5 assuntos

Bolsas europeias e futuros dos EUA caem com dúvidas sobre promessas russas na Ucrânia; veja mais assuntos do mercado hoje

Agenda econômica também é movimentada nos EUA, com dados do ADP de emprego privado, revisão final do PIB e estoques de petróleo

Por  Equipe InfoMoney -

Os índices futuros americanos e os mercados europeus operam em baixa nesta manhã de quarta-feira (30), enquanto as ações asiáticas fecharam majoritariamente no campo positivo, em meio a incertezas sobre um avanço no cessar-fogo no leste europeu e temores de uma curva de rendimento invertida despertando preocupações de recessão.

A esperança de um possível cessar-fogo impulsionou os ganhos dos principais mercados na sessão anterior, depois que o vice-ministro da Defesa russo, Alexander Fomin, disse que o país reduzirá  “drasticamente” a atividade militar perto da capital ucraniana, Kiev.

No entanto, dúvidas surgiram sobre a promessa quando militares russos começaram a mover algumas de suas tropas na Ucrânia para longe de áreas ao redor de Kiev para posições em outros lugares da Ucrânia e o secretário de imprensa do Pentágono, John Kirby, alertou que os movimentos de tropas não equivalem a uma retirada.

O presidente ucraniano Zelensky também alertou no final do dia que a Rússia “não é confiável”, embora tenha admitido “sinais positivos” nas conversas desta terça-feira.

Os investidores seguem atentos ao mercado de títulos, pois os rendimentos do Tesouro dos EUA de 5 e 30 anos se inverteram na segunda-feira pela primeira vez desde 2016. Historicamente, essa inversão tem sido um sinal de uma recessão que se aproxima, embora não tenha sido um bom indicador de quando a recessão viria.

Em indicadores, sai a última revisão do Produto Interno Bruto (PIB) dos EUA do quarto trimestre de 2021. O consenso Refinitiv aponta para uma alta de 7,1% – a revisão anterior apresentava expansão de 7% no período. Também será divulgada a pesquisa geração de empregos (ADP), com expectativa de criação de 450 mil vagas em março.

Na agenda doméstica, destaque para o IGP-M de março (8:00h) e o índice de preços ao produtor de fevereiro (9:00h). Além disso, o Governo Central deve anunciar déficit em fevereiro (10h30).

Confira mais destaques:

1. Bolsas Mundiais

Estados Unidos

Os índices futuros dos EUA recuam nesta manhã após Dow e S&P 500 atingirem o quarto dia consecutivo de ganhos, com os temores de uma curva de rendimento invertida despertando preocupações de recessão e investidores continuando a monitorar os desenvolvimentos na Ucrânia.

Veja o desempenho dos mercados futuros:

  • Dow Jones Futuro (EUA), -0,32%
  • S&P 500 Futuro (EUA), -0,38%
  • Nasdaq Futuro (EUA), -0,51%

Ásia

Os mercados asiáticos fecharam em terreno positivo em sua maioria, com as ações da China continental liderando os ganhos regionalmente.

O índice de Xangai da China continental subiu 1,96% no dia, para 3.266,60, enquanto o componente de Shenzhen subiu 3,1%, para 12.263,80.

  • Shanghai SE (China), +1,96%
  • Nikkei (Japão), -0,80% 
  • Hang Seng Index (Hong Kong), +1,39% 
  • Kospi (Coreia do Sul), +0,21%

Europa

Os mercados europeus recuam depois da alta da véspera, após a última rodada de negociações entre a Rússia e a Ucrânia, com o objetivo de encontrar uma solução para o conflito. Há dúvidas sobre a real disposição da Rússia em negociar um acordo de cessar fogo.

  • FTSE 100 (Reino Unido), -0,09%
  • DAX (Alemanha), -1,48%
  • CAC 40 (França), -0,94%
  • FTSE MIB (Itália), -0,85%

Commodities

As cotações do petróleo recuperam parte das perdas registradas na terça-feira, em meio à oferta apertada e perspectivas crescentes de novas sanções ocidentais contra a Rússia, mesmo com sinais de progresso surgindo das negociações de paz entre Moscou e Kiev.

  • Petróleo WTI, +2,15%, a US$ 106,49 o barril
  • Petróleo Brent, +1,84%, a US$ 112,26 o barril
  • Minério de ferro negociado na bolsa de Dalian teve alta de 2,99%, a 895 iuanes, o equivalente a US$ 141,03

Bitcoin

  • Bitcoin, -0,52% a US$ 47.387,52 (em relação à cotação de 24 horas atrás)

2. Agenda

A quarta-feira apresenta a confiança do consumidor no Reino Unido, o IGP-M (8h) e o índice de preços ao produtor no Brasil (9h), a inflação na Alemanha (9h), a variação de empregos privados nos EUA (9h15), variação de estoques de crédito no Brasil (9h30).

Nos Estados Unidos, também sai a última revisão do Produto Interno Bruto (PIB) do quarto trimestre de 2021. O consenso Refinitiv aponta para uma alta de 7,1% – a revisão anterior apresentava expansão de 7% no período. 

Ainda tem dados dos estoques de petróleo da Energy Information Administration (EIA) (11h30), e a produção industrial no Japão (20h50) e PMI na China (22h30).

Brasil

8h: FGV divulga IGP-M, com consenso Refinitiv de alta de 1,13% na base mensal e de 14,08% na comparação anual

8h: Sondagem de serviços de março

8h: Sondagem do comércio de março

9h: IPP de fevereiro

10h30: Dívida pública do governo central, com consenso Refinitiv de déficit de R$ 13,1 bilhões

Alemanha

9h: Índice de preços ao consumidor de março

EUA

9h15: Geração de vagas de trabalho de março – pesquisa ADP, com expectativa de criação de 450 mil vagas, segundo consenso Refinitiv

9h30: PIB do quarto trimestre, com projeção Refinitiv de alta de 7,1% na comparação anual em termos anualizados

11h30: Estoques de petróleo, com projeção de queda de 1,558 milhão de barris

3. Lula fala em reverter política de desinvestimentos e de preços dos combustíveis da Petrobras

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) criticou novamente a política de preços da Petrobras e defendeu a volta de investimentos em refinarias, a fim de evitar vulnerabilidade aos preços internacionais do petróleo. Em debate organizado pela Federação Única dos Petroleiros (FUP) e pelo PT ontem (29), Lula seguiu a linha do discurso feito em Niterói, quando prometeu, se eleito, “abrasileirar” os preços dos combustíveis, hoje em paridade internacional.

TSE amplia número de urnas que serão auditadas nas eleições

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) elevou ontem (29) número de urnas eletrônicas que serão submetidos ao chamado “teste de integridade” no dia das eleições.

No último pleito, 100 urnas eram sorteadas de maneira aleatória para passarem pela auditoria. Agora, essa quantidade será triplicada em mais uma iniciativa da Corte eleitoral para aumentar a transparência do sistema de votação.

Versão final do PL da fake news deve ser entregue hoje

Após reunião com membros do governo Bolsonaro, o relator do projeto de lei que criminaliza a disseminação de desinformação (“fake news”), o deputado Orlando Silva (PCdoB-SP) elabora uma versão final do parecer, que será entregue hoje ao presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL).

Arthur Lira deseja votar logo esse texto para estabelecer regras claras contra a disseminação de “fake news” durante a campanha eleitoral de 2022.

Congresso e empresariado articulam ampliação do Simples Nacional

Com apoio da Frente Parlamentar do Empreendedorismo, a Confederação das Associações Comerciais o Brasil (CACB) amanhã lançará a campanha nacional “Mais Simples “para aprovação de que reajusta a tabela do projeto de enquadramento das empresas no Simples e no Microempreendedor Individual (MEI). Corrige a tabela pela inflação desde 2008 e proposta de ampliação de R$ 4,8 mi para R$ 8,4 mi o limite de faturamento anual para as empresas pagarem o imposto pelo Simples, sistema simplificado de tributação. 

Pelo projeto, o limite para as microempresas sobe de R$ 360 mil para R$ 847 mil, e dos MEIs passa de R$ 81 mil para R$ 142 mil. O projeto está em tramitação na Câmara e novo parecer será apresentado amanhã.

4. Covid

Na última terça-feira (29), o Brasil registrou 282 mortes e 32.100 casos de covid-19 em 24h, segundo informações do consórcio de veículos de imprensa, às 20h.

A média móvel de mortes por Covid em 7 dias no Brasil ficou em 217, um recuo de 37% em comparação com o patamar de 14 dias antes.

A média móvel de novos casos em sete dias foi de 28.327, o que representa queda de 30% em relação ao patamar de 14 dias antes. 

Chegou a 160.317.989 de pessoas totalmente imunizadas contra a Covid no Brasil, o equivalente a 74,63% da população.

O número de pessoas que tomaram ao menos a primeira dose de vacinas atingiu 175.690.569 pessoas, o que representa 81,78% da população.

A dose de reforço foi aplicada em 76.425.295 pessoas, ou 35,58% da população.

5. Radar Corporativo

A IMC (MEAL3) reporta seus resultados do quarto trimestre de 2021, antes da abertura. Depois do fechamento, os números chegam de Cruzeiro do Sul (CSED3), Desktop (DESK3), Eletromidia (ELMD3), Kora Saúde (KRSA3), Mobly (MBLY3), Orizon (ORVR3) e Priner (PRNR3).

Bradespar (BRAP4

A diretoria da Bradespar vai propor o pagamento de dividendos, no montante de R$ 600 milhões, sendo R$ 1,433324328 por ação ordinária e R$ 1,576656761 por ação preferencial. A proposta será votada no dia 29 de abril.

Serão beneficiados os acionistas inscritos nos registros da companhia em 29 de abril, passando as ações a ser negociadas “ex-dividendos” a partir de 2 de maio.

Cemig (CMIG4

A Cemig (CMIG4) registrou lucro líquido de R$ 963 milhões no quarto trimestre de 2021 (4T21), valor 24,3% inferior ao apurado no quarto trimestre de 2020.

Já o lucro ajustado atingiu R$ 993 milhões no 4T21, crescimento de 68,3% na comparação com 4T20.

Rede D’Or  (RDOR3)

A Rede D’Or São Luiz ([ativo=RDOR3), maior rede privada de assistência médica integrada do país, registrou lucro líquido de R$ 419,5 milhões no quarto trimestre de 2021 (4T21), o que representa um crescimento de 38,5% em relação ao mesmo trimestre de 2020.

Copasa ([ativo=CSMG3])

A Copasa (CSMG3) registrou lucro líquido de R$ 64,3 milhões no quarto trimestre de 2021 (4T21), o que representa uma redução de 76,1% em relação ao mesmo trimestre de 2020.

Grupo SBF (SBFG3)

O Grupo SBF (SBFG3) registrou lucro líquido de R$ 288,4 milhões no quarto trimestre de 2021 (4T21), revertendo prejuízo líquido de R$ 4,5 milhões no quarto trimestre de 2020.

Qualicorp (QUAL3)

A Qualicorp (QUAL3) reportou lucro líquido de R$ 50,6 milhões no quarto trimestre de 2021 (4T21), uma queda de 25,2% em relação aos R$ 67,6 milhões aferido no 4T20.

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

Compartilhe