Conteúdo editorial apoiado por

Imposto de Renda 2024: 50% dos contribuintes já enviaram declaração

21,5 milhões acertaram as contas com o Fisco; são esperadas 43 milhões de declarações neste ano

Giovanna Sutto

(Divulgação/Receita Federal)
(Divulgação/Receita Federal)

Publicidade

Metade dos contribuintes esperados (21,5 milhões) já acertou as contas com o Fisco em 2024, segundo dados da Receita Federal até 10h45 desta segunda (6). O prazo acaba em 31 de maio, durante o feriado de Corpus Christi, e são esperadas 43 milhões de declarações neste ano.

Das que já foram entregues, 40,7% ou cerca de 8,5 milhões de declarações são pré-preenchidas (modelo automatizado que dá prioridade na fila de restituição). O Fisco espera receber neste ano 40% do total de documentos neste formato, porcentagem bem superior à de 2023 (25%).

Os dados mostram ainda que 11, 9 milhões das declarações já enviadas (57,2%) foram feitas no modelo simplificado, em que os rendimentos tributáveis sofrem dedução automática de 20%, limitados a R$ 16.754,34.

Continua depois da publicidade

Assim como nos outros anos, quanto antes for a entrega da declaração, mais cedo também será o depósito dos valores da restituição — que neste ano começa a ser pago a partir de 31 de maio.

Baixe uma planilha gratuita para calcular seus investimentos em renda fixa e fuja dos ativos que rendem menos

Confira como fazer a declaração pré-preenchida:

Continua depois da publicidade

Confira a situação da declaração

Se você já enviou sua declaração, pode confirmar se ela já foi processada e confirmar o status dela perante a Receita. Também dá para saber antecipadamente em qual dos lotes a respectiva restituição será paga.

Basta pesquisar no Consulta à Restituição, informando CPF, exercício da declaração, data de nascimento do contribuinte e código verificador.

Também é possível obter informações no portal de serviços da Receita, que vai substituir o Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte (e-CAC). Procure por “Meu Imposto de Renda” e depois por Restituição do IRPF.

Continua depois da publicidade

Veja abaixo o calendário de restituições em 2024:

Leia também:

Giovanna Sutto

Repórter de Finanças do InfoMoney. Escreve matérias finanças pessoais, meios de pagamentos, carreira e economia. Formada pela Cásper Líbero com pós-graduação pelo Ibmec.