Blog InfoMoney

Finanças em casa

Em blogs / financas-pessoais / financas-em-casa

Saúde Física x Saúde Jurídica: a importância do equilíbrio

Sempre gosto de ponderar que é preciso haver um equilíbrio em tudo o que fazemos e com a nossa saúde não poderia ser diferente. Aprofundo mais essa questão em meu livro Empreender Vitorioso com Sonhos e Lucro em Primeiro Lugar, lançado no fim de Novembro. É imprescindível dar a mesma atenção à saúde física e jurídica. 

Gastos saúde
(Andy Dean Photography)

Sempre gosto de ponderar que é preciso haver um equilíbrio em tudo o que fazemos e com a nossa saúde não poderia ser diferente. Aprofundo mais essa questão em meu livro Empreender Vitorioso com Sonhos e Lucro em Primeiro Lugar, lançado no fim de Novembro. É imprescindível dar a mesma atenção à saúde física e jurídica. Explico:

No primeiro caso, da saúde física, existe um consenso de que cada vez mais precisamos ficar atentos ao nosso bem-estar e cuidar da nossa saúde, isso porque ao longo dos últimos anos as pessoas ficaram mais propensas a desenvolverem doenças por conta de estresse derivado da correria cotidiana. Além disso, é preciso levar em consideração que, caso seja o (a) provedor (a), da família, tenha um seguro de vida, ou seja, uma garantia em caso de ausência, podendo interferir no cotidiano da mesma. Por isso é importante parar por um momento e avaliar como anda a sua saúde e disposição para empreender a sua vida, tenho certeza de que encontrará algum ponto a ser revisto.

Quase sempre estamos muito mais focados nos negócios e deixamos de lado a nossa saúde física, assim os avanços entre ambos os lados acabam se perdendo. Mesmo que pareça clichê, a saúde entre mente e corpo devem estar em sincronicidade, como diz a famosa frase latina “Mens sana in corpore sano”, ou seja, “Mente sã num corpo são”. Essa frase nunca fez tanto sentido se formos levar em consideração a enorme quantidade de pessoas que sofrem de problemas relacionados à autoestima

Já quando falamos da saúde jurídica, a que envolve o negócio, devemos também colocar na balança o caso em que a pessoa está envolvida diretamente com as atividades da empresa, ou seja, se for um executor, a sua ausência pode comprometer o desenvolvimento e até mesmo a rentabilidade do negócio. No caso do empreendedor a situação é diferente, já que o andamento da empresa pode continuar mesmo na sua ausência.

Saiba que é possível priorizar atitudes e palavras positivas em todos os aspectos da nossa vida, com o objetivo principal de ter uma saúde mental equilibrada, sempre buscando reverter situações negativas em algo bom. Pode parecer difícil no começo, mas esse exercício pode trazer muitos benefícios, sempre tendo o foco no seu sonho e sabendo que é preciso também olhar para o passado para compreender o presente e construir o futuro, tomando o cuidado de não se apegar muito a ele e viver preso em algo que já passou. Pensando dessa maneira, sempre busco viver focado 10% no passado, 60% no presente e 30% no futuro.

Para finalizar, gostaria de propor uma reflexão, colocando como principal objetivo a sua vida, respondendo a três perguntas e tendo em mente em agregar valor ao seu novo empreender: como está a minha saúde física? Como está a minha saúde mental? Como está a minha saúde espiritual? Não tenha medo de arriscar e lembre-se de sempre se manter equilibrado, assim terá mais disposição, autoestima e conquistas.

Importante: As opiniões contidas neste texto são do autor do blog e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney.

 

perfil do autor

Reinaldo Domingos

Reinaldo Domingos é presidente da Abefin (Associação Brasileira de Educadores Financeiros), autor de vários livros e criador da Metodologia DSOP de Educação Financeira.

Quer dicas exclusivas?

Preencha os campos abaixo e receba dicas e conteúdos exclusivos do blog Finanças em casa

Contato