Disponível

FGTS: site permite simular valor do saque-aniversário de contas ativas e inativas

Saque-aniversário inviabiliza acesso ao saldo total do fundo em caso de demissão sem justa causa

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Desde a última terça-feira (1), trabalhadores podem optar pelo saque-aniversário do FGTS, uma modalidade que permite acesso, todos os anos, a uma parcela da soma das contas ativas e inativas do fundo. Além de solicitar a troca (do atual saque-rescisão para o aniversário), o site da Caixa também possui uma calculadora para simular o valor a ser retirado anualmente.

Para calcular o valor, o trabalhador deve acessar o site da Caixa e clicar em “Saque-Aniversário” logo na página inicial. Depois, deve informar CPF, NIS ou e-mail e senha cadastrados no sistema do FGTS. Por fim, clicar em “não sou um robô”.

PUBLICIDADE

Na tela logada, o trabalhador deve entrar em Meu FGTS no canto esquerdo da tela e, depois, “Simulador Saque-Aniversário”. A tela seguinte mostra o valor a que o trabalhador terá acesso se optar pela nova modalidade e o período disponibilizado para retirar esse dinheiro. A mesma página detalha os saldos de todas as contas do FGTS do trabalhador.

Caso queira optar pelo saque-aniversário, o caminho é retornar para o menu Meu FGTS e clicar em Opção Sistemática de Saque FGTS. Depois, é necessário escolher a preferência de data de liberação – ou no dia 1º ou no dia 10 do mês de aniversário – e a forma de saque. As mudanças só são computadas após clicar em Salvar.

Saque-aniversário vs. rescisão

Quem aderir ao saque-aniversário perde a possibilidade de sacar todo o montante da conta ativa em caso de demissão sem justa causa – agora, esse direito fica restrito a quem continuar na modalidade antiga, agora chamada de saque-rescisão. Quando for demitido, o trabalhador que estiver na modalidade aniversário receberá referente ao FGTS apenas a multa de 40% sobre todo o valor depositado pelo empregador ao longo do contrato de trabalho. Só será possível retornar ao saque-rescisão dois anos depois de uma solicitação formal.

Leia também: 
Novo FGTS pode deixar desempregado na mão por 2 anos

O saque-aniversário também difere do chamado saque-imediato, mediante o qual o governo liberou até R$ 500 por conta para saque ainda em 2019. Leia mais sobre as diferenças entre as modalidades de saque clicando aqui. 

Em 2020, o saque-aniversário começa em abril, de acordo com o calendário abaixo:

PUBLICIDADE

Mês de Nascimento                Período de saque

Janeiro e fevereiro                    Abril a junho de 2020

Março e abril                             Maio a julho de 2020

Maio e Junho                            Junho a agosto de 2020

Julho                                         Julho a setembro de 2020

Agosto                                      Agosto a outubro de 2020

Setembro                                  Setembro a novembro de 2020

Outubro                                     Outubro a dezembro de 2020

Novembro                                 Novembro de 2020 a janeiro de 2021

Dezembro                                 Dezembro de 2020 a fevereiro de 2021

A partir de 2021,todos os saques poderão ser realizados entre o mês de aniversário do trabalhador e o segundo mês subsequente.

 

Vai sacar seu FGTS? Invista. Abra uma conta gratuita na XP.