Inflação ao consumidor (CPI) nos EUA sobe 0,3% em abril, menos que o esperado

Ante abril do ano passado, a inflação ficou em 3,4%, após ter chegado a 3,5% no mês anterior; núcleo da inflação teve alta mensal de 0,3%, após subir 0,4% nos últimos três meses

Roberto de Lira

Consumidor em mercado de Washington, nos EUA (Reuters/Sarah Silbiger)

Publicidade

O índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) nos Estados Unidos avançou 0,3% em abril, desacelerando após a alta de 0,4% em março, segundo dados com ajuste sazonal divulgados nesta quarta-feira (15) pelo Departamento do Trabalho americano. Ante abril do ano passado, a inflação ficou em  3,4%, após ter chegado a 3,5% no mês anterior.

O índice de habitação (“shelter”) avançou 0,4% em abril ante março e atingiu 5,5% na comparação com abril do ano passado. Os preços da gasolina, por sua vez, subiram 2,8% no mês e 1,2% em 12 meses. Combinados, estes dois índices contribuíram com mais de 70% do aumento mensal do CPI.

Os dados de abril vieram abaixo do esperado, uma vez que o consenso LSEG de analistas projetava variação de 0,4% na leitura mensal e inflação de 3,4%  na base anual.

Continua depois da publicidade

O núcleo da inflação, que desconsidera as variações de preços de alimentos e energia, teve alta mensal de 0,3, após subir 0,4% nos últimos três meses, enquanto o avanço anual nessa leitura foi de 3,6%, após alta de 3,8% no mês anterior.

A inflação dos preços de energia em 12 meses em abril atingiu 2,6%, quanto os preços dos alimentos tiveram variação de 2,2%.