Bitcoin tenta romper importante resistência em busca de nova máxima histórica

Criptomoeda reagiu bem à divulgação da inflação ao consumidor nos EUA

Lucas Gabriel Marins

(Getty Images)

Publicidade

O Bitcoin (BTC) continuou a trajetória de alta iniciada ontem após a divulgação do índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) nos Estados Unidos, que veio abaixo do esperado.

Por volta das 8h desta quinta-feira (16), a criptomoeda chegou a ser negociada a US$ 66.343, o melhor preço desde o final de abril. Às 10h, porém, recuou para US$ 65.986. No acumulado da semana, o ativo digital entrega ganhos de +4,7%.

Ontem, o Departamento do Trabalho dos EUA divulgou que a inflação ao consumidor subiu 0,3% em abril, ante 0,4% em março, abaixo da variação projetada pelo consenso LSEG. Reduzir o aumento generalizado de preços de bens e serviços no país é o requisito principal para o início dos cortes de juros.

Continua depois da publicidade

“Esses cortes são positivos para todo o mercado de renda variável, pois os investidores vendem a renda fixa e compram renda variável. No caso, isso impacta positivamente todo o mercado cripto, como uma visão de fundamento para longo prazo”, disse Tasso Lago, especialista em criptomoedas e fundador da Financial Move.

Israel Buzaym, especialista cripto do Bitybank, disse que um padrão ombro-cabeça-ombro foi formado nas últimas semanas, juntamente com o Índice de Força Relativa (IFR) próximo dos 30 (faixa que indica que o ativo está sobrevendido e pode voltar a subir) no período diário, sinalizando a reversão da tendência de queda.

“Enxergo o movimento recente como uma retomada do sentimento bullish (otimista) em direção a novas altas históricas. Me arrisco a dizer que a próxima região de resistência é a dos US$ 67 mil e, superando esse nível, devemos testar novamente a região dos US$ 72 mil já nas próximas semanas para sentir o apetite do mercado para novas máximas”.

Continua depois da publicidade

Já Fernando Pereira, analista da Bitget, disse que o BTC tentou romper uma importante resistência no dia de ontem, em US$ 65.500, mas ainda precisa de confirmação. “Caso se mantenha acima desse valor hoje, teremos o rompimento confirmado, e aí os alvos para alta serão de: US$ 68,8 mil, US$70,8 mil e US$ 74 mil”.

Além da política monetária nos EUA, o fluxo positivo de capital para os ETFs (fundos de índice) à vista de BTC nos EUA continua respigando no preço da moeda digital. Os 11 produtos registraram entrada líquida diária de US$ 302,97 milhões ontem, a maior desde 3 de maio, segundo dados da plataforma SoSoValue.

As principais altcoins também sobem nesta manhã, com exceção da BNB Chain (BNB). O destaque é a Solana (SOL), que pula +6,30% no dia. Entre as criptos menores, a maior valorização é da Fantom (FTM), com avanço de +16,50%.

Continua depois da publicidade

Em Wall Street, os índices futuros dos EUA também operam no campo positivo em reação à divulgação do CPI. Dow Jones Futuro sobe +0,05%, S&P 500 Futuro valoriza +0,05% e Nasdaq Futuro entrega alta de +0,16%.

Confira o desempenho das principais criptomoedas às 10h:

CriptomoedaPreçoVariação nas últimas 24 horas
Bitcoin (BTC)US$ 65.986+3,00%
Ethereum (ETH)US$ 2.976+0,50%
BNB Chain (BNB)US$ 575-0,60%
Solana (SOL)US$ 160+6,30%
XRP (XRP)US$ 0,5156+1,60%

Fonte: CoinGecko

Continua depois da publicidade

As criptomoedas com as maiores altas nas últimas 24 horas:

CriptomoedaPreçoVariação nas últimas 24 horas
Fantom (FTM)US$ 0,8033+16,50%
Sei (SEI)US$ 0,5579+13,30%
Immutable (IMX)US$ 2,40+12,70%
Safe (SAFE)US$ 2,17+13,10%
Core (CORE)US$ 1,84+12,40%
Fonte: CoinGecko

As criptomoedas com as maiores baixas nas últimas 24 horas:

CriptomoedaPreçoVariação nas últimas 24 horas
Render (RNDR)US$ 10,10-8,10%
Lido DAO (LDO)US$ 1,55-7,30%
dogwifhat (WIF)US$ 2,87-6,20%
Ethena (ENA)US$ 0,6871-5,80%
Stacks (STX)US$ 2,06-4,20%
Fonte: CoinGecko

Confira como fecharam os ETFs de criptomoedas no último pregão:

Continua depois da publicidade

ETFPreçoVariação
Hashdex NCI (HASH11)R$ 50,35+7,19%
Hashdex BTCN (BITH11)R$ 78,51+6,83%
Hashdex Ethereum (ETHE11)R$ 45,80+3,76%
Hashdex DeFi (DEFI11)R$ 27,50+3,42%
Hashdex Smart Contract Plataform FI (WEB311)R$ 32,01+6,66%
Hasdex Crypto Metaverse (META11)R$ 44,59+4,94%
QR Bitcoin (QBTC11)R$ 20,96+6,82%
QR Ether (QETH11)R$ 11,05+5,13%
QR DeFi (QDFI11)R$ 3,81+4,95%
Cripto20 EMPCI (CRPT11)R$ 13,96+5,67%
Investo NFTSCI (NFTS11)R$ 9,70+7,18%
Investo BLOKCI (BLOK11)R$ 179,55+3,92%
Fonte: B3