Blog InfoMoney

O mundo sobre muitas rodas

Em blogs / carros / o-mundo-sobre-muitas-rodas

Vendas de automóveis: Volkswagen cresce, mas as estrelas são os SUVs

O mercado automotivo, depois da turbulência dos últimos anos, entrou em altitude de cruzeiro! Voltamos ao patamar de vendas de 2015, mas ainda vendemos 1/3 a menos do que vendíamos em 2012. Mas, a mudança mais sentida no setor, é que o mercado de SUV cresceu 300% na última década!

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores.

Volkswagen T-Cross
(Divulgação)

Terminado o mês de novembro, entramos na reta final do ano que, para o pessoal que trabalha no ramo, será um ano para se comemorar!

No mês de novembro, vendemos mais de 2,245 milhões de carros: volume este que é maior do que o do ano passado (2,172 milhões de carros vendidos em 2017).

O resultado deste ano deverá ser muito próximo ao resultado de 2015, mas o nosso tombo (ao longo dos últimos anos), foi muito violento!

Sobre o ano santo de 2012 (3,632 milhões de carros vendidos), registraremos queda de 32%, ou vendendo quase 1,2 milhões de carros a menos.

E, como em qualquer segmento, houve gente que ganhou mais e aqueles que perderam mais...

E a grande vencedora do ano foi a VW! Depois de passar anos sendo mais chutada do que “cachorro morto”, a vovozona alemã registra crescimento de 36% neste ano.

Receita de sucesso?

Tem nome e sobrenome: Polo, Virtus, Tiguan, Jetta.

A renovação da marca foi brutal! Isso gerou um ganho de 2,4 pontos percentuais e, o “mais, melhor de bom”, foi que ela vendeu 53,5 mil carros a mais. Ou seja, roubou esse volume de outras marcas.

Depois da VW, o grupo Renault-Nissan (a Mitsubishi ainda é café-com-leite) teve ganho de 1,3 pontos percentuais de Share - ou “roubaram” quase 30 mil carros de outras marcas!

O grande ponto é: o mercado cresceu 14% sobre o ano passado mas, se pegarmos uma VW com evolução de 36% e a Renault-Nissan com resultado na casa de 27%, quer dizer que muita gente perdeu neste ano - e TÁ PERDENDO FEIO!

O resumão é: das 20 grandes marcas que atuam no mercado (99% do mercado), só sete estão em evolução. As outras 13 estão pagando para o pessoal da VW, Renault-Nissan e companhia.

Outro ponto que chamou a nossa atenção foi a grande mudança no perfil de compra dos carros nos últimos 10 anos. Em 2008, o mercado de SUV’s  era restrito a 5,3% do total; e hoje tem uma participação de mais de 20% ;  ou seja, em 2008, 1 em cada 20 carros vendidos era de SUV, hoje a razão é de 1 a cada 5!

Outro segmento que cresceu da mesma forma, foi o de Picapes Médias, impulsionado pela Fiat/Toro.

E da mesma forma que falei sobre o share deste ano de quem ganhou e perdeu, aqui o conceito é o mesmo: o mercado de SUV foi lá para cima!

Investir é a maneira mais fácil de realizar seus sonhos de consumo. Não deixe seu dinheiro parado: abra uma conta na XP - é de graça!

Quem foi lá para baixo foi o mercado de station wagons, da falecida VW/Parati e da morta-viva Palio Weekend, assim como o mercado de hatches médios, onde o Ford Focus, o GM Cruze e o VW Golf são dos últimos bastiões do segmento.

O ponto atual do mercado automotivo é que ele virou a chave em um curto espaço de tempo. Estamos vivendo na "Era dos SUV" (ou dos carros grandes)! Que começou com o Ford Ecosport, ai jogaram água nele e houve a multiplicação de modelos e versões (assim como os Gremlins).

Essa "Era" aqui em terra tupiniquins deve ter uma vida longa.... basta ver os últimos (e os futuros) lançamentos. 

E aí, o que achou? Dúvidas, me manda um e-mail aqui!

Ou me segue no Facebook, aqui!

=)

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores.

 

perfil do autor

Raphael Galante

É economista, trabalha no setor automotivo há 14 anos e atua como consultor na Oikonomia Consultoria Automotiva.

Quer dicas exclusivas?

Preencha os campos abaixo e receba dicas e conteúdos exclusivos do blog O mundo sobre muitas rodas

Contato