Bolsa

Ibovespa segue na contramão do exterior e amplia perdas; dólar volta a subir

Bolsas no exterior repercutem resultados positivos dos bancos no terceiro trimestre

Painel de ações (Crédito: Shutterstock)

SÃO PAULO – O Ibovespa chegou a seguir a tendência do pré-mercado no início da sessão desta quinta-feira (14) e abriu os negócios em alta, mas logo zerou os ganhos e ampliou perdas no começo da tarde. Agora o principal índice do mercado brasileiro de ações tem dificuldades para se manter no patamar dos 113 mil pontos.

Lá fora, por sua vez, as Bolsas têm ganhos robustos, impulsionadas por bons indicadores econômicos e resultados trimestrais melhores que o esperado.

Nos Estados Unidos, os pedidos de auxílio-desemprego nos EUA atingiram 293 mil na semana encerrada em 9 de outubro, enquanto a previsão dos analistas era de 319 mil pedidos.

“O número ficou abaixo de 300 mil, o que não acontecia desde março de 2020, quando a pandemia começou. É mais um sinal de que o mercado de trabalho está se recuperando”, afirma Jennie Li, estrategista de ações da XP.

O Índice de Preços ao Produtor (PPI) também veio levemente abaixo do esperado, com alta de 0,5% em setembro frente a agosto e 8,6% no acumulado de 12 meses. Os economistas previam alta mensal de 0,6% e de 8,7% em 12 meses. Após a divulgação do dado, o rendimento dos títulos do Tesouro americano recuaram.

Os números ajudam a mostrar se o aumento dos preços está sendo acompanhando por um aquecimento da atividade econômica e podem indicar também os próximos passos do Federal Reserve, o Banco Central americano.

Atualmente, o Fed tem desembolsado cerca de US$ 120 bilhões por mês em compras de títulos públicos e hipotecários com o objetivo de estimular a economia americana. Além disso, mantém a taxa de juros do país numa faixa próxima de zero (entre 0% e 0,25%). Ontem, porém, a ata da última reunião do Fomc (o Copom do Banco Central dos EUA), indicou que a retirada desses estímulos pode ter início já a partir do mês que vem.

Aqui no Brasil, o IBGE informou que o volume de serviços no mês de agosto avançou 0,5% em agosto frente a julho. Na comparação anual, a alta foi de 16,7%, acima das expectativas.

É um dado positivo, já que o setor responde a mais de 60% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro. É também um alento, já que os últimos números de produção industrial e do varejo decepcionaram.

PUBLICIDADE

Às 13h04 (horário de Brasília), o Ibovespa recuava 0,53% aos 112.853 pontos. O índice futuro, com vencimento em dezembro de 2021, recuava 0,33% aos 113.990 pontos.

O dólar comercial, por sua vez, diminuía as perdas e operava próximo da estabilidade, com ligeira alta de 0,1%%, a R$ 5,514 na compra e R$ 5,515 na venda. O dólar futuro com vencimento em novembro de 2021 recuava 0,03% a R$ 5,528. O Banco Central fez um leilão extra de swap cambial na manhã de hoje, com oferta de 20 mil contratos, totalizando US$ 1 bilhão. Ontem, o BC fez um leilão parecido, de última hora, e conseguiu tirar o dólar das máximas em seis meses.

No mercado de juros futuros, o DI para janeiro de 2023 avançava nove pontos-base, a 9,14%; DI para janeiro de 2025 sobe cinco pontos-base a 10,06%; e o DI para janeiro de 2027 registrava variação positiva de dois pontos-base a 10,46%.

 

Nos Estados Unidos, segue a temporada de divulgação de resultado dos bancos no terceiro trimestre. Bank of America, Morgan Stanley e Wells Fargo apresentaram balanços melhores que o esperado agora de manhã.

Os índices em Nova York repercutem os últimos resultados dos bancos e avançam forte. O Dow Jones sobe 1,5%; o S&P 500 avançava 1,59% e o Nasdaq tinha alta de 1,69%.

Os preços do petróleo seguem em alta, com a queda maior que o esperado dos estoques de combustíveis nos Estados Unidos. O Brent negociado para dezembro de 2021 tinha alta de 0,6%, a US$ 83,68 o barril. O WTI, para novembro de 2021, avançava 0,58% a US$ 80,90 o barril. O minério de ferro em Qingdao teve alta de 1,4%, a US$ 125,91 por tonelada.

PUBLICIDADE

Na Europa, as Bolsas fecharam em alta. O Stoxx 600, que reúne empresas de 17 países europeus em setores-chave, avançou 1,2%. A Bolsa de Londres (FTSE100) subiu 0,92% e a de Frankfurt (DAX) subiu 1,4%.

Na China, a inflação ao consumidor (CPI) avançou 0,7% em setembro, abaixo da expectativa de 0,9%. Já os preços ao produtor (PPI) no mesmo período subiram 10,7%, acima das projeções de 10,4%. A diferença entre os dois índices é a maior desde 1993. O governador do Banco Popular da China, Yi Gang, afirmou na quarta que avalia que a inflação é moderada de forma geral.

As bolsas asiáticas fecharam a quinta-feira em altas, em sua maioria.

Radar corporativo

Petrobras (PETR3;PETR4)

A Petrobras informou que o consórcio formado pela Aguila Energia e Participações e pela Infra Construtora e Serviços apresentou a melhor proposta pelo Polo Bahia Terra, em valor superior a 1,5 bilhão de dólares, segundo comunicado ao mercado nesta quinta-feira.

Ainda segundo a empresa, a diretoria-executiva da companhia já aprovou o início da fase de negociação.

CVC (CVCB3)

A operadora de turismo CVC informou na manhã desta quinta-feira (14) que obteve significativos progressos na restauração das funcionalidades de seus principais sistemas, em especial aqueles que suportam a operação, após ataque cibernético sofrido no dia 2 de outubro. 

A empresa informou que a sua operação começa a ser retomada hoje, permanecendo focada em seguir com a recuperação após o incidente, aplicando todos os controles de segurança e garantindo maior robustez nos seus ambientes de tecnologia.

Cyrela (CYRE3)

A Cyrela registrou R$ 2,2 bilhões em valor geral de vendas (VGV) de lançamentos no terceiro trimestre de 2021, alta de 33,2% ante o mesmo período de 2020. Segundo a prévia operacional da empresa, divulgada nesta quarta-feira, a companhia lançou 12 empreendimentos entre julho e setembro.

PUBLICIDADE

Por outro lado, as vendas líquidas contratadas no terceiro trimestre somaram R$ 1,366 bilhão, valor 20,2% inferior ao registrado no mesmo intervalo do ano anterior e 12,5% abaixo do segundo trimestre de 2021.

Cury (CURY3)

A Cury lançou seis empreendimentos no terceiro trimestre, com um VGV de R$ 720,2 milhões e alta de 81,5% em relação a igual período de 2020.

Even (EVEN3)

O VGV total da Even foi de R$ 767 milhões, com R$ 658 milhões direcionados à companhia, montante que superou em 5,7% igual período de 2020.

Houve queda de 42,3% nas vendas líquidas, que somaram R$ 277 milhões nos primeiros nove meses do ano.

Melnick (MELK3)

Melnick anunciou o lançamento de dois empreendimentos no terceiro trimestre, com o VGV líquido de R$ 162,5 milhões, alta de 84,6% na base de comparação anual.

Moura Dubeux (MDNE3)

Os lançamentos imobiliários da Moura Dubeux subiram 52,1% no terceiro trimestre na comparação anual, para R$ 336,2 milhões em VGV líquido. As vendas contratadas subiram 23,4% e foram a R$ 343 milhões.

EDP Brasil (ENBR3)

A EDP Brasil divulgou sua prévia operacional do terceiro trimestre de 2021. No segmento de distribuição, a empresa viu aumento de 4,2% no volume de energia distribuída entre julho e setembro sobre o mesmo período do ano passado, a 6,446 MWh, sendo alta de 3,8% na EDP São Paulo (3,927 MWh) e 5% na EDP Espírito Santo (2,518 Mhw).

No acumulado e janeiro a setembro, o volume de energia distribuída cresceu 8% ante igual período do ano anterior, com alta de 8,2% na EDP São Paulo e 7,9% na EDP Espírito Santo.

PetroReconcavo (RECV3)

A petroleira brasileira PetroReconcavo venceu chamada pública para o fornecimento de gás natural para a Companhia Paraibana de Gás (PBGás), distribuidora do insumo na Paraíba, a partir de janeiro de 2022, informou a companhia em nota nesta quarta-feira.

O contrato, a ser celebrado na primeira semana de novembro, terá duração de dois anos, com fornecimento de 50 mil m3/dia de gás natural em 2022 e 150 mil m³/dia em 2023.

Log-in (LOGN3)

A operadora logística Log-In anunciou nesta quarta-feira a compra de dois navios porta-contêineres a serem construídos pelo estaleiro chinês Zhoushan Changhong e com entregas previstas para fim de 2023 e maio de 2024.

A companhia afirmou em fato relevante ao mercado que o valor de cada embarcação é de 42,6 milhões de dólares e que eles têm capacidade nominal de 3.158 TEUs, unidade equivalente a um contêiner de 20 pés.

Segundo a Log-In, a capacidade dos navios é cerca de 25% maior do que a do Log-In Polaris, a embarcação mais moderna da frota da companhia. “Porém, com performance similar de consumo de combustível por contar com tecnologia mais atual e eficiente”, afirmou a empresa no fato relevante.

Hapvida (HAPV3)

A Hapvida comunicou a aquisição, por meio da subsidiária Ultra Som Serviços Médicos, de 100% do capital social da empresa Viventi Hospital Asa Sul, em Brasília (DF), por R$ 22 milhões. Além do hospital, a Hapvida fechou acordo com o proprietário do imóvel onde está o Hospital Viventi.

Analista da Clear apresenta plano detalhado para começar a construir uma renda diária utilizando a Bolsa de Valores. Inscreva-se grátis.