Carros ‘populares’: Chevrolet, Nissan e Caoa Chery dão até R$ 10 mil de desconto; 2 montadoras ainda não confirmaram valores

Chevrolet anuncia 21 versões com descontos; Nissan vai ofertar apenas o SUV Kicks; Caoa Chery anunciou Tiggo 5X em três versões

Giovanna Sutto | Lucas Sampaio

Publicidade

Mais três montadoras — Caoa Chery, Chevrolet e Nissan — confirmaram ao InfoMoney os seus carros que fazem parte do programa do governo de estímulo ao setor automotivo, que dará descontos em carros “populares”, incluindo os novos valores dos modelos que custam até R$ 120 mil. A medida entrou em vigor há uma semana e, até o dia 21, as vendas serão exclusivas para pessoas físicas.

A reportagem procurou as 11 montadoras de veículos que podem aderir ao programa — Caoa Cherry, Chevrolet, Citroën, Fiat, Honda, Hyundai, Nissan, Peugeot, Renault, Toyota e Volkswagen —, questionando quais modelos e versões serão contemplados pelos descontos e quais são os novos preços.

Até o momento, apenas a Honda e a Renault não enviaram as informações solicitadas. A Renault divulgou apenas o preço do Kwid Zen 1.0, seu carro “de entrada”, e a Honda tem apenas um veículo na faixa de preço do programa.

Masterclass Gratuita

Rota Liberdade Financeira

Aprenda a investir e construa um patrimônio do zero com o treinamento exclusivo do InfoMoney

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

A lista oficial do governo federal, com 11 montadoras e 32 modelos de veículos, foi divulgada apenas no dia 14 de junho. São ao todo 233 versões de carros que terão descontos de R$ 2 mil a R$ 8 mil do governo (veja no link abaixo).

A Volkswagen foi a primeira empresa a divulgar os novos valores, com desconto extra de até R$ 5 mil além do subsídio do governo. Horas depois, Fiat e Citröen também atualizaram suas tabelas de preços, com reduções de até R$ 14,5 mil em algumas versões (e reduções que chegam a 16,3%).

Na sequência vieram os anúncios de Hyundai, Peugeot e Toyota, com descontos de até 14,9% (ou R$ 12,3 mil). Agora, foi a vez de Chevrolet, Caoa Chery e Nissan responderem à reportagem e compartilharem os valores de seus modelos: são 6 modelos e mais de 20 versões ao todo (veja mais abaixo).

Continua depois da publicidade

As empresas tinham até ontem, segunda-feira (12), para aderirem ao programa. Elas precisaram enviar ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC) a confirmação do interesse em participar do programa e fornecer a lista dos modelos que terão descontos.

O MDIC divulgou na quarta-feira (14) a lista de empresas participantes do programa e os modelos que serão vendidos com preços mais baixos. Antes mesmo de o documento ser publicado, o InfoMoney adiantou (quase todos) os modelos que vão entrar no programa.

Impacto nos usados (e na bolsa)

O programa do governo deve ter impactos não só no mercado de carros 0 km: a queda nos preços deve também baratear os carros usados. Especialistas dizem também que a medida deve aumentar o leque de opções de veículos usados ao consumidor e fomentar a competição entre novos e seminovos, possibilitando uma maior barganha na negociação.

O mercado acionário também já sente a influência dos descontos. A Localiza (RENT3), por exemplo, prevê um impacto entre R$ 575 milhões e R$ 650 milhões (antes de impostos) nos resultados do segundo trimestre. O efeito representa entre 1,3% a 1,5% do valor da frota da empresa no final do primeiro trimestre.

“A redução súbita nos preços dos carros novos reverbera também nos carros seminovos. Deste modo, já observamos em nossas operações, a necessidade de redução dos preços praticados para venda dos carros desativados, após o uso no aluguel”, destacou a Localiza na nota.

Confira abaixo os novos preços de Caoa Chery, Chevrolet e Nissan:

Caoa Chery

A Caoa Chery, por sua vez, anunciou que todas as versões do Tiggo 5X 2023/2024 vão receber descontos promocionais em virtude do programa de incentivos do governo e também pela iniciativa da própria montadora. “A CAOA Chery estará subsidiando integralmente esses incentivos incrementais por tempo limitado”, diz a empresa em nota.

As versões em questão são as Tiggo 5x Pro, Tiggo 5x Pro Hybrid Max Drive e Tiggo 5X Sport — e nenhuma delas entraria no programa de descontos (que vale para carros de até R$ 120 mil) sem um incentivo extra da montadora. O novo programa do governo permite descontos que variam entre R$ 2 mil e R$ 8 mil a depender de critérios sociais, ambientais e de densidade produtiva.

Na verdade, a expectativa era de que apenas o Tiggo 3X fosse anunciado com desconto. O modelo consta na Tabela Fipe de maio com valor abaixo de R$ 120 mil e também na lista de 33 modelos de 11 fabricantes divulgado pelo governo. Porém, a montadora explicou em nota ao InfoMoney que o modelo deixou de ser fabricado, portanto, não receberá reduções de valores.

Sendo assim, o modelo Tiggo 5X foi selecionado para receber as reduções de preços. Toda a linha 5X 2023/2024 foi lançada neste mês, sendo que as versões Max Drive e Sport não existiam anteriormente.

Pela novidade recente, a empresa ressaltou que “em respeito ao consumidor, a Caoa Chery se compromete a fazer a devolução da diferença do valor para os clientes que efetuaram a compra dos modelos Tiggo 5x Pro e Tiggo 5x Pro Hybrid Max Drive desde a data do lançamento da linha 2024, em 1º de junho de 2023″.

Os novos preços já estão em vigor a partir de hoje em toda a rede de concessionárias da marca ao redor do país.

A montadora não divulgou o preço sugerido com o desconto para a versão Sport do Tiggo 5X.

Confira os novos valores:

Carro Versão Tabela Fipe Preço sugerido anterior Desconto total Redução Novo preço sugerido
Caoa Chery Tiggo 5x  Pro 1.5 Turbo Flex Aut. CVT R$ 153.252,00 R$ 149.990 R$ 10 mil 6,6% R$ 139.990
Caoa Chery Tiggo 5x Pro Hybrid Max Drive Aut. CVT* R$ 164.990 R$ 5 mil 3% R$ 159.990
Caoa Chery Tiggo 5x Sport 1.5 Turbo Flex Aut. CVT* R$ 119.990 não informado

*Modelos lançados em junho de 2023.  

Chevrolet

A Chervolet foi uma das últimas montadoras a confirmar sua lista de modelos a entrarem no programa de descontos. A montadora era esperada por ter 23 modelos elegíveis aos programa do carro “popular”.

A fabricante americana confirmou 4 modelos e 21 versões para o programa. O maior desconto foi R$ 6 mil no modelo de entrada do sedã Onix Plus, que passou a custar R$ 90.390.

No levantamento que o InfoMoney fez conforme a Tabela Fipe e os 33 modelos anunciados pelo governo federal, a Chevrolet teria 23 versões elegíveis aos descontos.

Porém, a montadora não aplicou desconto em sete versões que seriam elegíveis: Onix LTZ 1.0 T Mec; Onix Plus LT 1.0 Mec; Onix Plus 1.0 T Aut; Onix Plus LTZ 1.0 Mec; Spin LT 1.8 Aut; Spin LTZ 1.8 Aut; e Spin Premier 1.8 Mec.

Por outro lado, adicionou sete versões que não estavam na Tabela Fipe de maio: Onix RS 1.0 Aut. com duas versões com pacotes de acessórios (RGC  e R7M); Onix Premier 1.0 Aut. também com duas opções de pacotes (R7M e R7R); Onix Plus 1.0 MT; Onix 1.0 Aut; e Onix Plus Premier 1.0 T Aut.

O Onix RS e o Onix Premier estão na Fipe de maio, mas aparecem em uma única versão porque não há detalhamento desses pacotes de acessórios. A Chevrolet não respondeu os questionamentos sobre o que esses pacotes contém e em seu site não há informações sobre eles.

Além da redução dos preços em virtude da medida provisória anunciada pelo Governo Federal, a Chevrolet informou que vai oferecer condições especiais outros três modelos de seu portifólio, que custam mais de R$ 120 mil, como Tracker, Equinox e S10.

Em nota enviada ao InfoMoney, Kleusner Lopes, diretor nacional de Vendas da GM, diz que esses descontos fora do programa podem chegar em até R$ 30 mil no caso específico da picape S10. Porém, a montadora não revelou os valores promocionais desses veículos mais caros.

A montadora também informou que vai ofertar “uma linha especial de financiamento com taxa zero no Plano Chevrolet Sempre, caracterizado por mensalidades reduzidas e valor residual de até 40%, que o cliente não precisará desembolsar no final quando trocar por um Chevrolet zero-quilômetro, dependendo do plano e do modelo”.

O InfoMoney também questionou mais detalhes sobre essa opção, mas não obteve retorno até o momento da publicação da reportagem.

Confira os novos valores:

Carro Versão Tabela Fipe Preço sugerido anterior Desconto total Redução Novo preço sugerido
Onix  1.0 MT R$ 84.917 R$ 83.390,00 R$ 5 mil 6%  R$ 78.390
Onix  1.0 Aut. R$ 97.413  R$ 97.240 R$ 5 mil  4,1% R$ 93.240
Onix  LT 1.0 MT R$ 91.443 R$ 91.690 R$ 5 mil  5,4% R$ 86.690
Onix  LT 1.0 T MT R$ 98.847  R$ 97.890 R$ 5 mil  5,1% R$ 92.890
Onix  LT 1.0 T Aut. R$ 104.815 R$ 104.690  R$ 4 mil 3,8%  R$ 100.690
Onix  LTZ 1.0 T Aut. R$ 108.233 R$ 107.190 R$ 5 mil  3,7% R$ 103.190
Onix  RS 1.0 Aut. RGN R$ 110.247 R$ 109.290  R$ 4 mil 3,6% R$ 105.290
Onix  RS 1.0 Aut. RGC R$ 110.247 R$ 109.290  R$ 4 mil 3,6% R$ 105.290
Onix  Premier 1.0 T Aut. R7M R$ 113.738 R$ 112.890  R$ 4 mil  3,5% R$ 108.890
Onix  Premier 1.0 T Aut. R7R R$ 113.738 R$ 112.890  R$ 4 mil  3,5% R$ 108.890
Onix Plus 1.0 MT R$ 96.390 R$ 6 mil 6,2% R$ 90.390
Onix Plus 1.0 Aut. R$ 104.016 R$ 102.890 R$ 5 mil 4,8% R$ 97.890
Onix Plus LT 1.0 T MT R$ 104.063 R$ 103.640 R$ 5 mil 4,8% R$ 98.640
Onix Plus LT 1.0 T Aut. R$ 110.797 R$ 110.340 R$ 5 mil 4,5% R$ 105.340
Onix Plus LTZ 1.0 T Aut R$ 112.893 R$ 112.990 R$ 5 mil 4,4% R$ 107.990
Onix Plus Premier 1.0 T Aut. R8M R$ 119.567 R$ 118.490 R$ 5 mil 4,2% R$ 113.490
Onix Plus Premier 1.0 T Aut. R8R R$ 119.567 R$ 118.490 R$ 5 mil 4,2% R$ 113.490
Spin LS 1.9 MT R$ 102.859 R$ 103.990 R$ 4 mil 3,8% R$ 99.990
Spin LS 1.8 Aut. R$ 109.360 R$ 110.240 R$ 4 mil 3,6% R$ 106.240
Spin LT 1.8 MT R$ 110.256 R$ 110.790 R$ 4 mil 3,6% R$ 106.790
 Montana 1.2 T MT R$ 118.426 R$ 118.690 R$ 4 mil 3,4% R$ 114.690

Por fim, a montadora promete que a estes preços referenciais ainda serão aplicados os descontos extras ofertados pela GM e pela rede de concessionárias da marca no Brasil até o dia 30 de junho.

Nissan

Em nota enviada ao InfoMoney a Nissan compartilhou três versões 2023/2024 do Kicks, seu SUV compacto, que vão receber redução de valores R$ 8.400.

Na Tabela Fipe de maio consta o Kicks Sense 1.6 versão câmbio manual por menos de R$ 120 mil, mas a Nissan explicou que essa opção parou de ser fabricada, portanto, não entra no programa. Em vez disso, serão ofertadas versões automáticas, incluindo a opção de entrada do modelo com e sem kit multimídia e uma versão intermediária.

Era esperado também que três versões do Versa, sedã da marca, também tivesse descontos, o que não aconteceu. O modelo é importado no México e não atinge o critério mínimo de densidade produtiva, ou seja, ele é produzido fora do país e maior parte de suas peças não são produzidas aqui.

Veja como ficaram os novos preços:

Carro Versão Tabela Fipe* Preço sugerido anterior Desconto total Redução Novo preço sugerido
Nissan Kicks Active Aut. CVT 1.6 Flex R$ 112.905 R$ 112.990 R$ 3.000 2,60% R$ 109.990
Nissan Kicks Active Aut. CVT 1.6 Flex com multimídia R$ 114.990 R$ 3.000 2,60% 111.990
Nissan Kicks Sense Aut. CVT R$ 122.460,00 R$ 123.690 R$ 8.400 6,80% R$ 115.290

O InfoMoney tabelou todas as versões dos 33 carros elegíveis aos descontos do governo e chegou a 121 tipos diferentes, segundo a tabela Fipe (isso porque um mesmo veículo pode ter várias configurações). As duas montadoras que ainda não divulgaram os novos preços têm 6 modelos elegíveis ao programa:

São 14 versões desses 6 modelos e praticamento toda lista é da Renault (13), com a Honda tendo apenas 1 modelo. A Renault divulgou apenas o preço do seu modelo mais barato, o Kwid Zen, que vai custar menos de R$ 60 mil.

A Honda, que tem só um modelo elegível ao desconto (o City Sedan EX 1.5 automático), diz apenas que o preço público sugerido da versão é de R$ 118.700, o que a enquadra no limite do governo. “A empresa aguarda a publicação da lista pelo governo dos veículos que se enquadram no programa”.

Veja abaixo todas as versões que custam menos de R$ 120 mil, segundo a tabela Fipe de maio:

Honda

Montadora Carro Versão Tabela Fipe*
Honda City Sedan EX 1.5 Flex 16V 4p Aut. R$ 118.529

Renault

A Renault não divulgou quais são as versões que vão ter a redução de preços, os descontos do governo federal e os novos valores de seu veículos beneficiados. Em nota, destacou apenas o Kwid Zen 1.0, que vai custar menos de R$ 60 mil.

A montadora francesa disse apenas que “está concedendo um incentivo adicional de R$ 2.000 no Kwid Zen, além do desconto de R$ 8.000 anunciado pelo governo federal, para estimular a cadeia automotiva, reduzir emissões de carbono e renovar a frota”.

Com a redução de R$ 10 mil, o preço sugerido do Kwid Zen 1.0 manual** passou de R$ 68.990 para R$ 58.990. O preço da tabela Fipe é diferente do sugerido pela montadora porque considera o preço médio dos veículos anunciados por vendedores em todo o Brasil (veja mais abaixo).

Montadora Carro Versão Tabela Fipe*
Renault Duster Zen 1.6 16V Flex Mec. R$ 108.750
Zen 1.6 16V Flex Aut. R$ 110.124
Intense 1.6 16V Flex Mec. R$ 111.108
Kwid Zen 1.0 Flex 12V 5p Mec.** R$ 67.944
Intense 1.0 Flex 12V 5p Mec. R$ 71.497
Outsider 1.0 Flex 12V 5p Mec. R$ 74.088
Logan Life Flex 1.0 12V 4p Mec. R$ 89.433
Zen Flex 1.0 12V 4p Mec. R$ 93.677
Oroch Pro 1.6 Flex 16V Mec. R$ 109.995
Intense 1.6 Flex 16V Mec. R$ 117.965
Stepway Zen Flex 1.0 12V Mec. R$ 82.034
Zen Flex 1.6 16V Mec. R$ 98.875
Iconic Flex 1.6 16V Aut. R$ 110.413

Tabela Fipe

A tabela Fipe é o principal índice para verificação de preços de automóveis no país. Todos os meses, a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) calcula o preço médio dos veículos anunciados por vendedores no Brasil e o divulga em seu site.

Segundo a instituição, a tabela serve “como um parâmetro para negociações ou avaliações”. “Os preços efetivamente praticados variam em função da região, conservação, cor, acessórios ou qualquer outro fator que possa influenciar as condições de oferta e procura por um veículo específico”.

A tabela Fipe é usada como referência para pessoas que querem vender ou comprar um veículo, por concessionárias e até pelas seguradoras, para calcular o prêmio (preço do seguro) e a indenização (dinheiro que o segurado recebe) em caso de sinistros.

Giovanna Sutto

Repórter de Finanças do InfoMoney. Escreve matérias finanças pessoais, meios de pagamentos, carreira e economia. Formada pela Cásper Líbero com pós-graduação pelo Ibmec.