Central de FIIs

Ifix fecha sessão com ganhos de 0,10%; FII RVBI11 é destaque de alta

O fundo VBI Reits (RVBI11) liderou a lista das maiores altas do pregão, com elevação de 2,7%

Por  Wellington Carvalho -

O IFIX – índice que reúne os fundos imobiliários mais negociados na B3 – fechou a sessão desta quinta-feira (14) com alta de 0,1%, aos 2.775 pontos. O fundo VBI Reits (RVBI11) liderou a lista das maiores altas do pregão, com elevação de 2,7%. Confira os demais destaques de hoje ao longo do Central de FIIs.

A sessão desta quinta-feira (14) começou com a maior bateria de distribuição de dividendos prevista para o mês. Considerando apenas os fundos com maior liquidez na Bolsa, incluídos no Ifix, 49 carteiras depositaram rendimentos aos cotistas hoje.

Os dividendos vão de R$ 0,06 a R$ 3,30 por cota, como é o caso do CSHG Logística (HGLG11). O repasse do fundo – que distribuiu R$ 1,10 por cota no mês passado – representa um retorno mensal de 2%.

No relatório gerencial divulgado esta semana, o fundo lembra que o aumento dos dividendos referentes às receitas obtidas em junho é extraordinária e está em linha com a política de distribuição da carteira.

“Para os meses de junho e dezembro, quando eventualmente existe algum resultado não recorrente, há um rendimento maior com o objetivo de atingir algo acima da distribuição mínima obrigatória, de 95% do lucro em regime de caixa”, explica o documento.

Outro destaque da lista dos fundos imobiliários que pagam dividendos hoje é o Urca Prime Renda (URPR11). Com uma taxa de retorno de 1,65% no mês, o fundo distribui hoje R$ 1,85 por cota.

Em junho, o Riza Akin (RZAK11), foi o responsável pela maior taxa de retorno com dividendos (dividend yield ) do mês, com 1,82%.

Confira quais são os outros 47 fundos imobiliários que distribuem rendimentos nesta quinta-feira (14):

TickerFundoRendimento
HGLG11CSHG LOG R$         3,30
URPR11Urca Prime Renda R$         1,85
HCTR11Hectare R$         1,50
NCHB11NCH High Yield R$         1,47
OUJP11Ourinvest JPP R$         1,47
DEVA11Devant R$         1,41
HGBS11Hedge Brasil Shopping R$         1,40
BTCR11BTG Pactual Crédito Imobiliário R$         1,25
HGCR11CSHG Recebíveis Imobiliários R$         1,20
HGRU11CSHG Renda Urbana R$         1,20
FEXC11BTG Pactual Fundo de CRI R$         1,20
PLCR11Plural Recebíveis Imobiliários R$         1,17
RECR11REC Recebíveis R$         1,15
MFII11Mérito Desenvolvimento R$         1,10
SADI11Santander Papéis Imobiliários R$         1,06
TRXF11TRX Real Estate R$         1,05
XPCI11XP Crédito Imobiliário R$         1,05
BBPO11BB Progressivo R$         0,89
KNRI11Kinea Renda Imobiliária R$         0,84
BLMG11Bluemacaw Logística R$         0,80
GALG11Guardian Logística R$         0,80
HGRE11CSHG Real Estate R$         0,78
GTWR11Green Towers R$         0,74
MALL11Malls Brasil Plural R$         0,72
VILG11Vinci Logistica R$         0,71
KFOF11Kinea FoF R$         0,70
SARE11Santander Renda R$         0,70
VISC11Vinci Shopping Centers R$         0,70
XPLG11XP Log R$         0,70
RBRL11RBR Log R$         0,70
HSLG11HSI Logística R$         0,65
HGFF11CSHG FoF R$         0,62
BCFF11BTG Pactual Fundo de Fundos R$         0,60
HFOF11Hedge Top FoF II R$         0,60
RECT11REC Renda Imobiliária R$         0,50
TEPP11Tellus Properties R$         0,50
JSRE11JS Real Estate R$         0,49
BRCR11BC FUND R$         0,47
RBRP11RBR Properties R$         0,45
FIGS11General Shopping R$         0,40
XPPR11XP Properties R$         0,35
VINO11Vinci Offices R$         0,34
TORD11Tordesilhas EI R$         0,17
VSLH11Versalhes Recebiveis Imobiliarios R$         0,14
KISU11KILIMA R$         0,10
MXRF11Maxi Renda R$         0,10
XPSF11XP Selection R$         0,07
VIFI11Vinci Instrumentos Financeiros R$         0,06

Fonte: InfoMoney. Tickers com final diferente de 11 se referem aos recibos e direitos de subscrição dos fundos.

Maiores altas desta quinta-feira (14)

TickerNomeSetorVariação (%)
RVBI11VBI ReitsTítulos e Val. Mob.2,7
XPPR11XP PropertiesOutros2,39
PATL11Pátria LogísticaLogística1,64
BRCO11BRESCO LogísticaLogística1,49
BLMR11Bluemacaw Renda+ FOFTítulos e Val. Mob.1,44

Maiores baixas desta quinta-feira (14):

TickerNomeSetorVariação (%)
ALZR11Alianza Trust RendaLogística-2,95
HSAF11 HSI Ativos FinanceirosTítulos e Val. Mob.-1,9
ARRI11Átrio Reit RecebíveisTítulos e Val. Mob.-1,08
MORE11More Real EstateTítulos e Val. Mob.-1,05
BBPO11BB Progressivo IILajes Corporativas-1

Fonte: B3

Descubra o passo a passo para viver de renda com FIIs e receber seu primeiro aluguel na conta nas próximas semanas, sem precisar ter um imóvel, em uma aula gratuita.

Novo inquilino do Bresco; FII Hotel Maxinvest e RBR Crédito Imobiliário Estruturado farão ofertas e mais assuntos

Confira as últimas informações divulgadas por fundos imobiliários em fatos relevantes:

Banco do Brasil sinaliza devolução de dois imóveis do FII BB Progressivo II (BBPO11)

O FII BB Progressivo II confirmou, nesta quinta-feira (14), que o Banco do Brasil, locatário da carteira, sinalizou a intenção de não renovar o contrato de locação de dois imóveis que mantém com o fundo.

De acordo com o comunicado ao mercado, os espaços que podem ser devolvidos estão localizados na rua Espírito Santo, em Belo Horizonte (MG) e na rua Bom Pastor, em São Paulo (SP).

Em paralelo, a gestão do BB Progressivo II segue negociando a renovação dos contratos de outros quatro imóveis, que vencem em novembro de 2022.

A discussão envolve as unidades da rua Líbero Badaró, em São Paulo (SP), da praça Tiradentes, em Curitiba (PR), da avenida Presidente Vargas, em Belém (PA) e da rua Tamoios, em Belo Horizonte (MG).

Focado no investimento em agências bancários do Banco do Brasil, o BB Progressivo II tem uma carteira composta por 64 imóveis alugados para a instituição financeira.

No início do mês, o fundo finalizou a reavaliação dos imóveis do fundo, que apontou variação positiva de 4,39%, de acordo com laudo da Consult Engenharia e Avaliações.

Bresco (BRCO11) tem novo inquilino no interior de São Paulo e prevê aumento de dividendos de até R$ 0,02 por cota

O FII Bresco Logística assinou, nesta quarta-feira (13), contrato com a Westrock Celulose, Papel e Embalagens para a locação de 14 mil metros quadrados do imóvel em Itupeva, no interior de São Paulo.

De acordo com a carteira, o novo contrato representa 36,6% da área bruta locável (ABL) do imóvel. A área está atualmente locada pela empresa Coopercarga, que deverá deixar o local nas próximas semanas.

O acordo com a Westrock possui prazo de vigência de sete anos, com início previsto para o dia 1º de setembro de 2022. O contrato prevê seis meses de carência – período sem receita de aluguel. Após o período de carência, o contrato deverá elevar a distribuição de dividendos do fundo em aproximadamente R$ 0,02 por cota.

FII mais recomendado pelos analistas em julho, o Bresco Logística já havia comunicado na semana passada que a B2W Companhia Digital decidiu rescindir o contrato de locação que assinou com o fundo em maio de 2021.

RBR Crédito Imobiliário Estruturado ( RBRY11) quer captar até R$ 249,9 milhões em nova emissão

O FII RBR Crédito Imobiliário Estruturado aprovou, nesta quarta-feira (13), a realização da quinta emissão de cotas do fundo, que planeja captar até R$ 249,99 milhões com a oferta.

O valor unitário das novas cotas foi definido em R$ 104,96, sem considerar a taxa de distribuição, que ainda será fixada pelos gestores e comunicada ao mercado.

Na abertura da sessão desta quinta-feira (14), as cotas do RBR Crédito Imobiliário Estruturado estavam sendo negociadas a R$ 100,90, com queda de 0,30%.

Os cotistas do fundo terão direito de preferência na oferta, que tem fator de proporção de 62%. De acordo com o fato relevante, o direito poderá ser negociado com outros investidores.

FII Hotel Maxinvest (HTMX11) lança oferta para levantar R$ 23 milhões

Em fato relevante divulgado nesta quarta-feira (13), o FII Hotel Maxinvest também anunciou a aprovação de nova emissão de cotas do fundo, que pretende captar R$ 23 milhões.

O valor unitário das novas cotas foi fixado em R$ 93 e a taxa de distribuição será de 0,36%, totalizando um preço de subscrição de R$ 93,36.

No fechamento do mercado nesta quarta-feira (13), os papéis do FII Hotel Maxinvest foram negociados com R$ 89,88, com alta de 2,03%.

Os cotistas com posição no final do dia 18 de julho terão direito de preferência na oferta – a 15ª da carteira –, que poderá ser exercido entre os dias 20 de julho e 1 de agosto de 2022.

Atualmente, a carteira do FII Hotel Maxinvest é composta por 449 unidades hoteleiras espalhadas por diversas regiões de São Paulo (SP). Em abril de 2022, a taxa de ocupação estava em 63%. O fundo tem hoje uma base de 22.348 cotistas.

Giro Imobiliário: Cyrela arremata antiga sede de Furnas; estratégia da influenciadora Carol Dias para investir em FIIs

Cyrela (CYRE3) arremata antiga sede de Furnas por R$ 75,4 milhões em leilão sem concorrência

A Cyrela (CYRE3) arrematou nesta quarta-feira (13), em leilão na B3, um imóvel no bairro de Botafogo, no Rio de Janeiro, de propriedade da Furnas Centrais Elétricas (Eletrobras Furnas). Com uma área de mais de 9 mil metros quadrados, o local faz parte do antigo edifício sede de Furnas.

O lote comprado é constituído pelo terreno do estacionamento e os prédios que abrigaram o Centro de Operação do Sistema Furnas, gráfica e centro de treinamento.

Os espaços fazem parte do portfólio de mais de 200 ativos imobiliários de Furnas que compõem o projeto de Estruturação Imobiliária desenvolvido junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), em parceria com o consórcio de consultores Eletriza (Patrinvest, Apsis, Tauil & Chequer Advogados, Cix Capital, Alvarez &).

O restante dos imóveis do portfólio será transferido a um fundo de investimento imobiliário, a ser estruturado exclusivamente a este fim pelo BNDES, para posterior desenvolvimento e alienação.

Dividendos de R$ 8 mil por mês com FIIs: conheça a estratégia da influenciadora Carol Dias para investir

De assistente de palco do extinto programa Pânico na TV ao mundo dos investimentos, a vida profissional de Carol Dias passou por uma grande transformação nos últimos dez anos. Por enquanto, a hoje influenciadora digital não tem do que reclamar. Além de sucesso nas redes sociais, a ex-modelo também tem colhido frutos como investidora. Só de dividendos de fundos imobiliários, ela recebe mensalmente quase R$ 8 mil reais.

Com quase sete milhões de seguidores – 6,6 milhões só no Instagram – Carol foi a convidada da edição desta terça-feira (13) do Liga de FIIs, que tem apresentação de Maria Fernanda Violatti, analista da XP, Thiago Otuki, economista do Clube FII, e Wellington Carvalho, repórter do InfoMoney.

No melhor estilo skin in the game – que arrisca a própria pele –, a influenciadora contou detalhes da trajetória como investidora e da relação que tem com os fundos imobiliários, que também pode ser conferida nas redes sociais.

“Fundo imobiliário é para renda passiva”, lembra Carol. “Quase R$ 8 mil reais é um belo salário, principalmente se compararmos com a realidade da maior parte dos brasileiros”, diz a também educadora financeira sobre os ganhos com os FIIs, produto que oferece ao investidor renda extra mensal isenta de imposto de renda.

Compartilhe