Fundos Imobiliários

Rio Bravo incorpora agências do Santander e cria fundo imobiliário de R$ 1,3 bilhão

Com a aquisição, fundo RBVA11 passa a conter 83 imóveis em seu portfólio; cotas do Santander Agências deixaram de ser negociadas

SÃO PAULO – Após ser incorporado pelo fundo imobiliário Rio Bravo Renda Varejo (RBVA11), o FII Santander Agências (SAAG11) deixou de ser negociado na B3 na segunda-feira (20) e suas cotas foram convertidas hoje em cotas do novo fundo. Com a mudança, cada cota do SAAG foi transformada em 0,88299943 cota do RBVA, atribuindo-se sempre ao cotista um número inteiro de cotas do novo fundo.

As frações de cotas resultantes da relação de troca, por sua vez, foram agregadas a fim de formar números inteiros de cotas e ofertadas à venda por meio de um leilão a ser realizado pela B3. As informações constam em fato relevante publicado pela administradora em 14 de abril.

Agora, o portfólio do Rio Bravo Renda Varejo passa a contar com 83 imóveis, área bruta locável (ABL) total de 146 mil m² e um valor patrimonial de R$ 1,3 bilhão.

Com a incorporação do SAAG, 54% do FII passa a ser formado por agências do Santander e 32%, por agências da Caixa. Demais locatários relevantes são C&A, Centauro e Grupo Pão de Açúcar. Com relação aos contratos, a maior parte deles é atípico, com vencimento em 2022.

O movimento de incorporação, que havia sido proposto em janeiro, ocorre em linha com a busca de gestores por uma maior diversificação dos portfólios de fundos de agência bancária, diante de um cenário de avanço dos meios digitais e enxugamento das agências físicas.

Criado em 2012, em meio a um projeto de expansão da Caixa Econômica Federal que previa a construção de novas agências, o RBVA vinha, desde maio do ano passado, fazendo a transição para o varejo, por meio da aquisição de imóveis do segmento. Ainda assim, 71% da receita contratada do fundo ainda partia, em março, dos ativos locados ao banco.

“A Rio Bravo está confiante que a incorporação é de extrema importância para a perpetuidade e rentabilidade do fundo no longo prazo e se compromete a envidar melhores esforços para que o fundo continue a diversificação que vem fazendo desde 2018”, afirmou a administradora, no relatório de março.

Nesta quarta-feira (22), por volta das 15h40, as cotas do RBVA11 operavam em queda de 0,2%, enquanto o Ifix subia 0,7%.

Tudo o que você precisa saber para lucrar na Bolsa de Valores operando da sua casa em um curso gratuito: clique aqui e participe!