPE3) e Petrorio (PRIO3) anunciaram aquisições, enquanto a B3 (B3SA3) firmou parceria estratégica com Microsoft e Oracle.

A safra de balanços tem como destaque os resultados do Banco do Brasil (BBAS3), Braskem (BRKM5), Copel (CPLE6) e JBS (JBSS3), após o fechamento dos mercados.

Confira os destaques:

Petrobras (PETR3;PETR4

A estatal pagará dividendos complementares na próxima segunda-feira. Os proventos são referentes ao exercício de 2021, com base na posição acionária de 13 de abril de 2022, conforme comunicado divulgado na mesma data. O valor por ação dos dividendos será corrigido pela taxa Selic de 31 de dezembro de 2021 até o dia 16 de maio de 2022, chegando ao valor total de R$ 2,97 por ação.

Para os detentores de American Depositary Receipts (ADRs) negociados na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE) o pagamento ocorrerá a partir do dia 23 de maio de 2022 através do JP Morgan Chase, banco depositário dos ADRs da Petrobras.

A petroleira também informou que finalizou a venda, em conjunto com a Sonangol, a totalidade das participações de ambas as empresas no bloco exploratório terrestre POT-T-794, pertencente à concessão BT-POT-55A, localizada na Bacia Potiguar, no estado do Rio Grande do Norte, para a empresa Aguila Energia e Participações.

O valor total da venda foi de US$ 750 mil, tendo sido pagos US$ 150 mil na assinatura do contrato, em 27/12/2021 e mais US$ 600 mil nesta terça-feira (10), já considerando os ajustes devidos.

Totvs (TOTS3)

O conselho de administração da Totvs (TOTS3) aprovou na terça-feira, por unanimidade, o programa de recompra de até 4 milhões de ações ordinárias, válido por até seis meses, com encerramento previsto em até 10 de novembro de 2022. A companhia possui atualmente 521.501.315 ações em circulação e 7.455.533 já mantidas em tesouraria.

Telefônica (VIVT3)

Telefônica (VIVT3) lucrou R$ 750 milhões no 1º trimestre, queda de 20,4% na base anual.

O lucro antes juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado cresceu 1,3% no 1T22, totalizando R$ 4,5 bilhões.

Qualicorp (QUAL3)

Qualicorp (QUAL3) viu lucro líquido recuar 35,3% no 1º trimestre de 2022, para R$ 74 milhões.

O Ebitda ajustado foi a R$ 252,8 milhões no trimestre analisado, o que representa uma queda de 9,2% em relação aos R$ 278,3 milhões do mesmo período de um ano atrás. A margem Ebitda recuou 2,9 pontos percentuais, para 50,3%.

CVC (CVCB3)

A CVC (CVCB3) registrou prejuízo de R$ 166,8 milhões no 1º trimestre, alta de 104,7% na base anual.

O lucro antes juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) foi positivo em R$ 33,3 milhões no 1T22, ante resultado negativo de R$ 56,4 milhões.

Grupo SBF (SBFG3

O Grupo SBF (SBFG3) registrou lucro líquido de R$ 17,636 milhões nos três primeiros meses de 2022, revertendo o prejuízo de R$ 36,18 milhões registrado um ano antes.

O Ebitda ajustado do Grupo cresceu 400%, totalizando R$185 milhões nos três primeiros meses do ano.

Taurus (TASA4

A Taurus (TASA4) registrou lucro líquido de R$ 195 milhões no primeiro trimestre de 2022 (1T22), montante 186,3% superior ao mesmo trimestre de 2021.

O lucro antes juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado cresceu 37,8% no 1T22, totalizando R$ 242,6 milhões.

Valid (VLID3

A Valid (VLID3) reportou prejuízo líquido de R$ 16,5 milhões no primeiro trimestre de 2022 (1T22), cifra 489,3% superior ao reportado no primeiro trimestre de 2021.

No trimestre, a receita líquida foi de R$ 580 milhões, representando um crescimento de 18,4% frente ao alcançado no 1T21. O aumento se deu pela evolução em todas as verticais da companhia.

Mobly (MBLY3

A Mobly (MBLY3) registrou prejuízo líquido de R$ 25,9 milhões no primeiro trimestre de 2022 (1T22), uma elevação de 1,7% em relação ao mesmo trimestre de 2021.

 Alupar (ALUP11

O lucro líquido societário da Alupar (ALUP11) teve um acréscimo de 33,3% no primeiro trimestre de 2022 comparado com igual período do ano passado, chegando a R$ 431 milhões. O desempenho foi resultado de um aumento de 2,1% no lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (Ebitda, na sigla em inglês), de 2,1% para R$ 1,13 bilhão, na comparação entre os períodos. A receita líquida, por sua vez, sofreu uma queda de 20% para R$ 1,280 bilhão.

O lucro líquido regulatório da empresa, por sua vez, mais que dobrou (alta de 144,2%) em relação ao primeiro trimestre de 2021, para R$ 166,9 milhões.

Azul (AZUL4)

Azul (AZUL4) registrou crescimento de 84,0% na demanda consolidada de passageiros (RPK) em abril na comparação com abril de 2021. A demanda subiu 30,9% nos quatro primeiros meses do ano.

Já a oferta de assentos (ASK) aumentou 78,8% na mesma comparação. A taxa de ocupação subiu 2,3 pp, para 79,8%.

3R Petroleum (RRRP3)

A 3R Petroleum (RRRP3) comunicou que, em 10 de maio de 2022, a Agência Nacional de Petróleo Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) aprovou a transferência dos contratos de concessão de 14 campos terrestres (onshore) de produção que formam o Polo Recôncavo (Polo Recôncavo), da Petrobras à 3R Candeias,subsidiária integral da companhia.

A 3R Candeias concluiu a aquisição do Polo Recôncavo e, por conseguinte, assume a operação dos campos a partir de 11 de maio de 2022. O valor total da transação foi de US$ 256 milhões, sendo US$ 10 milhões pagos à Petrobras na data de assinatura do referido contrato, em 17 de dezembro de 2020; e US$ 246 milhões pagos na terça-feira (10).

A 3R Petroleum também informou que sua produção média diária foi de 10.097 barris de óleo equivalente (boe) em abril de 2022.

Desse total, a parcela referente à 3R atingiu uma produção média diária de 9.330 boe.

Oi (OIBR3

A Oi (OIBR3) comunicou a alteração da data da divulgação do primeiro trimestre de 2022, do dia 12 de maio de 2022 para o dia 21 de junho de 2022.

Petrorio (PRIO3

A Petrorio (PRIO3) firmou um acordo com a Aquadrill  LLC que possibilita a aquisição da sonda semissubmersível Capricorn.

O valor de aquisição global da sonda é de US$ 40 milhões, sendo que US$ 1 milhão já foi pago a título de exclusividade. Caso a PRIO decida comprar a Sonda, deverá realizar o pagamento de US$ 4 milhões até dia 22 de junho de 2022 (em caso de não pagamento, o contrato perde validade sem penalidade) e o saldo do valor da aquisição deverá ser pago no dia 05 de agosto de 2022 ou na data da entrega da sonda, o que acontecer primeiro.

A Sonda, semissubmersível híbrida (posicionamento dinâmico e ancoragem), adequada tanto para serviços subsea como para perfurações em lâmina d’água de 80m a 3.000m, será utilizada primariamente nas campanhas revitalização  dos atuais campos  da  PRIO,  apesar  de também poder ser arrendada a terceiros no futuro.

Hypera (HYPE3

A Hypera informou a compra de empresa responsável pela produção e know how de matéria-prima relacionada ao Buscopan.

A Neolatina Comércio e Indústria Farmacêutica, controlada da Hypera, assinou um contrato com a Boehringer Ingelheim do Brasil Química e Farmacêutica para adquirir sociedade responsável pela produção e know how de matéria-prima relacionada a escopolamina, princípio ativo do medicamento Buscopan, pelo valor de aproximadamente R$ 190 milhões. A conclusão da operação, sujeita ao cumprimento de condições precedentes.

B3 (B3SA3

A B3 (B3SA3) informou que, nesta terça-feira (10), firmou contrato de parceria estratégica com a Microsoft (Azure) e com a Oracle (OCI) para apoiar em seu processo de migração de plataformas e serviços para a nuvem e para o desenvolvimento de novos produtos e tecnologias.

A Microsoft e Oracle, além de já serem parceiras da B3 em diversas soluções, vêm investindo e avançando significativamente em soluções inovadoras para nuvem, com um compromisso global para desenvolvimento de produtos e serviços para os mercados financeiro e de capitais. As empresas já possuem uma parceria de interoperabilidade de nuvem, o que possibilitará à B3 implementar uma estratégia multicloud, trazendo segurança e robustez ao processo.

CCR (CCRO3)

A CCR informou que o tráfego total de veículos aumentou 11,7% em abril na comparação com igual mês de 2021.

Wilson Sons (PORT3)

A companhia fará desdobramento de ações de 1 para 6. O papel fica ex-desdobramento em 16 de maio.

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

Compartilhe