Enauta Part (ENAT3)

ENAUTA PART ON NM

error_outline Atualizado 16/05/22 às 17h07. Delay 15 min
arrow_downward

19,82

-0.35%

18,83

19,93

85.540.009,00

Fechamento anterior 19,89
Abertura 19,70
Negócios 14.032,00
Volume$ 85,54 M
Mín — Máx (Dia) 18,83 - 19,93
Variação (Dia) -0.35%
Variação (Mês) -3.97%
Variação (2022) +61.03%
Variação (52 semanas) +44.82%

Invista com corretagem zero

Sobre Enauta Part

Sigla: ENAT3

Tipo: Ações

Setor: Petróleo E Gás

Receita Líquida R$ 2,25 B
Lucro Líquido (LL) R$ 1,36 B
Margem Líquida 60.43%
Ebitda R$ 3,13 B
Margem Ebitda 139.25%
Ativo Total R$ 6,11 B
Dívida Bruta R$ 589,3 M
Dívida Líquida R$ -1,79 B
Patrimônio Líquido (PL) R$ 3,98 B
Índice de preço sobre lucro (P/L) 3,83
Retorno sobre o PL (ROE) +34.18%
Retorno sobre o Capital (ROIC) +32.77%

A Enauta Participações S.A. é uma empresa de exploração de petróleo. Ela é a antiga QGEP Participações S.A., que sofreu alteração de nome em março de 2019. A empresa controla a Enauta Energia, antiga Queiroz Galvão Exploração e Produção S.A..

A empresa participa de 2 blocos de extração de petróleo que estão em estágio de produção. Um desses blocos fica no campo de Manati, no litoral da Bahia. O outro fica no campo de Atlanta, no litoral do Rio de janeiro.

A empresa também detém 100% de participação em 3 blocos na região norte e 50% em um bloco na bacia de Santos. Ela que opera estes blocos, que estão em estágio de exploração. A Enauta ainda possui participação em outros 13 blocos que se encontram em estágio de exploração, com operação de outras companhias.

No quarto trimestre de 2018, a empresa teve receita líquida de R$298,7 milhões. Ela apresentou um crescimento de 105,8% comparado ao quatro trimestre do ano anterior. Já o lucro líquido foi de $125,3 milhões no trimestre, comparado a R$193,0 milhões no período do ano anterior. Em 2018, o lucro líquido totalizou R$425,2 milhões, um crescimento de 19% em relação a 2017.

A Enauta tem início com as primeiras atividades do Grupo Queiroz Galvão no setor de petróleo e gás natural, em 1981. Inicialmente o grupo atuava prestando serviços de perfuração de poços. As atividades de exploração e produção começaram em 1996, após mudanças na legislação brasileira do setor.

Em 2010 foi criada a QGEP Participações S.A, a partir da reestruturação da então Queiroz Galvão Óleo e Gás S.A. (QGOG).  Em 2013, participou ativamente da 11ª Rodada de Licitações da ANP, na qual adquiriu participação em oito Blocos Exploratórios. A empresa alterou o nome para Enauta em 2019.

A empresa está listada no segmento Novo Mercado da B3, de mais alto grau de governança corporativa.

Seja sócio das melhores empresas da Bolsa: abra uma conta na XP Investimentos – é grátis!

Dados complementares fornecidos pela

Com dinheiro