Haja bolso

Veja bairros de SP onde preço do m² do aluguel já é maior que o registrado antes da pandemia

Jardim Anália Franco, Mandaqui e Morumbi se destacam com altas expressivas no preço do metro quadrado

Por  Equipe InfoMoney -

Os preços dos aluguéis residenciais subiram mais de 25% em relação ao patamar pré-pandemia nos bairros Jardim Anália Franco, Morumbi e Mandaqui, apontam dados do índice QuintoAndar de aluguel.

Segundo a empresa, o preço médio do metro quadrado no primeiro trimestre deste ano já supera o do mesmo período de 2020 em mais da metade dos bairros da capital paulista monitorados (34 de 61).

Leia também:

Mas, ao contrário do que o senso comum pode intuir, áreas residenciais com maior demanda na cidade, como Pinheiros e Vila Olímpia, ainda estão distantes de retomar os valores de antes da Covid-19. Os dois bairros estão 11,9% e 13,5% abaixo do preço negociado em março de 2020, respectivamente.

Além disso, as maiores altas estão espalhadas por várias regiões. Água Fria (23,36%), Butantã (22,38%), Vila Formosa (21,58%), Freguesia do Ó (19,83%) e Vila Andrade (18,72%) também tiveram alta nos preços dos aluguéis acima da inflação (o IPCA subiu 18,17% entre março de 2020 e março de 2022).

Segundo o QuintoAndar, isso indica que ainda não há uma recuperação homogênea na cidade. “Bairros com maior quantidade de apartamentos de um quarto, como Vila Clementino e Liberdade, só conseguiram recuperar os preços com a retomada da procura por esses tipos de imóvel nos últimos meses, com o arrefecimento da crise sanitária”, destaca Thiago Reis, gerente de dados da empresa.

Reajuste acima da inflação

Apesar da forte alta da inflação no início deste ano, o aquecimento do mercado imobiliário paulistano está fazendo com que os proprietários consigam reajustar o preço dos novos contratos acima do índice oficial de preços do país.

Enquanto o IPCA subiu 3,20% no primeiro trimestre deste ano (0,54% em janeiro, 1,01% em fevereiro e 1,62% em março), o preço do metro quadrado de locação subiu mais que o dobro em São Paulo no mesmo período (6,73%). Foi o nono mês consecutivo de alta.

O QuintoAndar diz que entre os principais fatores estão a alta temporada de procura de aluguéis e a busca por studios e imóveis de um dormitório, que têm um metro quadrado mais caro. Diz também que a retomada da atividade econômica e da volta ao trabalho presencial também contribuíram.

Veja 34 bairros onde o preço do m² do aluguel já é maior que o registrado antes da pandemia, segundo o QuintoAndar:

PosiçãoBairroR$/m² pré-pandemia (1T20)R$/m² atual (1T22)Variação (%)
1Jardim Anália Franco19,4324,6827,02%
2Mandaqui19,0323,9725,96%
3Morumbi25,5532,1125,68%
4Água Fria21,5326,5623,36%
5Butantã32,2139,4222,38%
6Vila Formosa22,0626,8221,58%
7Freguesia do Ó22,2426,6519,83%
8Vila Andrade29,9135,5118,72%
9Vila Carrão23,3127,3817,46%
10Mooca30,2735,4717,18%
11Panamby24,1328,2717,16%
12Portal do Morumbi22,9426,4515,30%
13Sacomã24,1827,7014,56%
14Jardim Marajoara24,5627,8813,52%
15Jardim São Saverio19,6522,1212,57%
16Liberdade32,1336,0312,14%
17Tatuapé31,4935,2712,00%
18Jardim Éster Yolanda23,1825,9511,95%
19Casa Verde24,0126,6010,79%
20Saúde37,1240,8610,08%
21Vila das Mercês23,9326,3410,07%
22Santana28,2931,1310,04%
23Cambuci31,9735,1710,01%
24Bosque da Saúde28,9631,809,81%
25Vila Mariana38,1041,448,77%
26Vila Mascote28,0029,756,25%
27Vila Leopoldina38,6040,905,96%
28Jabaquara28,9930,445,00%
29Vila Pompéia38,2240,034,74%
30Campo Belo45,1046,843,86%
31Vila Clementino40,2340,941,76%
32Belém31,4331,881,43%
33Perdizes39,4339,891,17%
34Vila Romana32,6433,021,16%

9 formas de transformar o seu Imposto de Renda em dinheiro: um eBook gratuito te mostra como – acesse aqui!

Compartilhe