Propaganda enganosa?

Senado aprova audiência para McDonald’s e Burger King explicarem McPicanha e Whooper Costela

Audiência será realizada no dia 12 na Comissão de Controle, Transparência, Governança, Fiscalização, Controle e Defesa do Consumidor

Por  Equipe InfoMoney -

O Senado Federal aprovou, nesta terça-feira (3), a realização de uma audiência pública para que as redes de fast food McDonald’s e Burger King expliquem a composição dos lanches “McPicanha” e “Whopper Costela”.

As duas redes de fast food estão sendo acusadas de suposta propaganda enganosa pela divulgação dos lanches sem a composição dos ingredientes — ou seja, os cortes de carne que encabeçam o nome dos sanduíches. As empresas têm dito que utilizam molho e aromatizante com sabor das carnes citadas.

A denúncia forçou o McDonald’s a tirar o “McPicanha” do cardápio de seus restaurantes no país. Entidades como o Procon (que defende o direito dos consumidores), e a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), órgão ligado ao Ministério da Justiça e Segurança Pública, já haviam solicitado explicações das duas empresas.

A audiência será realizada no dia 12, uma quinta-feira, na Comissão de Controle, Transparência, Governança, Fiscalização, Controle e Defesa do Consumidor, que aprovou o requerimento do senador Nelsinho Trad (PSD-MS). Segundo a Agência Senado, Nelsinho Trad afirmou que os casos de “hambúrguer fake” estão “enganando a população brasileira”.

“Anunciar um produto de hambúrguer com picanha, e costela, e falar que nesses hambúrgueres só têm o cheiro da picanha ou da costela, isso é brincadeira com a população brasileira. Nós não podemos aceitar isso. Tem que ser esclarecido, tem que ser colocado em pratos limpos. Aqueles que induziram a um equívoco dessa natureza precisam ser responsabilizados”, afirmou Trad.

Segundo a assessoria de imprensa do Senado, também serão convidados para a audiência pública representantes de Procon, do Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar), do blog Comer com os Olhos e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Whooper com aroma de costela

Em posicionamento enviado nesta segunda-feira (2) ao InfoMoney, o Burger King disse que o hambúrguer do Whooper Costela é feito com paleta suína, não com costela, e afirmou que o sanduíche “leva em sua composição aroma de costela 100% natural sem qualquer ingrediente artificial”.

Disse também que “a transparência para com os nossos clientes é um valor fundamental e inegociável para o Burger King” e que “sempre trouxe com clareza em sua comunicação e em todos os materiais e peças publicitárias, cardápios e materiais oficiais de marca a composição do hambúrguer presente no sanduiche — feito com carne de porco (paleta suina) e sabor de costela”.

A resposta do Burger King é similar à do seu principal concorrente, o McDonald’s, que afirmou que o hambúrguer do “McPicanha” era feito de “100% carne bovina, produzida com um blend de cortes selecionados”, e que a novidade do sanduíche era o “exclusivo molho sabor picanha”, “com aroma natural de picanha”.

McPicanha com molho de picanha

A polêmica do Burger King ocorre dias após a do McDonald’s (MCDC34), que também confirmou que o seu McPicanha não tinha hambúrguer de picanha, mas sim de “um blend de cortes selecionados” e “o exclusivo molho sabor picanha”.

O McDonald’s parou de vender o McPicanha diante da repercussão negativa e depois de ser notificado por órgãos de defesa do consumidor.

Ao se defender, a empresa afirmou que o McPicanha “teve esse nome justamente para proporcionar uma nova experiência ao consumidor” e culpou a comunicação do produto. “A marca lamenta que a comunicação criada sobre os novos produtos possa ter gerado dúvidas”.

9 formas de transformar o seu Imposto de Renda em dinheiro: um eBook gratuito te mostra como – acesse aqui!

LEIA MAIS

Compartilhe