Percalços da declaração

IR 2022: Receita confirma instabilidades no programa de ganho de capital; veja o que fazer

GCAP é utilizado para calcular o imposto de renda sobre a venda de bens, por exemplo

Por  Giovanna Sutto -

O programa de ganho de capital (GCAP 2021), da Receita Federal, está enfrentando instabilidades nesta terça-feira (26), o que tem causado dificuldades aos contribuintes que buscam entregar a declaração de Imposto de Renda 2022.

Por meio de nota, a Receita Federal confirmou o problema e explicou que a falha será resolvida ainda esta semana.

O GCAP é utilizado para calcular o imposto sobre a venda de bens, como imóveis, carros, ou direitos, como herança, além de liquidação ou resgate de aplicações financeiras adquiridas em moeda estrangeira.

Na última semana, a Receita Federal informou que o GCAP seria atualizado para a versão 1.4 depois de o programa começar a emitir Darfs (Documento de Arrecadação de Receitas Federais) com o prazo de vencimento de 29 de abril (data limite da entrega até a prorrogação para 31 de maio).

O problema é que após a correção da data de vencimento do Darf, no feriado de Tiradentes, a nova versão 1.4 segue não funcionando como deveria.

Para facilitar o processo, o contribuinte calcula os valores no GCAP e, depois, importa as informações dentro do programa principal da declaração de IR. Usuários afirmam nas redes sociais que não está sendo possível importar os dados do GCAP para o programa gerador do IR.

“Vocês estão conseguindo importar informações do GCAP para o programa do Imposto de Renda?”, questionou uma internauta em publicação no Twitter.

O que fazer?

“Os programas gerador e o GCAP funcionam aos pares. Até semana passada, os dois estavam na versão 1.3, porém o GCAP ainda estava emitindo o DARF com prazo de 29/04. Antecipamos e lançamos a versão GCAP 1.4, emitindo os DARF com vencimento 31/05”, explica a Receita.

No entanto, a versão 1.4 do programa gerador, que permitirá a importação dos dados da versão 1.4 do GCAP, será lançada nesta semana. A recomendação é: espere até o final desta semana para finalizar a declaração unindo ambas as versões do programas para evitar erros.

“Hoje, quem desejar urgentemente importar os dados do ganho de capital com a versão 1.3 do PGD IRPF deve manter a versão 1.3 do GCAP”, diz a Receita.

Vale lembrar que a Receita Federal também atualizou o programa gerador de Imposto de Renda 2022 para versão 1.3 depois de vários contribuintes informarem que havia um erro no envio da declaração.

A versão inicial do programa, lançada em 07 de março, era a 1.0, e depois desse episódio foi atualizada para a versão 1.1 e 1.2 buscando corrigir as falhas.

O contribuinte pode saber qual é a versão do IRPF 2022 instalada no computador, ao olhar no canto superior direito da tela do programa. Hoje a versão mais atual é a 1.3.

Falhas esperadas

Esses problemas de atualizações são consequência de uma série de dificuldades relatadas pela Receita no dia do anúncio do novo programa.

O período de declaração começou mais tarde neste ano, em 7 de março, diante das atualizações tecnológicas na declaração pré-preenchida (veja abaixo), que geraram um trabalho extra para o órgão; e por consequências das paralisações dos servidores fiscais, que afetaram o planejamento do IR 22.

9 formas de transformar o seu Imposto de Renda em dinheiro: um eBook gratuito te mostra como – acesse aqui!

LEIA MAIS

Compartilhe