Veja as novas datas

FGTS: Caixa antecipa calendário de saques de até R$ 500

Todos os não correntistas do banco poderão fazer o resgate até dezembro deste ano

SÃO PAULO – A Caixa Econômica Federal anunciou nesta segunda-feira (21) que antecipou os saques do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) de até R$ 500 para não correntistas do banco. Com a novidade, todos os trabalhadores poderão resgatar o dinheiro até dezembro deste ano – e não mais até março, como era previsto.

A data-limite para que os trabalhadores façam o saque continua igual: 31 de março de 2020. Se o resgate não for feito, os valores voltam para a conta do FGTS.

Os saques para os nascidos em janeiro começaram na última sexta-feira (18). Agora, com o novo calendário, no próximo dia 25 de outubro, trabalhadores nascidos em fevereiro e março poderão começar a sacar os valores que têm em contas.

PUBLICIDADE

Os não correntistas do banco somam cerca de 62 milhões de pessoas que poderão sacar algo em torno de R$ 25 bilhões.

Confira o novo calendário:

Mês de aniversárioData que poderá começar a sacar
Janeiroa partir de 18/10/2019
Fevereiro e marçoa partir de 25/10/2019
Abril e maioa partir de 08/11/2019
Junho e julhoa partir de 22/11/2019
Agostoa partir de 29/11/2019
Setembro e outubroa partir de 6/12/2019
Novembro e dezembroa partir de 18/12/2019

Invista seu dinheiro para realizar seus maiores sonhos. Abra sua conta na XP – é de graça. 

Como consultar o FGTS?  

É possível consultar o saldo do FGTS ou monitorar os depósitos feitos pelo empregador pela internet, por SMS ou por aplicativo. Para todas as opções, é necessário fazer um breve cadastro no site da Caixa e seguir algumas etapas; 

  1. Informe o número do PIS/PASEPe selecione a opção “definir senha”
  2. Confirme que aceita o regulamento
  3. Preencha os seus dados pessoais
  4. Cadastre uma senha 

Em pouco tempo, você receberá uma confirmação de cadastro e logo depois poderá consultar o extrato na plataforma que preferir. 

Quem é correntista da Caixa Econômica Federal tem o seu FGTS vinculado e pode usar o aplicativo do banco para fazer consultas. 

Do que o trabalhador precisa para fazer o saque?  

A Caixa informou que, para resgatar os recursos do fundo, é necessário levar documento de identidade, CPF e carteira de trabalho ou Cartão Cidadão e senha.  

PUBLICIDADE

Os saques de até R$ 100 poderão ser realizados em unidades lotéricas mediante apresentação de documento de identidade original com foto.  

Vale lembrar que ninguém é obrigado a sacar o dinheiro.

Saque-aniversário

O resgate de R$ 500 é diferente do o “saque-aniversário” do FGTS. Esse tipo de saque, que será posto em prática a partir do ano que vem, permitirá ao trabalhador acessar uma parcela do seu saldo no fundo todos os anos.

O percentual disponibilizado irá variar de acordo com o montante acumulado e a data de resgate irá durar três meses a partir do primeiro dia útil do mês de aniversário (calendário que só será aplicado em 2021).

Aderir ou não ao novo formato será opcional. Quem preferir poderá continuar na modalidade antiga, ou “saque-rescisão”.

Mas é preciso ter atenção com essa modalidade. O InfoMoney conversou com especialistas que explicaram quando é uma boa opção aderir essa opção de saque. Clique aqui, para saber mais detalhes.

 

Saque de correntistas da Caixa  

A Caixa iniciou em 9 de outubro os saques de até R$ 500 do FGTS para correntistas do banco nascidos entre setembro e dezembro. Segundo Pedro Guimarães, presidente do banco, 36,9 milhões de trabalhadores com conta no banco já sacaram recursos do FGTS.  

De acordo com balanço divulgado na última quarta-feira, já foram resgatados R$ 15 bilhões. O dinheiro das contas ativas e inativas foi depositado automaticamente para quem tem conta poupança individual da Caixa. 

No caso das pessoas com conta corrente individual, conjunta ou fácil e conta poupança conjunta, o crédito automático ocorreu apenas se esses correntistas fizeram a autorização até o dia 4 de outubro. 

LEIA MAIS: 

• 15 respostas para entender o FGTS: dos R$ 500 ao saque aniversário

• O que fazer (e não fazer) com os R$ 500 do FGTS?

• 10 “fake news” sobre novos saques do fundo

• Site permite simular valor do saque-aniversário de contas ativas e inativas

• Quando e para quem o saque-aniversário anual compensa?