Confira quando será sua vez

FGTS: Caixa libera saque para não correntistas nesta sexta-feira 

Saques têm limite de R$ 500 por conta do trabalhador

arrow_forwardMais sobre
Carteira de trabalho
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A Caixa Econômica Federal começa nesta sexta-feira (18) a liberação de resgates do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para quem não é correntista do banco. Os beneficiados da vez são as pessoas nascidas em janeiro.  

A instituição vai liberar o saque de contas ativas, referentes aos contratos atuais, e também das inativas, contas vinculadas a empregos anteriores que não tenham sido esvaziadas no momento do término do período de trabalho por não terem se enquadrado em uma das regras de saque (demissão sem justa causa, por exemplo) 

O limite para qualquer um dos dois tipos de contas é de R$ 500 por conta vinculada ao trabalhador. Por exemplo, se uma pessoa tiver duas contas, uma com saldo de R$ 2 mil e outra com saldo de R$ 900, ele poderá sacar R$ 500 de cada uma. Se tiver R$ 250 na conta, poderá resgatar o valor total.   

Aprenda a investir na bolsa

A previsão é que essa etapa libere R$ 1,8 bilhão a 4,1 milhões de pessoas. Quem nasceu nos demais meses do ano poderá resgatar os recursos do fundo de acordo com o calendário abaixo.

Calendário de saques para não correntistas  

Mês de aniversário Datas de liberação 
janeirosaque a partir de 18/10/2019 
fevereirosaque a partir de 25/10/2019 
marçosaque a partir de 08/11/2019 
abrilsaque a partir de 22/11/2019 
maiosaque a partir de 06/12/2019 
junhosaque a partir de 18/12/2019 
julhosaque a partir de 10/01/2020 
agostosaque a partir de 17/01/2020 
setembrosaque a partir de 24/01/2020 
outubrosaque a partir de 07/02/2020 
novembrosaque a partir de 14/02/2020 
dezembrosaque a partir de 06/03/2020 

 

O prazo final para todos os trabalhadores, independentemente da data de nascimento e de serem ou não correntistas, é 31 de março de 2020.  

O saque de até R$ 500 não impede o resgate de recursos do FGTS para outras finalidades, como aquisição da casa própria, aposentadoria e doença grave. Além disso, permanece o direito do trabalhador de tirar os recursos do fundo em caso de demissão, recebendo a multa de 40% sobre o valor sacado.  

Horário estendido de agências  

A Caixa anunciou que, devido à alta demanda esperada, vai estender o horário de funcionamento de algumas agências do banco. Mais de 2.300 agências vão funcionar durante algumas horas extras nesta sexta (18), sábado (19), segunda (21) e terça (22), conforme as regras abaixo:   

Sexta, segunda e terça 
Agências que abrem às 10h: abrirão às 8h
Agências que abrem às 9h: abrirão às 8h e terão o horário de funcionamento estendido em 1 hora; 
Agências que abrem às 11h: abrirão às 9h e terão o horário de funcionamento estendido em 2 horas; 
Sábado
Agências abrem das 9h às 15h

 

PUBLICIDADE

A lista das agências com horário especial de atendimento está no site da Caixa, conforme a cidade selecionada pelo usuário. 

Do que o trabalhador precisa para fazer o saque?  

A Caixa informou que, para resgatar os recursos do fundo, é necessário levar documento de identidade, CPF e carteira de trabalho ou Cartão Cidadão e senha.  

Os saques de até R$ 100 poderão ser realizados em unidades lotéricas mediante apresentação de documento de identidade original com foto.  

Vale lembrar que ninguém é obrigado a sacar o dinheiro.

Saque de correntistas da Caixa  

A Caixa iniciou em 9 de outubro os saques de até R$ 500 do FGTS para correntistas do banco nascidos entre setembro e dezembro. Segundo Pedro Guimarães, presidente do banco, 36,9 milhões de trabalhadores com conta no banco já sacaram recursos do FGTS.  

De acordo com balanço divulgado na última quarta-feira, já foram resgatados R$ 15 bilhões. O dinheiro das contas ativas e inativas foi depositado automaticamente para quem tem conta poupança individual da Caixa. 

No caso das pessoas com conta corrente individual, conjunta ou fácil e conta poupança conjunta, o crédito automático ocorreu apenas se esses correntistas fizeram a autorização até o dia 4 de outubro. 

Como consultar o FGTS?  

É possível consultar o saldo do FGTS ou monitorar os depósitos feitos pelo empregador pela internet, por SMS ou por aplicativo. Para todas as opções, é necessário fazer um breve cadastro no site da Caixa e seguir algumas etapas; 

  1. Informe o número do PIS/PASEPe selecione a opção “definir senha”
  2. Confirme que aceita o regulamento
  3. Preencha os seus dados pessoais
  4. Cadastre uma senha 

PUBLICIDADE

Em pouco tempo, você receberá uma confirmação de cadastro e logo depois poderá consultar o extrato na plataforma que preferir. 

Quem é correntista da Caixa Econômica Federal tem o seu FGTS vinculado e pode usar o aplicativo do banco para fazer consultas. 

Saque-aniversário

O resgate de R$ 500 é diferente do o “saque-aniversário” do FGTS. Esse tipo de saque, que será posto em prática a partir do ano que vem, permitirá ao trabalhador acessar uma parcela do seu saldo no fundo todos os anos.

O percentual disponibilizado irá variar de acordo com o montante acumulado e a data de resgate irá durar três meses a partir do primeiro dia útil do mês de aniversário (calendário que só será aplicado em 2021).

Aderir ou não ao novo formato será opcional. Quem preferir poderá continuar na modalidade antiga, ou “saque-rescisão”.

Mas é preciso ter atenção com essa modalidade. O InfoMoney conversou com especialistas que explicaram quando é uma boa opção aderir essa opção de saque. Clique aqui, para saber mais detalhes.

 

PUBLICIDADE

LEIA MAIS: 

• 15 respostas para entender o FGTS: dos R$ 500 ao saque aniversário

• O que fazer (e não fazer) com os R$ 500 do FGTS?

• 10 “fake news” sobre novos saques do fundo

• Site permite simular valor do saque-aniversário de contas ativas e inativas

• Quando e para quem o saque-aniversário anual compensa?