Propaganda enganosa?

McDonald’s confirma que McPicanha não tem picanha, e empresa é notificada pelo Procon-SP

Empresa diz que ‘lamenta’ que a comunicação do novo lanche ‘possa ter gerado dúvidas’

Por  Equipe InfoMoney -

O McDonald’s foi notificado pelo Procon-SP, nesta quinta-feira (28), após admitir publicamente que o hambúrguer dos seus novos lanches McPicanha não é de picanha, mas sim “um blend de cortes selecionados”.

O Procon-SP disse que a Arcos Dourados Comércio de Alimentos, empresa responsável pelo McDonald’s no Brasil, “deverá esclarecer sobre a composição dos sanduíches ‘Novos McPicanha’ e apresentar informações sobre a campanha publicitária” até a próxima segunda-feira (2 de maio).

A Arcos Dourados é uma subsidiária da Arcos Dorados, empresa com capital aberto na NYSE e que é a maior franqueada independente do McDonald’s do mundo. A companhia tem o direito exclusivo da marca em 20 países e territórios da América Latina e do Caribe, incluindo o Brasil.

Leia também:

O que diz o McDonald’s

A rede esclarece que a plataforma recém-lançada denominada “Novos McPicanha” tem esse nome para proporcionar uma nova experiência ao consumidor, ao oferecer sanduíches inéditos desenvolvidos com um sabor mais acentuado de churrasco.

“Os lançamentos trazem a novidade do exclusivo molho sabor picanha [com aroma natural de picanha], uma nova apresentação e um hambúrguer diferente em composição e em tamanho [100% carne bovina, produzida com um blend de cortes selecionados e no maior tamanho oferecido pela rede atualmente]”, diz.

A companhia afirma, por nota enviada ao InfoMoney, que já está trabalhando para esclarecer os questionamentos levantados pelo Procon, dentro do prazo concedido.

“A marca lamenta que a comunicação criada sobre os novos produtos possa ter gerado dúvidas e informa que novas peças, destacando a composição dos sanduíches de maneira mais clara, já estão sendo produzidas”.

O que quer o Procon-SP

O Procon-SP afirma que a Arcos Dourados Comércio de Alimentos “deverá apresentar a tabela nutricional dos sanduíches, atestando a composição de cada um dos ingredientes (carne, molhos e aditivos, dentre outros) e documentos que comprovem os testes de qualidade realizados, demonstrando o processo de manipulação, acondicionamento e tempo indicado para consumo”.

O órgão de proteção ao consumidor também pediu à empresa que apresente “cópia dos materiais publicitários e das mídias de divulgação da linha de 2022, bem como da campanha imediatamente anterior dos sanduíches com a presença de ‘sabor acentuado de churrasco e/ou picanha’, veiculados nos meios de comunicação e nas redes sociais pela empresa e por parceiros”.

“O Procon-SP quer ainda que a rede envie os documentos de autorização de comercialização dos produtos junto aos órgãos oficiais competentes, bem como dos termos das respectivas campanhas publicitárias vinculadas”, afirma o órgão ligado ao governo de São Paulo.

9 formas de transformar o seu Imposto de Renda em dinheiro: um eBook gratuito te mostra como – acesse aqui!

LEIA MAIS

Compartilhe