Na Nasdaq

Twitter (TWTR34) informa que vai nomear Elon Musk para conselho diretor; ações da rede social têm novo dia de alta

Na véspera, foi revelado que Elon Musk tem atualmente mais de 9% das ações da empresa, fazendo as ações subirem mais de 27% na Nasdaq

Por  Equipe InfoMoney -

O Twitter (TWTR34) informou nesta terça-feira (5) que nomeará seu principal acionista e chefe da Tesla, Elon Musk, para conselho diretor, um dia depois que o bilionário divulgou participação de 9,2% na empresa de mídia social. As ações do Twitter subiam 5,89% na Nasdaq, a US$ 52,91, às 11h (horário de Brasília) depois de fecharem em alta de mais de 27% na segunda-feira. 

Musk não pode se tornar proprietário de mais de 14,9% das ações ordinárias do Twitter, seja como acionista individual ou como membro de um grupo, enquanto for diretor do Twitter, disse a empresa em um documento.

“Estou animado em compartilhar que estamos nomeando Elon Musk para nosso conselho”, disse o CEO do Twitter, Parag Agrawal, em postagem na rede social.

“Ele é um apaixonado e um crítico intenso do serviço, que é exatamente o que precisamos no Twitter e na sala de reuniões para nos tornar mais fortes a longo prazo”.

Na véspera, foi revelado que Elon Musk tem atualmente mais de 9% das ações da empresa.

Leia também:

O CEO da Tesla agora possui 73.486.938 ações do Twitter, o que representa uma participação de 9,2% na empresa, segundo o arquivo 13G publicado na SEC (Securities and Exchange Commission, a CVM americana).

CEO da Tesla, Musk é usuário assíduo do Twitter e tem mais de 80 milhões de seguidores na rede social.

Liberdade de expressão

Segundo a agência de notícias Reuters, o bilionário disse no fim de março que estava “pensando seriamente” na construção de uma nova plataforma de mídia social.

A declaração foi dada em uma resposta a um usuário do Twitter, que o questionou sobre a possibilidade de construir uma rede social que tivesse um algoritmo de código aberto e priorizasse a liberdade de expressão (e onde a propaganda fosse mínima).

Musk havia criticado o Twitter ultimamente, dizendo que a empresa está minando a democracia ao não aderir aos princípios de liberdade de expressão.

(com Reuters)

Ainda não investe no exterior? Estrategista da XP dá aula gratuita sobre como virar sócio das maiores empresas do mundo, direto do seu celular – e sem falar inglês

Compartilhe