Tributação de Renda Fixa

Inicio
 
a a a
Imposto de Renda
IOF (Imposto sobre Operações Financeiras)

Imposto de Renda

As aplicações em renda fixa são sujeitas a um sistema de alíquotas decrescente de acordo com o prazo de aplicação. No caso dos fundos de investimento ocorre recolhimento semestral na fonte a uma alíquota de 15%, e a diferença é paga na hora do resgate.

  • 22,5% quando o prazo de investimento for inferior a seis meses;

  • 20% quando o prazo de investimento superar seis meses, mas for inferior a 12 meses;

  • 17,5% quando o prazo de investimento superar doze meses, mas for inferior a 24 meses;

  • 15% quando o prazo de investimento superar 24 meses.

Mais ainda no caso dos fundos, além do prazo durante o qual o dinheiro será aplicado é preciso considerar o prazo médio dos títulos que compõem a carteira do fundo. Caso o prazo médio seja inferior a 365 dias, e o dinheiro for aplicado por menos de seis meses, a alíquota adotada será de 22,5%. Nos casos em que o prazo médio dos títulos é inferior a 365 dias, mas o prazo de aplicação supera seis meses a alíquota será de 20%. Nos casos em que o prazo médio supera 365 dias aplicam-se as alíquotas acima de acordo com o prazo de investimento do dinheiro.

IOF (Imposto sobre Operações Financeiras)

Somente os resgates com prazos inferiores a 30 dias terão incidência do IOF sobre os rendimentos auferidos, e o IOF é pago de forma regressiva, isto é, quanto mais tempo você deixa o dinheiro aplicado você paga menos imposto e vice-versa. As alíquotas variam de 96% para aplicações por 1 dia até 3% para aplicações por 29 dias.

<< Entendendo as Principais Aplicações em Renda Fixa
Assuntos relacionados: IOF

Deixe seu comentário