5 assuntos

Bolsas mundiais sobem em último dia de semana volátil; corte de gastos nos ministérios e mais assuntos do mercado hoje

Sessão é de recuperação para as bolsas mundiais, mas investidores seguem de olho em riscos inflacionários e temores de recessão

Por  Equipe InfoMoney -

Os índices futuros dos EUA e bolsas europeias operam em alta, já as ações asiáticas fecharam no campo positivo na manhã desta sexta-feira (20).

Os mercados globais estiveram sob pressão esta semana já que os últimos números trimestrais de grandes varejistas como Walmart e Target levantam preocupações sobre uma base de consumidores enfraquecida e a capacidade das empresas de lidar com a inflação de décadas. As ações de Target e Walmart caíram acentuadamente depois de divulgar seus resultados trimestrais esta semana.

Enquanto isso, o Federal Reserve (Fed) sinalizou que continuará a aumentar as taxas de juros enquanto tenta moderar o aumento inflacionário.

Essa postura dura em relação à política monetária alimentou a preocupação de que as ações do Fed possam levar a economia a uma recessão.

Já a China manteve sua taxa de empréstimo de referência de um ano em 3,7%, mas reduziu sua taxa básica de empréstimo de cinco anos (LPR) de 4,60% para 4,45%. Este foi o segundo corte este ano.

Ainda segue no radar a guerra na Ucrânia e suas implicações geopolíticas, que contribuíram para o aumento dos preços de commodities, energia e dos alimentos em todo o mundo. O Programa Mundial de Alimentos disse que a não reabertura dos portos ucranianos seria uma declaração de guerra à segurança alimentar global.

A guerra deve continuar durante todo o verão e possivelmente além desse período, apesar dos sinais de que partes do país estão voltando à normalidade, disse o assessor presidencial da Ucrânia, Oleksii Arestovych, segundo a NBC News.

Na agenda econômica, destaque para o Relatório Bimestral de Receitas e Despesas (14h30), com a previsão de bloquear quase R$ 10 bilhões em despesas para abrir espaço no teto de gastos a outros gastos, como subsídios agrícolas e sentenças judiciais. Além disso, o encontro entre Elon Musk e Bolsonaro é monitorado. A sessão também marca o vencimento de opções sobre ações, o que pode adicionar volatilidade ao Ibovespa.

Confira mais destaques:

1. Bolsas Mundiais

Estados Unidos

Os índices futuros dos EUA operam em alta na manhã desta sexta-feira (20), mas caminham para mais uma queda semanal.

Na véspera, Wall Street encerrou em baixa após uma sessão volátil, com um declínio da a ação da Cisco Systems depois que a empresa divulgou uma perspectiva pessimista, enquanto investidores se mostraram preocupados com a inflação e o aumento das taxas de juros.

Veja o desempenho dos mercados futuros:

  • Dow Jones Futuro (EUA), +0,89%
  • S&P 500 Futuro (EUA), +1,12%
  • Nasdaq Futuro (EUA), +1,61%

Ásia

Mercados asiáticos subiram nesta sexta-feira, com as ações de Hong Kong liderando os ganhos com o fim de uma semana de negociação volátil.

O índice Hang Seng subiu 2,58% no final do pregão, enquanto o índice Hang Seng Tech subiu 4,3%. As ações chinesas listadas em Hong Kong foram negociadas em alta, com Xpeng subindo 7,43% e Baidu subindo 5,02%.

A China manteve sua taxa de empréstimo de referência de um ano em 3,7%, mas reduziu sua taxa básica de empréstimo de cinco anos (LPR) em 15 pontos base. Foi o segundo corte este ano.

“Este é um movimento esperado há muito tempo ante o pano de fundo de lockdown por conta da Covid”, disse Chaoping Zhu, estrategista de mercado global e JPMorgan Asset Management.

  • Shanghai SE (China), +1,60%
  • Nikkei (Japão), +1,27%
  • Hang Seng Index (Hong Kong), +2,96%
  • Kospi (Coreia do Sul), +1,81%

Europa

Os mercados europeus avançam na sessão de hoje (20), acompanhando os ganhos globais à medida que outra semana de negociação volátil chega ao fim.

As ações europeias ainda estão a caminho de uma semana negativa, tendo fechado em forte queda na véspera, com preocupações com a inflação e resultados de varejistas dos EUA prejudicando o sentimento global.

Em indicadores, os preços ao produtor alemão subiram 33,5% ano a ano em abril, um novo recorde anual de alta, já que a guerra na Ucrânia eleva os custos de energia na maior economia da Europa.

Já as vendas no varejo do Reino Unido subiram 1,4% em abril ante março. O resultado ficou acima da expectativa de analistas consultados pelo The Wall Street Journal, que previam queda mensal de 0,3%. Na comparação anual, as vendas do setor varejista britânico recuaram 4,9%, ainda assim ficaram 4,1% acima do nível pré-pandêmico de fevereiro de 2020. O mercado projetava recuo de 7,2% para o critério em abril. O ONS também revisou a queda computada no varejo em março, na margem, de 1,4% para 1,2%.

  • FTSE 100 (Reino Unido), +1,68%
  • DAX (Alemanha), +1,66%
  • CAC 40 (França), +1,11%
  • FTSE MIB (Itália), +1,55%

Commodities

As cotações do petróleo operam perto da estabilidade nesta sexta-feira, com as preocupações com o crescimento econômico mais fraco compensando as expectativas de que a demanda por petróleo possa se recuperar na China, à medida que Xangai suspende alguns bloqueios por Covid.

  • Petróleo WTI, -0,49%, a US$ 111,65 o barril
  • Petróleo Brent, +0,08%, a US$ 112,13 o barril
  • Minério de ferro negociado na bolsa de Dalian teve alta de 5,31%, a 842,50 iuanes, o equivalente a US$ 126,21

Bitcoin

  • Bitcoin, +3,95% a US$ 30.165,73 (em relação à cotação de 24 horas atrás)

2. Agenda

Brasil

Vencimento de opções sobre Ações

9h: Pesquisa eleitoral – Ipespe/XP

15h: Coletiva sobre Relatório bimestral de receitas e despesas

EUA

14h: Contagem de sondas Baker Hughes

Zona do Euro

11h: Confiança do consumidor mensal

3.  Bolsonaro se reunirá com Elon Musk

O presidente Jair Bolsonaro se encontra hoje em Porto Feliz, interior de São Paulo, por volta das 10 horas, com o bilionário americano Elon Musk. Admirador do ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump, Musk é dono da Tesla e negocia uma operação para comprar o Twitter.

Acompanham a comitiva presidencial os ministros Fábio Faria (Comunicações), Carlos França (Relações Exteriores), Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional) e Ciro Nogueira (Casa Civil). A informação foi revelada pela coluna do jornalista Lauro Jardim, do jornal O Globo, e foi confirmada pelo Broadcast Político com fontes do Palácio do Planalto.

O encontro, que não consta da agenda oficial do presidente, acontecerá às margens do “Conecta Amazônia”, evento para discutir marcos regulatórios, regulação na Amazônia e conectividade nas escolas.

Bolsonaro confirma corte de R$ 10 bi

O presidente Jair Bolsonaro (PL) confirmou na última quinta-feira que o governo federal precisará cortar R$ 10 bilhões dos ministérios para abrir espaço no teto de gastos com despesas extras.

Lira cobra ‘saída conjunta’ para alta nas contas de luz e nos combustíveis

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (Progressistas-AL), cobrou nesta quinta-feira, 19, a costura de uma saída conjunta entre Congresso, governo e Executivo para os aumentos na conta de luz e nos combustíveis. No plenário da Casa, o deputado anunciou que vai pautar na próxima semana um Projeto de Lei Complementar (PLP) que estabelece alíquota máxima de 17% no Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre energia, combustíveis, telecomunicações e transportes.

4. Covid

Na última quinta-feira (19), o Brasil registrou 115 mortes e 10.024 casos de covid-19 em 24h, segundo informações do consórcio de veículos de imprensa, às 20h.

A média móvel de mortes por Covid em 7 dias no Brasil ficou em 116, elevação de 20% em comparação com o patamar de 14 dias antes.

A média móvel de novos casos em sete dias foi de 15.940, o que representa alta de 1% em relação ao patamar de 14 dias antes.

Chegou a 165.432.925 o número de pessoas totalmente imunizadas contra a Covid no Brasil, o equivalente a 77,01% da população.

O número de pessoas que tomaram ao menos a primeira dose de vacinas atingiu 177.837.156 pessoas, o que representa 82,78% da população.

A dose de reforço foi aplicada em 90.408.841 pessoas, ou 42,08% da população.

5. Radar Corporativo

GetNet (GETT11)

A Getnet comunicou nesta quinta-feira (19) que sua controladora PagoNxt Merchant Solution tem a intenção de cancelar o registro de capital aberto da companhia na B3 e Nasdaq. A controladora da empresa não informou motivo para fechamento do capital.

O preço a ser ofertado por ação ON ou PN será de R$ 2,36 e de R$ 4,72 por unit.

A companhia irá convocar, nos próximos dias, uma reunião do Conselho de Administração  para deliberar sobre a escolha da instituição ou empresa especializada responsável  pela elaboração do Laudo de Avaliação.

Será também convocada uma Assembleia Geral Extraordinária para deliberar sobre o cancelamento de registro de companhia aberta.

Carrefour Brasil (CRFB3)

Acionistas do Carrefour Brasil aprovaram a aquisição de 70% do capital social do Grupo Big e as ações remanescentes de emissão do Grupo BIG serão incorporadas pela companhia, com a emissão, em favor dos acionistas do Grupo BIG, de 116.822.430 novas ações ordinárias de emissão da companhia.

Camil (CAML3)

A Camil (CAML3) registrou lucro líquido de R$ 143,5 milhões no quarto trimestre de 2021 (4T21), um crescimento de 68,7% do mesmo trimestre de 2020.

O lucro antes juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado cresceu 60,4% no 4T21, totalizando R$ 234,1 milhões.

Enauta (ENAT3)

A Enauta informou que foram aprovados hoje pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) o novo Plano de Desenvolvimento e a prorrogação contratual do contrato de concessão do Campo de Atlanta por mais 11 anos.

Com isso, o prazo da concessão, que era até 2033, foi prorrogado para 2044. A aprovação está condicionada ao plano de atividades proposto pela Enauta. O plano prevê a entrada do  Sistema Definitivo, inicialmente com seis poços, chegando até dez poços em 2029.

Ecorodovias (ECOR3)

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e o Ministério da Infraestrutura vão realizar o leilão do Sistema Rodoviário Rio de Janeiro/RJ – Governador Valadares/MG (BR-116/465/493/RJ/MG) nesta sexta-feira (20/5), às 14h, na B3, em São Paulo (SP). Trata-se da única rota, a partir da cidade do Rio de Janeiro, disponível para se contornar a Baía de Guanabara, permitindo o acesso à Região dos Lagos, ao norte do Estado, e às regiões Norte e Nordeste do país. De acordo com publicações durante a semana, Ecorodovias demonstrou interesse em participar do leilão.

(Com Estadão, Reuters e Agência Brasil)

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

Compartilhe