Méliuz (CASH3) chega a acordo final para venda do Bankly, Porto (PSSA3) aprova JCP, novo CEO da Via (VIIA3) e mais notícias

Confira os principais destaques do noticiário corporativo desta segunda-feira (3)

Felipe Moreira

(Foto: Reprodução)

Publicidade

O radar corporativo desta segunda-feira (3) traz a Via (VIIA3)m que aprovou a eleição de Renato Horta Franklin como novo diretor presidente a partir de 1º de maio de 2023.

A Porto (PSSA3) aprovou a distribuição de juros sobre capital próprio (JCP) no valor bruto de R$ 397,6 milhões, correspondendo a R$ 0,62330389068 por ação.

A Energisa (ENGI11) venceu o leilão de privatização da ES Gás com lance de R$ 1,4 bilhão.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

O Méliuz (CASH3) chegou a um acordo quanto à estrutura final a respeito da venda da totalidade das ações que detém na Bankly ao Banco Votorantim.

Já a Hapvida (HAPV3) aprovou a realização de oferta pública de distribuição primária de ações ordinárias de emissão da companhia, no valor de R$ 1,035 bilhão.

A Lojas Marisa (AMAR3) registrou um prejuízo líquido de R$ 188,6 milhões no quarto trimestre de 2022 (4T22), 7,7 vezes maior que a perda de R$ 24,5 milhões reportada no 4T21.

Continua depois da publicidade

Confira mais destaques:

Hapvida (HAPV3)

O Conselho de Administração da Hapvida (HAPV3) aprovou a realização de oferta pública de distribuição primária de ações ordinárias de emissão da companhia, destinada exclusivamente aos Acionistas e a Investidores Profissionais.

A oferta consistirá na distribuição pública primária de, inicialmente, 329.339.600 de novas ações a serem emitidas pela companhia.

A quantidade de Ações inicialmente ofertada poderá, a critério da companhia, em comum acordo com os Coordenadores da Oferta, ser acrescida em até 20% do total de Ações inicialmente ofertadas, ou seja, em até 65.867.920 de ações.

A cotação de fechamento das ações de emissão da Companhia na B3 em 31 de março de 2023 foi de R$ 2,62, valor este meramente indicativo do Preço por Ação, podendo variar para mais ou para menos conforme conclusão do Procedimento de Bookbuilding. Dessa forma, o montante total da Oferta, com base neste Preço por Ação indicativo, seria de R$ 862.869.752,00, sem considerar a colocação das Ações Adicionais, e R$ 1.035.443.702,40, considerando a colocação da totalidade das Ações Adicionais.

Via (VIIA3)

O conselho de administração da Via (VIIA3) aprovou a eleição de Renato Horta Franklin como novo diretor presidente a partir de 1º de maio de 2023.

Ele vai substituir Roberto Fulcherberguer, que encerra seu ciclo na companhia após mais de 3 anos.

Porto (PSSA3)

A Porto (PSSA3) aprovou a distribuição de juros sobre capital próprio (JCP) no valor bruto de R$ 397,6 milhões, correspondendo a R$ 0,62330389068 por ação, já creditado contabilmente aos acionistas, com base na posição acionária de 30 de agosto de 2022, em valores líquidos, correspondendo a R$ 0,5377661174 por ação, a título de juros sobre o capital próprio referentes aos meses de janeiro a junho de 2022. Os juros sobre o capital próprio referidos neste item serão pagos aos seus titulares em 11 de abril de 2023.

A seguradora também aprovou o pagamento de R$ 56 milhões, correspondendo a R$ 0,08777106007, com base na posição acionária de 31 de outubro de 2022, a título de juros sobre o capital próprio, referentes aos meses de julho a dezembro de 2022. Os juros sobre o capital próprio referidos neste item serão pagos aos seus titulares até 31 de dezembro de 2023.

Energisa (ENGI11)

A Energisa (ENGI11) venceu o leilão de privatização da ES Gás com lance de R$ 1,4 bilhão, ágio de 7,28%.

A adquirida é uma companhia estadual que havia sido colocada para privatização pelo governo do Espírito Santo pelo valor mínimo de R$ 1,3 bilhão.

Vale lembrar que o governo capixaba é dona a Vibra (VBBR3) como detentora dos outros 49%. Os dois acionistas concordaram em vender 100% da participação.

A Es Gás é detentora da concessão para exploração dos serviços de gás canalizado e demais atividades correlatas e afins para a utilização por todo o segmento no mercado consumidor, seja como matéria prima, seja como geração de energia ou outras
finalidades e usos possibilitados pelos avanços tecnológicos no Estado do Espírito Santo, com prazo da concessão até 2045.

Taesa (TAEE11)

A Taesa (TAEE11) assinou na última quinta-feira (30) os contratos de concessão dos lotes 3 e 5 referentes ao Leilão de
Transmissão ANEEL nº 02/2022. Como parte do valor do investimento do lote 5, a companhia realizou o pagamento da indenização de R$ 870,6 milhões à concessionária anterior, passando a realizar toda a operação e manutenção do lote 5. Como subsidiária integral da Taesa, este empreendimento garante a partir de sexta-feira (31) o recebimento de 72,2% da sua RAP total, equivalente a R$ 121,1 milhões. Uma vez concluídas as obras de revitalização, cujo prazo regulatório para conclusão é de 60 meses, serão acrescentados os 27,8% remanescentes da sua RAP total para a Companhia.

Méliuz (CASH3)

O Méliuz (CASH3) chegou, na última sexta-feira (31), a um acordo quanto à estrutura final, condições econômicas e termos contratuais definitivos a respeito da venda da totalidade das ações que detém na Bankly ao Banco Votorantim.

A venda do Bankly e de até 100% das ações da Acessopar, subsidiária integral da Companhia que detém 52,19% do capital social do Bankly, mediante o cumprimento de determinadas condições, será realizada com base em um enterprise value de R$ 210 milhões, sendo que o valor será pago em parcela única, em dinheiro, no closing da operação, sujeito a determinados ajustes e correção pela variação positiva acumulada do CDI entre 31 de março de 2023, e a data do efetivo pagamento do preço pelo banco BV à companhia.

Caixa Seguridade (CXSE3)

A Caixa Seguridade Participações (CXSE3) celebrou contrato de prestação de serviços de formador de mercado com Credit Suisse (Brasil) Corretora de Títulos e Valores Mobiliários para exercer a função de formador de mercado das ações negociadas na B3.

O contrato tem como objetivo fomentar a liquidez das ações de emissão da companhia e vigorará pelo período de 24 meses.

Petrobras (PETR3;PETR4)

A Petrobras (PETR3;PETR4) obteve autorização da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) para retomar parte da produção no Polo Bahia Terra, disse a petroleira na sexta-feira.

A empresa afirmou que a agência deu aval para produção no campo de Araçás, segundo comunicado. A companhia já iniciou procedimentos para retorno da operação no local que possibilitará o restabelecimento de 27% da produção do polo.

O Polo Bahia Terra teve a operação paralisada por determinação da ANP no final do ano passado devido a questões de segurança.

Lojas Marisa (AMAR3)

A Lojas Marisa (AMAR3) registrou um prejuízo líquido de R$ 188,6 milhões no quarto trimestre de 2022 (4T22), 7,7 vezes maior (ou +670%) que a perda de R$ 24,5 milhões reportada no 4T21. No ano, o prejuízo foi multiplicado por mais de 4 vezes, passando de R$ 93 milhões em 2021 para R$ 391 milhões em 2022.

O prejuízo pro-forma, retirando eventos não-recorrentes, foi de R$ 49,1 milhões no 4T22, mais do que o triplo dos R$ 15,2 milhões registrados um ano antes. Em 2022, o prejuízo foi de R$ 251,5 milhões, também mais que 3 vezes as perdas de R$ 77,4 milhões registrados um ano antes.

Westwing (WEST3)

A empresa de loja de decoração Westwing (WEST3) registrou um prejuízo líquido de R$ 24,573 milhões no quarto trimestre de 2022 (4T22), uma melhora de 30,3% em relação a igual período do ano anterior, informou a companhia, destacando ainda que o balanço do 4T21 foi reapresentado.

O lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado, por sua vez, foi negativo em R$ 25,1 milhões, uma melhora de 31,8% frente o 4T21.

Santos Brasil (STBP3)

A Santos Brasil (STBP3) celebrou novo acordo com a Maersk e anunciou o guidance referente ao ano de 2023.

A empresa concluiu as negociações e celebrou novo acordo comercial para a prestação de serviços portuários, no Tecon Santos, com a A.P. Møller – Maersk A/S (Maersk), válido para todas as subsidiárias e afiliadas, que operam sob marcas diversas (e.g. Hamburg Süd, Maersk Line, Aliança, Safmarine, Sealand, etc.).

Os termos e condições comerciais e operacionais pactuadas substituem o instrumento contratual que se encerra no dia 31 de março de 2023 e, dentre outros ajustes, estabelecem novos níveis e preços de serviços, além de novo prazo de vigência, com
duração entre 01 de abril de 2023 e 31 de março de 2025.

A Santos Brasil projetou um Ebitda de R$ 1,0 bilhão a R$ 1,2 bilhão no ano de 2023, alta de 23% a 48% na base anual.

Com relação à investimentos, a companhia pretende investir entre R$ 500 milhões a R$ 650 milhões em 2023.

Unifique (FIQE3)

A Unifique (FIQE3) comunicou a compra de uma provedora de internet do Vale do Itajaí, em Santa Catarina.

De acordo com o documento, trata-se da Brick Serviços Digitais (Brick Telecom), companhia que atua no mercado de provedor de internet desde 2012 e atualmente atende clientes pessoas físicas e clientes corporativos na cidade de Gaspar-SC.

O Preço Base de Aquisição “Equity Value” é de R$ 9,95 milhões e que terá como forma de pagamento um valor à vista de 51,6% do Equity Value, 40,9% a serem pagos em 36 parcelas mensais e consecutivas e 7,5% em parcela única no 60º mês, a contar desta data.