Renda fixa

Tesouro Direto: confira os preços e as taxas dos títulos públicos nesta sexta-feira

Investidores repercutiram dados de inflação nos EUA, além de IGP-M e crise hídrica no Brasil

SÃO PAULO – Os prêmios pagos pelos títulos públicos negociados via Tesouro Direto apresentavam queda na tarde desta sexta-feira (27), com os investidores de olho na divulgação de dados de inflação nos EUA e no Brasil.

O Tesouro Prefixado com vencimento em 2026 pagava uma taxa anual de 8,38%, ante 8,50% ao ano na tarde de quinta-feira (27). Da mesma forma, o juro pago pelo Tesouro Prefixado 2024 cedia de 7,98% para 7,86% ao ano.

Entre os títulos atrelados à inflação, o Tesouro IPCA+ 2035 oferecia um prêmio anual de 4,12% nesta tarde, ante 4,18% na última sessão, enquanto a taxa do Tesouro IPCA+ com juros semestrais 2040 recuava de 4,21% para 4,16% ao ano.

Leia também:
Após 4 meses no vermelho, Tesouro Direto volta a ter vendas superiores aos resgates em abril

Confira os preços e as taxas atualizadas de todos os títulos públicos disponíveis para compra no Tesouro Direto nesta sexta-feira (28):

Fonte: Tesouro Direto

IGP-M e crise hídrica

Na agenda doméstica do dia, investidores repercutiram dados do Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), que acelerou a alta para 4,10% em maio, ante avanço de 1,51% em abril, segundo a Fundação Getulio Vargas.

Com o resultado, o índice que acompanha a correção de valores de contratos como os de aluguel, acumula agora alta de 14,39% no ano e de 37,04% em 12 meses.

Ainda no Brasil, atenção para a crise hídrica nacional que tem levado autoridades do governo a considerarem um racionamento de energia no país, como ocorreu em 2001.

Segundo o jornal Valor Econômico, o governo está pensando em criar um “comitê de crise” para pensar em estratégias que possam afastar o risco de blecaute por déficit na oferta de energia no sistema brasileiro.

PUBLICIDADE

Por fim, no noticiário de coronavírus, o presidente do Instituto Butantan, Dimas Covas, afirmou ontem à CPI da Covid no Senado que, em julho de 2020, foram oferecidas ao governo federal 60 milhões de doses da CoronaVac, que poderiam ter sido entregues ainda no último trimestre do ano passado.

Ele afirmou ainda que o Brasil poderia ter sido o primeiro país do mundo a começar a imunização contra a Covid-19, mas não houve resposta por parte do Ministério da Saúde.

Inflação nos EUA

No exterior, investidores repercutiram os dados do índice PCE (Despesas de Consumo Pessoal, na sigla em inglês), o indicador de inflação acompanhado com mais atenção pelos membros do Federal Reserve, o banco central americano. Em abril, o PCE subiu 0,6%, em linha com as projeções dos economistas consultados pela Refinitiv.

Já na comparação com o mesmo período do ano passado, o núcleo do PCE disparou para 3,1%, de 1,9% em março, atingindo seu maior nível desde 1991. A expectativa era de crescimento a 2,9%.

Ontem, a Secretária do Tesouro americano, Janet Yellen, defendeu a necessidade de aumentar os gastos do governo americano por meio do orçamento do ano fiscal de 2022, cuja proposta da administração Biden será apresentada na sexta-feira.

De acordo com ela, a economia do país está se recuperando da pandemia, “mas ainda há um longo caminho pela frente”, e não será possível prosseguir com a retomada com um orçamento desenhado para o nível de gastos de 2010.

A secretária do Tesouro dos Estados Unidos considera que a economia norte-americana ainda oferece “certa folga” para novos planos fiscais, como planeja o presidente Joe Biden em seus projetos de investimentos em infraestrutura e seguridade social. Na sessão de perguntas de deputados do Comitê de Apropriações da Câmara dos Representantes do país, a secretária afirmou não esperar que os gastos adicionais provocarão uma alta duradoura na inflação.

Sócia da XP Investimentos oferece curso gratuito de como alcançar a liberdade financeira. Clique aqui para se inscrever.

PUBLICIDADE