Temporada de balanços

Telefônica (VIVT3) lucra R$ 750 milhões no 1º trimestre, queda de 20,4% na base anual

Queda do lucro refletiu maiores despesas financeiras e aumento da depreciação e amortização no período

Por  Equipe InfoMoney -

A Telefônica (VIVT3) registrou lucro líquido de R$ 750 milhões no primeiro trimestre de 2022 (1T22), uma diminuição de 20,4% em relação ao mesmo trimestre de 2021.

Segundo a operadora, a queda do lucro foi em função das maiores despesas financeiras e aumento da depreciação e amortização no período.

O lucro antes juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado cresceu 1,3% no 1T22, totalizando R$ 4,5 bilhões.

A empresa explica que o Ebitda foi beneficiado pelo maior crescimento de receita, mas teve o impacto da mudança de mix nos Custos (+7,0% a/a), relacionado com forte crescimento de receitas de aparelhos e serviços digitais.

Já a margem Ebitda ajustada atingiu 39,7% nos três primeiros meses do ano, baixa de 1,3 p.p. frente a margem registrada em 1T21.

A receita líquida somou R$ 11,352 bilhões entre janeiro e março deste ano, alta de 4,6% na comparação com igual etapa de 2021.

Já a receita líquida móvel totalizou R$ 7,581 bilhões no primeiro trimestre de 2022, avanço de 6,1% frente ao resultado do primeiro trimestre de 2021, foi impulsionada
pelo aumento de 5,9% a/a da Receita de Pós-pago 1 , que representa 81% da
receita de serviço móvel.

O resultado financeiro líquido foi negativo em R$ 524 milhões no primeiro trimestre de 2022, uma elevação de 66,6% sobre as perdas financeiras da mesma etapa de 2021.

Os investimentos totalizaram R$ 1,880 bilhão no primeiro trimestre deste ano, um recuo de 3,3% na comparação com igual etapa de 2021.

A dívida líquida da companhia ficou em R$ 9,127 bilhões no final de março de 2022, um crescimento de 53,7% em relação ao mesmo período de 2021.

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

Compartilhe