Mais reestruturação

Facily, startup de compras coletivas, demite funcionários após virar unicórnio

Empresa brasileira anunciou, há 4 meses, rodada Série D no valor de US$ 135 milhões e passou a ser avaliada em US$ 1 bilhão

Por  Equipe InfoMoney -

A empresa de compras coletivas Facily demitiu entre 200 e 300 funcionários. A informação foi, primeiro, publicada pelo jornal “O Estado de S. Paulo” nesta quarta-feira (20), véspera do feriado de Tiradentes.

Uma ex-funcionária da área de tecnologia compartilhou no LinkedIn uma lista de contatos com nomes de profissionais demitidos que buscam recolocação em postos de trabalho. A lista tem 100 nomes de pessoas que aceitaram compartilhar os contatos.

Ao Estadão, a empresa não confirmou o número de demitidos, mas os desligamentos podem chegar a representar 30% do total do quadro da empresa.

As demissões causam surpresa porque a empresa brasileira anunciou, há quatro meses, uma extensão de sua rodada Série D no valor de US$ 135 milhões, passando a ser avaliada em mais de US$ 1 bilhão, o que a torna um unicórnio.

O novo valor se somou aos US$ 250 milhões anunciados em novembro de 2021, com captação liderada pela Goodwater e Propus. A empresa começou, há três anos, como uma plataforma de social commerce — que permita aos usuários se unirem para fazer grandes pedidos e obter descontos. O modelo de negócios é baseado no e-commerce chinês.

As demissões também chamaram atenção pela proximidade da mesma medida tomada por QuintoAndar e Loft, empresas concorrentes do mercado imobiliário que anunciaram redução de seus quadros de profissionais.

Outro lado

Por meio de nota, a Facily diz que busca constante evolução e eficiência para melhorar a experiência de todos que fazem parte e interagem com a empresa.

“Mudanças, inclusive em times, são necessárias para isso. Sempre vamos priorizar o que de fato faz a diferença no impulsionamento do nosso negócio. Para preservar as nossas pessoas, preferimos não comentar sobre os processos internos, pois tratamos de forma sigilosa e respeitosa”, afirma.

9 formas de transformar o seu Imposto de Renda em dinheiro: um eBook gratuito te mostra como – acesse aqui!

LEIA MAIS

Compartilhe